Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 69
Filtrar
1.
Ciênc. Anim. (Impr.) ; 32(3): 87-95, jul.-set. 2022.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1402502

Resumo

Campylobacter sp. são patógenos multi-hospedeiros zoonóticos disseminados, que frequentemente causam gastroenterite em humanos. As aves são reservatórios de Campylobacter sp., que também ocorre naturalmente em mamíferos e já foi isolado de águas superficiais e subterrâneas. As espécies de Campylobacter colonizam prontamente o trato gastrointestinal de animais domésticos, silvestres e selvagens e, embora raramente causem doença clínica em animais de produção, podem produzir gastroenterite aguda grave em humanos. Assim, o objetivo desta revisão de literatura narrativa foi fazer um levantamento bibliográfico sobre o isolamento desse micro-organismo em animais silvestres. C. jejuni tem sido isolado de primatas não humanos cativos e livres acometidos por diarreia e saudáveis; e também de elefantes, gaivotas, abutres e outras aves silvestres. Gansos selvagens e aves silvestres são uma fonte potencial de infecção por Campylobacter sp. para humanos e outros animais, e, como os gansos são animais migratórios, eles são capazes de transferir patógenos por grandes distâncias. Cepas potencialmente virulentas dessa bactéria são eliminadas pelas fezes dos corvos. Estes animais são particularmente relevantes para a disseminação potencial de patógenos por causa de seu movimento entre áreas urbanas e agrícolas habitadas por humanos. Animais silvestres sadios, de diferentes espécies, podem albergar Campylobacter sp., agindo como veiculadores do patógeno.


Campylobacter sp. is a widespread zoonotic multi-host pathogen that often causes gastroenteritis in humans. The birds are reservoirs of Campylobacter sp., which also occurs naturally in mammals and has already been isolated from surface and groundwater. Campylobacter sp. species readily colonize the gastrointestinal tract of domestic and wild animals, and although they rarely cause clinical disease in production animals, they can produce severe acute gastroenteritis in humans. This narrative literature review aimed to carry out a bibliographic survey on the isolation of this microorganism in wild animals. C. jejuni has been isolated from captive and diarrhea-free and healthy non-human primates, as well as from elephants, seagulls, vultures, and other wild birds. Wild geese and wild birds are a potential sources of Campylobacter sp. infection to in humans and other animals, and as geese are migratory animals, they can transfer pathogens over long distances. Potentially virulent strains of these bacteria are eliminated by the feces of crows. These animals are particularly relevant to the potential spread of pathogens because of their movement between urban and agricultural areas inhabited by humans. Healthy wild animals of different species may harbor Campylobacter, acting as agent carriers.


Assuntos
Animais , Campylobacter/isolamento & purificação , Vetores de Doenças , Animais Selvagens/microbiologia
2.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1489092

Resumo

É apresentada uma revisão de literatura sobre o gênero Arcobacter, tratando da sua ocorrência determinando doença em humanos, da sua presença no meio ambiente e em alimentos de origem animal contaminados, bem como dos seus prováveis fatores de patogenicidade. Estes microrganismos estão dispersos no meio ambiente, sendo comumente encontrados em animais de produção e produtos de origem animal. Já foram descritos surtos decorrentes da infecção humana a partir do consumo de carne de frango, suína e leite contaminados. Este agente, além de possuir fatores de adesão e invasão para colonizar o trato gastrintestinal, produz citotoxinas que induzem o organismo do hospedeiro à resposta inflamatória.


This is a review on the Arcobacter genus, highlighting its occurrence causing disease in humans, and also its presence in the environment and in contaminated animal foods, as well what is known about its probable pathogenicity factors. These microorganisms are dispersed in the environment, being commonly found in farm animals and animal products. Outbreaks of human infection from the consumption of contaminated chicken, pork and milk have been described. This agent, presents adhesion and invasion factors for gastrointestinal tract colonization and produces cytotoxins that induces the inflammation of the host’s organism.


Assuntos
Arcobacter/classificação , Arcobacter/patogenicidade , Arcobacter/química , Gastroenterite/diagnóstico , Trato Gastrointestinal
3.
Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR (Online) ; 24(1, cont.): e2404, jan-jun. 2021. graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1252766

Resumo

Ice cream is susceptible to contamination by handling and bad hygiene conditions during both the storage process and the fractioning for sale, and once contaminated, it can cause diseases. The purpose of this survey was to evaluate the microbiological quality of ice cream sold in bulk, of pasty and soft types, offered for consuming. Thirty samples of pasty ice cream sold in bulk, and thirty samples of soft ice cream were analyzed through the counting of thermotolerant coliforms, coagulase-positive Staphylococcus spp., and searching for the presence of Salmonella spp. During the study, a total of ten (33%) samples of pasty ice cream and five (16%) samples of soft ice cream were found to be beyond the limits established by the Brazilian law. Salmonella spp. was found in four samples (6.7%). These results are an alert for the need of greater attention to the microbiological quality of ice cream in order to ensure the safety of its consumers.(AU)


Os sorvetes são suscetíveis à contaminação pela manipulação e más condições higiênicas durante o processamento, armazenamento e do fracionamento para venda, uma vez contaminados podem causar doenças. O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade microbiológica de sorvetes, vendidos a granel, pastosos e expressos, oferecidos para consumo. Trinta amostras de sorvete pastoso, vendido a granel, e trinta amostras de sorvete expresso foram analisadas realizando-se contagem de coliformes termotolerantes, Staphylococcus spp. coagulase-positiva e pesquisando-se a presença de Salmonella spp. Foram detectadas dez (33%) amostras de sorvete pastoso e cinco (16%) amostras de sorvete expresso fora dos limites estabelecidos pela legislação brasileira. Salmonella spp. foi encontrado em quatro amostras (6,7%). Esses resultados alertam para a necessidade de uma maior atenção à qualidade microbiológica dos sorvetes, a fim de garantir a segurança do consumidor.(AU)


Los helados son susceptibles a la contaminación por manipulación y malas condiciones higiénicas durante el procesamiento, almacenamiento y fraccionamiento para venta, una vez contaminados pueden causar enfermedades. El objetivo de este estudio ha sido evaluar la calidad microbiológica de helados vendidos a granel, pastosos y suaves, ofrecidos para el consumo. Se analizaron treinta muestras de helados pastosos vendidos a granel, y treinta muestras de helados suaves, realizándose el conteo de coliformes termotolerantes, Staphylococcus spp. coagulase positiva e investigándose la presencia de Salmonella spp. Se detectaron diez (33%) muestras de helado pastoso y cinco (16%) muestras de helado blando fuera de los límites establecidos por la legislación brasileña. Salmonella spp. se encontró en cuatro muestras (6,7%). Esos resultados destacan la necesidad de una mayor atención a la calidad microbiológica de los helados, con el fin de garantizar la seguridad del consumidor.(AU)


Assuntos
Salmonella , Staphylococcus , Coliformes , Sorvetes/microbiologia , Higiene , Coagulase/análise
4.
Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR ; 24: e2404, jan.-jun. 2021. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765241

Resumo

Ice cream is susceptible to contamination by handling and bad hygiene conditions during both the storage process and the fractioning for sale, and once contaminated, it can cause diseases. The purpose of this survey was to evaluate the microbiological quality of ice cream sold in bulk, of pasty and soft types, offered for consuming. Thirty samples of pasty ice cream sold in bulk, and thirty samples of soft ice cream were analyzed through the counting of thermotolerant coliforms, coagulase-positive Staphylococcus spp., and searching for the presence of Salmonella spp. During the study, a total of ten (33%) samples of pasty ice cream and five (16%) samples of soft ice cream were found to be beyond the limits established by the Brazilian law. Salmonella spp. was found in four samples (6.7%). These results are an alert for the need of greater attention to the microbiological quality of ice cream in order to ensure the safety of its consumers.(AU)


Os sorvetes são suscetíveis à contaminação pela manipulação e más condições higiênicas durante o processamento, armazenamento e do fracionamento para venda, uma vez contaminados podem causar doenças. O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade microbiológica de sorvetes, vendidos a granel, pastosos e expressos, oferecidos para consumo. Trinta amostras de sorvete pastoso, vendido a granel, e trinta amostras de sorvete expresso foram analisadas realizando-se contagem de coliformes termotolerantes, Staphylococcus spp. coagulase-positiva e pesquisando-se a presença de Salmonella spp. Foram detectadas dez (33%) amostras de sorvete pastoso e cinco (16%) amostras de sorvete expresso fora dos limites estabelecidos pela legislação brasileira. Salmonella spp. foi encontrado em quatro amostras (6,7%). Esses resultados alertam para a necessidade de uma maior atenção à qualidade microbiológica dos sorvetes, a fim de garantir a segurança do consumidor.(AU)


Los helados son susceptibles a la contaminación por manipulación y malas condiciones higiénicas durante el procesamiento, almacenamiento y fraccionamiento para venta, una vez contaminados pueden causar enfermedades. El objetivo de este estudio ha sido evaluar la calidad microbiológica de helados vendidos a granel, pastosos y suaves, ofrecidos para el consumo. Se analizaron treinta muestras de helados pastosos vendidos a granel, y treinta muestras de helados suaves, realizándose el conteo de coliformes termotolerantes, Staphylococcus spp. coagulase positiva e investigándose la presencia de Salmonella spp. Se detectaron diez (33%) muestras de helado pastoso y cinco (16%) muestras de helado blando fuera de los límites establecidos por la legislación brasileña. Salmonella spp. se encontró en cuatro muestras (6,7%). Esos resultados destacan la necesidad de una mayor atención a la calidad microbiológica de los helados, con el fin de garantizar la seguridad del consumidor.(AU)


Assuntos
Salmonella , Staphylococcus , Gestão da Qualidade Total , Coliformes , Sorvetes/microbiologia , Higiene , Coagulase/análise
5.
R. Educ. contin. Med. Vet. Zoot. ; 19(1): e38112, 2021.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-32967

Resumo

É apresentada uma revisão de literatura sobre o gênero Arcobacter, tratando da sua ocorrência determinando doença em humanos, da sua presença no meio ambiente e em alimentos de origem animal contaminados, bem como dos seus prováveis fatores de patogenicidade. Estes microrganismos estão dispersos no meio ambiente, sendo comumente encontrados em animais de produção e produtos de origem animal. Já foram descritos surtos decorrentes da infecção humana a partir do consumo de carne de frango, suína e leite contaminados. Este agente, além de possuir fatores de adesão e invasão para colonizar o trato gastrintestinal, produz citotoxinas que induzem o organismo do hospedeiro à resposta inflamatória.(AU)


This is a review on the Arcobacter genus, highlighting its occurrence causing disease in humans, and also its presence in the environment and in contaminated animal foods, as well what is known about its probable pathogenicity factors. These microorganisms are dispersed in the environment, being commonly found in farm animals and animal products. Outbreaks of human infection from the consumption of contaminated chicken, pork and milk have been described. This agent, presents adhesion and invasion factors for gastrointestinal tract colonization and produces cytotoxins that induces the inflammation of the hosts organism.(AU)


Assuntos
Arcobacter/química , Arcobacter/classificação , Arcobacter/patogenicidade , Gastroenterite/diagnóstico , Trato Gastrointestinal
6.
Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR ; 24: e2404, jan.-jun. 2021. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-31927

Resumo

Ice cream is susceptible to contamination by handling and bad hygiene conditions during both the storage process and the fractioning for sale, and once contaminated, it can cause diseases. The purpose of this survey was to evaluate the microbiological quality of ice cream sold in bulk, of pasty and soft types, offered for consuming. Thirty samples of pasty ice cream sold in bulk, and thirty samples of soft ice cream were analyzed through the counting of thermotolerant coliforms, coagulase-positive Staphylococcus spp., and searching for the presence of Salmonella spp. During the study, a total of ten (33%) samples of pasty ice cream and five (16%) samples of soft ice cream were found to be beyond the limits established by the Brazilian law. Salmonella spp. was found in four samples (6.7%). These results are an alert for the need of greater attention to the microbiological quality of ice cream in order to ensure the safety of its consumers.(AU)


Os sorvetes são suscetíveis à contaminação pela manipulação e más condições higiênicas durante o processamento, armazenamento e do fracionamento para venda, uma vez contaminados podem causar doenças. O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade microbiológica de sorvetes, vendidos a granel, pastosos e expressos, oferecidos para consumo. Trinta amostras de sorvete pastoso, vendido a granel, e trinta amostras de sorvete expresso foram analisadas realizando-se contagem de coliformes termotolerantes, Staphylococcus spp. coagulase-positiva e pesquisando-se a presença de Salmonella spp. Foram detectadas dez (33%) amostras de sorvete pastoso e cinco (16%) amostras de sorvete expresso fora dos limites estabelecidos pela legislação brasileira. Salmonella spp. foi encontrado em quatro amostras (6,7%). Esses resultados alertam para a necessidade de uma maior atenção à qualidade microbiológica dos sorvetes, a fim de garantir a segurança do consumidor.(AU)


Los helados son susceptibles a la contaminación por manipulación y malas condiciones higiénicas durante el procesamiento, almacenamiento y fraccionamiento para venta, una vez contaminados pueden causar enfermedades. El objetivo de este estudio ha sido evaluar la calidad microbiológica de helados vendidos a granel, pastosos y suaves, ofrecidos para el consumo. Se analizaron treinta muestras de helados pastosos vendidos a granel, y treinta muestras de helados suaves, realizándose el conteo de coliformes termotolerantes, Staphylococcus spp. coagulase positiva e investigándose la presencia de Salmonella spp. Se detectaron diez (33%) muestras de helado pastoso y cinco (16%) muestras de helado blando fuera de los límites establecidos por la legislación brasileña. Salmonella spp. se encontró en cuatro muestras (6,7%). Esos resultados destacan la necesidad de una mayor atención a la calidad microbiológica de los helados, con el fin de garantizar la seguridad del consumidor.(AU)


Assuntos
Salmonella , Staphylococcus , Gestão da Qualidade Total , Coliformes , Sorvetes/microbiologia , Higiene , Coagulase/análise
7.
Arq. Inst. Biol ; 87: e1382018, 2020.
Artigo em Inglês | VETINDEX, LILACS | ID: biblio-1118084

Resumo

This review aimed to describe the biofilm formation ability of coagulase-negative Staphylococcus, addressing its impact to the food industry. Coagulase-negative Staphylococcus have the ability to produce enterotoxins in food, making it an important line of study, as it constitutes a risk to public health. The biofilm formation by these microorganisms requires physicochemical processes, such as hydrophobic forces, which are essential for the first phase of fixing the biofilm on the surface. In industrial facilities, stainless steel equipment is the most associated with the formation of biofilms, due to the presence grooves and cracks. Many species of coagulase-negative Staphylococcus produce biofilm, but the most studied is S. epidermidis, as it is the most frequently isolated from food. Coagulase-negative Staphylococcus form biofilm on different surfaces in the food industry, and can become a source of permanent contamination, that can be present in the final product, intended for human consumption. Among other alternatives to combat the formation of biofilm in industrial food facilities, there is the implementation of Good Manufacturing Practices, which is effective in preventing bacterial adhesion, and therefore, the formation of biofilm. However, further studies are needed in order to quantify the occurrence of coagulase-negative Staphylococcus biofilms in the food industry.(AU)


Esta revisão bibliográfica teve como objetivo descrever a capacidade de formação de biofilme por Staphylococcus coagulase-negativo, relacionando seu impacto na indústria alimentícia. Os Staphylococcus coagulase-negativos possuem a capacidade de produzir enterotoxina nos alimentos, tornando-se uma importante linha de estudo, pois constitui um risco para a saúde pública. A formação do biofilme por esses micro-organismos requer processos físico-químicos, como forças hidrofóbicas, essenciais para a primeira fase de fixação do biofilme na superfície. Nas indústrias, equipamentos de aço inoxidável são os mais associados à formação de biofilmes, em decorrência de possuírem ranhuras e fendas. Muitas espécies de Staphylococcus coagulase-negativo produzem biofilme, porém, o mais estudado é o S. epidermidis, por ser o mais frequentemente isolado de alimentos. Os Staphylococcus coagulase-negativos formam biofilme em diferentes superfícies de indústrias alimentícias, podendo se tornar uma fonte de contaminação permanente, contaminando o produto final destinado ao consumo humano. Dentre outras alternativas para combater a formação do biofilme nas plantas alimentícias, a implantação das Boas Práticas de Fabricação é eficaz para prevenir a adesão bacteriana, evitando a formação do biofilme. No entanto, são necessários estudos para quantificar a ocorrência de biofilmes de Staphylococcus coagulase-negativos em indústrias alimentícias.(AU)


Assuntos
Staphylococcus/fisiologia , Coagulase , Biofilmes/crescimento & desenvolvimento , Contaminação de Alimentos , Indústria Alimentícia
8.
Arq. Inst. Biol. ; 87: e1382018, 2020.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-27601

Resumo

This review aimed to describe the biofilm formation ability of coagulase-negative Staphylococcus, addressing its impact to the food industry. Coagulase-negative Staphylococcus have the ability to produce enterotoxins in food, making it an important line of study, as it constitutes a risk to public health. The biofilm formation by these microorganisms requires physicochemical processes, such as hydrophobic forces, which are essential for the first phase of fixing the biofilm on the surface. In industrial facilities, stainless steel equipment is the most associated with the formation of biofilms, due to the presence grooves and cracks. Many species of coagulase-negative Staphylococcus produce biofilm, but the most studied is S. epidermidis, as it is the most frequently isolated from food. Coagulase-negative Staphylococcus form biofilm on different surfaces in the food industry, and can become a source of permanent contamination, that can be present in the final product, intended for human consumption. Among other alternatives to combat the formation of biofilm in industrial food facilities, there is the implementation of Good Manufacturing Practices, which is effective in preventing bacterial adhesion, and therefore, the formation of biofilm. However, further studies are needed in order to quantify the occurrence of coagulase-negative Staphylococcus biofilms in the food industry.(AU)


Esta revisão bibliográfica teve como objetivo descrever a capacidade de formação de biofilme por Staphylococcus coagulase-negativo, relacionando seu impacto na indústria alimentícia. Os Staphylococcus coagulase-negativos possuem a capacidade de produzir enterotoxina nos alimentos, tornando-se uma importante linha de estudo, pois constitui um risco para a saúde pública. A formação do biofilme por esses micro-organismos requer processos físico-químicos, como forças hidrofóbicas, essenciais para a primeira fase de fixação do biofilme na superfície. Nas indústrias, equipamentos de aço inoxidável são os mais associados à formação de biofilmes, em decorrência de possuírem ranhuras e fendas. Muitas espécies de Staphylococcus coagulase-negativo produzem biofilme, porém, o mais estudado é o S. epidermidis, por ser o mais frequentemente isolado de alimentos. Os Staphylococcus coagulase-negativos formam biofilme em diferentes superfícies de indústrias alimentícias, podendo se tornar uma fonte de contaminação permanente, contaminando o produto final destinado ao consumo humano. Dentre outras alternativas para combater a formação do biofilme nas plantas alimentícias, a implantação das Boas Práticas de Fabricação é eficaz para prevenir a adesão bacteriana, evitando a formação do biofilme. No entanto, são necessários estudos para quantificar a ocorrência de biofilmes de Staphylococcus coagulase-negativos em indústrias alimentícias.(AU)


Assuntos
Staphylococcus , Coagulase , Biofilmes , Indústria Alimentícia , Saúde Pública , Alimentos
9.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 21: e, 23 mar. 2020. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473743

Resumo

O presente estudo avaliou a presença de Salmonella spp. em 89 amostras de produtos cárneos comercializados na região sul do Rio Grande do Sul e, a partir dos isolados obtidos, foi verificada a capacidade de resistência a agentes antimicrobianos e de formação de biofilme em superfícies de poliestireno. Foi constatada a presença de Salmonella spp. em 19,1% das amostras avaliadas e, dos isolados obtidos, 40% mostraram resistência a pelo menos um dos agentes antimicrobianos testados e 33,3% manifestaram-se multirresistentes. Apenas o antimicrobiano amicacina (30 µg) foi eficaz na inibição de todos os isolados testados. Nenhum isolado mostrou-se capaz de formar biofilmes em superfícies de poliestireno.


The objective of the study was to evaluate the presence of Salmonella spp. in 89 samples of meat products marketed in southern Rio Grande do Sul and from isolates obtained was verified the ability of resistance to antimicrobials and biofilm formation on polystyrene surfaces. The presence of Salmonella spp. was found in 19.1% of the samples. Of the isolates obtained, 40% showed resistance to at least one of the tested antimicrobials and 33.3% expressed multiresistant. Only the antimicrobial amikacin (30 µg) was effective in inhibiting all isolates tested. No isolate was able to form biofilms on polystyrene surfaces.


Assuntos
Produtos da Carne/análise , Produtos da Carne/microbiologia , Salmonella/isolamento & purificação , Farmacorresistência Bacteriana Múltipla
10.
Rev. bras. ciênc. vet ; 27(1): 40-42, jan./mar. 2020. il.
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1379263

Resumo

Dulce de leche is the product obtained by concentrating milk and adding sucrose. This sweet can be contaminated by improper practices during the manufacturing process, or in the consumer's home. If manipulation is not performed in a hygienic manner the dulce de leche can be a vehicle of pathogenic bacteria, like some strains of Escherichia coli, to man. The aim of this paper was evaluate the survival capacity and the fate of Escherichia coli Enteroinvasive, Enteropathogenic and Enterohemorrhagic in pasty dulce de leche. Aliquots of this sweet were experimentally contaminated with these pathogenic microorganisms at 102bacterial cells per gram, and later analyzed to evaluate microorganism count after storage for 0, 1, 2, 3, 5, 10, 20 and 30 days. EIEC could be recovered up to 20 days post inoculation in one of the reps, count EIEC on the third day reached 1,500 MPN per g. The strains of EPEC and EHEC, did not show growth, as EIEC, therefore, seem to be more sensitive to the adversities of the medium. The survival of pathogens for long periods in this food highlights the need for strict care in the manufacture and handling of dulce de leche.


O doce de leite é um alimento obtido por concentração do leite adicionado de sacarose. Este alimento pode ser contaminado por práticas inadequadas durante o processamento. Caso a manipulação não seja realizada de maneira higiênica o alimento pode ser veículo de bactérias patogênicas, como algumas cepas de Escherichia coli, para o homem. O objetivo desse trabalho foi avaliar a capacidade de sobrevivência e o comportamento de EIEC, EPEC e EHEC em doce de leite pastoso. Alíquotas deste doce foram experimentalmente contaminadas com esse micro-organismo patogênico na concentração 102 células por grama e posteriormente analisados para avaliar a contagem bacteriana após 0, 1, 2, 3, 5, 10, 20 e 30 dias de estocagem. EIEC pôde ser recuperada até 20 dias após a inoculação em duas das três repetições. Em uma das repetições, a contagem de EIEC no terceiro dia atingiu 1.500 NMP por g. As cepas de EPEC e EHEC, não apresentaram crescimento, como EIEC, portanto, parecerem ser mais sensíveis às adversidades do meio. A sobrevivência desses patógenos durante dias neste alimento evidencia a necessidade de rigorosos cuidados na fabricação e manuseio do doce de leite pastoso.


Assuntos
Laticínios/análise , Escherichia coli , Boas Práticas de Fabricação , Carga Bacteriana , Manipulação de Alimentos/métodos
11.
Ci. Anim. bras. ; 21: e-48029, 23 mar. 2020. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-25976

Resumo

O presente estudo avaliou a presença de Salmonella spp. em 89 amostras de produtos cárneos comercializados na região sul do Rio Grande do Sul e, a partir dos isolados obtidos, foi verificada a capacidade de resistência a agentes antimicrobianos e de formação de biofilme em superfícies de poliestireno. Foi constatada a presença de Salmonella spp. em 19,1% das amostras avaliadas e, dos isolados obtidos, 40% mostraram resistência a pelo menos um dos agentes antimicrobianos testados e 33,3% manifestaram-se multirresistentes. Apenas o antimicrobiano amicacina (30 µg) foi eficaz na inibição de todos os isolados testados. Nenhum isolado mostrou-se capaz de formar biofilmes em superfícies de poliestireno.(AU)


The objective of the study was to evaluate the presence of Salmonella spp. in 89 samples of meat products marketed in southern Rio Grande do Sul and from isolates obtained was verified the ability of resistance to antimicrobials and biofilm formation on polystyrene surfaces. The presence of Salmonella spp. was found in 19.1% of the samples. Of the isolates obtained, 40% showed resistance to at least one of the tested antimicrobials and 33.3% expressed multiresistant. Only the antimicrobial amikacin (30 µg) was effective in inhibiting all isolates tested. No isolate was able to form biofilms on polystyrene surfaces.(AU)


Assuntos
Produtos da Carne/análise , Produtos da Carne/microbiologia , Salmonella/isolamento & purificação , Farmacorresistência Bacteriana Múltipla
12.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 46(4): e608, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1465480

Resumo

Species of the Vibrio genus are commonly reported as agents of food poisoning outbreaks associated with fish consumption. The objective of this study was to assess the antimicrobial activity of the essential oils of Origanum vulgare and Ocimum basilicum against Vibrio parahaemolyticus and Vibrio vulnificus, as well as to assess their addition to fillets of Mugil platanus and sensorial acceptance among consumers. The antimicrobial activity was analyzed by the disc diffusion test and minimal bactericidal concentration (MBC). M. platanus fillets, experimentally contaminated, were marinated for 24 hours in a solution containing 1.0% and 1.5% of essential oil of O. vulgare. For the sensory analysis, samples marinated in 1.5% of O. vulgare oil were prepared and offered to 100 testers. The oil of O. basilicum shows no antimicrobial activity, so its application would be ineffective; for such reason the subsequent tests were not performed. However, the essential oil of O. vulgare produced inhibition halo diameters ranging from 24.6 to 34.1 mm, on average, and the MBC ranging from 3.9% to 15.6%. When added to the product, the essential oil of O. vulgare eliminated the microorganisms that were experimentally inoculated. In the sensorial analysis, samples marinated in 1.5% of O. vulgare essential oil obtained an average of 6.82 of acceptance note among consumers.


Espécies do gênero Vibrio são comumente reportadas como agentes causadores de surtos alimentares associados ao consumo de pescados. O objetivo desse trabalho foi verificar a atividade antimicrobiana dos óleos essenciais de Origanum vulgare e Ocimum basilicum frente a Vibrio parahaemolyticus e Vibrio vulnificus, assim como verificar sua aplicabilidade em filés de Mugil platanus e aceitação sensorial. O efeito antimicrobiano foi analisado pelo teste de disco-difusão e concentração bactericida mínima (CBM). Filés de M. platanus, experimentalmente contaminados, foram marinados por 24 horas em solução com 1,0% e 1,5% de óleo essencial de O. vulgare. Para análise sensorial foram preparadas amostras marinadas em solução de 1,5% de óleo de O. vulgaree oferecidas a 100 avaliadores. O óleo de O. basilicum não apresentou atividade antimicrobiana; logo, a aplicação seria ineficaz e, por esse motivo não foram realizados os testes seguintes. Em contraste, o óleo essencial de O. vulgare apresentou halos em que as médias variaram entre 24,6 e 34,1 mm e a CBM ficou entre 3,9 e 15,6 μL mL-1. Quando aplicado no produto, o óleo essencial de O. vulgare eliminou os microrganismos que foram inoculados experimentalmente. Na análise sensorial, amostras marinadas em 1.5% de óleo essencial de O. vulgare obtiveram nota média de 6,82 de aceitação entre os consumidores. Sendo considerado alternativa no controle de microrganismos.


Assuntos
Anti-Infecciosos , Origanum , Óleos Voláteis
13.
B. Inst. Pesca ; 46(4): e608, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-30876

Resumo

Species of the Vibrio genus are commonly reported as agents of food poisoning outbreaks associated with fish consumption. The objective of this study was to assess the antimicrobial activity of the essential oils of Origanum vulgare and Ocimum basilicum against Vibrio parahaemolyticus and Vibrio vulnificus, as well as to assess their addition to fillets of Mugil platanus and sensorial acceptance among consumers. The antimicrobial activity was analyzed by the disc diffusion test and minimal bactericidal concentration (MBC). M. platanus fillets, experimentally contaminated, were marinated for 24 hours in a solution containing 1.0% and 1.5% of essential oil of O. vulgare. For the sensory analysis, samples marinated in 1.5% of O. vulgare oil were prepared and offered to 100 testers. The oil of O. basilicum shows no antimicrobial activity, so its application would be ineffective; for such reason the subsequent tests were not performed. However, the essential oil of O. vulgare produced inhibition halo diameters ranging from 24.6 to 34.1 mm, on average, and the MBC ranging from 3.9% to 15.6%. When added to the product, the essential oil of O. vulgare eliminated the microorganisms that were experimentally inoculated. In the sensorial analysis, samples marinated in 1.5% of O. vulgare essential oil obtained an average of 6.82 of acceptance note among consumers.(AU)


Espécies do gênero Vibrio são comumente reportadas como agentes causadores de surtos alimentares associados ao consumo de pescados. O objetivo desse trabalho foi verificar a atividade antimicrobiana dos óleos essenciais de Origanum vulgare e Ocimum basilicum frente a Vibrio parahaemolyticus e Vibrio vulnificus, assim como verificar sua aplicabilidade em filés de Mugil platanus e aceitação sensorial. O efeito antimicrobiano foi analisado pelo teste de disco-difusão e concentração bactericida mínima (CBM). Filés de M. platanus, experimentalmente contaminados, foram marinados por 24 horas em solução com 1,0% e 1,5% de óleo essencial de O. vulgare. Para análise sensorial foram preparadas amostras marinadas em solução de 1,5% de óleo de O. vulgaree oferecidas a 100 avaliadores. O óleo de O. basilicum não apresentou atividade antimicrobiana; logo, a aplicação seria ineficaz e, por esse motivo não foram realizados os testes seguintes. Em contraste, o óleo essencial de O. vulgare apresentou halos em que as médias variaram entre 24,6 e 34,1 mm e a CBM ficou entre 3,9 e 15,6 μL mL-1. Quando aplicado no produto, o óleo essencial de O. vulgare eliminou os microrganismos que foram inoculados experimentalmente. Na análise sensorial, amostras marinadas em 1.5% de óleo essencial de O. vulgare obtiveram nota média de 6,82 de aceitação entre os consumidores. Sendo considerado alternativa no controle de microrganismos.(AU)


Assuntos
Óleos Voláteis , Anti-Infecciosos , Origanum
14.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 20: 41297, 2019. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473648

Resumo

Campylobacter jejuni é o principal causador de gastroenterite bacteriana aguda e a carne de frango é um importante veículo do agente. Entretanto, as metodologias convencionais de isolamento de Campylobacter muitas vezes não são eficientes, podendo levar a resultados errôneos. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo avaliar diferentes métodos utilizados na detecção de C. jejuni em produtos de frango. Carne moída experimentalmente contaminada com três diferentes diluições do microrganismo foi analisada com diferentes protocolos para isolamento de C. jejuni. Foram feitas semeaduras diretamente nos ágares mCCDA, Columbia e ágar sangue, e após pré-enriquecimento nos caldos Bolton ou Brucella. As colônias características de Campylobacter foram identificadas e os resultados comparados a fim de avaliar qual o método foi mais eficaz. Os únicos protocolos em que foi possível recuperar o microrganismo de todos os testes foram aqueles em que foi utilizado o ágar mCCDA associado com o Caldo Bolton ou com o Caldo Brucella. Estes foram também os únicos protocolos que permitiram a recuperação de C. jejuni 24 horas após a contaminação experimental com inóculo igual a 100 UFC/25 g. Entretanto, o ágar mCCDA sem o uso de pré-enriquecimento apresentou desempenho insatisfatório, inferior ao dos demais protocolos. Conclui-se que ágar mCCDA com pré-enriquecimento em caldo Brucella ou em caldo Bolton foram mais eficientes para o isolamento de C. jejuni que os demais protocolos.


Campylobacter jejuni is the main cause of acute bacterial gastroenteritis, and poultry meat is an important agent vehicle. However, the conventional methods for Campylobacter isolation are often not effective and may lead to erroneous results. Thus, this study aimed to evaluate different methods to C. jejuni detection in poultry products. Ground chicken experimentally contaminated with three different dilutions of the microorganism was analyzed with different protocols to C. jejuni isolation: Seeding directly in agars mCCDA, Columbia and blood agar, and after pre-enrichment in Bolton or Brucella broth. The Campylobacter characteristic colonies were identified and compared in order to assess which method was the most effective. The only protocols in which it was possible to recover the microorganism from all the tests were those using the mCCDA agar associated with the Bolton broth or the Brucella broth. These were also the only protocols that allowed the recovery of C. jejuni 24 hours after the experimental contamination with inoculum equal to 100 CFU/25 g. However, the mCCDA agar without the use of pre-enrichment presented an unsatisfactory performance, lower than the other protocols. It is concluded that mCCDA agar with Brucella broth or with Bolton broth pre-enrichment was more efficient for the C. jejuni isolation than the other protocols.


Assuntos
Campylobacter jejuni/isolamento & purificação , Carne/análise , Carne/microbiologia , Inocuidade dos Alimentos/métodos , Galinhas/microbiologia , Ágar
15.
Ci. Anim. bras. ; 20: e-41297, 2019. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-738653

Resumo

Campylobacter jejuni é o principal causador de gastroenterite bacteriana aguda e a carne de frango é um importante veículo do agente. Entretanto, as metodologias convencionais de isolamento de Campylobacter muitas vezes não são eficientes, podendo levar a resultados errôneos. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo avaliar diferentes métodos utilizados na detecção de C. jejuni em produtos de frango. Carne moída experimentalmente contaminada com três diferentes diluições do microrganismo foi analisada com diferentes protocolos para isolamento de C. jejuni. Foram feitas semeaduras diretamente nos ágares mCCDA, Columbia e ágar sangue, e após pré-enriquecimento nos caldos Bolton ou Brucella. As colônias características de Campylobacter foram identificadas e os resultados comparados a fim de avaliar qual o método foi mais eficaz. Os únicos protocolos em que foi possível recuperar o microrganismo de todos os testes foram aqueles em que foi utilizado o ágar mCCDA associado com o Caldo Bolton ou com o Caldo Brucella. Estes foram também os únicos protocolos que permitiram a recuperação de C. jejuni 24 horas após a contaminação experimental com inóculo igual a 100 UFC/25 g. Entretanto, o ágar mCCDA sem o uso de pré-enriquecimento apresentou desempenho insatisfatório, inferior ao dos demais protocolos. Conclui-se que ágar mCCDA com pré-enriquecimento em caldo Brucella ou em caldo Bolton foram mais eficientes para o isolamento de C. jejuni que os demais protocolos.(AU)


Campylobacter jejuni is the main cause of acute bacterial gastroenteritis, and poultry meat is an important agent vehicle. However, the conventional methods for Campylobacter isolation are often not effective and may lead to erroneous results. Thus, this study aimed to evaluate different methods to C. jejuni detection in poultry products. Ground chicken experimentally contaminated with three different dilutions of the microorganism was analyzed with different protocols to C. jejuni isolation: Seeding directly in agars mCCDA, Columbia and blood agar, and after pre-enrichment in Bolton or Brucella broth. The Campylobacter characteristic colonies were identified and compared in order to assess which method was the most effective. The only protocols in which it was possible to recover the microorganism from all the tests were those using the mCCDA agar associated with the Bolton broth or the Brucella broth. These were also the only protocols that allowed the recovery of C. jejuni 24 hours after the experimental contamination with inoculum equal to 100 CFU/25 g. However, the mCCDA agar without the use of pre-enrichment presented an unsatisfactory performance, lower than the other protocols. It is concluded that mCCDA agar with Brucella broth or with Bolton broth pre-enrichment was more efficient for the C. jejuni isolation than the other protocols.(AU)


Assuntos
Carne/análise , Carne/microbiologia , Campylobacter jejuni/isolamento & purificação , Inocuidade dos Alimentos/métodos , Galinhas/microbiologia , Ágar
16.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online) ; 18(2): 254-257, 2019. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1488320

Resumo

O objetivo foi avaliar o padrão microbiológico de sushis e sashimis de salmão comercializados em restaurantes especializados situados na cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul. Foram analisadas 20 amostras (10 de sushi e 10 de sashimi) submetidas à pesquisa de Salmonella, contagens de coliformes termotolerantes, Staphylococcus coagulase positiva e Vibrio parahaemolyticus. Observou-se que 70% das amostras estavam em desacordo com o padrão estabelecido pela legislação brasileira para estes produtos. Os resultados indicam a necessidade de maiores cuidados em relação à qualidade da matéria-prima e às medidas higiênicas e sanitárias durante o preparo e manipulação do produto, tendo em vista, ainda, o fato de que estes alimentos são consumidos sem cocção, o que aumenta o risco de contaminação.


This study aimed to evaluate the microbiological patterns of salmon sushi and sashimi sold in specialized restaurants located in the city of Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil. Twenty samples were analyzed (10 sushi and 10 sashimi) and submitted to Salmonella testing and counting of fecal coliforms, coagulase-positive Staphylococcus and Vibrio parahaemolyticus. One observed 70% of the samples were at odds with the standards established by the Brazilian law. The results indicate the need for more care about the quality of the raw material and for hygiene and sanitary measures when preparing and handling the product, also considering that these foods are consumed without cooking, which increases the risk of contamination.


Assuntos
Animais , Coliformes , Contaminação de Alimentos , Doenças Transmitidas por Alimentos/microbiologia , Salmonella , Salmão/microbiologia , Staphylococcus , Vibrio , Restaurantes
17.
R. Ci. agrovet. ; 18(2): 254-257, 2019. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-21535

Resumo

O objetivo foi avaliar o padrão microbiológico de sushis e sashimis de salmão comercializados em restaurantes especializados situados na cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul. Foram analisadas 20 amostras (10 de sushi e 10 de sashimi) submetidas à pesquisa de Salmonella, contagens de coliformes termotolerantes, Staphylococcus coagulase positiva e Vibrio parahaemolyticus. Observou-se que 70% das amostras estavam em desacordo com o padrão estabelecido pela legislação brasileira para estes produtos. Os resultados indicam a necessidade de maiores cuidados em relação à qualidade da matéria-prima e às medidas higiênicas e sanitárias durante o preparo e manipulação do produto, tendo em vista, ainda, o fato de que estes alimentos são consumidos sem cocção, o que aumenta o risco de contaminação.(AU)


This study aimed to evaluate the microbiological patterns of salmon sushi and sashimi sold in specialized restaurants located in the city of Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil. Twenty samples were analyzed (10 sushi and 10 sashimi) and submitted to Salmonella testing and counting of fecal coliforms, coagulase-positive Staphylococcus and Vibrio parahaemolyticus. One observed 70% of the samples were at odds with the standards established by the Brazilian law. The results indicate the need for more care about the quality of the raw material and for hygiene and sanitary measures when preparing and handling the product, also considering that these foods are consumed without cooking, which increases the risk of contamination.(AU)


Assuntos
Animais , Salmão/microbiologia , Contaminação de Alimentos , Doenças Transmitidas por Alimentos/microbiologia , Vibrio , Salmonella , Staphylococcus , Coliformes , Restaurantes
18.
Ci. Anim. bras. ; 20: e-47184, Aug. 22, 2019. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-21887

Resumo

Objetivando o conhecimento do queijo colonial artesanal produzido na região Sul do Rio Grande do Sul, foram analisadas 30 amostras adquiridas no comércio local e feiras quanto às características físico-químicas, além das análises microbiológicas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), isolamento de Yersinia enterocolitica e resistência aos antimicrobianos de isolados de Staphylococcus coagulase positiva, obtidos a partir destas amostras. Os valores medianos resultantes das análises físico-químicas foram: pH 5,81, acidez titulável de 0,44 g de ácido lático/100g, umidade de 48,55%, atividade de água de 0,973, proteína de 19,36%, gordura de 14,54%, teor de cinzas de 2,88% e teor de cloretos 0,51 gNaCl/100g. Quanto às análises exigidas pela ANVISA, 86,66% das amostras estavam fora dos padrões exigidos e nenhuma foi positiva para Salmonella e Listeria monocytogenes. Houve também isolamento de Yersinia enterocolitica em 3,33% das amostras. A maior taxa de resistência dos isolados de Staphylococcus coagulase positiva ocorreu frente à Penicilina G com 100% dos isolados resistentes e a menor contra Ciprofloxacina com nenhum isolado resistente. 65,00% dos isolados foram resistentes a, pelo menos, seis antimicrobianos e 86,95% demostraram resistência à Cefoxitina, resultados preocupantes, especialmente quanto aos isolados Meticilina Resistentes. Além disso, o queijo produzido e comercializado informalmente no Sul do Rio Grande do Sul apresenta grande variação nas características físico-químicas e, em geral, alta contaminação microbiana, podendo representar risco à saúde do consumidor.(AU)


Aiming the knowledge of the artisanal colonial cheese produced in the south of the Rio Grande do Sul, were analyzed 30 samples purchased in the local trade and fairs for physicochemical characteristics, the microbiological analyzes required by the National Agency of Sanitary Surveillance (ANVISA), Yersinia enterocolitica isolation and antimicrobial resistance of Staphylococcus coagulase positive isolates obtained from these samples. The median values resulting from the physicochemical analyzes were, pH 5,86, titratable acidity of 0,49 g of lactic acid/100 g, humidity of 49,12%, water activity of 0,973, protein of 19,14%, fat of 14,71% Ash content of 2,93% and chloride content 0,63 gNaCl/100g. Regarding the analysis required by ANVISA 86,66% of the samples were outside the required standards and no samples were positive for Salmonella and Listeria monocytogenes, there was also isolation to isolate Yersinia enterocolitica from 3,33% of the samples. The highest resistance rate of the isolates of Staphylococcus coagulase positive was compared to Penicillin G with 100% of the resistant isolates, and the lowest against Ciprofloxacin with no resistant isolates. 65.00% of the isolates were resistant to at least six antimicrobials and 86,95% demonstrated resistance to Cefoxitin, a troubling result, especially in Methicillin Resistant isolates. The cheese produced and marketed informally in South of Rio Grande do Sul presents a great variation in the physicochemical characteristics and in general high microbial contamination wich may represent a risk to consumer health.(AU)


Assuntos
Queijo/análise , Queijo/microbiologia , Fenômenos Químicos , Coagulase , Staphylococcus/isolamento & purificação , Testes de Sensibilidade Microbiana , Resistência Microbiana a Medicamentos , Inocuidade dos Alimentos
19.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473677

Resumo

Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) estão associadas ao consumo de alimentos e água contaminados por microrganismos patogênicos, sendo alguns desses grupos utilizados como indicadores dos cuidados higiênico-sanitários e empregados nos produtos de origem animal (POA). O objetivo foi avaliar a qualidade higiênico-sanitária dos POA encaminhados para alimentação escolar no município de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. As coletas foram realizadas no posto de distribuição da Secretaria de Educação. Foram coletadas cinco amostras de todos os lotes de leite UHT, bebida láctea e filés de frango que deram entrada no período de onze meses, totalizando cinquenta e cinco amostras. Os produtos foram avaliados quanto aos padrões microbiológicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Além dessas análises foram realizadas pesquisa da presença de Campylobacter e de Salmonella nos produtos de frango. Foi aplicada uma lista de verificação das boas práticas de armazenamento. Todas as amostras estavam dentro dos padrões microbiológicos admitidos pela ANVISA, entretanto Salmonella foi detectada em quatro amostras de filés de frango. Campylobacter não foi isolado de nenhuma amostra. As condições de armazenamento foram consideradas ruins, apresentando 72,4% de não conformidades, especialmente nos quesitos temperatura e condições de armazenamento. A presença de Salmonella pode oferecer risco à saúde das crianças que venham a consumir filé de frango.


Foodborne Diseases (FBD) are associated with the consumption of food and water contaminated by pathogenic micro-organisms. Some groups of micro-organisms are used as indicators of employment sanitary hygienic care employees in animal products. The objective was to evaluate the sanitary hygienic quality of animal products sent to school feeding pellets. Samples were collected in the distribution station of the Department of Education in Pelotas, Rio Grande do Sul state, Brasil. Five samples were collected from all batches of UHT milk, milk drinks and chicken fillets which were received in the period of eleven months, reaching fifty-five samples. Products were evaluated for the microbiological standards of the Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). In addition to these analyzes were performed for the presence of Campylobacter and Salmonella in chicken products. A checklist of good storage practices was applied. All samples were within the microbiological standards accepted by ANVISA, however Salmonella was detected in four samples of chicken fillet. Campylobacter was not isolated from any sample. The storage conditions were considered bad, presenting 72.4% of nonconformities, especially in the temperature and storage conditions. The presence of Salmonella can pose a risk to the health of children that will consume chicken fillet.


Assuntos
Humanos , Animais , Alimentos de Origem Animal , Doenças Transmitidas por Alimentos/diagnóstico , Doenças Transmitidas por Alimentos/epidemiologia , Saúde da Criança/normas , Brasil , Saneamento de Escolas
20.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 20: e, 2019. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473690

Resumo

Objetivando o conhecimento do queijo colonial artesanal produzido na região Sul do Rio Grande do Sul, foram analisadas 30 amostras adquiridas no comércio local e feiras quanto às características físico-químicas, além das análises microbiológicas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), isolamento de Yersinia enterocolitica e resistência aos antimicrobianos de isolados de Staphylococcus coagulase positiva, obtidos a partir destas amostras. Os valores medianos resultantes das análises físico-químicas foram: pH 5,81, acidez titulável de 0,44 g de ácido lático/100g, umidade de 48,55%, atividade de água de 0,973, proteína de 19,36%, gordura de 14,54%, teor de cinzas de 2,88% e teor de cloretos 0,51 gNaCl/100g. Quanto às análises exigidas pela ANVISA, 86,66% das amostras estavam fora dos padrões exigidos e nenhuma foi positiva para Salmonella e Listeria monocytogenes. Houve também isolamento de Yersinia enterocolitica em 3,33% das amostras. A maior taxa de resistência dos isolados de Staphylococcus coagulase positiva ocorreu frente à Penicilina G com 100% dos isolados resistentes e a menor contra Ciprofloxacina com nenhum isolado resistente. 65,00% dos isolados foram resistentes a, pelo menos, seis antimicrobianos e 86,95% demostraram resistência à Cefoxitina, resultados preocupantes, especialmente quanto aos isolados Meticilina Resistentes. Além disso, o queijo produzido e comercializado informalmente no Sul do Rio Grande do Sul apresenta grande variação nas características físico-químicas e, em geral, alta contaminação microbiana, podendo representar risco à saúde do consumidor.


Aiming the knowledge of the artisanal colonial cheese produced in the south of the Rio Grande do Sul, were analyzed 30 samples purchased in the local trade and fairs for physicochemical characteristics, the microbiological analyzes required by the National Agency of Sanitary Surveillance (ANVISA), Yersinia enterocolitica isolation and antimicrobial resistance of Staphylococcus coagulase positive isolates obtained from these samples. The median values resulting from the physicochemical analyzes were, pH 5,86, titratable acidity of 0,49 g of lactic acid/100 g, humidity of 49,12%, water activity of 0,973, protein of 19,14%, fat of 14,71% Ash content of 2,93% and chloride content 0,63 gNaCl/100g. Regarding the analysis required by ANVISA 86,66% of the samples were outside the required standards and no samples were positive for Salmonella and Listeria monocytogenes, there was also isolation to isolate Yersinia enterocolitica from 3,33% of the samples. The highest resistance rate of the isolates of Staphylococcus coagulase positive was compared to Penicillin G with 100% of the resistant isolates, and the lowest against Ciprofloxacin with no resistant isolates. 65.00% of the isolates were resistant to at least six antimicrobials and 86,95% demonstrated resistance to Cefoxitin, a troubling result, especially in Methicillin Resistant isolates. The cheese produced and marketed informally in South of Rio Grande do Sul presents a great variation in the physicochemical characteristics and in general high microbial contamination wich may represent a risk to consumer health.


Assuntos
Coagulase , Fenômenos Químicos , Queijo/análise , Queijo/microbiologia , Staphylococcus/isolamento & purificação , Inocuidade dos Alimentos , Resistência Microbiana a Medicamentos , Testes de Sensibilidade Microbiana
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA