Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Vet. Not. (Online) ; 20(1): 71-76, Jan-Jun. 2014.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1502406

Resumo

The origins, ramifications and distributions of the left and right facial arteries were studied in 30 stillborn pigs (Sus scrofa domesticus) of the Sadia lineage, 17 males and 13 females, with the aim of increasing morphological knowledge of these structures in terms of their localization and distribution. The species was chosen for its well known commercial importance. The specimen had its artery system filled with stained solution of neoprene latex 601 A and afterwards fixed in an aqueous solution of formaldehyde at 10%. It was observed that in 100% of the studied animals the facial arteries originated from the ventrolateral surface of  the external carotid artery, rostrally to the lingual artery. The gland branches divided, supplying the mandibular, parotid, monostomática portion of the sublingual and part of the cervical thymus in muscular branches, irrigating the medial pterygoid, masseter, ventral aspect of the digastrics and cutaneous of the face muscles. Furthermore, the pharyngal branch irrigated the soft palate, tympanic bula and basihyoid, and the submentalis artery was directed towards the submental and the dorsal face of the digastrics muscles.


Estudou-se as origens, ramificações e distribuições das artérias faciais direita e esquerda em 30 (trinta) suínos natimortos (Sus scrofa domesticus) da linhagem Sadia, 17 (dezessete) machos e 13(treze) fêmeas. Os espécimes tiveram os seus sistemas arteriais preenchidos com solução corada de neoprene látex 601 A e a seguir foram fixados em solução aquosa de formaldeído a 10%. Notou-se que em 100% dos animais pesquisados as artérias faciais originaram-se das superfícies ventrolaterais das artérias carótidas externas, rostralmente às artérias linguais. Ramificaram-se em ramos glandulares suprindo as glândulas mandibulares, parótidas, porção monostomática das glândulas sublinguais e parte cervical do timo; em ramos musculares irrigando os músculos pterigóideos mediais, masseteres, faces ventrais dos músculos digástricos e cutâneos da face. Ainda, o ramo faríngico nutrindo o palato mole, a bula timpânica e o basihióide, e por último as artérias submentonianas que direcionaram-se para os músculos milohióideos e faces dorsais dos músculos digástricos.


Assuntos
Animais , Artérias/anatomia & histologia , Face/anatomia & histologia , Suínos/anatomia & histologia , Anatomia Veterinária/métodos , Formaldeído/análise , Natimorto/veterinária , Neopreno/análise
2.
Vet. Not. ; 20(1): 71-76, Jan-Jun. 2014.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-481286

Resumo

The origins, ramifications and distributions of the left and right facial arteries were studied in 30 stillborn pigs (Sus scrofa domesticus) of the Sadia lineage, 17 males and 13 females, with the aim of increasing morphological knowledge of these structures in terms of their localization and distribution. The species was chosen for its well known commercial importance. The specimen had its artery system filled with stained solution of neoprene latex 601 A and afterwards fixed in an aqueous solution of formaldehyde at 10%. It was observed that in 100% of the studied animals the facial arteries originated from the ventrolateral surface of  the external carotid artery, rostrally to the lingual artery. The gland branches divided, supplying the mandibular, parotid, monostomática portion of the sublingual and part of the cervical thymus in muscular branches, irrigating the medial pterygoid, masseter, ventral aspect of the digastrics and cutaneous of the face muscles. Furthermore, the pharyngal branch irrigated the soft palate, tympanic bula and basihyoid, and the submentalis artery was directed towards the submental and the dorsal face of the digastrics muscles.(AU)


Estudou-se as origens, ramificações e distribuições das artérias faciais direita e esquerda em 30 (trinta) suínos natimortos (Sus scrofa domesticus) da linhagem Sadia, 17 (dezessete) machos e 13(treze) fêmeas. Os espécimes tiveram os seus sistemas arteriais preenchidos com solução corada de neoprene látex 601 A e a seguir foram fixados em solução aquosa de formaldeído a 10%. Notou-se que em 100% dos animais pesquisados as artérias faciais originaram-se das superfícies ventrolaterais das artérias carótidas externas, rostralmente às artérias linguais. Ramificaram-se em ramos glandulares suprindo as glândulas mandibulares, parótidas, porção monostomática das glândulas sublinguais e parte cervical do timo; em ramos musculares irrigando os músculos pterigóideos mediais, masseteres, faces ventrais dos músculos digástricos e cutâneos da face. Ainda, o ramo faríngico nutrindo o palato mole, a bula timpânica e o basihióide, e por último as artérias submentonianas que direcionaram-se para os músculos milohióideos e faces dorsais dos músculos digástricos.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/anatomia & histologia , Artérias/anatomia & histologia , Face/anatomia & histologia , Neopreno/análise , Formaldeído/análise , Anatomia Veterinária/métodos , Natimorto/veterinária
3.
Vet. Not. (Online) ; 18(1): 49-56, jan.-jun. 2012. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1401480

Resumo

Foram analisadas a morfologia, topografia e morfometria dos lobos tímicos em 20 aves da linhagem Paraíso Pedrês. As aves tiveram seus lobos tímicos dissecados, medidos com paquímetro (comprimento x largura x espessura) e analisados quanto suas topografias e morfologias individuais. Os lobos tímicos apresentaram-se localizados dorsolaterais ao pescoço, desde a clavícula até seu terço cranial (65%), com números médios de 5,40 e 5,53 lobos para antímero direito e esquerdo, respectivamente. E médias de 1,19 cm de comprimento, 0,49 cm de largura e 0,20 cm de espessura para os lobos cervicais do antímero esquerdo e média de 1,30 x 0,59 x 0,26 cm para os contra laterais. As correlações foram de média intensidade, indicaram que quanto maiores, mais largos e mais espessos, os lobos foram mais numerosos e, preferencialmente ocuparam a posição dorso-lateral ao plexo vasculoneural e pescoço.(AU)


We analyzed the morphology, topography and morphology of thymic lobes in 20 birds of Paraíso Pedrês lineage. The birds had their thymic lobes dissected, measured using a caliper rule(length x width x thickness) and analyzed for their individual morphologies and topographies. The thymic lobes were located dorsolateral to the neck, from the clavicle to the third cranial (65%), with an average of 5.40 and 5.53 lobes for right and left antimere, respectively. And averaging of 1.19 cm lenght, 0.49 cm width and 0.20 cm thickness for cervical lobes of the left antimere and average of 1.30 x 0.59 x 0.26 cm to the contralateral. The correlations were of medium intensity, indicated that when it's the larger, wider and thicker, the lobes were more numerous and preferentially occupied the dorsolateral position to the vasculo-neural plexus and neck.(AU)


Assuntos
Animais , Timo/anatomia & histologia , Galinhas/anatomia & histologia , Galinhas/genética
4.
Acta sci., Biol. sci ; 34(4): 457-462, Oct.-Dec. 2012. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-859612

Resumo

Twenty-eight fowls (Gallus gallus domesticus ) of the Red Bro Cou Nu lineage were studied. They were about 35 days old and had their arteries filled with Neoprene Latex 450", aqueous solution at 50%, stained with specific pigment (Globo S/A, Tintas e Pigmentos), and then fixed in aqueous solution of formaldehyde at 10%. The present study aimed to quantify the thymic lobes and identify the main arteries responsible for the blood supply of these lobes and their frequencies. The number of thymic lobes on the right antimere varied from two to 11, with a greater frequency of 8 lobes; and the left antimere showed a variation from one to eight, with a greater frequency of five lobes. The arteries destined to the thymus were composed by direct and indirect branches of the following arteries: left and right common vagus nerve, left and right cranial thyroid, left and right caudal thyroid, left and right ascending esophageal, right ingluvial, left and right cutaneous, and right common carotid. The right thymic lobes, regardless their origin, received from eight to 27 vascular branches, and the left thymic lobes, from eight to 24 branches.


Foram estudadas 28 aves (Gallus gallus domesticus) da linhagem Red Bro Cou Nu, com aproximadamente 35 dias de idade, que tiveram suas artérias preenchidas com Látex Neoprene 450", solução aquosa a 50%, corado com pigmento específico (Globo S/A, Tintas e Pigmentos) e em seguida foram fixadas em solução aquosa a 10% de formol. O objetivo do presente estudo foi quantificar os lobos tímicos e identificar as principais artérias responsáveis pelo suprimento sanguíneo arterial e suas frequências. No antímero direito cada cadeia tímica apresentou de dois a 11 lobos tímicos, com maior frequência de oito lobos. O antímero esquerdo apresentou de um a oito lobos tímicos, sendo que a maior frequência foi de cinco lobos. O suprimento arterial do timo das aves da linhagem Red Bro Cou Nu do presente estudo era composto por ramos diretos e indiretos oriundos das artérias: comum do nervo vago direita e esquerda, tireóidea cranial direita e esquerda, tireóidea caudal direita e esquerda, esofágica ascendente direita e esquerda, ingluvial direita, cutânea direita e esquerda e carótida comum direita. Os lobos tímicos direitos receberam independentemente de suas origens, de oito a 27 ramos vasculares e os lobos tímicos esquerdos receberam de oito a 24 ramos.


Assuntos
Animais , Galinhas/anatomia & histologia
5.
Vet. Not. (Online) ; 17(2): 148-154, 2011. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1401881

Resumo

Estudou-se a origem e a distribuição da artéria celíaca em 30 matrizes de corte da linhagem Avian 48 (Gallus gallus domesticus) com aproximadamente 8 semanas de idade provindas de granjas do município de Uberlândia-MG. As aves tiveram seus vasos arteriais preenchidos com solução aquosa (50%) de Neoprene Látex "450", corada com pigmento específico e a seguir foram fixadas em solução aquosa de formaldeído a 10%. A artéria celíaca originou-se como primeiro ramo ventral da artéria aorta abdominal, dirigindo-se para o antímero direito da cavidade celomática. Em seu trajeto enviou ramos ao esôfago (76,66%), saco pericárdico (93,33%), proventrículo (100%), ventrículo (100%), baço (100%), fígado (100%), vesícula biliar (100%), pâncreas (100%), duodeno (100%), jejuno (100%), íleo (100%) e cecos (100%).(AU)


This studied the origin and distribution of the celiac artery in 30 broilers Avian strain 48 (Gallus gallus domesticus) with approximately 8 weeks of age, they came from farms in the city of Uberlândia-MG. The birds had their arteries filled with aqueous solution (50%) Neoprene Latex "450", stained with a specific pigment and after this, were fixed with aqueous solution 10% of formaldehyde. The celiac artery originated as the first ventral branch of the abdominal aorta, going to the right antimere coelomic cavity. In its path, it sent branches to the esophagus (76.66%), pericardial sac (93.33%), proventriculus (100%), ventricle (100%), spleen (100%), liver (100%), gallbladder (100%), pancreas (100%), duodenum (100%), jejunum (100%), ileum (100%) and cecum (100%).(AU)


Assuntos
Animais , Artéria Celíaca/fisiologia , Galinhas/anatomia & histologia , Galinhas/genética , Brasil
6.
Vet. Not. (Online) ; 17(1): 1-7, jan.-jun. 2011. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1401522

Resumo

Foram estudadas as origens e distribuições das artérias destinadas aos lobos cervicais do timo em 30 fetos de suínos da linhagem Camborough 22, sendo 15 machos e 15 fêmeas, provenientes de núcleos criatórios do município de Uberlândia - MG. Os animais tiveram o sistema arterial preenchido com solução aquosa, a 50% de Neoprene Látex "'450", corada com pigmento específico e em seguida foram fixados com solução aquosa, a 10%, de formaldeído. Os lobos cervicais do timo receberam ramos diretos das artérias torácica interna direita (3,33%), cervical superficial direita (33,33%) e esquerda (26,67%), carótida comum direita (6,67%) e esquerda (13,33%), tireóidea cranial direita (6,67%), laríngea cranial direita (16,67%) e esquerda (13,33%), occipital esquerda (3,33%), carótida interna esquerda (3,33%), carótida externa direita (3,33%) e esquerda (3,33%), meníngea caudal direita (3,33%) e lingual esquerda (16,67%) e ramos indiretos das artérias cervical superficial direita (96,67%) e esquerda (93,33%), axilar direita (6,67%), carótida comum direita (23,33%) e esquerda (26,67%), laríngea cranial esquerda (3,33%), carótida externa direita (6,67%), lingual direita (16,67%) e esquerda (26,67%). Não foram verificadas diferenças estatisticamente significantes entre o número de ramos arteriais cedidos para os lobos cervicais do timo em cada antímero.(AU)


The origins and distributions of the arteries leading to cervical thymus lobes were studied in 30 fetuses pigs Camborough 22, 15 males and 15 females, donated by farms from the region of Uberlândia - MG. The arterial system of these animals was filled with aqueous solution, 50% Neoprene Latex "'450" colored with a specific pigment, then the specimens were fixed with an aqueous solution of 10% formaldehyde. The cervical thymus lobes were supplied by directly branches coming from right internal thoracic arteries (3.33%), right cervical superficial (33.33%) and left (26.67%), right common carotid (6.67%) and left ( 13.33%), right cranial thyroid (6.67%), right cranial laryngeal (16.67%) and left (13.33%), left occipital (3.33%), internal carotid (3.33 %), right external carotid (3.33%) and left (3.33%), right caudal meningeal (3.33%) and left lingual (16.67%).Meanwhile, the cervical thymus lobes, right and left, received indirect branches of the right superficial cervical arteries (96.67%) and left (93.33%), right axillary (6.67%), right common carotid (23.33 %) and left (26.67%), left cranial laryngeal (3.33%), right external carotid (6.67%), right lingual (16.67%) and left (26.67%). No statistically significant differences were found between the numbers of arterial branches assigned to the cervical thymus lobes in each antimeter.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Artérias/fisiologia , Suínos/genética , Timo/irrigação sanguínea , Brasil , Feto/fisiologia
7.
Vet. Not. (Online) ; 17(2): 90-96, 2011. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1401711

Resumo

O estudo realizado teve como objetivo descrever a vascularização e morfologia dos lobos torácicos do timo em fetos suínos da linhagem Camborough 25. Para tanto, foram utilizados 30 fetos de suínos, sendo 15 machos e 15 fêmeas, originados de abortos ou mortes naturais de fêmeas gestantes de núcleos criatórios da região de Brasília, DF. Os animais tiveram o seu sistema arterial preenchido com solução aquosa a 50% de Neoprene Látex, corada com corante específico e foram ainda submetidos à fixação em solução aquosa a 10% de formaldeído. O lobo torácico esquerdo do timo é suprido por ramos diretos e indiretos das artérias torácica interna esquerda e direita, pericardicofrênica esquerda, carótida comum esquerda, aorta ascendente e tronco braquiocefálico. O lobo torácico direito do timo é suprido por ramos diretos e indiretos das artérias torácica interna esquerda e direita, pericardicofrênica direita e artéria carótida comum direita.(AU)


The study aimed to retract the vascularization and morphology of thoracic lobes of the thymus in fetal pigs from Camborough 25 lineage. For this purpose, was used 30 pig fetus, being 15 males and 15 females, originated from cases of abortion and natural death of pregnants donated by farms from the region of Brasilia - DF. The animals had the arterial system filled with aqueous colored solution in a 50% of Neoprene Latex stained with specific pigment and than were fixed in 10% formaldehyde aqueous solution. The left thoracic lobe were supplied by direct and indirect arterial branches of the left and right internal thoracic arteries, left pericardiacophrenica, left common carotid, ascending aorta and brachiocephalic trunk. The right thymus lobe was supplied by direct and indirect arterial branches of left and right internal thoracic arteries, right pericardiacophrenic and right common carotid.(AU)


Assuntos
Animais , Gravidez , Timo/fisiologia , Sus scrofa/fisiologia , Feto/anatomia & histologia
8.
Ci. Rural ; 38(2): 372-377, mar.-abr. 2008. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-4120

Resumo

Estudaram-se a origem e distribuição dos nervos isquiáticos, de ambos os antímeros, em 30 caprinos (Capra hircus) da raça Saanen, sendo 16 machos e 14 fêmeas. Estes animais foram coletados após morte natural e submetidos à fixação em solução aquosa, a 10 por cento, de formaldeído. Os nervos isquiáticos originaram-se 28 vezes (93,3 por cento) do ramo ventral do sexto nervo espinhal lombar e dos ramos ventrais do primeiro e segundo nervos espinhais sacrais; além disso, esses nervos tabém receberam duas vezes (6,7 por cento), contribuição do ramo ventral do terceiro nervo espinhal sacral. Os nervos isquiáticos cederam, em todos os animais, ramos para os músculos glúteos médios, glúteos profundos, gluteobíceps, gêmeos, semitendíneos e semimembranáceos. Sobretudo, notaram-se arranjos peculiares desses ramos musculares para cada espécime. Através da aplicação da prova de Wilcoxon, com nível de significância de 0,05, não se observaram diferenças significativas entre as freqüências de ramos musculares dos nervos isquiáticos, que foram cedidos para os antímeros direito e esquerdo, e ainda em relação ao sexo dos caprinos da presente investigação.(AU)


The origin and distribution of the ischiatic nerves at both sides were studied in 30 goats (Capra hircus) of the Saanen breed, being 16 males and 14 females. These specimens were collected after natural death of the animals and submitted to fixation in a 10 percent formaldehyde solution. The ischiatic nerves arose from the ventral branch of the sixth lumbar and the first and second sacral spinal nerves in 28 cases (93.3 percent). In addition, these nerves also received contributions from the ventral branch of the third sacral spinal nerve in two cases (6.7 percent) at both sides. In all animals, the right and left ischiatic nerves gave off branches to the muscles gluteus medius, gluteus profundus, gluteobiceps, gemelli, semitendinosus, and semimembranosus muscles. In particular, peculiar arrangements of these muscular branches were noticed for each specimen. By using the Wilcoxon test with significance level at 0.05, there were no significant differences among the frequencies of muscular branches of the ischiatic nerves emitted to the right and left sides, and also in relation to the sex of the goats in the present investigation.(AU)


Assuntos
Animais , Cabras , Cabras/anatomia & histologia
9.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 43(3): 289-295, 2006. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-5710

Resumo

Estudaram-se as origens, ramificações e distribuições das artérias mesentéricas cranial e caudal em 30 aves (Gallus gallus) da linhagem Cobb 500, machos, com idade entre 5 e 6 semanas. Os espécimes tiveram seus vasos arteriais preenchidos com solução aquosa coradade Neoprene Látex “450” a 50% e a seguir foram fixados em solução aquosa de formaldeído a 10%. A artéria mesentérica cranial emergiu da face lateral direita da aorta descendente caudalmente à artéria celíaca e através das artérias ileocecal, jejunais e ileais distribuiu-se pelo jejuno, íleo, cecos e reto, terminando próximo ao divertículo vitelino. A artéria mesentérica caudal originou-se da face ventral da aorta descendente e após curto trajeto bifurcou-se em ramos cranial e caudal, distribuindo-se pelo reto, cloaca e bolsa cloacal. Evidenciaram-se anastomoses entre ramos da artéria mesentérica cranial e entre ramos desta e ramos das artérias mesentérica caudal e celíaca.(AU)


The origins, ramifications and distributions of the cranial and caudal mesenteric arteries were studied in 30 male fowls (Gallus gallus) from Cobb 500 lineage, between 5 and 6 weeks old. The arterial vases of the specimens were filled with colored water-based solution of Neoprene Latex “450” at 50% concentration after wards they were fixed in a water-based solution of formaldehyde at 10% concentration. The cranial mesenteric artery emerged from the right lateral surface of the descending aorta caudally the coeliac artery and through the ileocecal, jejunal and ileal arteries distributing itself by the jejunum, ileum, cecum and rectum to end next to the vitelline diverticulum. The caudal mesenteric artery originated from the ventral surface of the descending aorta and soon divided into cranial and caudal branches, distributed by the rectum, cloaca and cloacal bursa. There were anastomoses among branches of the cranial mesenteric artery and also among branches of the cranial mesenteric artery and branches of the caudal mesenteric and coeliac arteries.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Artérias Mesentéricas/anatomia & histologia , Artérias Cerebrais/anatomia & histologia , Galinhas/anatomia & histologia
10.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 39(2): 66-73, 2002. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-2510

Resumo

Vinte e oito corações de javalis foram estudados, observando-se a freqüência, largura e localização das pontes de miocárdio. Para o estudo macroscópico, a artéria coronária foi injetada com solução corada de Neoprene látex "450", com posterior fixação com solução de formaldeido a 10% para posterior dissecação. Pontes de miocárdio foram encontradas em 57,14% dos corações estudados, com altura variando por volta de 1,47 cm, sendo usualmente localizadas nas porções ventral (30,76%) e dorsal (26,92%) sobre as artérias coronárias direita e esquerda. Múltiplas pontes foram observadas em 31,25% dos corações e seu número variou de 2 a 6.(AU)


Twenty eight wild boar were studied, in order to observe the frequency, width and location of myocardial bridges. For the gross anatomical study, the coronary arteries of the heart had injected with a stained Neoprene "450" Latex solution; submitted to fixation whit 10% formol solution and dissection. Myocardial bridges were found in 57,14% of hearts the studied mean widths value was 1,47 cm and usually the bridges were located in the ventral portions (30,76%), and dorsal (26,92%) on the left and right coronary arteries. Multiple bridges were observed in 31,25% of the hearts, and their number ranged from two to six.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Adulto , Coração , Vasos Coronários , Animais Selvagens
11.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 40(supl. 3): 199-204, 2003. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-14696

Resumo

Estudou-se em 30 galinhas da linhagem Hubbard, com idade variando de 10 a 12 semanas, a origem, o número e a ordenação dos vasos arteriais da Bolsa Cloacal mediante injeção do sistema vascular com solução aquosa a 50 por cento de Neoprene Látex 450 e posterior dissecação. Os resultados mostraram a participação das artérias pudenternas esquerda e direita em todos os casos, às quais associavam-se as artérias mesentérica caudal (33,33 por cento), caudal mediana (3,33 por cento) e ilíaca interna esquerda (3,33 por cento). O número total de ramos, independentemente da sua origem, variou de 2 a 9 com maior freqüência de 4 ramos. A distribuição dos vasos se fez de maneira própria para cada peça.(AU)


The Cloacal Bursa's arteries of 30 females Hubbard were injected with 50 percent Neoprene Latex 450 solution, and submited to dissection. The ages of the birds was to 10 to 12 weeks. The vessel's origin, number and sequence were studied The results showed the participation of the left and right internal pudendal artery in all cases, witch the association of the cranial mesenteric artery (333,33 percent), to median caudal artery (3,33 percent), and to left internal iliac artery (3,33 percent). The total branches number, without considering its origin, varied in 2 to 9, being 4 branches the major frequency. The vessels distribuition was the same in each bird.(AU)


Assuntos
Animais , Bolsa de Fabricius/anatomia & histologia , Bolsa de Fabricius/irrigação sanguínea , Artérias/fisiologia , Galinhas
12.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 40(5): 314-320, 2003. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-548

Resumo

Estudaram-se aspectos da irrigação do nó atrioventricular e tronco do fascículo atrioventricular, componentes do sistema de condução do coração. Para tanto, utilizaram-se trinta corações de bovinos fêmeas, mestiças Girolando, com idade entre 36 e 48 meses. Os mesmos foram dissecados, após prévia injeção das artérias coronárias direita e esquerda, com solução corada de Neoprene látex 450, seguida pela fixação dos corações em solução aquosa de formol a 15,00 por cento, pelo método de imersão. O nó atrioventricular foi irrigado, isoladamente ou em associação, pelo primeiro ramo septal do ramo interventricular paraconal (3,33 por cento), ramo distal do átrio esquerdo (6,66 por cento), ramo septal da artéria coronária direita (46,66 por cento), ramo proximal do átrio direito (76,66 por cento) e ramo ventricular direito (76,66 por cento). O tronco do fascículo atrioventricular foi irrigado, isoladamente ou em associação, pelo primeiro ramo septal do ramo interventricular paraconal (3,33 por cento), ramo ventricular direito (60,00 por cento), ramo proximal do átrio direito (60,00 por cento), e com maior freqüência pelo ramo septal da artéria coronária direita (70,00 por cento). As anastomoses arteriais estiveram presentes em 76,66 por cento dos casos e geralmente formaram circuitos junto às margens do sistema de condução cardíaco.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Nó Atrioventricular , Fascículo Atrioventricular , Bovinos
13.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 40(4): 254-260, 2003. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-525

Resumo

Estudou-se em 30 galinhas da linhagem Hubbard, com idade variando de 10 a 12 semanas a origem, o número e a ordenação dos vasos arteriais da Bolsa Cloacal mediante injeção do sistema vascular com solução aquosa a 50 por cento de Neoprene Látex 450 e posterior dissecação. Os resultados mostraram a participação das artérias pudenternas esquerda e direita em todos os casos, às quais associavam-se as artérias mesentérica caudal (33,33 por cento), caudal mediana (3,33 por cento) e iliaca interna esquerda (3,33 por cento). O número total de ramos, independentemente da sua origem, variou de 2 a 9com maior freqüência de 4 ramos. A distribuição dos vasos se fez de maneira própria para cada peça.(AU)


Assuntos
Animais , Artérias , Aves Domésticas , Sistema Cardiovascular
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA