Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Semina ciênc. agrar ; 43(6): 2595-2606, nov.-dez. 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1425710

Resumo

This study aimed to evaluate the fermentation profile and nutritional value of millet grain silages rehydrated with whey and/or molasses. The experiment was conducted in a completely randomized design with four treatments and six replications, with a control treatment (water rehydration), whey rehydration, water rehydration plus molasses (2.5%), and whey plus molasses (2.5%). Lower values of dry matter content (DM = 66.37; 1.55%) were found for the control silage, but within the recommended range. The contents of crude protein, neutral detergent fiber, acid detergent fiber, lignin and hemicellulose were not influenced by the use of additives. There was no difference (p>0.05) for aerobic stability and ammonia-N (6.04%) between treatments. For pH, lower values were observed for silages with molasses. There was a higher concentration (p <0.05) of lactic acid in silages with whey, and a higher concentration of butyric acid in silages added exclusively with molasses. The use of whey improved dry matter recovery compared to control silages.


Objetivou-se avaliar o perfil fermentativo e o valor nutricional de silagens de grãos de milheto reidratados com soro de leite e/ou melaço. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e seis repetições, sendo tratamento controle (reidratação com água), reidratação com soro de leite, reidratação com água mais melaço (2.5%), e soro de leite mais melaço (2.5%). Observou-se menor teor de matéria seca (MS = 66.37; 1.55%) na silagem controle em relação aos demais tratamentos, contudo este se encontra dentro do limite desejável. Os teores de proteína bruta, fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido, lignina e hemicelulose não foram influenciados pelo uso dos aditivos. Não houve diferença (p >0.05) para estabilidade aeróbica e N-amoniacal (6.04% NT) entre os tratamentos. Para valores de pH observou-se menores valores para as silagens com melaço em relação as demais. Houve maior concentração (p <0.05) de ácido lático nas silagens com soro de leite e maior concentração de ácido butírico nas silagens aditivadas exclusivamente com melaço. A utilização do soro de leite melhorou a recuperação da matéria seca em relação às silagens controle. Observou-se maior degradabilidade da matéria seca com 8% de taxa de passagem nas silagens aditivadas com melaço e/ou soro em relação ao controle.


Assuntos
Silagem , Melaço , Milhetes , Soro do Leite , Valor Nutritivo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA