Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 17 de 17
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Neotrop. ichthyol ; 16(1): [e170141], mar. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-732975

Resumo

Hyphessobrycon itaparicensis was originally described from a small stream in the Itaparica coastal island, Bahia State, Brazil, and has been sampled in several coastal rivers draining Bahia and Sergipe States. Broad examination of type material and recently collected specimens resulted in the redescription provided herein. The presence of one humeral blotch, absence of pseudotympanum, and conservation aspects of H. itaparicensis are briefly discussed. Data obtained from the original description, paratypes and topotypes of H. sergipanus showed broad overlap with H. itaparicensis and absence of morphological diagnostic features supporting the recognition of H. sergipanus as a valid species. Thus, H. sergipanus is considered as junior synonym of H. itaparicensis. We emphasize the need of examining large population samples and type material of similar congeners to avoid improper propositions of new specific names.(AU)


Hyphessobrycon itaparicensis foi descrita de um pequeno riacho na Ilha de Itaparica, Estado da Bahia, Brasil, e tem sido amostrada em outros rios costeiros nos estados da Bahia e Sergipe. Um amplo exame do material tipo e exemplares recentemente coletados resultou na redescrição aqui apresentada. A presença de uma mancha umeral, a ausência de pseudotímpano e aspectos da conservação de H. itaparicensis são brevemente discutidos. Dados obtidos da descrição original, de parátipos e topótipos de H. sergipanus revelaram ampla sobreposição com H. itaparicensis e ausência de características morfológicas diagnósticas que sustentem o reconhecimento de H. sergipanus como espécie válida. Assim, H. sergipanus é considerada sinônimo júnior de H. itaparicensis. Nós enfatizamos a necessidade de examinar grandes amostras das populações e do material tipo de congêneres semelhantes para evitar a proposição indevida de nomes novos de espécies.(AU)


Assuntos
Animais , Characidae/genética , Caracteres Sexuais , Characidae/classificação
2.
Neotrop. ichthyol ; 16(1): e170141, 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-895125

Resumo

Hyphessobrycon itaparicensis was originally described from a small stream in the Itaparica coastal island, Bahia State, Brazil, and has been sampled in several coastal rivers draining Bahia and Sergipe States. Broad examination of type material and recently collected specimens resulted in the redescription provided herein. The presence of one humeral blotch, absence of pseudotympanum, and conservation aspects of H. itaparicensis are briefly discussed. Data obtained from the original description, paratypes and topotypes of H. sergipanus showed broad overlap with H. itaparicensis and absence of morphological diagnostic features supporting the recognition of H. sergipanus as a valid species. Thus, H. sergipanus is considered as junior synonym of H. itaparicensis. We emphasize the need of examining large population samples and type material of similar congeners to avoid improper propositions of new specific names.(AU)


Hyphessobrycon itaparicensis foi descrita de um pequeno riacho na Ilha de Itaparica, Estado da Bahia, Brasil, e tem sido amostrada em outros rios costeiros nos estados da Bahia e Sergipe. Um amplo exame do material tipo e exemplares recentemente coletados resultou na redescrição aqui apresentada. A presença de uma mancha umeral, a ausência de pseudotímpano e aspectos da conservação de H. itaparicensis são brevemente discutidos. Dados obtidos da descrição original, de parátipos e topótipos de H. sergipanus revelaram ampla sobreposição com H. itaparicensis e ausência de características morfológicas diagnósticas que sustentem o reconhecimento de H. sergipanus como espécie válida. Assim, H. sergipanus é considerada sinônimo júnior de H. itaparicensis. Nós enfatizamos a necessidade de examinar grandes amostras das populações e do material tipo de congêneres semelhantes para evitar a proposição indevida de nomes novos de espécies.(AU)


Assuntos
Animais , Characidae/classificação , Characidae/genética , Caracteres Sexuais
3.
Neotrop. ichthyol ; 15(1): e160118, 2017. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-841883

Resumo

A new species of Aspidoras from the rio da Dona basin, a small coastal river drainage in Bahia State, is described herein. The new taxon differs from its congeners by presenting infraorbital 1 with well-developed ventral laminar expansion, nuchal plate nearly reaching to or sometimes contacting posterior process of parieto-supraoccipital, anterior tip of nuchal plate just posterior to dorsal margin of first dorsolateral body plate, and blotches on dorsal half of dorsolateral body plates and/or ventral half of ventrolateral body plates fused with midlateral series of blotches, forming three or four enlarged and oblique black blotches.(AU)


Uma nova espécie de Aspidoras da bacia do rio da Dona, uma pequena drenagem costeira do estado da Bahia, é aqui descrita. O novo táxon difere de suas congêneres por apresentar infraorbital 1 com expansão laminar ventral bem desenvolvida, placa nucal quase alcançando ou alcançando o processo posterior do parieto-supraoccipital, extremidade anterior da placa nucal apenas posterior à extremidade dorsal da primeira placa dorsolateral, e três ou quatro manchas pretas grandes na porção lateral mediana do corpo, geralmente inclinadas anterodorsalmente e conectadas à série de manchas dorsais e fusionadas à série ventral de manchas.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/anatomia & histologia , Peixes-Gato/classificação , Classificação , Drenagem
4.
Neotrop. ichthyol ; 15(1): [e160118], Abril 6, 2017. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-16585

Resumo

A new species of Aspidoras from the rio da Dona basin, a small coastal river drainage in Bahia State, is described herein. The new taxon differs from its congeners by presenting infraorbital 1 with well-developed ventral laminar expansion, nuchal plate nearly reaching to or sometimes contacting posterior process of parieto-supraoccipital, anterior tip of nuchal plate just posterior to dorsal margin of first dorsolateral body plate, and blotches on dorsal half of dorsolateral body plates and/or ventral half of ventrolateral body plates fused with midlateral series of blotches, forming three or four enlarged and oblique black blotches.(AU)


Uma nova espécie de Aspidoras da bacia do rio da Dona, uma pequena drenagem costeira do estado da Bahia, é aqui descrita. O novo táxon difere de suas congêneres por apresentar infraorbital 1 com expansão laminar ventral bem desenvolvida, placa nucal quase alcançando ou alcançando o processo posterior do parieto-supraoccipital, extremidade anterior da placa nucal apenas posterior à extremidade dorsal da primeira placa dorsolateral, e três ou quatro manchas pretas grandes na porção lateral mediana do corpo, geralmente inclinadas anterodorsalmente e conectadas à série de manchas dorsais e fusionadas à série ventral de manchas.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/classificação , Classificação , Peixes-Gato/anatomia & histologia , Drenagem
5.
Neotrop. ichthyol ; 13(3): 487-498, july-sept. 2015. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-302824

Resumo

Two new species of Characidium, onefrom the rio Pardo basin, and anotherfrom the rio Paraguaçu basin, Bahia, Brazil, are described. The first new speciesis distinguished from its congeners by having conspicuous black vertical traces on body, formed by the concentration of melanophores along posterior margin of scales. The species further differs from most congeners by the presence of a conspicuous 3-shaped black blotch on the caudal fin and isthmus not covered by scales. The other new species is distinguished from congeners by having irregular dark blotches on dorsum alternating elongation to one or the other side of body, usually not connected to lateral blotches. The species can be further characterized by the absence of conspicuous blotches or bars on fins and the presence of secondary sexual dimorphism, such as pelvic fins of mature males longer than in females and with bony hooks.(AU)


Duas novas espécies de Characidium, umada bacia do rio Pardo e outrada bacia do rio Paraguaçu, Bahia, Brasil, são descritas. A primeira espécie novadistingue-se das congêneres por ter traços verticais pretos e conspícuos nas laterais do corpo, formados pela concentração de melanóforos ao longo da margem posterior das escamas. A espécie difere ainda da maioria das congêneres pela presença de faixa preta conspícua em forma de 3 na nadadeira caudal e istmo não coberto por escamas.A outra espécie nova se distingue das congêneres por ter manchas dorsais irregulares alternando alongamento para um ou outro lado do corpo, a maioria não conectada às manchas laterais. A espécie pode ser ainda caracterizada pela ausência de manchas ou barras conspícuas nas nadadeiras e pela presença de dimorfismo sexual secundário, tais como nadadeiras pélvicas dos machos maduros mais longas que em fêmeas e com espinhos ósseos.(AU)


Assuntos
Animais , Caraciformes/classificação , Caraciformes/crescimento & desenvolvimento , Caracteres Sexuais , Fenótipo
6.
Neotrop. ichthyol ; 12(4): 683-698, 09/01/2015. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-12423

Resumo

The Northeastern Mata Atlântica freshwater ecoregion (NMAF) includes part of the eastern Brazilian coastal drainages, has high level of fish endemism and great biogeographic significance. A taxonomic inventory of freshwater fishes from 25 drainages of the NMAF ecoregion and a biogeographic analysis using the Parsimony Analysis of Endemicity (PAE) method were carried out. A total of 192 native species was listed. The PAE method was applied to 24 basins and 37 species, resulting in five equally parsimonious area diagrams. The strict consensus diagram indicates the existence of two main groups of basins throughout the NMAF ecoregion. These groups were denominated: North Group and Central-South Group. The Central-South Group shows a basal polytomy composed by two Groups (Central Group and South Group) plus the rio Itapemirim basin. The North Group is composed by eight drainages from the rio Sergipe to the rio Paraguaçu, the Central Group by five drainages from the rio Cachoeira to the rio Jequitinhonha, and the South Group by nine drainages from the rio Buranhém to the rio Doce. Comments about the species distribution and the fish fauna shared with adjacent ecoregions are provided. We also present a comparison of the hypothesis of river relationships proposed herein with published phylogenetic hypotheses that include taxa relevant to this study.(AU)


A ecorregião Mata Atlântica Nordeste (NMAF) inclui parte das drenagens costeiras do leste do Brasil, tem alto grau de endemismo de peixes e grande significado biogeográfico. Um levantamento taxonômico da ictiofauna de água doce de 25 drenagens da ecorregião NMAF e uma análise biogeográfica utilizando o método de Análise de Parcimônia de Endemismo (PAE) foram realizados. Um total de 192 espécies nativas foi listado. O método PAE foi aplicado a 24 bacias e 37 espécies, resultando em cinco diagramas de áreas igualmente parcimoniosos. O diagrama de consenso estrito indica a existência de dois grupos de bacias principais ao longo da ecorregião NMAF. Estes grupos foram denominados: Grupo Norte e Grupo Centro-Sul. O Grupo Centro-Sul apresenta uma politomia basal composta por dois grupos (Grupo Centro e Grupo Sul) mais a bacia do rio Itapemirim. O Grupo Norte é formado por oito drenagens entre o rio Sergipe e o rio Paraguaçu, o Grupo Centro por cinco drenagens entre o rio Cachoeira e o rio Jequitinhonha e o Grupo Sul por nove drenagens entre o rio Buranhém e rio Doce. Comentários sobre a distribuição das espécies e a fauna compartilhada com ecorregiões adjacentes são fornecidos. Apresentamos também uma comparação da hipótese de relação aqui obtida com filogenias publicadas para alguns táxons relevantes ao presente estudo.(AU)


Assuntos
Animais , Filogeografia , Peixes/classificação , Classificação/métodos , Drenagem , Água Costeira/etnologia
7.
Neotrop. ichthyol ; 12(2): 333-342, Apr-Jun/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-10648

Resumo

Characidium samurai, a species of the family Crenuchidae apparently endemic to rio das Almas and rio Vermelho basins, Bahia, Brazil, is described. The new species is readily distinguishable from its congeners, except C. lanei, by having a dark lateral band along the head and body that is particularly broad from the rear of the head to the end of the caudal peduncle (1.5 or 2 scales wide) and by the absence of dark bars or blotches on the ventral half of the body. Characidium samurai differs from C. lanei by having the lateral band with straight borders overall (vs. lateral band with somewhat irregular borders due to blotches extending dorsally or ventrally), anal fin ii,7-8 (vs. ii,6), and 4 horizontal scale rows above the lateral line and 4 below (vs. 5/3). It further differs from congeners by a series of features, including isthmus completely covered by scales, lateral line complete with 34-37 perforated scales, 9 scales on the transversal line, 14 scale rows around the caudal peduncle, anal fin ii,7-8, and the absence of dark bars or spots on the fins, except by a faded dorsal-fin bar. The presence of pseudotympanum in four species of Characidium is discussed.(AU)


Characidium samurai, uma espécie nova de Crenuchidae aparentemente endêmica das bacias do rio das Almas e rio Vermelho, Bahia, Brasil, é aqui descrita. A espécie nova difere das demais espécies do gênero, exceto C. lanei, por apresentar uma faixa lateral escura ao longo da cabeça e corpo, particularmente larga desde área após a cabeça até final do pedúnculo caudal (largura de 1,5 ou 2 escamas) e pela ausência de barras ou manchas escuras na metade ventral do corpo. Characidium samurai difere de C. lanei por ter faixa lateral com bordas retas (vs. faixa lateral com bordas relativamente irregulares devido à presença de manchas projetando-se dorsal ou ventralmente), nadadeira anal ii,7-8 (vs. ii,6) e 4 séries de escamas acima da linha lateral e 4 abaixo (vs. 5/3). Difere ainda das congêneres por uma série de características, que inclui istmo completamente coberto por escamas, linha lateral completa com 34-37 escamas perfuradas, 9 escamas na linha transversal, 14 séries de escamas ao redor do pedúnculo caudal, nadadeira anal ii,7-8 e ausência de faixas ou manchas escuras nas nadadeiras, exceto por uma faixa inconspícua na nadadeira dorsal. A presença de pseudotímpano é discutida em quatro espécies de Characidium.(AU)


Assuntos
Animais , Especificidade da Espécie , Morfogênese , Bacias Hidrográficas/classificação , Peixes/classificação
8.
Neotrop. ichthyol ; 12(1): 35-42, Jan-Mar/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-10624

Resumo

A new armored catfish species of the genus Pareiorhaphis is described from the middle and upper portions of rio Paraguaçu basin, coastal drainage of Bahia State, northeastern Brazil. The new species is readily distinguished from all its congeners by having two putative autapomorphies: (1) skin fold just posterior to each emergent tooth series of dentary formed by a single enlarged, flattened papilla, and (2) the midline of lower lip immediately behind the dentaries with small patch of distinct papillae arranged in a short median bump. In addition, the shallow caudal peduncle and comparatively lower number of teeth in each dentary also distinguishes the new species from all congeners. The new species is also compared to Pareiorhaphis bahianus, the geographically closest congener. Uma espécie nova de cascudo do gênero Pareiorhaphis é descrita da porção média e superior da bacia do rio Paraguaçu, drenagem costeira do estado da Bahia, nordeste do Brasil. A espécie nova é facilmente diagnosticada das demais congêneres por apresentar duas possíveis autapomorfias: (1) uma prega de pele atrás de cada série emergente de dentes do dentário formada por uma única papila larga e achatada e (2) um conjunto de papilas distintas arranjadas em uma elevação curta localizada na linha média do lábio inferior. Além disso, a menor altura do pedúnculo caudal e o baixo número de dentes em cada dentário também distinguem a espécie nova de todas as congêneres. A espécie nova é ainda comparada com Pareiorhaphis bahianus, congênere geograficamente mais próximo.(AU)


Assuntos
Animais , Biodiversidade , Rios , Especificidade da Espécie , Peixes
9.
Neotrop. ichthyol ; 11(2): 247-256, 20130600. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-9524

Resumo

A new species of Hypostomus Lacépède is described from the rio Paraguaçu basin, Bahia State, Brazil. The new species is distinguished from its congeners by having black and conspicuous dots on a pale background, which are similar in size on the head, trunk, and fins, along with ventral surface of head and abdomen naked or the latter plated exclusively on its anterior portion, absence of ridges on head and trunk, and caudal-fin lobes relatively similar in length. The new species further differs from the sympatric H. chrysostiktos by having seven branched dorsal-fin rays instead of 10-11 and represents the eleventh siluriform species endemic to the rio Paraguaçu basin.(AU)


Uma espécie nova de Hypostomus Lacépède é descrita da bacia do rio Paraguaçu, estado da Bahia, Brasil. A espécie nova distingue-se de suas congêneres por apresentar corpo com manchas pretas e conspícuas sobre fundo claro de tamanho semelhante no tronco, cabeça e nadadeiras, além da superfície ventral da cabeça e abdômen nus ou apenas porção anterior do abdômen coberto por placas, ausência de quilhas na cabeça e no corpo e lobos da nadadeira caudal relativamente similares no comprimento. A espécie nova difere ainda da simpátrica H. chrysostiktos por ter sete raios ramificados na nadadeira dorsal ao invés de 10-11 e representa a décima primeira espécie de siluriforme endêmica da bacia do rio Paraguaçu.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/classificação , Simpatria/genética , Peixes-Gato/anatomia & histologia , Especificidade da Espécie
10.
Neotrop. ichthyol ; 9(2): 261-271, Apr.-June 2011. ilus, mapas, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-2955

Resumo

Trichomycterus payaya, new species, is described from tributaries to the upper rio Itapicuru basin, northern Bahia State, Brazil. The new species is distinguished from congeners by having the head rounded anteriorly in dorsal view and slightly depressed in lateral view, supraorbital pores s6 paired, opening laterally on the supraorbital sensory branch, not emerging from an epiphyseal branch, lateral process of the urohyal distally sharp and with pointed tip, interopercular patch of odontodes longer than deep, with 21-26 odontodes, small number of pleural ribs (5-6 ribs), and dorsal fin in a posterior position. This is the first record of a Trichomycterus from the semiarid region of northeastern Brazil.(AU)


Trichomycterus payaya, espécie nova, é descrita de tributários do alto rio Itapicuru, norte do Estado da Bahia, Brasil. A espécie nova distingue-se dos congêneres por ter cabeça arredondada anteriormente em vista dorsal e ligeiramente deprimida em vista lateral, poros supraorbitais s6 pares, abrindo-se lateralmente no ramo sensorial supraorbital, não emergindo a partir de um ramo epifiseal, processo lateral do urohial afilado distalmente e com extremidades pontiagudas, placa de odontódeos interoperculares mais longa que larga, com 21-26 odontódeos, baixo número de costelas pleurais (5-6 costelas) e nadadeira dorsal em posição posterior. Este éo primeiro registro de um Trichomycterus para o semi-árido do nordeste do Brasil.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes/classificação , Especificidade da Espécie
11.
Neotrop. ichthyol ; 8(4): 771-777, 2010. ilus, mapas, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-2819

Resumo

A new species of Hyphessobrycon Ellis is described from tributaries of the upper rio de Contas, Bahia, Brazil. The new species can be diagnosed from its congeners by having low body depth, a broad black stripe along lateral of body that extends weakly through median caudal-fin rays, absence of humeral spot and orange- to reddish life coloration.(AU)


Uma espécie nova de Hyphessobrycon Ellis é descrita de afluentes do alto rio de Contas, Bahia, Brasil. A espécie nova pode ser diagnosticada de suas congêneres por ter corpo baixo, uma faixa escura larga na lateral do corpo que se estende fracamente pelos raios medianos caudais, ausência de mancha umeral e coloração alaranjada a avermelhada em vida.(AU)


Assuntos
Animais , Ecossistema , Reprodução/genética
12.
Neotrop. ichthyol ; 8(1): 21-26, Jan.-Mar. 2010. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-2755

Resumo

Hasemania piatan is described from the upper rio de Contas drainage, Bahia, northeastern Brazil. It can be easily distinguished from its congeners by having 18 principal caudal-fin rays. The new species differs further from congeners by a combination of seven branched dorsal-fin rays, six branched pelvic-fin rays, anal-fin base not covered by scales, presence of only five infraorbitals, and presence of a humeral blotch. It also can be distinguished by having 10-13 branched anal-fin rays, 27-32 scales on longitudinal series, 10-12 circumpeduncular scales, and one to three maxillary teeth.(AU)


Hasemania piatan é descrita para a bacia do alto rio de Contas, Bahia, nordeste do Brasil. Esta pode ser facilmente diferenciada das congêneres pela presença de 18 raios principais na nadadeira caudal. A espécie nova difere ainda das congêneres pela combinação de sete raios ramificados na nadadeira dorsal, seis raios ramificados na nadadeira pélvica, base da nadadeira anal sem escamas, presença de apenas cinco infraorbitais e presença de uma mancha umeral. Pode ainda ser diferenciada por ter 1013 raios ramificados na nadadeira anal, 27-32 escamas na linha longitudinal, 10-12 escamas ao redor do pedúnculo caudal e um a três dentes maxilares.(AU)


Assuntos
Animais , Classificação , Peixes , Pesos e Medidas Corporais
13.
Neotrop. ichthyol ; 7(4): 513-516, 2009. ilus, tab, mapas
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: lil-536328

Resumo

A new species of Jupiaba Zanata is described from tributaries of the rio Aripuanã, rio Madeira basin, Amazonas and Mato Grosso States, Brazil. The new species can be diagnosed from its congeners (except J. abramoides, J. anteroides, and J. poranga) by having two vertically-elongated humeral blotches, the anterior usually with a darker median portion forming an horizontally-elongated trace pointed anteriorly, and a well defined dark longitudinal line extending from the second humeral blotch to the caudal peduncle. The new species differs from J. abramoides, J. anteroides, and J. poranga by having an elongated blotch over caudal peduncle that extends to the distal tip of the caudal-fin median rays. Also, it can be distinguished from most congeners by the combination of relatively high number of lateral line scales, predorsal median line without a series of scales, dentary teeth decreasing abruptly in size towards posterior portion, and presence of a larger central teeth cusp.(AU)


Uma nova espécie de Jupiaba Zanata é descrita de afluentes do rio Aripuanã, bacia do rio Madeira, Estados do Amazonas e Mato Grosso, Brasil. A nova espécie é diagnosticada de suas congêneres (exceto J. abramoides, J. anteroides e J. poranga) por apresentar duas manchas umerais alongadas verticalmente, a anterior usualmente com porção mediana mais escura formando um traço horizontalmente alongado, com projeção anterior, e uma linha escura bem definida estendendo-se da segunda mancha umeral até o pedúnculo caudal. A nova espécie difere de J. abramoides, J. anteroides,e J. poranga pela presença de uma mancha alongada sobre o pedúnculo caudal, que se estende até o final dos raios caudais medianos. Também pode ser diagnosticada da maioria das congêneres pela combinação de número relativamente alto de escamas na linha lateral, linha mediana pré-dorsal sem uma série de escamas, dentes do dentário decrescendo abruptamente em tamanho posteriormente e dentes com uma cúspide central maior que as demais.(AU)


Assuntos
Animais , Characidae/anatomia & histologia , Characidae/classificação
14.
Neotrop. ichthyol ; 7(2): 175-184, Apr.-June 2009. ilus, mapas, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-2040

Resumo

Two new Astyanax species, A. vermilion, from rio Almada and rio Cachoeira, and A. burgerai, from rio Almada, Bahia State, Brazil, are described. Astyanax vermilion is distinguished from most of its congeners and from all other Astyanax species known from northeastern Brazilian drainages by having distal portion of pelvic fins dark, a combination of sexually dimorphic characters, posteroventral portion of body and fins (except pectoral) reddish in life, and inconspicuous humeral and caudal spots. It also differs by having highest body depth just anterior of dorsal-fin origin, 32-34 lateral-line scales, and presence of one or two maxillary teeth. Astyanax burgerai is diagnosed by the presence of two vertically elongated humeral blotches, absence of a conspicuous and broad dark midlateral stripe (at least on anterior half of body), body highest along vertical slightly behind midlength of pectoral fin, 31-34 lateral-line scales, and two or three teeth on premaxillary outer series.(AU)


Duas espécies novas de Astyanax, A. vermilion, do rio Almada e rio Cachoeira, e A. burgerai, do rio Almada, Estado da Bahia, Brasil, são descritas. Astyanax vermilion distingue-se da maioria de suas congêneres e de todas as espécies de Astyanax conhecidas das drenagens do Nordeste do Brasil por ter porção distal da nadadeira pélvica escurecida, uma combinação de caracteres sexualmente dimórficos, porção póstero-ventral do corpo e nadadeiras (exceto peitoral) avermelhadas em vida e manchas umeral e caudal inconspícuas. Difere também por ter maior altura do corpo imediatamente anterior à origem da nadadeira dorsal, 32-34 escamas na linha lateral e presença de um ou dois dentes no maxilar. Astyanax burgerai é diagnosticada pela presença de duas manchas umerais alongadas verticalmente, ausência de faixa lateral larga e conspícua, ao menos na metade anterior do corpo, maior altura do corpo na vertical situada levemente posterior à metade da nadadeira peitoral, 31-34 escamas na linha lateral e dois ou três dentes na série externa do pré-maxilar.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes/anatomia & histologia , Peixes/classificação , Peixes/fisiologia , Caracteres Sexuais , Biodiversidade
15.
Neotrop. ichthyol ; 7(1): 11-18, Mar. 2009. ilus, mapas, tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: lil-511524

Resumo

A new species of Jupiaba is described from rio Curuá, a tributary of the rio Iriri, rio Xingu basin, Pará State, Brazil. The new species is distinguished from its congeners by the unique combination of teeth cusps of similar size, dentary teeth gradually decreasing in size towards posterior portion, color pattern consisting of dark markings on the base of the majority of lateral body scales, inconspicuous dark elongate humeral blotch and conspicuous dark round blotch on the caudal peduncle, and 21 to 24 branched anal-fin rays. The new species is very similar, and possibly sister taxon to J. meunieri. Comments on the endemism of the fish fauna of the upper rio Curuá are given.(AU)


Uma nova espécie de Jupiaba é descrita do rio Curuá, afluente do rio Iriri, bacia do rio Xingu, Estado do Pará, Brasil. A nova espécie difere de seus congêneres pela combinação única de dentes com cúspides aproximadamente de mesmo tamanho e dentes do dentário gradualmente menores posteriormente, pelo colorido que consiste em manchas escuras na base da maioria das escamas laterais do corpo, mancha umeral alongada e inconspícua e mancha caudal redonda e conspícua , e 21 a 24 raios ramificados na nadadeira anal. A nova espécie é similar e possivelmente táxon irmão de J. meunieri. Comentários sobre o endemismo da fauna de peixes do alto rio Curuá são fornecidos.(AU)


Assuntos
Animais , Pesos e Medidas , Characidae/classificação , Doenças Endêmicas/veterinária
16.
Neotrop. ichthyol ; 7(1): 11-18, Mar. 2009. ilus, mapas, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-28161

Resumo

A new species of Jupiaba is described from rio Curuá, a tributary of the rio Iriri, rio Xingu basin, Pará State, Brazil. The new species is distinguished from its congeners by the unique combination of teeth cusps of similar size, dentary teeth gradually decreasing in size towards posterior portion, color pattern consisting of dark markings on the base of the majority of lateral body scales, inconspicuous dark elongate humeral blotch and conspicuous dark round blotch on the caudal peduncle, and 21 to 24 branched anal-fin rays. The new species is very similar, and possibly sister taxon to J. meunieri. Comments on the endemism of the fish fauna of the upper rio Curuá are given.(AU)


Uma nova espécie de Jupiaba é descrita do rio Curuá, afluente do rio Iriri, bacia do rio Xingu, Estado do Pará, Brasil. A nova espécie difere de seus congêneres pela combinação única de dentes com cúspides aproximadamente de mesmo tamanho e dentes do dentário gradualmente menores posteriormente, pelo colorido que consiste em manchas escuras na base da maioria das escamas laterais do corpo, mancha umeral alongada e inconspícua e mancha caudal redonda e conspícua , e 21 a 24 raios ramificados na nadadeira anal. A nova espécie é similar e possivelmente táxon irmão de J. meunieri. Comentários sobre o endemismo da fauna de peixes do alto rio Curuá são fornecidos.(AU)


Assuntos
Animais , Pesos e Medidas , Characidae/classificação , Doenças Endêmicas/veterinária
17.
Neotrop. ichthyol ; 5(3): 271-278, July-Sept. 2007. ilus, tab, map
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-1753

Resumo

Hypostomus chrysostiktos, a new species of armored catfish of the family Loricariidae, is described. The most remarkable characteristic of the new species, which allows its prompt diagnosis from congeners, is the high number of branched rays in the dorsal fin (10-11). In addition, the new species can be diagnosed from the remaining Loricariidae by the combination of the following characters: slightly evertible cheek plates, four branched anal-fin rays, naked abdomen, and snout almost completely plated. The characters states shared by H. chrysostiktos and the tribe Hypostomini, which indicates it as belonging to that group, are: a hatched-shaped opercle, the anterior process of the pterotic-supracleitrum passing halfway the orbit, a pointed post-cleithral process, and slightly evertible cheek plates. The description of this armored catfish provides more evidence for the high level of endemism in the ichthyofauna of rio Paraguaçu basin, a coastal river of northeastern Brazil(AU)


Uma nova espécie de cascudo da família Loricariidae, Hypostomus chrysostiktos, é descrita. A característica mais marcante da nova espécie, que permite diagnosticá-la das congêneres, é o grande número de raios ramificados da nadadeira dorsal (10-11). A nova espécie pode ser ainda diagnosticada dos demais Loricariidae pela combinação dos seguintes caracteres: placas laterais da cabeça levemente eversíveis, quatro raios ramificados na nadadeira anal, abdômen nu, e focinho quase completamente coberto por placas. Os estados de caracteres compartilhados entre H. chrysostiktos e a tribo Hypostomini, os quais indicam que a nova espécie pertence ao grupo, são: opérculo em forma de machado, processo anterior do pterótico-supracleitro passando metade da órbita, processo pós-cleitral afilado, e placas laterais da cabeça levemente eversíveis. A descrição deste cascudo é outro exemplo que evidencia o alto grau de endemismo da ictiofauna da bacia do rio Paraguaçu, uma drenagem costeira do nordeste brasileiro(AU)


Assuntos
Animais , Peixes , Peixes-Gato/anatomia & histologia , Peixes-Gato/classificação , Biodiversidade , Fauna Aquática
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA