Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros

Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. rural (Online) ; 51(11): 1-15, 2021. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1480257

Resumo

What are the major factors affecting Nigeria’s cocoa export flows? In answering this question, the authors suggest a commodity-specific gravity model with three different analytical approaches, (the Heckman Sample Selection Model, the Generalised Least Square, and the Poisson Pseudo Maximum Likelihood), based on a period of 24 years of panel data for Nigeria and it’s 36 importing partners to estimate the models. The results showed that GDP, exchange rate policy, WTO, EU, and colonial link are positively associated with the Nigerian cocoa export flows. Further, the negative impact of the GDP per capita, landlocked, distance, AU, and ECOWAS are observed. The need for the expansion of exports to the trading partners, especially the EU members (Netherlands, Germany, France, United Kingdom, Belgium, Spain, etc.), Canada, Malaysia, and the USA is particularly highlighted. These results are important for the formulation of future trade policy that could boost up the Nigerian cocoa exports. This would eventually contribute to the diversification of the Nigerian exports and also enhance the country's foreign earnings.


Quais são os principais fatores que afetam os fluxos de exportação de cacau da Nigéria? Ao responder a esta pergunta, os autores sugerem um modelo de gravidade específica de mercadoria com três abordagens analíticas diferentes (o Modelo de Seleção de Amostras de Heckman, o Mínimo Quadrado Generalizado e a Pseudo Máxima Verossimilhança de Poisson), com base em um período de 24 anos de dados em painel para a Nigéria e seus parceiros importadores para estimar os modelos. Os resultados mostram que o PIB, a política cambial, a OMC, a UE e a ligação colonial estão positivamente associados aos fluxos de exportação de cacau da Nigéria. Além disso, é observado o impacto negativo do PIB per capita, sem litoral, distância, UA e CEDEAO. Destaca-se a necessidade de ampliação das exportações para os parceiros comerciais, especialmente os membros da UE (Holanda, Alemanha, França, Reino Unido, Bélgica, Espanha, etc.), Canadá, Malásia e Estados Unidos. Esses resultados são importantes para a formulação de uma política comercial futura que possa impulsionar as exportações de cacau nigeriano. Isso acabaria por contribuir para a diversificação das exportações nigerianas e também aumentar as receitas externas do país.


Assuntos
Abastecimento de Alimentos/economia , Agroindústria/políticas , Cacau/economia , Nigéria
2.
Ciênc. rural (Online) ; 51(11): e20201043, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1278884

Resumo

ABSTRACT: What are the major factors affecting Nigeria's cocoa export flows? In answering this question, the authors suggest a commodity-specific gravity model with three different analytical approaches, (the Heckman Sample Selection Model, the Generalised Least Square, and the Poisson Pseudo Maximum Likelihood), based on a period of 24 years of panel data for Nigeria and it's 36 importing partners to estimate the models. The results showed that GDP, exchange rate policy, WTO, EU, and colonial link are positively associated with the Nigerian cocoa export flows. Further, the negative impact of the GDP per capita, landlocked, distance, AU, and ECOWAS are observed. The need for the expansion of exports to the trading partners, especially the EU members (Netherlands, Germany, France, United Kingdom, Belgium, Spain, etc.), Canada, Malaysia, and the USA is particularly highlighted. These results are important for the formulation of future trade policy that could boost up the Nigerian cocoa exports. This would eventually contribute to the diversification of the Nigerian exports and also enhance the country's foreign earnings.


RESUMO: Quais são os principais fatores que afetam os fluxos de exportação de cacau da Nigéria? Ao responder a esta pergunta, os autores sugerem um modelo de gravidade específica de mercadoria com três abordagens analíticas diferentes (o Modelo de Seleção de Amostras de Heckman, o Mínimo Quadrado Generalizado e a Pseudo Máxima Verossimilhança de Poisson), com base em um período de 24 anos de dados em painel para a Nigéria e seus parceiros importadores para estimar os modelos. Os resultados mostram que o PIB, a política cambial, a OMC, a UE e a ligação colonial estão positivamente associados aos fluxos de exportação de cacau da Nigéria. Além disso, é observado o impacto negativo do PIB per capita, sem litoral, distância, UA e CEDEAO. Destaca-se a necessidade de ampliação das exportações para os parceiros comerciais, especialmente os membros da UE (Holanda, Alemanha, França, Reino Unido, Bélgica, Espanha, etc.), Canadá, Malásia e Estados Unidos. Esses resultados são importantes para a formulação de uma política comercial futura que possa impulsionar as exportações de cacau nigeriano. Isso acabaria por contribuir para a diversificação das exportações nigerianas e também aumentar as receitas externas do país.

3.
Ci. Rural ; 51(11): 1-15, 2021. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-32364

Resumo

What are the major factors affecting Nigerias cocoa export flows? In answering this question, the authors suggest a commodity-specific gravity model with three different analytical approaches, (the Heckman Sample Selection Model, the Generalised Least Square, and the Poisson Pseudo Maximum Likelihood), based on a period of 24 years of panel data for Nigeria and its 36 importing partners to estimate the models. The results showed that GDP, exchange rate policy, WTO, EU, and colonial link are positively associated with the Nigerian cocoa export flows. Further, the negative impact of the GDP per capita, landlocked, distance, AU, and ECOWAS are observed. The need for the expansion of exports to the trading partners, especially the EU members (Netherlands, Germany, France, United Kingdom, Belgium, Spain, etc.), Canada, Malaysia, and the USA is particularly highlighted. These results are important for the formulation of future trade policy that could boost up the Nigerian cocoa exports. This would eventually contribute to the diversification of the Nigerian exports and also enhance the country's foreign earnings.(AU)


Quais são os principais fatores que afetam os fluxos de exportação de cacau da Nigéria? Ao responder a esta pergunta, os autores sugerem um modelo de gravidade específica de mercadoria com três abordagens analíticas diferentes (o Modelo de Seleção de Amostras de Heckman, o Mínimo Quadrado Generalizado e a Pseudo Máxima Verossimilhança de Poisson), com base em um período de 24 anos de dados em painel para a Nigéria e seus parceiros importadores para estimar os modelos. Os resultados mostram que o PIB, a política cambial, a OMC, a UE e a ligação colonial estão positivamente associados aos fluxos de exportação de cacau da Nigéria. Além disso, é observado o impacto negativo do PIB per capita, sem litoral, distância, UA e CEDEAO. Destaca-se a necessidade de ampliação das exportações para os parceiros comerciais, especialmente os membros da UE (Holanda, Alemanha, França, Reino Unido, Bélgica, Espanha, etc.), Canadá, Malásia e Estados Unidos. Esses resultados são importantes para a formulação de uma política comercial futura que possa impulsionar as exportações de cacau nigeriano. Isso acabaria por contribuir para a diversificação das exportações nigerianas e também aumentar as receitas externas do país.(AU)


Assuntos
Cacau/economia , Abastecimento de Alimentos/economia , Nigéria , Agroindústria/políticas
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA