Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 25
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(5): 1920-1928, Sept.-Oct. 2020. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1131573

Resumo

Este estudo teve por objetivo avaliar o desenvolvimento ponderal e a dinâmica dos parâmetros hematológicos e bioquímicos de cordeiros Pantaneiros submetidos a diferentes manejos de amamentação dos 15 aos 43 dias. Foram separados 30 cordeiros em três diferentes grupos (n=10). Os grupos foram caracterizados conforme o tempo de permanência das ovelhas com suas crias em diferentes sistemas de amamentação: MAM24 - ovelhas e cordeiros 24 horas em conjunto; MAM12 - ovelhas e cordeiros 12 horas em conjunto durante a noite; MAM2x30 - ovelhas e cordeiros 30 minutos de manhã e 30 minutos à tarde em conjunto. As coletas de amostras sanguíneas e as pesagens ocorriam a cada sete dias. Houve aumento significativo no peso com o avanço da idade dos cordeiros nos três manejos, mas os tratamentos não diferiram entre si para o ganho de peso. Houve diferenças entre os três tratamentos para a variável hematológica CHGM e para as variáveis bioquímicas AST, glicose, ureia e proteína total. As variáveis bioquímicas foram influenciadas pela faixa etária dos animais. Os diferentes manejos de amamentação não influenciaram o desenvolvimento ponderal dos cordeiros. Não ocorreram alterações patológicas. Alguns parâmetros hematológicos e bioquímicos podem ser influenciados pelo desenvolvimento etário dos cordeiros.(AU)


This study aimed to evaluate the weight development and the dynamics of hematological and biochemical parameters of Pantaneiro lambs submitted to different breastfeeding management from 15 to 43 days. First, 30 lambs were separated into three different groups (n = 10). The groups were characterized according to the length of stay of ewes with their young in different breastfeeding systems: MAM24 - ewes and lambs 24 hours together. MAM12- Sheep and lambs 12 hours together at night. MAM2x30 - sheep and lambs 30 minutes in the morning and 30 minutes in the afternoon together. Blood samples were collected and weighed every seven days. Significant increase in weight was observed with the age of the lambs in the three managements, but the treatments did not differ for weight gain. Differences were identified between the three treatments for the hematological variable CHGM and for the biochemical variables AST, glucose, urea and total protein. Correlating the age of the lambs with the biochemical variables, there was variation influenced by the age of the animals. The different management of breastfeeding did not influence the weight development of the lambs. Hematological and biochemical variations did not represent pathological changes. Some hematological and biochemical parameters may be influenced by the age development of lambs.(AU)


Assuntos
Animais , Ureia/sangue , Glicemia/análise , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Aumento de Peso , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Ovinos/sangue , Testes Hematológicos/veterinária
2.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 20: 51187, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1473645

Resumo

Early weaning (EW) has been adopted in cattle breeding farms in Pantanal as a strategy to increase the rate of pregnancy in cows. The primary income of these properties is the production of beef calves, and the price of these animals depends on their weight. Therefore, the calves subjected to EW should present weight similar to or higher than those of calves subjected to conventional weaning (CW). This study aimed to evaluate the productive performance of pure (Nellore) calves and crossbred (Nellore/Angus) calves reared in the Pantanal and subjected to either EW or CW. After EW, the calves were supplemented with concentrate at 1 kg/animal/day (low-energy diet) or 1% of live weight (high-energy diet). The weights adjusted to 300 days of age were higher for EW calves fed the high-energy diet (p0.01), and animal weight was 241.17 and 236.27 kg in crossbred calves and 184.44 and 189.78 in Nellore calves, respectively. The EW adopted in this experimental model did not affect the productive performance of calves raised in the Pantanal.


A desmama precoce (DP) vem sendo adotada nas fazendas de cria do Pantanal como alternativa para o aumento dos índices de concepção das vacas. A principal receita dessas propriedades são os bezerros (as), sendo o seu valor dependente dos seus respectivos pesos. Assim é necessário que os bezerros submetidos à DP, apresentem pesos semelhantes ou acima dos bezerros desmamados convencionalmente. Desta forma o estudo teve como objetivo, acompanhar o desempenho de bezerros nascidos no Pantanal, submetidos à DP ou a desmama convencional (DC), puros (Nelore) ou Cruzados (Nelore/Angus). Após a DP os animais receberam suplemento específico para bezerros, na quantidade fixa de 1 kg/animal/dia (baixa energia) ou ao nível de 1% do Peso Vivo (alta energia). Os pesos ajustados aos 300 dias de idade foram maiores para os bezerros de DP sob alta energia (P0,01), sendo de 241,17 e 236,27 kg para o grupo de bezerros Cruzados e de 184,44 e 189,78 para o grupo de bezerros Nelore respectivamente. A DP adotada no modelo experimental não prejudicou o desempenho dos bezerros nascidos no Pantanal.


Assuntos
Animais , Bovinos , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal , Ração Animal , Suplementos Nutricionais/análise
3.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online) ; 18(3): 339-345, 2019. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1488338

Resumo

Objetivou-se avaliar o ganho de peso, consumo de alimentos e a saúde de cordeiros lactentes da raça Lacaune consumindo leite de ovelha ou sucedâneos lácteos com diferentes proporções de lactose (LAC). Foram utilizados 36 cordeiros machos lactentes, com aproximadamente seis dias de idade (4,98 ± 1,20 kg) e avaliados até o desmame (60 dias de idade). Estes foram divididos em 12 lotes, com três animais cada, e alojados em baias, correspondendo a quatro baias por tratamento. Os tratamentos experimentais foram: Leite de ovelha; Sucedâneo 36% LAC, sucedâneo lácteo contendo 36% de lactose e; sucedâneo 29% LAC, sucedâneo lácteo contendo 29% de lactose. Os cordeiros alimentados com sucedâneo 29% LAC apresentaram menores (p≤0,05) peso corporal final, ganho médio diário, consumo total de alimentos e pior conversão alimentar, em relação aos animais do tratamento Leite de ovelha. Os cordeiros que receberam Sucedâneo 36% LAC não diferiram (p>0,05) dos animais dos tratamentos Leite de ovelha e Sucedâneo 29% LAC para as variáveis acima citadas. Não houve efeito de tratamento (p>0,05) na taxa de mortalidade ou na ocorrência de diarreia. Assim, o Sucedâneo 36% LAC pode substituir o Leite de ovelhas sem prejuízos ao desempenho, consumo e saúde dos cordeiros, porém a utilização do sucedâneo 29% LAC, apesar de não ter afetado a saúde, pode reduzir o desempenho e o consumo de alimentos pelos cordeiros.


The objective was to evaluate growth performance, feed intake and health by suckling Lacaune lambs consuming ewe's milk or milk replacers with different lactose (LAC) ratios. Thirty-six male lambs with approximately six days of age (4,98 ± 1,20 kg) were used, and evaluated until weaning (60 days of age). These were divided in 12 cohorts, with three animals each, and housed in pens, corresponding to four pens per treatment. The experimental treatments were: Ewe's milk; Milk replacer 36% LAC, milk replacer containing 36% of lactose and; Milk replacer 29% LAC, milk replacer containing 29% of lactose. The lambs fed with Milk replacer 29% LAC showed lower (p≤0.05) final body weight, average daily gain, total feed intake and worse feed conversion, in relation to the animals treated with Ewe’s milk. The lambs that received Milk replacer 36% LAC did not differ (p>0.05) from the animals treated with Ewe’s milk and Milk replacer 29% LAC for the variables mentioned above. There was no treatment effect (p>0.05) on the mortality or diarrhea rate. Thus, Milk replacer 36% LAC can replace the Ewe's milk without impairing growth performance, intake and health of lambs, but the use of the Milk replacer 29% LAC, despite not having affected the health, can reduce the growth performance and feed intake in lambs.


Assuntos
Masculino , Animais , Lactente , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Apoio Nutricional/veterinária , Aumento de Peso , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Substitutos do Leite/administração & dosagem
4.
R. Ci. agrovet. ; 18(3): 339-345, 2019. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-25800

Resumo

Objetivou-se avaliar o ganho de peso, consumo de alimentos e a saúde de cordeiros lactentes da raça Lacaune consumindo leite de ovelha ou sucedâneos lácteos com diferentes proporções de lactose (LAC). Foram utilizados 36 cordeiros machos lactentes, com aproximadamente seis dias de idade (4,98 ± 1,20 kg) e avaliados até o desmame (60 dias de idade). Estes foram divididos em 12 lotes, com três animais cada, e alojados em baias, correspondendo a quatro baias por tratamento. Os tratamentos experimentais foram: Leite de ovelha; Sucedâneo 36% LAC, sucedâneo lácteo contendo 36% de lactose e; sucedâneo 29% LAC, sucedâneo lácteo contendo 29% de lactose. Os cordeiros alimentados com sucedâneo 29% LAC apresentaram menores (p≤0,05) peso corporal final, ganho médio diário, consumo total de alimentos e pior conversão alimentar, em relação aos animais do tratamento Leite de ovelha. Os cordeiros que receberam Sucedâneo 36% LAC não diferiram (p>0,05) dos animais dos tratamentos Leite de ovelha e Sucedâneo 29% LAC para as variáveis acima citadas. Não houve efeito de tratamento (p>0,05) na taxa de mortalidade ou na ocorrência de diarreia. Assim, o Sucedâneo 36% LAC pode substituir o Leite de ovelhas sem prejuízos ao desempenho, consumo e saúde dos cordeiros, porém a utilização do sucedâneo 29% LAC, apesar de não ter afetado a saúde, pode reduzir o desempenho e o consumo de alimentos pelos cordeiros.(AU)


The objective was to evaluate growth performance, feed intake and health by suckling Lacaune lambs consuming ewe's milk or milk replacers with different lactose (LAC) ratios. Thirty-six male lambs with approximately six days of age (4,98 ± 1,20 kg) were used, and evaluated until weaning (60 days of age). These were divided in 12 cohorts, with three animals each, and housed in pens, corresponding to four pens per treatment. The experimental treatments were: Ewe's milk; Milk replacer 36% LAC, milk replacer containing 36% of lactose and; Milk replacer 29% LAC, milk replacer containing 29% of lactose. The lambs fed with Milk replacer 29% LAC showed lower (p≤0.05) final body weight, average daily gain, total feed intake and worse feed conversion, in relation to the animals treated with Ewes milk. The lambs that received Milk replacer 36% LAC did not differ (p>0.05) from the animals treated with Ewes milk and Milk replacer 29% LAC for the variables mentioned above. There was no treatment effect (p>0.05) on the mortality or diarrhea rate. Thus, Milk replacer 36% LAC can replace the Ewe's milk without impairing growth performance, intake and health of lambs, but the use of the Milk replacer 29% LAC, despite not having affected the health, can reduce the growth performance and feed intake in lambs.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Lactente , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Apoio Nutricional/veterinária , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal , Substitutos do Leite/administração & dosagem , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Aumento de Peso
5.
Ci. Anim. bras. ; 20: e-51187, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-738650

Resumo

Early weaning (EW) has been adopted in cattle breeding farms in Pantanal as a strategy to increase the rate of pregnancy in cows. The primary income of these properties is the production of beef calves, and the price of these animals depends on their weight. Therefore, the calves subjected to EW should present weight similar to or higher than those of calves subjected to conventional weaning (CW). This study aimed to evaluate the productive performance of pure (Nellore) calves and crossbred (Nellore/Angus) calves reared in the Pantanal and subjected to either EW or CW. After EW, the calves were supplemented with concentrate at 1 kg/animal/day (low-energy diet) or 1% of live weight (high-energy diet). The weights adjusted to 300 days of age were higher for EW calves fed the high-energy diet (p<0.01) in both genetic groups. No significant differences were observed in the weight of EW animals fed the low-energy diet and CW animals (p>0.01), and animal weight was 241.17 and 236.27 kg in crossbred calves and 184.44 and 189.78 in Nellore calves, respectively. The EW adopted in this experimental model did not affect the productive performance of calves raised in the Pantanal.(AU)


A desmama precoce (DP) vem sendo adotada nas fazendas de cria do Pantanal como alternativa para o aumento dos índices de concepção das vacas. A principal receita dessas propriedades são os bezerros (as), sendo o seu valor dependente dos seus respectivos pesos. Assim é necessário que os bezerros submetidos à DP, apresentem pesos semelhantes ou acima dos bezerros desmamados convencionalmente. Desta forma o estudo teve como objetivo, acompanhar o desempenho de bezerros nascidos no Pantanal, submetidos à DP ou a desmama convencional (DC), puros (Nelore) ou Cruzados (Nelore/Angus). Após a DP os animais receberam suplemento específico para bezerros, na quantidade fixa de 1 kg/animal/dia (baixa energia) ou ao nível de 1% do Peso Vivo (alta energia). Os pesos ajustados aos 300 dias de idade foram maiores para os bezerros de DP sob alta energia (P<0,01), em ambos os grupos genéticos. Os pesos dos animais de DP de baixa energia e de DC, não se diferiram (P>0,01), sendo de 241,17 e 236,27 kg para o grupo de bezerros Cruzados e de 184,44 e 189,78 para o grupo de bezerros Nelore respectivamente. A DP adotada no modelo experimental não prejudicou o desempenho dos bezerros nascidos no Pantanal.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Suplementos Nutricionais/análise , Ração Animal , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
6.
Semina Ci. agr. ; 39(4): 1737-1748, jul.-ago. 2018. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-22790

Resumo

This study aimed to evaluate the production, reproductive performance, and productive efficiency of predominantly Charolais cows and their calves (Straightbred, ¾ C, » N) according to body size at calving. Sixty-three cow-calf pairs were used and classified into three weight groups: Light (331.3±5.8 kg), Moderate (385.9±5.3 kg), and Heavy (424.4±6.2 kg). The classes were formed using half standard deviations above or below the average weight of the cows at calving. For each pair, the body weight was evaluated at calving, at weaning (63 days), at the beginning and at end of the reproductive period, and at 9 months for the calves. Pregnancy rates were similar (P > 0.05) between weight groups. The calves did not differ (P > 0.05) in terms of body weight and weight gain from calving until pregnancy diagnosis (210 days). The heavy cows had greater weight variations from 210 days to 270 days than the light cows. The calf production rate (kg calf/cow kept in herds) did not differ between weight groups. However, in relation to the weight of the cows at 210 days, light cows were 11.28% and 13.02% more productive (P < 0.05), than moderate and heavy cows, respectively. Light cows were more efficient than the other classes of cows at calving and at 210 days old. Our simulations showed that there were more kilograms for sale in herds of light cows (53.085 kg) than moderate and heavy cows (52.310 and 52.870 kg, respectively), while maintaining the structures of the herd constant. The size of the Charolais cow did not influence the weight of calves from calving until 7 months of age or their reproductive performance provided they were weaned early. The need for space for the maintenance of the cow-calf pair increased as the weight of the cows increased. In herds with smaller cows, higher numbers and a higher production of weight for sale are observed than in herds with moderate and heavy cows...(AU)


Este estudo teve como objetivo avaliar a produção, desempenho reprodutivo e eficiência produtiva de vacas de cria com predominância Charolês (Puras e ¾ C, » N) e seus bezerros de acordo com seu tamanho corporal no parto. Foram utilizados sessenta e três pares de vaca:bezerro classificadas em três grupos de pesos: Leves (331,4±5,8 kg), Moderadas (385,9±5,3 kg) e Pesadas (424,3±6,2 kg). As classes foram formadas com meio desvio padrão acima ou abaixo da média geral de peso das vacas ao parto. Para cada par, o peso corporal foi avaliado ao parto, no desmame (63 dias), no início e no final do período reprodutivo e nos bezerros aos nove meses de idade. As taxas de prenhez foram semelhantes (P > 0,05) entre os grupos de peso. Os bezerros não diferiram (P > 0,05) em peso e ganho de peso corporal do parto até os 210 dias. Os bezerros das vacas Pesadas apresentaram maiores variações de peso dos 210 aos 270 dias se comparados às vacas Leves. O índice de produção de bezerro (kg de bezerro/vaca mantida) não diferiu. No entanto, ao relacioná-lo ao peso das vacas aos 210 dias, as vacas Leves forma mais produtivas (P < 0,05), com aumento em 11,28 e 13,02% na produção de bezerro quando comparada às vacas Moderadas e Pesadas, respectivamente. Vacas Leves foram mais eficientes ao parto e aos 210 dias. Através de simulação, verificaram-se mais quilos passíveis de venda no rebanho de vacas Leves (53.085 kg) comparado aos grupos Moderadas e Pesadas (52.310 e 52.870 kg, respectivamente), mantendo as estruturas do rebanho constante. O tamanho da vaca Charolês não influencia o peso do terneiro do parto aos sete meses de idade, nem o desempenho reprodutivo das mesmas, desde que desmamadas precocemente. A necessidade de área para a manutenção do par vaca:bezerro é crescente conforme o aumento do peso das vacas. Nos rebanhos com vacas menores, foi estimado maior número de matrizes e uma maior produção de peso para venda comparado às vacas Moderadas e Pesadas...(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Recém-Nascido , Lactente , Bovinos , Criação de Animais Domésticos , Desmame , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Peso Corporal
7.
Semina Ci. agr. ; 39(4): 1653-1668, jul.-ago. 2018. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-22893

Resumo

The aim of this study was to characterize the factors associated with the growth phase of dairy cattle used in family farming. We investigated 20 family-run milk production systems located in the Conceição de Ipanema municipality, MG, Brazil. Farmers were interviewed using a semi-structured survey form containing 152 questions. The questions were aimed at characterizing the farmer, herd, and husbandry system at pre- and post-weaning phases. Data were processed by using Sphinx® software, and descriptive analyses were performed in MS Excel® software. The results showed strengths, including navel healing (100%), location of the calf housing above (45%) or next to the pen (35%), and existence of a sanitary calendar (90%). However, several limitations in the management of calves and heifers were identified, such as lack of zootechnical bookkeeping (55%), manual milking with calf at the foot (65%), absence of herd sizing (100%), no routine weighing of calves (95%), incorrect colostrum management (80%), non-supply of transition milk to calves (85%), and likely failure to diagnose diseases by a fraction of the farmers. Thus, training regarding adequate management practices by extension technicians is imperative, along with the formulation of public policies that comply with the aspirations of family farmers, while promoting their economic and social sustainability.(AU)


O objetivo deste estudo foi caracterizar os fatores associados à cria e recria de fêmeas bovinas de propriedades leiteiras em regime de economia familiar. Foram investigados 20 sistemas de produção de leite familiares localizados no município de Conceição de Ipanema, MG, Brasil. Os produtores rurais foram entrevistados utilizando-se um formulário de diagnóstico semiestruturado contendo 152 perguntas. As questões abordadas envolveram a caracterização do produtor, do rebanho e do sistema de criação de bezerras e novilhas. Os dados foram processados no software Sphinx® e as análises descritivas foram realizadas no software MS Excel®. Os resultados demonstraram pontos fortes, incluindo realização de cura de umbigo (100%), localização dos bezerreiros acima (45%) ou ao lado do curral (35%) e existência de calendário sanitário (90%). Porém, diversas limitações no manejo da criação de bezerras e novilhas foram identificadas, como a não realização de escrituração zootécnica (55%), ordenha manual com bezerro ao pé (65%), ausência de dimensionamento do rebanho (100%), não execução da pesagem rotineira das bezerras (95%), manejo da colostragem incorreto (80%), não fornecimento do leite de transição para as bezerras (85%), além de possível falha no diagnóstico de doenças por parte dos produtores. Assim, é imperativa a disseminação de práticas de manejo adequadas pelos técnicos extensionistas e a formulação de políticas públicas que atendam as aspirações e promovam a sustentabilidade econômica e social dos agricultores familiares.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Lactente , Bovinos , Indústria de Laticínios/métodos , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Criação de Animais Domésticos/métodos , Período Pós-Parto
8.
Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR ; 20(1): 9-13, jan-mar. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-849151

Resumo

O uso de leite na alimentação de bezerras representa o maior custo na fase de cria. Com o objetivo de avaliar a viabilidade técnica da utilização de diferentes quantidades de dieta líquida na alimentação de bezerros da Raça Holandês, utilizou-se 160 ou 240 litros de dieta líquida, durante um período de 53 dias (do quarto ao 56o dia de vida) de aleitamento com diferentes níveis de inclusão de soro de leite em substituição ao leite integral (0, 10 e 20%), em esquema fatorial 2x3 (160 ou 240 litros de dieta líquida e 0, 10 ou 20% de inclusão de soro do leite), conduzido no Laboratório de Bovinocultura Leiteira da Universidade Federal de Santa Maria. Os animais foram distribuídos inteiramente ao acaso em seis tratamentos, com quatro repetições por tratamento. Foram avaliados o consumo de matéria seca do concentrado (CMSC), da matéria seca total (CMST), ganho médio diário (GMD), conversão alimentar (CA), peso vivo final (PVF) e o comportamento dos animais. Para os níveis de soro do leite, ocorreu uma resposta quadrática (p<0,05) para o CMSC, CMST, GMD e CA. Os bezerros que receberam 160 litros de leite apresentaram maior (p<0,05) CMSC, porém pior CA. O CMST, o GMD e o PVF foram superiores (p<0,05) para os bezerros que consumiram 240 litros de leite durante o período experimental, com melhor CA para esse grupo de animais. Na análise do comportamento não foi determinada diferença significativa para os parâmetros avaliados (p>0,05).(AU)


The use of milk in the calves feed represents the largest cost in the calf production system. The aim was to evaluate the technical feasibility of using different amounts of liquid diet in feeding of Holstein calves. It was used 160 or 240 liters of milk during 53 days (from the fourth to the 56th day of life) of feeding with different levels of milk serum included to whole milk (0, 10 and 20%), in a factorial 2x3 model conducted at the Dairy Cattle Laboratory of the Federal University of Santa Maria. The animals were randomly assigned to six treatments with four replicates per treatment. The dry matter intake of concentrate (DMIC), of the total dry matter (TDM), average daily gain (ADG), feed conversion (FC), final body weight (FBW) and the behavior of animals. For milk serum levels, there was a quadratic response (p<0.05) for the DMIC, TDM, ADG and FC. DMIC and FC were higher (p<0.05) for calves received 160 liters of milk. The ADG, TDM and FBW were higher for calves that consumed 240 liters of milk during the experimental period, while FC was lower (p<0.05) for this group of calves. There was no difference in the behavior of calves for the evaluated parameters (p>0.05).(AU)


El uso de leche en la alimentación de terneros representa el costo más grande en la fase de creación. Con el fin de evaluar la viabilidad técnica de utilizar diferentes cantidades de dieta líquida en la alimentación de terneros de la raza holandesa, se utilizaron 160 o 240 litros de dieta líquida por un período de 53 días (desde el cuarto hasta el día 56º día de vida), alimentación con diferentes niveles de adición de suero de leche entera (0, 10 y 20%), en un estudio factorial 2x3 (160 0 240 litros de dieta líquida y 0, 10 o 20% de inclusión de suero de leche), llevado a cabo en el Laboratorio de Ganado Lechero de la Universidad Federal de Santa María. Los animales se distribuyeron completamente al azar en seis tratamientos con cuatro repeticiones por tratamiento. Se evaluó el consumo de materia seca del concentrado (CMSC), de la materia seca total (CMST), ganancia media diaria (GMD), conversión alimenticia (CA), el peso vivo final (PVF) y el comportamiento de los animales. Para los niveles de suero de leche, hubo una respuesta cuadrática (p<0,05) para el CMSC, CMST, GMD y CA. Los terneros que recibieron 160 litros de la leche presentaron mayor (p<0,05) CMSC, sin embargo con peor CA. Las variables CMST, GMD y PVF fueran mayores (p<0,05) para los terneros que consumieron 240 litros de leche durante el período experimental, mientras con mejor CA para ese grupo de animales. En el análisis del comportamiento no ha sido determinada diferencia significativa para los parámetros evaluados (p>0,05).(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Soro do Leite/administração & dosagem , Aumento de Peso
9.
Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR ; 20(1): 9-13, jan.-mar. 2017. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-716784

Resumo

O uso de leite na alimentação de bezerras representa o maior custo na fase de cria. Com o objetivo de avaliar a viabilidade técnica da utilização de diferentes quantidades de dieta líquida na alimentação de bezerros da Raça Holandês, utilizou-se 160 ou 240 litros de dieta líquida, durante um período de 53 dias (do quarto ao 56o dia de vida) de aleitamento com diferentes níveis de inclusão de soro de leite em substituição ao leite integral (0, 10 e 20%), em esquema fatorial 2x3 (160 ou 240 litros de dieta líquida e 0, 10 ou 20% de inclusão de soro do leite), conduzido no Laboratório de Bovinocultura Leiteira da Universidade Federal de Santa Maria. Os animais foram distribuídos inteiramente ao acaso em seis tratamentos, com quatro repetições por tratamento. Foram avaliados o consumo de matéria seca do concentrado (CMSC), da matéria seca total (CMST), ganho médio diário (GMD), conversão alimentar (CA), peso vivo final (PVF) e o comportamento dos animais. Para os níveis de soro do leite, ocorreu uma resposta quadrática (p<0,05) para o CMSC, CMST, GMD e CA. Os bezerros que receberam 160 litros de leite apresentaram maior (p<0,05) CMSC, porém pior CA. O CMST, o GMD e o PVF foram superiores (p<0,05) para os bezerros que consumiram 240 litros de leite durante o período experimental, com melhor CA para esse grupo de animais. Na análise do comportamento não foi determinada diferença significativa para os parâmetros avaliados (p>0,05).(AU)


The use of milk in the calves feed represents the largest cost in the calf production system. The aim was to evaluate the technical feasibility of using different amounts of liquid diet in feeding of Holstein calves. It was used 160 or 240 liters of milk during 53 days (from the fourth to the 56th day of life) of feeding with different levels of milk serum included to whole milk (0, 10 and 20%), in a factorial 2x3 model conducted at the Dairy Cattle Laboratory of the Federal University of Santa Maria. The animals were randomly assigned to six treatments with four replicates per treatment. The dry matter intake of concentrate (DMIC), of the total dry matter (TDM), average daily gain (ADG), feed conversion (FC), final body weight (FBW) and the behavior of animals. For milk serum levels, there was a quadratic response (p<0.05) for the DMIC, TDM, ADG and FC. DMIC and FC were higher (p<0.05) for calves received 160 liters of milk. The ADG, TDM and FBW were higher for calves that consumed 240 liters of milk during the experimental period, while FC was lower (p<0.05) for this group of calves. There was no difference in the behavior of calves for the evaluated parameters (p>0.05).(AU)


El uso de leche en la alimentación de terneros representa el costo más grande en la fase de creación. Con el fin de evaluar la viabilidad técnica de utilizar diferentes cantidades de dieta líquida en la alimentación de terneros de la raza holandesa, se utilizaron 160 o 240 litros de dieta líquida por un período de 53 días (desde el cuarto hasta el día 56º día de vida), alimentación con diferentes niveles de adición de suero de leche entera (0, 10 y 20%), en un estudio factorial 2x3 (160 0 240 litros de dieta líquida y 0, 10 o 20% de inclusión de suero de leche), llevado a cabo en el Laboratorio de Ganado Lechero de la Universidad Federal de Santa María. Los animales se distribuyeron completamente al azar en seis tratamientos con cuatro repeticiones por tratamiento. Se evaluó el consumo de materia seca del concentrado (CMSC), de la materia seca total (CMST), ganancia media diaria (GMD), conversión alimenticia (CA), el peso vivo final (PVF) y el comportamiento de los animales. Para los niveles de suero de leche, hubo una respuesta cuadrática (p<0,05) para el CMSC, CMST, GMD y CA. Los terneros que recibieron 160 litros de la leche presentaron mayor (p<0,05) CMSC, sin embargo con peor CA. Las variables CMST, GMD y PVF fueran mayores (p<0,05) para los terneros que consumieron 240 litros de leche durante el período experimental, mientras con mejor CA para ese grupo de animales. En el análisis del comportamiento no ha sido determinada diferencia significativa para los parámetros evaluados (p>0,05).(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Soro do Leite/administração & dosagem , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Aumento de Peso
10.
Ci. Rural ; 47(11): e20170184, nov. 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-22607

Resumo

This study aimed to describe the management practices used in dairy farms in the south of Brazil, and to understand farmers perceptions and attitudes regarding these practices. Farms (n=135) located in all 32 of the municipalities in the northern region of Rio Grande do Sul (Alto Uruguai Gaúcho), Brazil were characterized regarding all calf management practices during a farm visit where farms were inspected and farmers interviewed. In a second visit, 25 in depth interviews were done to understand farmers attitudes and perceptions towards these practices and potential influence on calves welfare and performance. Management of lactating calves was perceived by most of the interviewees as of marginal importance for dairy activity. In general farmers did not perceive animal welfare as relevant, and most chose management practices mainly based on practical, productive and economic factors. These conclusions are consistent with management practices used by farmers, many of which represent risk factors for low calves survival, growth and welfare. Seven factors (self-responsibility, economic ambition, technical assistance, family succession, urban experiences, specialization and family commitment) appeared to influence farmers perceptions, attitudes and choices regarding husbandry practices that affect the welfare and performance of calves, which may be considered when designing programs aiming to improve dairy calf management.(AU)


Os objetivos deste estudo foram descrever as práticas de manejo usadas em granjas leiteiras no sul do Brasil e compreender as percepções e atitudes dos agricultores acerca destas práticas. Granjas (n=135), localizadas nos 32 municípios do norte do Rio Grande do Sul (Alto Uruguai Gaúcho), foram visitadas e caracterizadas em relação a todas as práticas de manejo da bezerra através de inspeção e entrevistas com os agricultores. Em outro momento, foram realizadas 25 entrevistas em profundidade para entender as percepções e atitudes dos agricultores acerca destas práticas e a sua potencial influência sobre o bem-estar e desempenho das bezerras. A maioria dos entrevistados percebia o manejo da bezerra como de importância marginal para a atividade. Em geral, os agricultores não perceberam o bem-estar animal como relevante e as práticas de manejo adotadas eram baseadas em fatores práticos e econômicos. Estas conclusões são consistentes com as práticas usadas pelos mesmos agricultores, muitas das quais representam fatores de risco para o bem-estar, crescimento e sobrevivência das bezerras. Sete fatores, (autorresponsibilidade, ambição econômica, assistência técnica, sucessão familiar, vivências, especialização e comprometimento familiar) aparentaram influenciar as percepções, atitudes e escolhas dos agricultores acerca das práticas de manejo que afetam o bem-estar e desempenho das bezerras. Estes fatores devem ser considerados na concepção de programas que visam melhorar o manejo da bezerra leiteira.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Lactente , Bovinos , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Bem-Estar do Animal , Bovinos/crescimento & desenvolvimento
11.
Cad. técn. Vet. Zoot. ; (81): 75-90, jun, 2016. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-724

Resumo

No nascimento, os quatro estômagos dos bezerros já estão formados,no entanto o desenvolvimento dos pré-estômagos (rúmen, retículo e omaso) não está completo, sendo necessárias ainda algumas semanas para a microbiota se estabelecer, o rúmen retículo aumentar de tamanho e o epitélio do rúmen sofrer transformações que irão aumentar a capacidade de absorção.


Assuntos
Animais , Água/administração & dosagem , Animais Recém-Nascidos/fisiologia , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Animais Lactentes/fisiologia , Suplementos Nutricionais , Necessidades Nutricionais/fisiologia
12.
Cad. téc. vet. zootec ; (81): 75-90, jun, 2016. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1471530

Resumo

No nascimento, os quatro estômagos dos bezerros já estão formados,no entanto o desenvolvimento dos pré-estômagos (rúmen, retículo e omaso) não está completo, sendo necessárias ainda algumas semanas para a microbiota se estabelecer, o rúmen retículo aumentar de tamanho e o epitélio do rúmen sofrer transformações que irão aumentar a capacidade de absorção.


Assuntos
Animais , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Animais Lactentes/fisiologia , Animais Recém-Nascidos/fisiologia , Água/administração & dosagem , Necessidades Nutricionais/fisiologia , Suplementos Nutricionais
13.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 68(5): 1381-1389, set.-out. 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-17135

Resumo

Com o objetivo de avaliar o uso de diferentes fontes de ferro na prevenção da anemia ferropriva e no desempenho em leitões lactentes, dividiram-se 202 leitões em cinco tratamentos: FD - aplicação intramuscular de 200mg de ferro dextrano no terceiro dia de idade; T24 - terra à vontade fornecida aos leitões a cada 24 horas do terceiro ao 19º dia; T48 - terra à vontade fornecida aos leitões a cada 24 horas do terceiro ao 10º dia e do 11º ao 19º dia, com intervalo de 48 horas; T72 - terra à vontade fornecida aos leitões a cada 24 horas do terceiro ao 10º dia e do 11º ao 19º dia, com intervalo de 72 horas; SA - suplemento alimentar ultraprecoce rico em ferro quelatado em pó (SAUP) fornecido do terceiro ao 11º dia, com intervalo de 48 horas. O ferro dextrano aplicado no terceiro dia de vida e a suplementação com terra e SAUP foram eficientes para garantir o desempenho de leitões no período de aleitamento e não influenciaram no consumo de ração nem na taxa de viabilidade. As diferentes fontes de ferro estudadas não influenciaram o leucograma e foram eficientes na prevenção da anemia ferropriva e no desempenho dos leitões lactentes. Com relação às concentrações de hemoglobina e hematócrito, os animais suplementados com ferro dextrano apresentaram valores superiores quando comparados aos que recebem terra e SAUP.(AU)


In order to evaluate the use of different sources of iron to prevent iron deficiency anemia and to appraise the performance of suckling piglets, we sorted 202 piglets in five treatments. ID - intramuscular injection of 200mg of iron dextran on the third day of age; T24 - free daily access to land provided to piglets every 24 hours from the third to the nineteenth day; T48 - free daily access to land provided to piglets every 24 hours from the third to the tenth day and from day 11 to day 19 with an interval of 48 hours; T72 - free daily access to land provided to piglets every 24 hours from the third to the tenth day and from day 11 to day 19 with an interval of 72 hours; FS - Food supplement rich in iron-chelating powder (SAUP) available from the third to the eleventh day with an interval of 48 hours. The iron dextran applied on the third day of life as well as the supplementation with land and SAUP were effective to ensure the performance of piglets during the lactation period and did not affect feed intake or the viability rate. The different sources of iron studied did not influence the WBC (White Blood Cell) and succeded in preventing iron deficiency anemia and performance of suckling piglets. Regarding the concentrations of hemoglobin and hematocrit, the animals supplemented with iron dextran showed higher values when compared to those who receive land and SAUP.(AU)


Assuntos
Animais , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Anemia Ferropriva/prevenção & controle , Complexo Ferro-Dextran/administração & dosagem , Quelantes de Ferro/administração & dosagem , Contagem de Leucócitos/veterinária , Hemoglobinas/análise , Hematócrito/veterinária
14.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 68(5): 1381-1389, set.-out. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-827895

Resumo

Com o objetivo de avaliar o uso de diferentes fontes de ferro na prevenção da anemia ferropriva e no desempenho em leitões lactentes, dividiram-se 202 leitões em cinco tratamentos: FD - aplicação intramuscular de 200mg de ferro dextrano no terceiro dia de idade; T24 - terra à vontade fornecida aos leitões a cada 24 horas do terceiro ao 19º dia; T48 - terra à vontade fornecida aos leitões a cada 24 horas do terceiro ao 10º dia e do 11º ao 19º dia, com intervalo de 48 horas; T72 - terra à vontade fornecida aos leitões a cada 24 horas do terceiro ao 10º dia e do 11º ao 19º dia, com intervalo de 72 horas; SA - suplemento alimentar ultraprecoce rico em ferro quelatado em pó (SAUP) fornecido do terceiro ao 11º dia, com intervalo de 48 horas. O ferro dextrano aplicado no terceiro dia de vida e a suplementação com terra e SAUP foram eficientes para garantir o desempenho de leitões no período de aleitamento e não influenciaram no consumo de ração nem na taxa de viabilidade. As diferentes fontes de ferro estudadas não influenciaram o leucograma e foram eficientes na prevenção da anemia ferropriva e no desempenho dos leitões lactentes. Com relação às concentrações de hemoglobina e hematócrito, os animais suplementados com ferro dextrano apresentaram valores superiores quando comparados aos que recebem terra e SAUP.(AU)


In order to evaluate the use of different sources of iron to prevent iron deficiency anemia and to appraise the performance of suckling piglets, we sorted 202 piglets in five treatments. ID - intramuscular injection of 200mg of iron dextran on the third day of age; T24 - free daily access to land provided to piglets every 24 hours from the third to the nineteenth day; T48 - free daily access to land provided to piglets every 24 hours from the third to the tenth day and from day 11 to day 19 with an interval of 48 hours; T72 - free daily access to land provided to piglets every 24 hours from the third to the tenth day and from day 11 to day 19 with an interval of 72 hours; FS - Food supplement rich in iron-chelating powder (SAUP) available from the third to the eleventh day with an interval of 48 hours. The iron dextran applied on the third day of life as well as the supplementation with land and SAUP were effective to ensure the performance of piglets during the lactation period and did not affect feed intake or the viability rate. The different sources of iron studied did not influence the WBC (White Blood Cell) and succeded in preventing iron deficiency anemia and performance of suckling piglets. Regarding the concentrations of hemoglobin and hematocrit, the animals supplemented with iron dextran showed higher values when compared to those who receive land and SAUP.(AU)


Assuntos
Animais , Anemia Ferropriva/prevenção & controle , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Quelantes de Ferro/administração & dosagem , Complexo Ferro-Dextran/administração & dosagem , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Hematócrito/veterinária , Hemoglobinas/análise , Contagem de Leucócitos/veterinária
15.
Cad. técn. Vet. Zoot. ; (81): 56-74, jun, 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-729

Resumo

A dieta líquida é um dos componentes que mais onera o custo de criação de bezerras leiteiras, representando pelo menos 70% dos custos variáveis. Dessa forma, o desaleitamento precoce ou a adoção de dieta líquida de baixo custo,pode reduzir o custo final da novilha de reposição. No Brasil, grande parte das fazendas ainda fornece leite descarte,proveniente de vacas com mastite e/ou resíduo de antibióticos (Santos e Bittar, 2015). Nos Estados Unidos, por outro lado, a crescente preocupação com o uso de antibióticos em subdoses tem levado ao uso de sucedâneos ou às práticas de fermentação e pasteurização do leite descarte, de forma a reduzir a contagem de patógenos ou destruir resíduos de antibióticos. Entre as vantagens do uso de sucedâneos no aleitamento de bezerros estão- além da economia,devido ao baixo preço quando comparado como leite integral - a possibilidade de aumento no volume de leite comercializado pelo produtor,o fornecimento de dieta líquida com composição sempre constante e a independência do aleitamento em relação aos horários de ordenha. Por outro lado, a qualidade do sucedâneo, principalmente a fonte proteica,é o fator determinante para a obtenção de resultados semelhantes aos observados com o fornecimento de leite integral (NCR, 2001).


Assuntos
Animais , Substitutos do Leite/administração & dosagem , /química , Substitutos do Leite/metabolismo , Animais Recém-Nascidos/fisiologia , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Animais Lactentes/fisiologia , Colostro/fisiologia , Imunização Passiva/veterinária , Suplementos Nutricionais , Necessidades Nutricionais/fisiologia
16.
Cad. técn. Vet. Zoot. ; (81): 91-107, jun, 2016. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-720

Resumo

Do nascimento ao desmame o trato gastrointestinal de ruminantes passa por importantes mudanças anatômicas. No nascimento o abomaso representa 51% dos compartimentos estomacais totais, e chega a representar 21% após o desaleitamento (oito semanas de idade). De forma contrária, o rúmen aumenta de 35% no nascimento para 65% no desaleitamento(oito semanas de idade) (Sydney,1988). O consumo de alimentos sólidos é o maior responsável portal mudança, preparando o rúmen para sua capacidade total de fermentação. Quando as bezerras começam a consumir alimentos sólidos (especialmente concentrado e grãos), a produção de ácidos graxos voláteis (AGV) no rúmen aumenta. A presença desses AGV ajudará no desenvolvimento das papilas da mucosa ruminal, as quais serão responsáveis pela absorção de AGV, pelo transporte de AGV para a corrente sanguínea e o metabolismo dos AGV (principalmentebutirato). Rey et al. (2012) descreveram em bezerras que consumiam leite,concentrado e feno os principais parâmetros físico-químicos, de fermentação e as atividades enzimáticas durante os primeiros 83 dias de vida (Figura1). Com o aumento do consumo de alimentos sólidos as concentrações de AGV no rúmen começam a aumentar e o pH do rúmen diminui. É importante ressaltar a presença das atividades enzimáticas no rúmen em idades precoces,ainda que nenhum alimento sólido tenha sido consumido.


Assuntos
Animais , Animais Recém-Nascidos/fisiologia , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Animais Lactentes/fisiologia , Suplementos Nutricionais , Necessidades Nutricionais/fisiologia , Ração Animal/análise , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal , Silagem/análise , Hordeum , Avena , Triticale , Lolium , Medicago sativa
17.
Cad. técn. Vet. Zoot. ; (81): 45-55, jun, 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-13396

Resumo

Durante o aleitamento a recomendação adotada mundialmente consiste no fornecimento da dieta líquida de modo restrito, em aproximadamente 10% do peso corporal (PC) do bezerro,com o objetivo de junto com o desaleitamento precoce, reduzir custos com a alimentação e incentivar o consumo precoce de concentrado.Entretanto, o fornecimento restrito durante a fase de aleitamento proporciona baixo ganho médio diário (GMD), riscos de doenças e comportamentos indicativos de fome crônica,reduzindo o bem-estar dos bezerros.


Assuntos
Animais , Animais Recém-Nascidos/fisiologia , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Animais Lactentes/fisiologia , Necessidades Nutricionais/fisiologia , Ração Animal/análise , Apoio Nutricional/instrumentação , Apoio Nutricional/métodos
18.
Cad. téc. vet. zootec ; (81): 56-74, jun, 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1471529

Resumo

A dieta líquida é um dos componentes que mais onera o custo de criação de bezerras leiteiras, representando pelo menos 70% dos custos variáveis. Dessa forma, o desaleitamento precoce ou a adoção de dieta líquida de baixo custo,pode reduzir o custo final da novilha de reposição. No Brasil, grande parte das fazendas ainda fornece leite descarte,proveniente de vacas com mastite e/ou resíduo de antibióticos (Santos e Bittar, 2015). Nos Estados Unidos, por outro lado, a crescente preocupação com o uso de antibióticos em subdoses tem levado ao uso de sucedâneos ou às práticas de fermentação e pasteurização do leite descarte, de forma a reduzir a contagem de patógenos ou destruir resíduos de antibióticos. Entre as vantagens do uso de sucedâneos no aleitamento de bezerros estão- além da economia,devido ao baixo preço quando comparado como leite integral - a possibilidade de aumento no volume de leite comercializado pelo produtor,o fornecimento de dieta líquida com composição sempre constante e a independência do aleitamento em relação aos horários de ordenha. Por outro lado, a qualidade do sucedâneo, principalmente a fonte proteica,é o fator determinante para a obtenção de resultados semelhantes aos observados com o fornecimento de leite integral (NCR, 2001).


Assuntos
Animais , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Animais Lactentes/fisiologia , Animais Recém-Nascidos/fisiologia , Substitutos do Leite/administração & dosagem , Substitutos do Leite/metabolismo , Colostro/fisiologia , Imunização Passiva/veterinária , Necessidades Nutricionais/fisiologia , Suplementos Nutricionais
19.
Cad. téc. vet. zootec ; (81): 91-107, jun, 2016. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1471531

Resumo

Do nascimento ao desmame o trato gastrointestinal de ruminantes passa por importantes mudanças anatômicas. No nascimento o abomaso representa 51% dos compartimentos estomacais totais, e chega a representar 21% após o desaleitamento (oito semanas de idade). De forma contrária, o rúmen aumenta de 35% no nascimento para 65% no desaleitamento(oito semanas de idade) (Sydney,1988). O consumo de alimentos sólidos é o maior responsável portal mudança, preparando o rúmen para sua capacidade total de fermentação. Quando as bezerras começam a consumir alimentos sólidos (especialmente concentrado e grãos), a produção de ácidos graxos voláteis (AGV) no rúmen aumenta. A presença desses AGV ajudará no desenvolvimento das papilas da mucosa ruminal, as quais serão responsáveis pela absorção de AGV, pelo transporte de AGV para a corrente sanguínea e o metabolismo dos AGV (principalmentebutirato). Rey et al. (2012) descreveram em bezerras que consumiam leite,concentrado e feno os principais parâmetros físico-químicos, de fermentação e as atividades enzimáticas durante os primeiros 83 dias de vida (Figura1). Com o aumento do consumo de alimentos sólidos as concentrações de AGV no rúmen começam a aumentar e o pH do rúmen diminui. É importante ressaltar a presença das atividades enzimáticas no rúmen em idades precoces,ainda que nenhum alimento sólido tenha sido consumido.


Assuntos
Animais , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Animais Lactentes/fisiologia , Animais Recém-Nascidos/fisiologia , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal , Necessidades Nutricionais/fisiologia , Ração Animal/análise , Suplementos Nutricionais , Avena , Hordeum , Lolium , Medicago sativa , Silagem/análise , Triticale
20.
Cad. técn. Vet. Zoot. ; (81): 26-44, jun, 2016. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-13394

Resumo

O período de vida das bezerras de raças leiteiras, que compreende o nascimento até o desaleitamento, é bastante delicado. Nessa fase as bezerras são constantemente desafiadas pelo ambiente, enquanto seu organismo ainda depende de defesas adquiridas pelo consumo de colostro, o qual nem sempre é adequado. Muitos fatores contribuem para o bem-estar de bezerros em fazendas leiteiras, incluindo: instalações e ambiente, manejo nutricional e sanitário,manipulação e interação com o tratador, dinâmica de rebanho, além de práticas comuns, como transporte, descorna e remoção de tetos.


Assuntos
Animais , Feminino , Bovinos , Prenhez/fisiologia , Desenvolvimento Fetal/fisiologia , Fiscalização e Controle de Instalações , Animais Lactentes/crescimento & desenvolvimento , Animais Lactentes/fisiologia , Colostro/fisiologia , Imunização Passiva/veterinária , Suplementos Nutricionais , Necessidades Nutricionais/fisiologia , Ventilação , Isolamento Social , Temperatura Corporal
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA