Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Semina Ci. agr. ; 38(5): 2933-2944, Set.-Out. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-25008

Resumo

The objective of the present study was to fit Gompertz and Logistic nonlinear to descriptions of morphological traits of sunn hemp. Two uniformity trials were conducted and the crops received identical treatment in all experimental area. Sunn hemp seeds were sown in rows 0.5 m apart with a plant density of 20 plants per row meter in a usable area of 52 m × 50 m. The following morphological traits were evaluated: plant height (PH), number of leaves (NL), stem diameter (SD), and root length (RL). These traits were assessed daily during two sowing periodsseeds were sown on October 22, 2014 (first period) and December 3, 2014 (second period). Four plants were randomly collected daily, beginning 7 days after first period and 13 days after for second period, totaling 94 and 76 evaluation days, respectively. For Gompertz models the equation was used 𝑦𝑦 = 𝑎𝑎 ∗ 𝑒𝑒(−𝑒𝑒(𝑏𝑏−𝑐𝑐∗𝑥𝑥𝑥𝑥))and Logistic modelsthe equation was used 𝑦𝑦𝑦𝑦 = 𝑎𝑎1+𝑒𝑒(−𝑏𝑏−𝑐𝑐∗𝑥𝑥𝑥𝑥). The inflection points of the Gompertz and Logistic modelswere calculated and the goodness of fit was quantified using the adjusted coefficient of determination,Akaike information criterion, standard deviation of residuals, mean absolute deviation, mean absolute percentage error, and mean prediction error. Differences were observed between the Gompertz and Logistic models and between the experimental periods in the parameter estimate for all morphological traits measured. Satisfactory growth curve fittings were achieved for plant height, number of leaves, and stem diameter in both models using the evaluation criteria: coefficient of determination (R²), Akaike information criterion (AIC), standard deviation of residuals (SDR), means absolute deviation (MAD), mean absolute percentage error (MAPE), and mean prediction error (MPE). (AU)


O objetivo deste trabalho foi ajustar modelos não lineares, Gompertz e Logístico, na descrição dos caracteres morfológicos de crotalária juncea. Foram realizados dois ensaios de uniformidade e os tratos culturais foram os mesmos em toda área experimental. A semeadura foi realizada em fileiras espaçadas de 0,5 m, com a densidade de 20 plantas por metro de fileira em área útil de 52 m × 50 m. Foram avaliados os caracteres morfológicos: altura de planta, número de folhas, diâmetro de caule e comprimento de raiz. Estas variáveis foram avaliadas, diariamente, em duas épocas de semeadura, 22 de outubro de 2014 (época 1) e 03 de dezembro de 2014 (época 2), totalizando 94 e 76 dias de avaliação, respectivamente. Para a época 1, aos 7 dias após a semeadura, e para a época 2, aos 13 dias após a semeadura, foram coletadas, aleatoriamente, quatro plantas em cada dia. Para o modelo de Gompertz foi utilizada a equação 𝑦𝑦 = 𝑎𝑎 ∗ 𝑒𝑒(−𝑒𝑒(𝑏𝑏−𝑐𝑐∗𝑥𝑥𝑥𝑥)) e para o modelo Logístico foi utilizada a equação 𝑦𝑦𝑦𝑦 = 𝑎𝑎1+𝑒𝑒(−𝑏𝑏−𝑐𝑐∗𝑥𝑥𝑥𝑥). Foi calculado o ponto de inflexão para os modelos Gompertz e Logístico. A qualidade do ajuste dos modelos Gompertz e Logístico foi verificada pelo coeficiente de determinação ajustado, critério deinformação de Akaike, desvio padrão residual, desvio médio absoluto, erro percentual médio absolutoe erro de predição médio. Os modelos de Gompertz e Logístico diferem entre si e entre as épocas desemeadura, para as estimativas dos parâmetros para altura de planta, número de folhas, diâmetro de caule e comprimento de raiz. As curvas de crescimento, para os caracteres altura de planta, número de folhas e diâmetro de caule, apresentaram ajustes satisfatórios para ambos os modelos, utilizando os seguintes critérios de avaliação: coeficiente de determinação ajustado, critério de informação de Akaike, desvio padrão residual, desvio médio absoluto, erro percentual médio absoluto e erro de predição médio.(AU)


Assuntos
Crotalaria/anatomia & histologia , Crotalaria/crescimento & desenvolvimento , Análise do Sêmen/métodos , Técnicas de Planejamento
2.
Semina ciênc. agrar ; 38(5): 2933-2944, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1500955

Resumo

The objective of the present study was to fit Gompertz and Logistic nonlinear to descriptions of morphological traits of sunn hemp. Two uniformity trials were conducted and the crops received identical treatment in all experimental area. Sunn hemp seeds were sown in rows 0.5 m apart with a plant density of 20 plants per row meter in a usable area of 52 m × 50 m. The following morphological traits were evaluated: plant height (PH), number of leaves (NL), stem diameter (SD), and root length (RL). These traits were assessed daily during two sowing periodsseeds were sown on October 22, 2014 (first period) and December 3, 2014 (second period). Four plants were randomly collected daily, beginning 7 days after first period and 13 days after for second period, totaling 94 and 76 evaluation days, respectively. For Gompertz models the equation was used 𝑦𝑦 = 𝑎𝑎 ∗ 𝑒𝑒(−𝑒𝑒(𝑏𝑏−𝑐𝑐∗𝑥𝑥𝑥𝑥))and Logistic modelsthe equation was used 𝑦𝑦𝑦𝑦 = 𝑎𝑎1+𝑒𝑒(−𝑏𝑏−𝑐𝑐∗𝑥𝑥𝑥𝑥). The inflection points of the Gompertz and Logistic modelswere calculated and the goodness of fit was quantified using the adjusted coefficient of determination,Akaike information criterion, standard deviation of residuals, mean absolute deviation, mean absolute percentage error, and mean prediction error. Differences were observed between the Gompertz and Logistic models and between the experimental periods in the parameter estimate for all morphological traits measured. Satisfactory growth curve fittings were achieved for plant height, number of leaves, and stem diameter in both models using the evaluation criteria: coefficient of determination (R²), Akaike information criterion (AIC), standard deviation of residuals (SDR), means absolute deviation (MAD), mean absolute percentage error (MAPE), and mean prediction error (MPE).


O objetivo deste trabalho foi ajustar modelos não lineares, Gompertz e Logístico, na descrição dos caracteres morfológicos de crotalária juncea. Foram realizados dois ensaios de uniformidade e os tratos culturais foram os mesmos em toda área experimental. A semeadura foi realizada em fileiras espaçadas de 0,5 m, com a densidade de 20 plantas por metro de fileira em área útil de 52 m × 50 m. Foram avaliados os caracteres morfológicos: altura de planta, número de folhas, diâmetro de caule e comprimento de raiz. Estas variáveis foram avaliadas, diariamente, em duas épocas de semeadura, 22 de outubro de 2014 (época 1) e 03 de dezembro de 2014 (época 2), totalizando 94 e 76 dias de avaliação, respectivamente. Para a época 1, aos 7 dias após a semeadura, e para a época 2, aos 13 dias após a semeadura, foram coletadas, aleatoriamente, quatro plantas em cada dia. Para o modelo de Gompertz foi utilizada a equação 𝑦𝑦 = 𝑎𝑎 ∗ 𝑒𝑒(−𝑒𝑒(𝑏𝑏−𝑐𝑐∗𝑥𝑥𝑥𝑥)) e para o modelo Logístico foi utilizada a equação 𝑦𝑦𝑦𝑦 = 𝑎𝑎1+𝑒𝑒(−𝑏𝑏−𝑐𝑐∗𝑥𝑥𝑥𝑥). Foi calculado o ponto de inflexão para os modelos Gompertz e Logístico. A qualidade do ajuste dos modelos Gompertz e Logístico foi verificada pelo coeficiente de determinação ajustado, critério deinformação de Akaike, desvio padrão residual, desvio médio absoluto, erro percentual médio absolutoe erro de predição médio. Os modelos de Gompertz e Logístico diferem entre si e entre as épocas desemeadura, para as estimativas dos parâmetros para altura de planta, número de folhas, diâmetro de caule e comprimento de raiz. As curvas de crescimento, para os caracteres altura de planta, número de folhas e diâmetro de caule, apresentaram ajustes satisfatórios para ambos os modelos, utilizando os seguintes critérios de avaliação: coeficiente de determinação ajustado, critério de informação de Akaike, desvio padrão residual, desvio médio absoluto, erro percentual médio absoluto e erro de predição médio.


Assuntos
Análise do Sêmen/métodos , Crotalaria/anatomia & histologia , Crotalaria/crescimento & desenvolvimento , Técnicas de Planejamento
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA