Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 25
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 24: 20220013, 2023. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1433842

Resumo

To evaluate the effect of different iron dextran application programs on the performance, fecal score, and skin color of suckling piglets, as well as sow performance, 288 piglets from 24 sows were allocated to four treatments in six replications with 12 piglets per experimental unit, in a block design. The treatments were as follows: T200_000, T200_100, T200_200, and T100_100, whose respective values (in mg) corresponded to the applications of the first dose of iron dextran on the second day of life and of the second dose on the 10th day. Piglets on T200_000 and T200_200 showed the highest feed intake. In the period from 10 to 22 days, piglets receiving T100_100 exhibited the highest fecal score. On the 10th day of age, the lowest lightness (L*) value on the ear was obtained with T200_100, and the highest with T100_100. Treatments T200_000, T200_100, and T200_200 generated the highest red color (a*) intensity on the ear, whereas T100_100 provided the lowest hue and parameter b* values on the leg and snout. On the 22nd day of age, the highest b* and hue values of the ear and snout were found in the group fed T100_100. In conclusion, all evaluated programs were efficient in preventing iron deficiency anemia in newborn piglets. To reduce expenses, we recommend administering a single dose of 200 mg of iron dextran to piglets on the second day of life.(AU)


Foram utilizados 288 leitões de 24 matrizes, distribuídos em delineamento em blocos com quatro tratamentos, seis repetições, com 12 leitões por unidade experimental com objetivo de avaliar diferentes programas de aplicação de ferro dextrano sobre desempenho, escore fecal e coloração de pele de leitões em aleitamento, assim como as repercussões sobre o desempenho das matrizes. Os tratamentos consistiram em: T200_000; T200_100; T200_200; e T100_100; nos quais os valores corresponderam, respectivamente (em mg), à aplicação da primeira dose de ferro dextrano no segundo dia de vida e à aplicação da segunda dose no 10º dia. Os leitões que foram submetidos a T200_000 e a T200_200 tiveram maior consumo de ração. No período de 10 a 22 dias, os leitões de T100_100 obtiveram maior escore fecal. Ao 10º dia de idade dos leitões, o menor valor de luminosidade (L*) da orelha foi em T200_100 e o maior valor em T100_100. A maior intensidade da cor vermelha (a*) na orelha foi obtida em T200_000, T200_100 e T200_200. Na tonalidade e no parâmetro b* do pernil e do focinho, T100_100 foi aquele que apresentou menor valor. No 22º dia de idade dos leitões, o maior valor de b* e da tonalidade da orelha e do focinho foi verificado em T100_100. Conclui-se que todos os programas avaliados foram eficientes na prevenção da anemia ferropriva em leitões neonatos. Visando a redução de gastos, recomenda-se a administração de uma única dose de 200 mg de ferro dextrano no segundo dia de vida dos leitões.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/fisiologia , Anemia Ferropriva/prevenção & controle , Complexo Ferro-Dextran/administração & dosagem , Fenômenos Fisiológicos da Pele/efeitos dos fármacos , Hemoglobinas/efeitos adversos
2.
Semina ciênc. agrar ; 44(2): 613-624, mar.-abr. 2023. tab, graf, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1434464

Resumo

The objective of this study was to examine the effects of emulsifying agents on processing and texture characteristics of kibbles in the pet food industry. For each treatment, four runs were performed (four replications/treatment) and four samples were collected over time. Two commercial emulsifiers, added on top of the formulation, were used in an economical extruded dry food for adult dogs, forming three treatments, namely, CON: control; EMUA: CON + 0.06% emulsifier A; and EMUB: CON + 0.06% emulsifier B. The foods were extruded in a single-screw extruder with a throughput of 6,000 kg/h, and the same set of equipment, mixing, drying, and coating conditions were adopted for all treatments. Emulsifier A contains partially saturated mono- and diglycerides, sodium stearoyl lactylate, and diacetyl tartaric acid esters of monoglycerides in its composition; whereas emulsifier B includes mono- and diglycerides of fatty acids, diacetyl tartaric acid esters of monoglycerides, and stearoyl sodium lactate. Canonical correlation analysis was performed for process correlation and kibble texture characteristics data. The multivariate lambda Wilks test was used to assess the significance of the canonical roots together. Canonical function 1 was found to be significant. There was control in the process, due to the clustering of treatments. The use of emulsifiers influenced the hardness of the kibbles, with lower resistance found in EMUA (54.731 ± 1.124) than in EMUB (121.898 ± 5.158). The EMUB treatment showed lower amperage, power, and energy consumption values than the other treatments (P<0.05). Compared with the control treatment, the EMUA and EMUB treatments showed 1.43% and 3.15% lower amperage values, respectively. In conclusion, EMUB contributes more significantly to texture characteristics and to the extrusion process.(AU)


Objetivou-se com essa pesquisa avaliar os efeitos de aditivos emulsificantes em características de processo e textura dos kibbles na indústria pet food. Para cada tratamento, foram realizadas quatro batidas (4 repetições/tratamento) e coletadas quatro amostras no tempo. Dois emulsificantes comerciais, adicionados on top, foram utilizados em um alimento seco extrusado, indicado para cães adultos, formando 3 tratamentos ((CON; Controle), (EMUA; CON + 0,06% emulsificante A), (EMUB; CON + 0,06% emulsificante B)). Foi utilizada dieta comercial econômica para cães adultos. Os alimentos foram extrusados em uma extrusora de rosca simples, com capacidade de processamento de 6.000 kg/h, sendo que o mesmo conjunto de equipamentos, condições de mistura, secagem e revestimento foram utilizados para todos os tratamentos. O emulsificante A possui em sua composição mono-diglicerídeo parcialmente saturado, estearoil lactato de sódio e mono éster de ácido tartárico di-acetilado, enquanto o emulsificante B possui em sua composição mono e diglicerídeos de ácidos graxos, ésteres de monoglicerídeos com ácido diacetiltartárico e estearoil lactato de sódio. Foi realizada uma análise de correlação canônica para os dados de correlação de processos e características de textura de kibble. O teste multivariado lambda Wilks foi usado para avaliar a significância das raízes canônicas juntas. Observou-se que a função canônica 1 mostrou-se significante. Percebeu-se que houve controle no processo, devido ao agrupamento dos tratamentos. A utilização de emulsificantes influenciou a característica de dureza dos kibbles, com menor resistência de EMUA (54,731 ±1,124), quando comparado a EMUB (121,898± 5,158). O tratamento EMUB obteve valores de amperagem, potência e consumo de energia inferiores aos demais tratamentos (P<0,05). Houve uma redução no valor da Amperagem, em relação ao tratamento CON de 1,43% e 3,15%, respectivamente, para os tratamentos EMUA e EMUB. Conclui-se que EMUB contribui mais significativamente para obtenção de características de textura e para o processo de extrusão.(AU)


Assuntos
Animais , Emulsificantes/efeitos adversos , Cães/fisiologia , Análise de Alimentos/métodos , Mastigação/fisiologia
3.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 23: e20220009, 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1391690

Resumo

This study aimed to evaluate the effects of phytase enzyme and distillers dried grains with solubles (DDGS) on the digestibility, performance and economic viability of growing pigs. Two experiments were conducted with a reference diet (RD) based on corn and soybean meal: RD with 200 g kg -1 DDGS (DDGS); RD + 1,000 units of phytase (PHY); and RD + 200 g kg-1 DDGS + 1,000 units of phytase (D+P). In experiment 1, eight castrated male pigs weighing 29.35 ± 5.74 kg were used through the total collection method and replicates in time for digestibility evaluation. In experiment 2, 40 castrated male pigs 47.65 ± 3.99 kg, with five replicates of two animals per experimental unit, were used for performance and economic evaluation. DDGS increased the excretion of nitrogen and energy in feces and urine, impairing the digestibility coefficients and metabolizability of dietary energy. The animals that consumed diets with DDGS presented the worst performance, while phytase did not influence the results. Diets with the inclusion of 200 g kg -1 DDGS and 1,000 units of phytase did not differ in cost per kilogram compared to the control diet.(AU)


Este estudo objetivou avaliar os efeitos da enzima fitase e dos grãos secos de destilaria com solúveis (distillers dried grains with solubles - DDGS) sobre digestibilidade, desempenho e viabilidade econômica de suínos em crescimento. Foram realizados dois experimentos, com uma dieta de referência (RD) à base de milho e farelo de soja; RD + 200 g kg -1 DDGS (DDGS); RD + 1.000 unidades de fitase (PHY); e RD + 200 g kg -1 DDGS + 1.000 unidades de fitase (D + P). No experimento 1, oito suínos machos castrados com peso de 29,35 ± 5,74 kg foram usados através do método de coleta total, com repetição no tempo para avaliação da digestibilidade. No experimento 2, 40 suínos machos castrados 47,65 ± 3,99 kg, com cinco repetições de dois animais por unidade experimental foram usados para avaliação de desempenho e viabilidade econômica. DDGS aumentou a excreção de nitrogênio e energia nas fezes e na urina, prejudicando os coeficientes de digestibilidade e a metabolizabilidade da energia. Os animais que consumiram dietas com DDGS apresentaram pior desempenho enquanto a fitase não afetou os resultados. As dietas com a inclusão de 200 g kg -1 DDGS e 1.000 unidades de fitase não diferem no custo por quilograma em relação à dieta de controle.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Suínos/fisiologia , Análise Custo-Benefício , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal/fisiologia , Grão Comestível , Valor Nutritivo
4.
Semina ciênc. agrar ; 42(05): 2893-2906, set.-out. 2021. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501880

Resumo

The objective of this study was to evaluate the effect of different levels of crushed sugarcane in the diet on the performance, bone characteristics and intestinal morphology of slow-growing broiler strains. A total of 448 chickens at 35 days of age were allotted to two randomized blocks in a 4×2 factorial arrangement (levels of feed replacement with crushed sugarcane, on a fresh-matter basis: 0, 15, 30, and 45%) and two strains (Pesadão and Label Rouge (LR)). Two replicates were used per block over time (containing the treatments and the strains), and 14 individuals were used per experimental unit. Weight gain and feed intake decreased linearly in response to the increasing sugarcane levels. Feed intake was higher in the Pesadão strain than in LR. Chicken foot weight was lower in Pesadão than in LR. There were no effects of sugarcane levels or strains on the tarsometatarsal bone weight, breaking strength, maximum load and deformation. The drymatter (DM) content of the tarsometatarsal bone was lower in LR than in Pesadão. The replacement of feed with sugarcane induced a linear increase in bone ash content and a decrease in bone phosphorus and calcium contents. Label Rouge chickens showed a greater crypt depth and lower values of villus/crypt ratio and mucosal layer thickness. The performance and intestinal morphology of broiler chickens are negatively affected by increasing sugarcane levels in the diet. In addition, the increasing intake of sugarcane changesthe bone mineral composition without reducing mechanical resistance, in both the Pesadão and Label Rouge strains.


O presente estudo foi realizado objetivando avaliar o desempenho, as características ósseas e a morfologia intestinal de duas linhagens de frangos tipo caipira alimentados com dietas contendo cana-de-açúcar triturada. Foram utilizados 448 frangos aos 35 dias de idade, distribuídos em dois blocos casualizados, em esquema fatorial 4x2, sendo quatro níveis de substituição (0; 15; 30 e 45%) da ração por cana-de-açúcar triturada e duas linhagens (Pesadão e Label Rouge (LR)), em duas repetições por bloco e 14 aves por unidade experimental. Foi observado redução linear com o aumento dos níveis de cana-de-açúcar sobre o ganho em peso e consumo de ração. O consumo de ração foi maior na linhagem Pesadão em relação à linhagem LR. No entanto, o peso do pé das aves foi menor para a linhagem Pesadão em comparação com a linhagem LR. Não foi observado efeitos da substituição da ração por cana-de-açúcar e das linhagens sobre o peso do osso tarsometatarso, carga de ruptura, força máxima e deformação. O teor de matéria seca do osso tarsometatarso foi menor para os animais LR em comparação com a linhagem Pesadão. A substituição da ração por cana-de-açúcar aumentou linearmente o teor de cinzas dos ossos e diminuiu o teor de fósforo e o de cálcio. A linhagem LR apresentou maior profundidade de criptas, menor relação vilosidade/cripta e espessura da camada da mucosa. O desempenho e a morfologia intestinal de frangos caipiras são afetados negativamente com o aumento dos níveis de cana-de-açúcar na dieta. Além disso, o aumento da ingestão de cana-de-açúcar altera a composição mineral óssea, sem prejudicar a resistência mecânica das linhagens Pesadão e LR.


Assuntos
Animais , Dieta/efeitos adversos , Dieta/veterinária , Galinhas/anatomia & histologia , Galinhas/metabolismo , Intestinos/anormalidades , Saccharum/efeitos adversos
5.
Semina ciênc. agrar ; 42(3,supl. 1): 1813-1824, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501961

Resumo

The aim of this study was to examine the use of antioxidants on the oxidative stability of poultry offal oil used in the pet food industry. Five commercial synthetic and two natural antioxidants were used in the following treatments: Control (CON); CON + (BHT + BHA + ETH95); CON + (BHT + BHA); CON + (BHA + PG + CA); CON + (BHT + BHA + ETH70); CON + BHA; CON + (ASC + rosemary); and CON + (ASC + tocopherols). Inclusion levels were 0.5% for the synthetic and 0.625% for the natural antioxidants. Oxidative stability was determined at three temperatures (90, 110 and 130 ºC). To determine the fatty acid profile, the original sample of the offal oil was considered a negative control. The fatty acids were determined based on the preparation of methyl esters by a transesterification reaction with methanol in alkaline medium, followed by gas chromatography analysis. The different fatty acid types were identified by comparing the retention times of the fatty acid methyl ester standards with the retention times of the observed peaks. Compositional data analysis was carried out. Without the use of antioxidant, induction time is shorter, resulting in lower oxidative stability of the offal oil and consequent loss of its quality due to less time taken to oxidize. The antioxidants used in CON + (BHT + BHA + ETH95), CON + (BHA + PG + CA) and CON + BHA better preserved the essential fatty acids (linolenic and linoleic). Natural antioxidants exhibited higher oxidation, with higher proportions of saturated fatty acids and the worst ω6:ω3 ratios. In conclusion, the synthetic antioxidants used in CON + (BHT + BHA + ETH95), CON + (BHA + PG + CA) and CON + BHA provided greater protection against oxidation and better preserved the essential fatty acids. The natural antioxidants tested in the present study did not provide satisfactory protection.


Objetivou-se com essa pesquisa avaliar o uso de antioxidantes sobre a estabilidade oxidativa de óleo de vísceras de aves utilizado na indústria pet food. Foram utilizados cinco antioxidantes comerciais sintéticos e dois naturais: Controle (CON); CON + (BHT+BHA+ETO95); CON + (BHT+BHA); CON + (BHA+PG+AC); CON + (BHT+BHA+ETO70); CON + BHA; CON + (ASC+ alecrim); CON + (ASC+ tocoferois)). A inclusão dos antioxidantes foi de 0,5% para os sintéticos e de 0,625% para os naturais. A determinação da estabilidade oxidativa foi feita em 3 temperaturas (90 ºC, 110 ºC e 130 ºC). Para a determinação do perfil de ácidos graxos, foi considerada a amostra original do óleo de vísceras como controle negativo. A determinação dos ácidos graxos foi baseada na preparação dos ésteres metílicos por reação de transesterificação com metanol em meio alcalino, seguida da análise por cromatografia gasosa. A identificação dos diferentes tipos de ácidos graxos foi obtida comparando os tempos de retenção dos padrões do éster metílico de ácidos graxos com os tempos de retenção dos picos observados. Foi realizada uma análise de dados composicionais. Foi possível observar que, sem utilização de um antioxidante, o tempo de indução é menor, repercutindo em uma menor estabilidade oxidativa do óleo de vísceras, com consequente perda de sua qualidade, devido a um menor tempo gasto para se oxidar. Os antioxidantes utilizados em CON + (BHT+BHA+ETO95), CON + (BHA+PG+AC) e CON + BHA, preservaram mais os ácidos graxos essenciais (linolênico e linoleico). Os antioxidantes naturais tiveram maior oxidação, com maiores proporções de ácidos graxos saturados e as piores relações ω6: ω3. Conclui-se que os antioxidantes sintéticos utilizados em CON + (BHT+BHA+ETO95), CON + (BHA+PG+AC) e CON + BHA proporcionaram maior proteção contra a oxidação e preservaram mais os ácidos graxos essenciais. Os antioxidantes naturais, no presente estudo, não apresentaram proteção satisfatória.


Assuntos
Animais , Alimentos Industrializados , Antioxidantes/análise , Ração Animal , Tocoferóis/análise
6.
Semina Ci. agr. ; 42(3,supl. 1): 1813-1824, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765841

Resumo

The aim of this study was to examine the use of antioxidants on the oxidative stability of poultry offal oil used in the pet food industry. Five commercial synthetic and two natural antioxidants were used in the following treatments: Control (CON); CON + (BHT + BHA + ETH95); CON + (BHT + BHA); CON + (BHA + PG + CA); CON + (BHT + BHA + ETH70); CON + BHA; CON + (ASC + rosemary); and CON + (ASC + tocopherols). Inclusion levels were 0.5% for the synthetic and 0.625% for the natural antioxidants. Oxidative stability was determined at three temperatures (90, 110 and 130 ºC). To determine the fatty acid profile, the original sample of the offal oil was considered a negative control. The fatty acids were determined based on the preparation of methyl esters by a transesterification reaction with methanol in alkaline medium, followed by gas chromatography analysis. The different fatty acid types were identified by comparing the retention times of the fatty acid methyl ester standards with the retention times of the observed peaks. Compositional data analysis was carried out. Without the use of antioxidant, induction time is shorter, resulting in lower oxidative stability of the offal oil and consequent loss of its quality due to less time taken to oxidize. The antioxidants used in CON + (BHT + BHA + ETH95), CON + (BHA + PG + CA) and CON + BHA better preserved the essential fatty acids (linolenic and linoleic). Natural antioxidants exhibited higher oxidation, with higher proportions of saturated fatty acids and the worst ω6:ω3 ratios. In conclusion, the synthetic antioxidants used in CON + (BHT + BHA + ETH95), CON + (BHA + PG + CA) and CON + BHA provided greater protection against oxidation and better preserved the essential fatty acids. The natural antioxidants tested in the present study did not provide satisfactory protection.(AU)


Objetivou-se com essa pesquisa avaliar o uso de antioxidantes sobre a estabilidade oxidativa de óleo de vísceras de aves utilizado na indústria pet food. Foram utilizados cinco antioxidantes comerciais sintéticos e dois naturais: Controle (CON); CON + (BHT+BHA+ETO95); CON + (BHT+BHA); CON + (BHA+PG+AC); CON + (BHT+BHA+ETO70); CON + BHA; CON + (ASC+ alecrim); CON + (ASC+ tocoferois)). A inclusão dos antioxidantes foi de 0,5% para os sintéticos e de 0,625% para os naturais. A determinação da estabilidade oxidativa foi feita em 3 temperaturas (90 ºC, 110 ºC e 130 ºC). Para a determinação do perfil de ácidos graxos, foi considerada a amostra original do óleo de vísceras como controle negativo. A determinação dos ácidos graxos foi baseada na preparação dos ésteres metílicos por reação de transesterificação com metanol em meio alcalino, seguida da análise por cromatografia gasosa. A identificação dos diferentes tipos de ácidos graxos foi obtida comparando os tempos de retenção dos padrões do éster metílico de ácidos graxos com os tempos de retenção dos picos observados. Foi realizada uma análise de dados composicionais. Foi possível observar que, sem utilização de um antioxidante, o tempo de indução é menor, repercutindo em uma menor estabilidade oxidativa do óleo de vísceras, com consequente perda de sua qualidade, devido a um menor tempo gasto para se oxidar. Os antioxidantes utilizados em CON + (BHT+BHA+ETO95), CON + (BHA+PG+AC) e CON + BHA, preservaram mais os ácidos graxos essenciais (linolênico e linoleico). Os antioxidantes naturais tiveram maior oxidação, com maiores proporções de ácidos graxos saturados e as piores relações ω6: ω3. Conclui-se que os antioxidantes sintéticos utilizados em CON + (BHT+BHA+ETO95), CON + (BHA+PG+AC) e CON + BHA proporcionaram maior proteção contra a oxidação e preservaram mais os ácidos graxos essenciais. Os antioxidantes naturais, no presente estudo, não apresentaram proteção satisfatória.(AU)


Assuntos
Animais , Ração Animal , Alimentos Industrializados , Antioxidantes/análise , Tocoferóis/análise
7.
Semina Ci. agr. ; 42(05): 2893-2906, set.-out. 2021. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-31822

Resumo

The objective of this study was to evaluate the effect of different levels of crushed sugarcane in the diet on the performance, bone characteristics and intestinal morphology of slow-growing broiler strains. A total of 448 chickens at 35 days of age were allotted to two randomized blocks in a 4×2 factorial arrangement (levels of feed replacement with crushed sugarcane, on a fresh-matter basis: 0, 15, 30, and 45%) and two strains (Pesadão and Label Rouge (LR)). Two replicates were used per block over time (containing the treatments and the strains), and 14 individuals were used per experimental unit. Weight gain and feed intake decreased linearly in response to the increasing sugarcane levels. Feed intake was higher in the Pesadão strain than in LR. Chicken foot weight was lower in Pesadão than in LR. There were no effects of sugarcane levels or strains on the tarsometatarsal bone weight, breaking strength, maximum load and deformation. The drymatter (DM) content of the tarsometatarsal bone was lower in LR than in Pesadão. The replacement of feed with sugarcane induced a linear increase in bone ash content and a decrease in bone phosphorus and calcium contents. Label Rouge chickens showed a greater crypt depth and lower values of villus/crypt ratio and mucosal layer thickness. The performance and intestinal morphology of broiler chickens are negatively affected by increasing sugarcane levels in the diet. In addition, the increasing intake of sugarcane changesthe bone mineral composition without reducing mechanical resistance, in both the Pesadão and Label Rouge strains.(AU)


O presente estudo foi realizado objetivando avaliar o desempenho, as características ósseas e a morfologia intestinal de duas linhagens de frangos tipo caipira alimentados com dietas contendo cana-de-açúcar triturada. Foram utilizados 448 frangos aos 35 dias de idade, distribuídos em dois blocos casualizados, em esquema fatorial 4x2, sendo quatro níveis de substituição (0; 15; 30 e 45%) da ração por cana-de-açúcar triturada e duas linhagens (Pesadão e Label Rouge (LR)), em duas repetições por bloco e 14 aves por unidade experimental. Foi observado redução linear com o aumento dos níveis de cana-de-açúcar sobre o ganho em peso e consumo de ração. O consumo de ração foi maior na linhagem Pesadão em relação à linhagem LR. No entanto, o peso do pé das aves foi menor para a linhagem Pesadão em comparação com a linhagem LR. Não foi observado efeitos da substituição da ração por cana-de-açúcar e das linhagens sobre o peso do osso tarsometatarso, carga de ruptura, força máxima e deformação. O teor de matéria seca do osso tarsometatarso foi menor para os animais LR em comparação com a linhagem Pesadão. A substituição da ração por cana-de-açúcar aumentou linearmente o teor de cinzas dos ossos e diminuiu o teor de fósforo e o de cálcio. A linhagem LR apresentou maior profundidade de criptas, menor relação vilosidade/cripta e espessura da camada da mucosa. O desempenho e a morfologia intestinal de frangos caipiras são afetados negativamente com o aumento dos níveis de cana-de-açúcar na dieta. Além disso, o aumento da ingestão de cana-de-açúcar altera a composição mineral óssea, sem prejudicar a resistência mecânica das linhagens Pesadão e LR. (AU)


Assuntos
Animais , Saccharum/efeitos adversos , Intestinos/anormalidades , Galinhas/anatomia & histologia , Galinhas/metabolismo , Dieta/efeitos adversos , Dieta/veterinária
8.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 21: e2121162020, Sept. 14, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-27966

Resumo

The aim of this study was to evaluate the visceral composition, cuts, and meat quality of two strains of free-range chickens fed diets containing crushed sugar cane. 448 chickens were distributed at 35 days of age, in two randomized blocks design, in 4x2 factorial, with four levels of replacement in the feed (0; 15; 30 and 45%) by sugarcane and two strains (Pesadão and Label Rouge), in two repetitions per block of fourteen birds per experimental unit. In 30 minutes after slaughter, the parameter a* was higher for animals of the Pesadão strain relation to the Label Rouge lineage. A quadratic effect was observed with increasing levels of sugarcane on the L* parameter of breast meat; and linear effect on parameter b* of the breast skin. Within 24 hours after slaughter, a quadratic effect of sugarcane levels was observed on the b* parameter of the breast meat. The increase in sugarcane levels linearly reduced the weight of heart, liver, chest, thigh plus drumstick, wing, carcass yield and relative heart weight of the animals. A quadratic effect was observed with increase in sugarcane levels over the relative weight of abdominal fat, the lowest fat content was observed in animals that consumed up to 30% of sugarcane in the feed. The use of sugarcane as an alternative feedstuff in up to 45% in the diet maintains the quality of meat and reduces the abdominal fat content, however, decreases the carcass yield.(AU)


Objetivou-se com este trabalho avaliar a composição visceral, o rendimento de cortes e a qualidade de carne de duas linhagens de frangos tipo caipira alimentados com dietas contendo cana-de-açúcar triturada. Foram utilizados 448 frangos distribuídos, aos 35 dias de idade, em dois blocos casualizados, em esquema fatorial 4x2, sendo quatro níveis de substituição da ração (0; 15; 30 e 45%) por de cana-de-açúcar e duas linhagens (Pesadão e Label Rouge), em duas repetições por bloco de quatorze aves unidade experimental. Em 30 minutos após o abate, o parâmetro a* foi maior para os animais da linhagem Pesadão em relação à linhagem Label Rouge. Observou-se efeito quadrático com o aumento dos níveis cana-de-açúcar sobre o parâmetro L* da carne do peito; e efeito linear sobre o parâmetro b* da pele do peito. Em 24 horas após o abate, observou-se efeito quadrático dos níveis de cana-de-açúcar sobre o parâmetro b* da carne do peito. O aumento dos níveis de cana-de-açúcar reduziu linearmente o peso do coração, fígado, peito, coxa mais sobrecoxa, asa, rendimento de carcaça e peso relativo do coração dos animais. Observou-se efeito quadrático com o aumento dos níveis de cana-de-açúcar sobre o peso relativo da gordura abdominal, sendo que o menor teor de gordura foi observado nos animais que consumiram até 30% de cana-de-açúcar. O uso da cana-de-açúcar como alimento alternativo em até 45% na dieta, possibilita manter a qualidade de carne e reduz o teor de gordura abdominal, porém, diminui o rendimento de carcaça.(AU)


Assuntos
Animais , Carne , Galinhas , Saccharum , Ração Animal , Vísceras , Composição Corporal , Fibras na Dieta
9.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 21: e2121162020, Feb. 14, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1493853

Resumo

The aim of this study was to evaluate the visceral composition, cuts, and meat quality of two strains of free-range chickens fed diets containing crushed sugar cane. 448 chickens were distributed at 35 days of age, in two randomized blocks design, in 4x2 factorial, with four levels of replacement in the feed (0; 15; 30 and 45%) by sugarcane and two strains (Pesadão and Label Rouge), in two repetitions per block of fourteen birds per experimental unit. In 30 minutes after slaughter, the parameter a* was higher for animals of the Pesadão strain relation to the Label Rouge lineage. A quadratic effect was observed with increasing levels of sugarcane on the L* parameter of breast meat; and linear effect on parameter b* of the breast skin. Within 24 hours after slaughter, a quadratic effect of sugarcane levels was observed on the b* parameter of the breast meat. The increase in sugarcane levels linearly reduced the weight of heart, liver, chest, thigh plus drumstick, wing, carcass yield and relative heart weight of the animals. A quadratic effect was observed with increase in sugarcane levels over the relative weight of abdominal fat, the lowest fat content was observed in animals that consumed up to 30% of sugarcane in the feed. The use of sugarcane as an alternative feedstuff in up to 45% in the diet maintains the quality of meat and reduces the abdominal fat content, however, decreases the carcass yield.


Objetivou-se com este trabalho avaliar a composição visceral, o rendimento de cortes e a qualidade de carne de duas linhagens de frangos tipo caipira alimentados com dietas contendo cana-de-açúcar triturada. Foram utilizados 448 frangos distribuídos, aos 35 dias de idade, em dois blocos casualizados, em esquema fatorial 4x2, sendo quatro níveis de substituição da ração (0; 15; 30 e 45%) por de cana-de-açúcar e duas linhagens (Pesadão e Label Rouge), em duas repetições por bloco de quatorze aves unidade experimental. Em 30 minutos após o abate, o parâmetro a* foi maior para os animais da linhagem Pesadão em relação à linhagem Label Rouge. Observou-se efeito quadrático com o aumento dos níveis cana-de-açúcar sobre o parâmetro L* da carne do peito; e efeito linear sobre o parâmetro b* da pele do peito. Em 24 horas após o abate, observou-se efeito quadrático dos níveis de cana-de-açúcar sobre o parâmetro b* da carne do peito. O aumento dos níveis de cana-de-açúcar reduziu linearmente o peso do coração, fígado, peito, coxa mais sobrecoxa, asa, rendimento de carcaça e peso relativo do coração dos animais. Observou-se efeito quadrático com o aumento dos níveis de cana-de-açúcar sobre o peso relativo da gordura abdominal, sendo que o menor teor de gordura foi observado nos animais que consumiram até 30% de cana-de-açúcar. O uso da cana-de-açúcar como alimento alternativo em até 45% na dieta, possibilita manter a qualidade de carne e reduz o teor de gordura abdominal, porém, diminui o rendimento de carcaça.


Assuntos
Animais , Carne , Composição Corporal , Galinhas , Ração Animal , Saccharum , Vísceras , Fibras na Dieta
10.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 19(1): 93-104, jan.-mar. 2018. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-18811

Resumo

The objective of the study was to determine the digestible calcium from different sources by direct and indirect methods. Thirty castrated male pigs were used, distributed in randomized blocks, in six treatments: 1- Calcitic limestone; 2-Dicalcium phosphate powder 18%; 3- Dicalcium phosphate powder 20%; 4- Dicalcium microgranulated phosphate 18%; 5- Monodicalcium microgranulated phosphate 20%; 6- Monodicalcium microgranulated phosphate 21%, with six replicates and one animal per experimental unit. A basal diet was formulated to meet the nutritional requirements of the animals, except for calcium (0.06%) and the evaluated sources replaced the basal diet in order to provide 0.45% of total Ca. At the same time, two stool collection methods were evaluated: total collection and fecal indicator. The animals were housed in metabolism cages for 12 days to collect feces and urine to determine the calcium values used to estimate digestibility coefficients and digestible calcium. The total collection method and the faecal indicator method did not affect the true digestibility coefficient of calcium. The calcium digestibility of the microgranulated dicalcium phosphate 21% (MM21) was superior in comparison with the other calcium sources evaluated by the indirect method in the present study. The average values of true digestibility of the calcium sources, in percentage, were: calcitic limestone: 82.47; dicalcium phosphate powder 18%: 80.87; dicalcium phosphate powder 20%: 85.65; dicalcium microgranulated phosphate 18%: 81.65; monodicalcium microgranulated phosphate 20%: 84.15; and monodicalcium microgranulated phosphate 21%: 88.35. The two methodologies can be used to determine the digestibility of calcium.(AU)


Objetivou-se determinar o cálcio digestível de diferentes fontes pelos métodos direto e indireto. Foram utilizados 36 suínos machos castrados, distribuídos em blocos casualizados em seis tratamentos, sendo: 1- calcário calcítico, 2- fosfato bicálcico pó 18%, 3- fosfato bicálcico pó 20 %, 4- fosfato bicálcico microgranulado 18%, 5- fosfato monobicálcico microgranulado 20% e 6- fosfato monobicálcico microgranulado 21 %, com seis repetições e um animal por unidade experimental. Uma ração basal foi formulada para atender as exigências nutricionais dos animais, exceto para cálcio (0,06%) e as fontes avaliadas substituíram a ração basal de modo a fornecer 0,45% de Ca total. Foram avaliados ao mesmo tempo dois métodos de coleta de fezes: coleta total e indicador fecal. Os animais foram alojados em gaiolas de metabolismo por 12 dias para coleta de fezes e urina para determinação dos valores de cálcio, utilizados para estimar os coeficientes de digestibilidade e o cálcio digestível. Os métodos de coleta total e do indicador fecal não afetaram o coeficiente de digestibilidade verdadeiro do cálcio. A digestibilidade do cálcio no fosfato bicálcico microgranulado 21% (MM21) foi superior em comparação com as fontes de cálcio avaliadas pelo método indireto no presente estudo. Os valores médios da digestibilidade verdadeira das fontes de cálcio, em porcentagem, foram: calcário calcítico: 82,47; fosfato bicálcico em pó 18%: 80,87; fosfato bicálcico em pó 20%: 85,65; fosfato bicálcico microgranulado 18%: 81,65; fosfato monobicálcico microgranulado 20%: 84,15; e fosfato monobicálcico microgranulado 21%: 88,35. As duas metodologias podem ser empregadas para determinar a digestibilidade do cálcio.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/metabolismo , Compostos Inorgânicos/administração & dosagem , Cálcio da Dieta , Ração Animal/análise
11.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 19(1): 93-104, jan.-mar. 2018. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1493757

Resumo

The objective of the study was to determine the digestible calcium from different sources by direct and indirect methods. Thirty castrated male pigs were used, distributed in randomized blocks, in six treatments: 1- Calcitic limestone; 2-Dicalcium phosphate powder 18%; 3- Dicalcium phosphate powder 20%; 4- Dicalcium microgranulated phosphate 18%; 5- Monodicalcium microgranulated phosphate 20%; 6- Monodicalcium microgranulated phosphate 21%, with six replicates and one animal per experimental unit. A basal diet was formulated to meet the nutritional requirements of the animals, except for calcium (0.06%) and the evaluated sources replaced the basal diet in order to provide 0.45% of total Ca. At the same time, two stool collection methods were evaluated: total collection and fecal indicator. The animals were housed in metabolism cages for 12 days to collect feces and urine to determine the calcium values used to estimate digestibility coefficients and digestible calcium. The total collection method and the faecal indicator method did not affect the true digestibility coefficient of calcium. The calcium digestibility of the microgranulated dicalcium phosphate 21% (MM21) was superior in comparison with the other calcium sources evaluated by the indirect method in the present study. The average values of true digestibility of the calcium sources, in percentage, were: calcitic limestone: 82.47; dicalcium phosphate powder 18%: 80.87; dicalcium phosphate powder 20%: 85.65; dicalcium microgranulated phosphate 18%: 81.65; monodicalcium microgranulated phosphate 20%: 84.15; and monodicalcium microgranulated phosphate 21%: 88.35. The two methodologies can be used to determine the digestibility of calcium.


Objetivou-se determinar o cálcio digestível de diferentes fontes pelos métodos direto e indireto. Foram utilizados 36 suínos machos castrados, distribuídos em blocos casualizados em seis tratamentos, sendo: 1- calcário calcítico, 2- fosfato bicálcico pó 18%, 3- fosfato bicálcico pó 20 %, 4- fosfato bicálcico microgranulado 18%, 5- fosfato monobicálcico microgranulado 20% e 6- fosfato monobicálcico microgranulado 21 %, com seis repetições e um animal por unidade experimental. Uma ração basal foi formulada para atender as exigências nutricionais dos animais, exceto para cálcio (0,06%) e as fontes avaliadas substituíram a ração basal de modo a fornecer 0,45% de Ca total. Foram avaliados ao mesmo tempo dois métodos de coleta de fezes: coleta total e indicador fecal. Os animais foram alojados em gaiolas de metabolismo por 12 dias para coleta de fezes e urina para determinação dos valores de cálcio, utilizados para estimar os coeficientes de digestibilidade e o cálcio digestível. Os métodos de coleta total e do indicador fecal não afetaram o coeficiente de digestibilidade verdadeiro do cálcio. A digestibilidade do cálcio no fosfato bicálcico microgranulado 21% (MM21) foi superior em comparação com as fontes de cálcio avaliadas pelo método indireto no presente estudo. Os valores médios da digestibilidade verdadeira das fontes de cálcio, em porcentagem, foram: calcário calcítico: 82,47; fosfato bicálcico em pó 18%: 80,87; fosfato bicálcico em pó 20%: 85,65; fosfato bicálcico microgranulado 18%: 81,65; fosfato monobicálcico microgranulado 20%: 84,15; e fosfato monobicálcico microgranulado 21%: 88,35. As duas metodologias podem ser empregadas para determinar a digestibilidade do cálcio.


Assuntos
Animais , Compostos Inorgânicos/administração & dosagem , Cálcio da Dieta , Ração Animal/análise , Suínos/metabolismo
12.
Semina ciênc. agrar ; 38(4,supl): 2803-2814, Jul.-Ago.2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1500908

Resumo

Glycerin is a by-product from the biodiesel chain whose energy value can be beneficial to pig diets. In this study, eight barrows were distributed individually into metabolic cages in a completely randomized block design. The animals were fed diets containing 0, 5, 10 and 15% glycerin from soybean oil and subjected to the methods of total feces and urine collection and chromic oxide marker. We determined the digestibility coefficients (DC); the dietary levels of digestible dry matter (DM), organic matter (OM), crude protein (CP), mineral matter (MM), ether extract (EE), an neutral detergent fiber (NDF); digestible energy (DE); metabolizable energy (ME); and these last two variables corrected for the nitrogen content (DEn and MEn). Digestible OM values increased linearly with glycerin inclusion in the diets. The digestible CP of the diets showed an inversely proportional relationship with glycerin inclusion levels. Digestible MM decreased linearly when determined by the total collection method and quadratically when determined by the marker method. There was a linear increase in the digestible and metabolizable coefficients of energy, DE, DEn, ME and MEn of the diets as the glycerin inclusion level was increased. Inclusion of up to 15% glycerin obtained from soybean oil production increased the digestible fractions of organic matter and energy of the diets.


A glicerina é um coproduto oriundo da cadeia do biodiesel que possui valor energético capaz de contribuir favoravelmente em dietas para suínos. Neste estudo, foram utilizados oito suínos machos castrados, distribuídos individualmente em gaiolas de metabolismo em delineamento experimental de blocos ao acaso. Os animais foram alimentados com dietas contendo 0, 5, 10 e 15% de glicerina oriunda do óleo de soja, submetidos ao método de coleta total de fezes e urina e o indicador óxido crômico. Foram determinados os coeficientes de digestibilidade (CD); e níveis dietéticos digestíveis de matéria seca (MS), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), matéria mineral (MM), extrato etéreo (EE) e fibra em detergente neutro (FDN); energia digestível (ED), energia metabolizável (EM) e correção pelo teor de nitrogênio (EDn, EMn) das dietas. Os valores de MO digestível aumentaram de forma linear com a inclusão de glicerina nas dietas. Os valores de PB digestível das dietas tiveram uma relação inversamente proporcional aos níveis de inclusão de glicerina. O valor de MM digestível diminuiu de forma linear, quando determinado pelo método de coleta total, e de forma quadrática, quando determinado pelo método de indicador. Houve aumento linear nos coeficientes de digestibilidade e metabolizabilidade da energia, ED, EDn, EM e EMn, das dietas em função do aumento de inclusão de glicerina. A inclusão de até 15% de glicerina obtida do óleo de soja aumentou as frações digestíveis deMO e energia das dietas.


Assuntos
Animais , Biocombustíveis/análise , Glicerol/análise , Glicerol/efeitos adversos , Suínos/metabolismo , Inquéritos sobre Dietas
13.
Semina Ci. agr. ; 38(4,supl): 2803-2814, Jul.-Ago. 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-728684

Resumo

Glycerin is a by-product from the biodiesel chain whose energy value can be beneficial to pig diets. In this study, eight barrows were distributed individually into metabolic cages in a completely randomized block design. The animals were fed diets containing 0, 5, 10 and 15% glycerin from soybean oil and subjected to the methods of total feces and urine collection and chromic oxide marker. We determined the digestibility coefficients (DC); the dietary levels of digestible dry matter (DM), organic matter (OM), crude protein (CP), mineral matter (MM), ether extract (EE), an neutral detergent fiber (NDF); digestible energy (DE); metabolizable energy (ME); and these last two variables corrected for the nitrogen content (DEn and MEn). Digestible OM values increased linearly with glycerin inclusion in the diets. The digestible CP of the diets showed an inversely proportional relationship with glycerin inclusion levels. Digestible MM decreased linearly when determined by the total collection method and quadratically when determined by the marker method. There was a linear increase in the digestible and metabolizable coefficients of energy, DE, DEn, ME and MEn of the diets as the glycerin inclusion level was increased. Inclusion of up to 15% glycerin obtained from soybean oil production increased the digestible fractions of organic matter and energy of the diets.(AU)


A glicerina é um coproduto oriundo da cadeia do biodiesel que possui valor energético capaz de contribuir favoravelmente em dietas para suínos. Neste estudo, foram utilizados oito suínos machos castrados, distribuídos individualmente em gaiolas de metabolismo em delineamento experimental de blocos ao acaso. Os animais foram alimentados com dietas contendo 0, 5, 10 e 15% de glicerina oriunda do óleo de soja, submetidos ao método de coleta total de fezes e urina e o indicador óxido crômico. Foram determinados os coeficientes de digestibilidade (CD); e níveis dietéticos digestíveis de matéria seca (MS), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), matéria mineral (MM), extrato etéreo (EE) e fibra em detergente neutro (FDN); energia digestível (ED), energia metabolizável (EM) e correção pelo teor de nitrogênio (EDn, EMn) das dietas. Os valores de MO digestível aumentaram de forma linear com a inclusão de glicerina nas dietas. Os valores de PB digestível das dietas tiveram uma relação inversamente proporcional aos níveis de inclusão de glicerina. O valor de MM digestível diminuiu de forma linear, quando determinado pelo método de coleta total, e de forma quadrática, quando determinado pelo método de indicador. Houve aumento linear nos coeficientes de digestibilidade e metabolizabilidade da energia, ED, EDn, EM e EMn, das dietas em função do aumento de inclusão de glicerina. A inclusão de até 15% de glicerina obtida do óleo de soja aumentou as frações digestíveis deMO e energia das dietas.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/metabolismo , Glicerol/efeitos adversos , Glicerol/análise , Biocombustíveis/análise , Inquéritos sobre Dietas
14.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 16(3): 544-557, jul-set. 2015. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-690881

Resumo

Este estudo foi realizado com o objetivo de determinar as digestibilidades aparente e estandardizada de fosfatos para suínos em fase de crescimento, empregando duas metodologias. Foram usados 42 machos castrados, mestiços, com peso inicial de 37 ± 1,1kg em delineamento de blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 7, com dois métodos de coleta: coleta total de fezes e uso de indicador (cinza insolúvel em ácido [AIA ]) × sete tratamentos, que consistiram de uma dieta controle (CTR); três dietas contendo fosfato na forma de pó (PP): PPA = CTR + fosfato pó A, PPB = CTR + fosfato pó B, e PPC = CTR + fosfato pó C; e mais três dietas contendo o fosfato microgranular (MP): MP15 = CTR + fosfato microgranular 15%, MP45 = CTR + fosfato microgranular 45% e MP75 = CTR + fosfato microgranular 75%). Os valores de 15, 45, e 75% correspondem à solubilidade em água dos fosfatos. Foram seis repetições, e o animal foi considerado como unidade experimental. Os coeficientes de digestibilidade estandardizada dos fosfatos avaliadas pelo método de coleta total, em valores percentuais, foram: PPA = 86,9, PPB = 84,9, PPC = 81,9, MP15 = 89,4, MP45 = 88,8, e MP75 = 92,6. Os coeficientes de digestibilidade total estandardizada dos fosfatos avaliados pelo método do indicador, em valores percentuais foram: PPA = 75,9, PPB = 75,4, PPC = 75,6, MP15 = 84,9, MP45 = 78,0, e MP75 = 79,4. Considerando as duas metodologias avaliadas no presente trabalho, os fosfatos microgranulares constituem a melhor alternativa para a alimentação de suínos em fase de crescimento.(AU)


This study was realized with the objective to determine the apparent and standardized digestibilities of phosphates to pigs in growing phase, employing two methodologies. Forty-two crossbred barrows with an initial weight of 37 ± 1.1kg were used in a randomized-block design in a 2 × 7 factorial arrangement, with two collection methods: total fecal collection and the use of a indicator (acid insoluble ash [AIA]) × seven treatments, which consisted of a control diet (CTR); three diets containing phosphate in powder form (PP): PPA= CTR + powder phosphate A, PPB = CTR + powder phosphate B, and PPC= CTR + powder phosphate C; and another three diets containing the microgranular phosphate (MP): MP15 = CTR + microgranular phosphate 15%, MP45 = CTR + microgranular phosphate 45% and MP75 = CTR + microgranular phosphate 75%). The values of 15, 45, and 75% correspond to the water-solubility of the phosphates. There were six replicates, and the pig was considered as experimental unit. The standardized digestibility coefficients of the phosphates assessed by the total collection method, in percent values, were: PPA = 86.9, PPB = 84.9, PPC = 81.9, MP15 = 89.4, MP45 = 88.8, and MP75 = 92.6. The standardized-digestibility coefficients of the phosphates evaluated by the indicator method (AIA) in percent values were: PPA = 75.9, PPB = 75.4, PPC = 75.6, MP15 = 84.9, MP45 = 78.0, and MP75 = 79.4. Considering the two methodologies evaluated in the present work, the microgranular phosphates constitute the best alternative for feeding pigs in the growth phase.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Fosfatos/metabolismo , Dieta/veterinária , Suplementos Nutricionais , Tamanho da Partícula , Solubilidade , Minerais na Dieta
15.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 16(1): 93-105, jan.-mar. 2015. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-12280

Resumo

Forty-nine male calves were allotted in a randomized design, being that initially were performed seven replicates per treatment. At the end of the experiment were slaughtered four animals per treatment. The treatments were designed as following: CONT: control diet; DC120: Dicalcium Phosphate 120:1 ratio P: F; MDCP60: Monodicalcium Phosphate 60:1 ratio P: F; DC30: Dicalcium Phosphate 30:1 ratio P: F; TSP30: Triple Superphosphate 30:1 ratio P: F; DC10: Dicalcium Phosphate 10:1 ratio P: F; PRC10: phosphate rock concentrate of 10:1 of relation P: F. Alkaline phosphatase (ALP) of animals who consumed PRC10 diet was greater than the ALP of animals that consumed TSP30, DC10 and DC120. This result was obtained with animals with 650 days of confinement. The ALP of the animals that consumed PRC10 was greater at 866 days than in the animals consuming TSP30 and DC120 diets. The ash content was greater in the DC10 diet and the diets CAR10 and DC120 achieved the lowest value. The fluorine content in bone was higher in diet DC10, while the diets DC120, PRC10 and MDCP60 obtained the lower values. The area of Haversian canals and the relation Havers/Osteon area were higher in the diet DC30 and the lowest value was encountered in DC10. The mottled teeth were more intensely observed in the treatments DC10 and PRC10. It was concluded that high fluorine content in the diet increases the deposition of fluorine in bones, which negatively affects in the histological parameters of teeth and bones of beef cattle.(AU)


Quarenta e nove novilhos machos foram distribuídos em delineamento casualizado, sendo que inicialmente foram efetuadas sete repetições por tratamento e, ao final do experimento, foram abatidos quatro animais por tratamento. Os tratamentos foram; CONT: Dieta controle; FBC120: Fosfato Bicálcico 120:1 de relação P: F; MBC60: Fosfato monobicálcico 60:1 de relação P:F; FBC30: Fosfato Bicálcico 30:1 de relação P:F; SFT30: Super Fosfato Triplo 30:1 de relação P:F; FBC10: Fosfato Bicálcico 10:1 de relação P:F; CAR10: Concentrado de Rocha 10:1 de relação P:F. A fosfatase alcalina (FA) dos animais aos 650 dias de confinamento, os quais consumiram dieta CAR10, foi maior dos que a FA naqueles que consumiram SFT30 e FBC10 e FBC120. A FA dos animais que consumiram CAR10 foi maior, aos 866 dias, do que àquela observada nos tratamentos com SFT30 e FBC120. O teor de cinza foi maior na dieta FBC10 e as dietas CAR10 e FBC120 representaram o menor valor. O teor de flúor no osso foi maior nos animais da dieta FBC10 em relação àqueles das dietas CAR10, sendo que as dietas FBC120 e MBC60 obtiveram menores teores. A área dos canais de Havers e a relação Havers/área do Osteon foram maiores na dieta FBC30, sendo que o respectivo menor valor foi FBC10. A presença de dentes mosqueados foi superior nos animais tratados com FBC10 e CAR10. Concluiu-se que o alto teor de flúor na dieta aumenta a deposição de flúor nos ossos, o que afeta negativamente nos parâmetros histológicos de dentes e ossos de bovinos de corte.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Análise Química do Sangue/veterinária , Ração Animal/análise
16.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 16(1): 93-105, jan.-mar. 2015. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1493388

Resumo

Forty-nine male calves were allotted in a randomized design, being that initially were performed seven replicates per treatment. At the end of the experiment were slaughtered four animals per treatment. The treatments were designed as following: CONT: control diet; DC120: Dicalcium Phosphate 120:1 ratio P: F; MDCP60: Monodicalcium Phosphate 60:1 ratio P: F; DC30: Dicalcium Phosphate 30:1 ratio P: F; TSP30: Triple Superphosphate 30:1 ratio P: F; DC10: Dicalcium Phosphate 10:1 ratio P: F; PRC10: phosphate rock concentrate of 10:1 of relation P: F. Alkaline phosphatase (ALP) of animals who consumed PRC10 diet was greater than the ALP of animals that consumed TSP30, DC10 and DC120. This result was obtained with animals with 650 days of confinement. The ALP of the animals that consumed PRC10 was greater at 866 days than in the animals consuming TSP30 and DC120 diets. The ash content was greater in the DC10 diet and the diets CAR10 and DC120 achieved the lowest value. The fluorine content in bone was higher in diet DC10, while the diets DC120, PRC10 and MDCP60 obtained the lower values. The area of Haversian canals and the relation Havers/Osteon area were higher in the diet DC30 and the lowest value was encountered in DC10. The mottled teeth were more intensely observed in the treatments DC10 and PRC10. It was concluded that high fluorine content in the diet increases the deposition of fluorine in bones, which negatively affects in the histological parameters of teeth and bones of beef cattle.


Quarenta e nove novilhos machos foram distribuídos em delineamento casualizado, sendo que inicialmente foram efetuadas sete repetições por tratamento e, ao final do experimento, foram abatidos quatro animais por tratamento. Os tratamentos foram; CONT: Dieta controle; FBC120: Fosfato Bicálcico 120:1 de relação P: F; MBC60: Fosfato monobicálcico 60:1 de relação P:F; FBC30: Fosfato Bicálcico 30:1 de relação P:F; SFT30: Super Fosfato Triplo 30:1 de relação P:F; FBC10: Fosfato Bicálcico 10:1 de relação P:F; CAR10: Concentrado de Rocha 10:1 de relação P:F. A fosfatase alcalina (FA) dos animais aos 650 dias de confinamento, os quais consumiram dieta CAR10, foi maior dos que a FA naqueles que consumiram SFT30 e FBC10 e FBC120. A FA dos animais que consumiram CAR10 foi maior, aos 866 dias, do que àquela observada nos tratamentos com SFT30 e FBC120. O teor de cinza foi maior na dieta FBC10 e as dietas CAR10 e FBC120 representaram o menor valor. O teor de flúor no osso foi maior nos animais da dieta FBC10 em relação àqueles das dietas CAR10, sendo que as dietas FBC120 e MBC60 obtiveram menores teores. A área dos canais de Havers e a relação Havers/área do Osteon foram maiores na dieta FBC30, sendo que o respectivo menor valor foi FBC10. A presença de dentes mosqueados foi superior nos animais tratados com FBC10 e CAR10. Concluiu-se que o alto teor de flúor na dieta aumenta a deposição de flúor nos ossos, o que afeta negativamente nos parâmetros histológicos de dentes e ossos de bovinos de corte.


Assuntos
Animais , Bovinos , Análise Química do Sangue/veterinária , Ração Animal/análise
17.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 16(3): 544-557, jul.-set. 2015. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1493470

Resumo

Este estudo foi realizado com o objetivo de determinar as digestibilidades aparente e estandardizada de fosfatos para suínos em fase de crescimento, empregando duas metodologias. Foram usados 42 machos castrados, mestiços, com peso inicial de 37 ± 1,1kg em delineamento de blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 7, com dois métodos de coleta: coleta total de fezes e uso de indicador (cinza insolúvel em ácido [AIA ]) × sete tratamentos, que consistiram de uma dieta controle (CTR); três dietas contendo fosfato na forma de pó (PP): PPA = CTR + fosfato pó A, PPB = CTR + fosfato pó B, e PPC = CTR + fosfato pó C; e mais três dietas contendo o fosfato microgranular (MP): MP15 = CTR + fosfato microgranular 15%, MP45 = CTR + fosfato microgranular 45% e MP75 = CTR + fosfato microgranular 75%). Os valores de 15, 45, e 75% correspondem à solubilidade em água dos fosfatos. Foram seis repetições, e o animal foi considerado como unidade experimental. Os coeficientes de digestibilidade estandardizada dos fosfatos avaliadas pelo método de coleta total, em valores percentuais, foram: PPA = 86,9, PPB = 84,9, PPC = 81,9, MP15 = 89,4, MP45 = 88,8, e MP75 = 92,6. Os coeficientes de digestibilidade total estandardizada dos fosfatos avaliados pelo método do indicador, em valores percentuais foram: PPA = 75,9, PPB = 75,4, PPC = 75,6, MP15 = 84,9, MP45 = 78,0, e MP75 = 79,4. Considerando as duas metodologias avaliadas no presente trabalho, os fosfatos microgranulares constituem a melhor alternativa para a alimentação de suínos em fase de crescimento.


This study was realized with the objective to determine the apparent and standardized digestibilities of phosphates to pigs in growing phase, employing two methodologies. Forty-two crossbred barrows with an initial weight of 37 ± 1.1kg were used in a randomized-block design in a 2 × 7 factorial arrangement, with two collection methods: total fecal collection and the use of a indicator (acid insoluble ash [AIA]) × seven treatments, which consisted of a control diet (CTR); three diets containing phosphate in powder form (PP): PPA= CTR + powder phosphate A, PPB = CTR + powder phosphate B, and PPC= CTR + powder phosphate C; and another three diets containing the microgranular phosphate (MP): MP15 = CTR + microgranular phosphate 15%, MP45 = CTR + microgranular phosphate 45% and MP75 = CTR + microgranular phosphate 75%). The values of 15, 45, and 75% correspond to the water-solubility of the phosphates. There were six replicates, and the pig was considered as experimental unit. The standardized digestibility coefficients of the phosphates assessed by the total collection method, in percent values, were: PPA = 86.9, PPB = 84.9, PPC = 81.9, MP15 = 89.4, MP45 = 88.8, and MP75 = 92.6. The standardized-digestibility coefficients of the phosphates evaluated by the indicator method (AIA) in percent values were: PPA = 75.9, PPB = 75.4, PPC = 75.6, MP15 = 84.9, MP45 = 78.0, and MP75 = 79.4. Considering the two methodologies evaluated in the present work, the microgranular phosphates constitute the best alternative for feeding pigs in the growth phase.


Assuntos
Animais , Dieta/veterinária , Fosfatos/metabolismo , Suplementos Nutricionais , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Tamanho da Partícula , Minerais na Dieta , Solubilidade
18.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 15(4): 881-896, out.-dez. 2014.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-16636

Resumo

The effects of dietary inclusion levels of the association of glutamine with glutamic acid (AminoGut: AmG) on the performance, gastrointestinal morphophysiology, and diarrhea incidence of piglets weaned at 21 days of age were evaluated. In the experiment, 120 piglets with 6.24 ± 1.00 kg initial weight were distributed according to a randomized block experimental design into five treatments with six replicates of four animals each. The following treatments were applied: negative control diet (0% AmG); 0.5% AmG; 1.0% AmG; 1.5% AmG; positive control diet (0% AmG, 4% inclusion of porcine plasma). The inclusion of 1.0% AmG, as compared to the positive control diet, improved weight gain, feed intake and feed conversion ratio. The lowest diarrhea score was observed when 1.0% AmG was included, whereas the best villus height and villus:crypt ratio were obtained with the inclusion of 0.82% AmG. Villus height, crypt depth, and villus:crypt ratio values obtained with 1.0% AmG were similar to those obtained with the positive control diet, except in the period of 21 to 28 days, when the diet with 1.0% AmG promoted higher villus:crypt ratio. The supplementation of 0.5 and 1.0% AmG affected organ weights, and reduced digestive content pH in the pylorus and in the ileum relative to the positive control diet.(AU)


Avaliou-se o efeito dos níveis de inclusão da associação de glutamina e ácido glutâmico (AminoGut: AmG) nas rações sobre o desempenho, morfo-fisiologia gastrintestinal e incidência de diarréia de leitões desmamados aos 21 dias de idade. Foram utilizados 120 leitões com peso inicial de 6,24±1,00 kg, distribuídos em delineamento de blocos casualizados, distribuídos de acordo com o peso, cinco tratamentos, seis repetições e quatro leitões por unidade experimental. Os tratamentos foram: controle negativo (0% AmG); 0,5% AmG; 1,0% AmG; 1,5% AmG; controle positivo (0% AmG, 4% de inclusão de plasma suíno). A inclusão de 1,0% de AmG, quando comparada com a dieta controle positivo, melhorou o ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar. O menor índice de diarréia foi observado com 1,0% de AmG. Os melhores resultados de altura de vilosidade intestinal e relação vilosidade:cripta foram obtidos com 0,82% de AmG. Altura de vilosidade, profundidade de cripta e relação vilo:cripta com 1,0% de AmG foram similares aos obtidos com a dieta controle positivo, no entanto, a relação vilo:cripta foi maior para a dieta 1,0% de AmG no período de 21 a 28 dias. A suplementação de 0,5 e 1,0% de AmG alterou o peso dos órgãos e reduziu o pH da região pilórica e do íleo do intestino delgado em relação ao controle positivo.(AU)


Assuntos
Animais , Recém-Nascido , Lactente , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Suínos/metabolismo , Ração Animal/análise , Ração Animal , Glutamina , Ácido Glutâmico
19.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 15(4): 881-896, out.-dez. 2014.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1493355

Resumo

The effects of dietary inclusion levels of the association of glutamine with glutamic acid (AminoGut: AmG) on the performance, gastrointestinal morphophysiology, and diarrhea incidence of piglets weaned at 21 days of age were evaluated. In the experiment, 120 piglets with 6.24 ± 1.00 kg initial weight were distributed according to a randomized block experimental design into five treatments with six replicates of four animals each. The following treatments were applied: negative control diet (0% AmG); 0.5% AmG; 1.0% AmG; 1.5% AmG; positive control diet (0% AmG, 4% inclusion of porcine plasma). The inclusion of 1.0% AmG, as compared to the positive control diet, improved weight gain, feed intake and feed conversion ratio. The lowest diarrhea score was observed when 1.0% AmG was included, whereas the best villus height and villus:crypt ratio were obtained with the inclusion of 0.82% AmG. Villus height, crypt depth, and villus:crypt ratio values obtained with 1.0% AmG were similar to those obtained with the positive control diet, except in the period of 21 to 28 days, when the diet with 1.0% AmG promoted higher villus:crypt ratio. The supplementation of 0.5 and 1.0% AmG affected organ weights, and reduced digestive content pH in the pylorus and in the ileum relative to the positive control diet.


Avaliou-se o efeito dos níveis de inclusão da associação de glutamina e ácido glutâmico (AminoGut: AmG) nas rações sobre o desempenho, morfo-fisiologia gastrintestinal e incidência de diarréia de leitões desmamados aos 21 dias de idade. Foram utilizados 120 leitões com peso inicial de 6,24±1,00 kg, distribuídos em delineamento de blocos casualizados, distribuídos de acordo com o peso, cinco tratamentos, seis repetições e quatro leitões por unidade experimental. Os tratamentos foram: controle negativo (0% AmG); 0,5% AmG; 1,0% AmG; 1,5% AmG; controle positivo (0% AmG, 4% de inclusão de plasma suíno). A inclusão de 1,0% de AmG, quando comparada com a dieta controle positivo, melhorou o ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar. O menor índice de diarréia foi observado com 1,0% de AmG. Os melhores resultados de altura de vilosidade intestinal e relação vilosidade:cripta foram obtidos com 0,82% de AmG. Altura de vilosidade, profundidade de cripta e relação vilo:cripta com 1,0% de AmG foram similares aos obtidos com a dieta controle positivo, no entanto, a relação vilo:cripta foi maior para a dieta 1,0% de AmG no período de 21 a 28 dias. A suplementação de 0,5 e 1,0% de AmG alterou o peso dos órgãos e reduziu o pH da região pilórica e do íleo do intestino delgado em relação ao controle positivo.


Assuntos
Animais , Recém-Nascido , Lactente , Ração Animal , Ração Animal/análise , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Suínos/metabolismo , Glutamina , Ácido Glutâmico
20.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 14(4): 808-819, Oct.-Dec.2013. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-716811

Resumo

The objective of this study was to evaluate the effects of different sources of phosphorus on performance, organ weight and blood parameters of pigs. One hundred and twelve pigs with body weight 28.65±2.82kg were distributed into randomized blocks, in a 8 × 2 factorial scheme (eight sources of phosphorus × two sexes), with four repetitions for males and three for females, with two animals per pen. The pigs were fed diets containing: dicalcium phosphate (DCP); monodicalcium phosphate (MCP); triple superphosphate (TS); single superphosphate (SS), Catalão-rock phosphate (ROCK), mix of sources (MIX), phosphoric acid (PAc) or a diet without any supplemental source of phosphorus (CONT). At 60 and 90kg, all pigs were weighed and blood samples were collected to determine alkaline phosphatase activity (APA), calcium (Ca) and phosphorus (P) and one animal per pen was killed to weigh the liver and kidneys and evaluate carcass yield. The use of diet CONT reduced the weight gain and feed intake, worsened feed:gain ratio and increased the relative weight of the kidneys, APA and Ca, and decreased blood P. The sources DCP, MCP, TS and PAc reduced the APA and maintained the P and Ca in the blood constant. Phosphorus sources TS, SS, ROCK and MIX generate similar levels of APA in pigs from 30 to 90kg to the diet without inorganic source of phosphorus without affecting their performance.(AU)


O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de diferentes fontes de fósforo sobre o desempenho, peso de órgãos e parâmetros sanguíneos de suínos. Foram utilizados 112 suínos com peso inicial de 28,65±2,82kg distribuídos em blocos casualizados, em esquema fatorial 8 x 2 (oito fontes de fósforo x dois sexos), com quatro repetições para machos e três para fêmeas com dois animais por baia. Os suínos foram alimentados com dietas contendo:fosfato bicalcico (FBC); fosfato monobicalcico (FMB); superfosfato triplo (ST); superfosfato simples (SS), fosfato de rocha Catalão (ROCHA), mistura de fontes (MIS), ácido fosfórico (AF) ou dieta sem suplementação com fonte de fósforo (CONT). Aos 60 e 90 kg todos os suínos foram pesados e amostras de sangue fora coletadas para determinação da atividade de fosfatase alcalina (AFA), cálcio (Ca) e fósforo (P) e um animal por baia foi sacrificado para pesagem de fígado e rins e avaliação de rendimento de carcaça. A dieta CONT reduziu ganho de peso e consumo, piorou a conversão alimentar e aumentou peso relativo de rins, AFA e Ca, e diminuiu fósforo sanguíneo. As fontes FBC, FMB, ST e AF reduziram AFA e mantiveram constante P e Ca no sangue. Concluiu-se que fontes de fósforo ST, SS, ROCHA e MIS geraram níveis similares de AFA em suínos de 30 a 90kg que a dieta sem fonte inorgânica de P sem afetar seu desempenho.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/sangue , Suínos/metabolismo , Ração Animal/análise , Ração Animal , Fósforo na Dieta/administração & dosagem , Fósforo na Dieta/análise
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA