Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-218063

Resumo

A prática extrativista da agropecuária brasileira causou degradação do solo em mais da metade das áreas destinadas à atividade. Visto a expressividade do país na produção de alimento de origem animal e vegetal a nível mundial, torna-se necessário à adoção de métodos para a recuperação, conservação e intensificação da produção. A integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF) têm-se destacado, pois esse modelo permite a produção na mesma área em consórcio, sucessão ou rotação. No entanto, o número de componentes em integração é complexo e se mal implantado promove antagonismo entre os componentes. Portanto, para promover sinergismo é necessário informação, sobretudo, sobre o componente arbóreo, devido o tempo de permanência no sistema e desenvolvimento em relação aos demais. Objetivou-se com esse trabalho avaliar o desenvolvimento forrageiro e florestal em sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta. O experimento foi desenvolvido sob latossolo vermelho distrófico. No componente forrageiro (Urochloa brizantha cv. Marandu) foi avaliado a altura de plantas, índice SPAD (teor de clorofila das plantas), densidade de perfilhos, produtividade em massa verde e seca, relação folha:colmo (F:C) e percentagens de folha e colmo na massa produzida. No componente arbóreo avaliou-se a altura de árvores, diâmetro à altura do peito (DAP) e volume por árvore e por hectare, as três espécies florestais utilizadas foram Corymbia citriodora, Eucalyptus cloeziana e Eycalyptus spp. I-144, em dois arranjos (linhas simples e linhas triplas), três espaçamentos entre árvores (1, 2 e 3 metros) e a três distâncias dos renques das árvores (2,5, 5,0 e 7,5 metros). O delineamento foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x2x3x3, totalizando 54 tratamentos, com duas repetições. Para as árvores utilizou-se o teste LSD (p<0,05) e para a forragem o de Tukey (p<0,05). Para a pastagem foi observado que as plantas mais próximas do renque das árvores expressaram menor produção de MV e MS de capim, no entanto, apresentaram maior índice da relação F:C e incremento na percentagem de folhas. Para as espécies florestais observou-se efeito do modelo de implantação no desenvolvimento das três espécies, o Clone I144 obteve maior desempenho, Corymbia citriodora intermediário e Eucalyptus cloeziana o menor. No arranjo triplo e mais adensado ocorreu maior produção por área, contudo menor volume individual.


The extractive practice of Brazilian agriculture has caused soil degradation in more than half of the areas destined for the activity, given the country's expressiveness in the production of animal and vegetable food worldwide, it is necessary to adopt methods for recovery, conservation and intensification of production. The Crop-Livestock-Forest (iCFL) integration has stood out, as this model allows production in the same area in consortium, succession or rotation, however, the number of components in integration is complex and if poorly implanted it promotes antagonism between the components. Therefore, in order to promote synergism, information is needed, above all, about the tree component, due to the time spent in the system and development in relation to the others. The objective of this work was to evaluate forage and forest development in crop-livestock-forest integration systems. The experiment was developed under a latossolo vermelho dystrophic. In the forage component (Urochloa brizantha cv. Marandu), height, SPAD index (chlorophyll content of plants), tiller density, productivity in green and dry mass, leaf: stem ratio (F:C) and percentages of leaf and stem in the mass produced were evaluated. In the tree component, the height of trees, diameter at breast height (DBH) and tree and per hectare were evaluated, the three forest species used were Corymbia citriodora, Eucalyptus cloeziana and Eycalyptus spp. I-144, in two arrangements (single lines and triple lines), three spacings between trees (1, 2 and 3 meters) and three distances from the tree rows (2.5, 5.0 and 7.5 meters). The design was completely randomized in a 3x2x3x3 factorial scheme, totaling 54 treatments, with two replications. LSD test (p <0.05) was used for trees and Tukey forage (p <0.05).For pasture, it was observed that the plants closest to the row of trees expressed less production of MV and DM of grass, however, presented a higher index of the F: C ratio and an increase in the percentage of leaves. For the forest species, an effect of the implantation model was observed in the development of the three species, Clone I144 had the highest performance, Corymbia citriodora intermediary and Eucalyptus cloeziana the lowest. In the triple and denser arrangement there was greater production by area, however less individual.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA