Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 15 de 15
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 73(3): 583-588, May-June 2021. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1278349

Resumo

The aim of this study was to investigate the occurrence of diseases in free-ranging wild canids that were roadkill on highways in the State of Espírito Santo, Brazil. PCR tests were performed for the detection of Brucella sp., Babesia sp., Rangelia sp., and Hepatozoon sp. in the spleen. Morphological evaluation and identification of parasites was performed in the liver and lung. Twenty specimens of C. thous were necropsied at the Animal Pathology Sector of the Veterinary Hospital of the Universidade Federal do Espírito Santo. Tissue samples were processed for histopathological examination and polymerase chain reaction (PCR) analysis. There was no PCR amplification of genomic DNA sequences of Brucella sp., Babesia sp., Rangelia sp., and Hepatozoon sp. using DNA extracted from the spleen as template. Histologically, lesions associated with parasitism by Platynosomum sp. and Angiostrongylus sp. were observed in the liver and lung, respectively. This is the first report of Platynosomum sp. and Angiostrongylus sp. parasitism in C. thous in the state of Espírito Santo, Brazil. Therefore, this study demonstrated parasitism of crab-eating foxes by Platynosomum sp. and Angiostrongylus sp. Importantly, no evidence of infection with Brucella sp., Babesia sp., Rangelia sp., and Hepatozoon sp. was obtained by PCR analysis.(AU)


O objetivo deste estudo foi investigar a ocorrência de doenças em canídeos silvestres de vida livre que foram atropelados em rodovias no estado do Espírito Santo, Brasil. Testes de PCR foram realizados para a detecção de Brucella sp., Babesia sp., Rangelia sp. e Hepatozoon sp. no baço. A avaliação morfológica e a identificação de parasitas foram realizadaa no fígado e no pulmão. Vinte espécimes de C. thous foram necropsiados no Setor de Patologia Animal do Hospital Veterinário da Universidade Federal do Espírito Santo. Amostras de tecido foram processadas para exame histopatológico e análise de reação em cadeia da polimerase (PCR). Não houve amplificação por PCR das sequências de DNA genômico de Brucella sp., Babesia sp., Rangelia sp. e Hepatozoon sp. usando-se DNA extraído do baço como modelo. Histologicamente, lesões associadas ao parasitismo por Platynosomum sp. e Angiostrongylus sp. foram observadas no fígado e no pulmão, respectivamente. Este é o primeiro relato de Platynosomum sp. e Angiostrongylus sp. parasitismo em C. thous no estado do Espírito Santo, Brasil. Portanto, este estudo demonstrou parasitismo de cachorro-do-mato por Platynosomum sp. e Angiostrongylus sp. É importante detacar que não há evidências de infecção por Brucella sp., Babesia sp., Rangelia sp. e Hepatozoon sp. por análise de PCR.(AU)


Assuntos
Animais , Babesia/isolamento & purificação , Brucella/isolamento & purificação , Canidae/sangue , Angiostrongylus/isolamento & purificação , Autopsia/veterinária , Baço/virologia , Acidentes de Trânsito , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária , Fígado/parasitologia , Pulmão/parasitologia , Animais Selvagens/sangue
2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(6): 2036-2044, Nov.-Dec. 2020. tab, mapas, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1142327

Resumo

To establish reference values for biochemical analytes related to freshwater shortage adaptation, a total of 376 blood samples were collected from feral sheep at Socorro Island, Revillagigedo Archipelago. Year-round variation was assessed by sampling at the beginning of each season defined by the March equinox, June solstice, September equinox, and December solstice. The resulting data set was analyzed using Gaussian distribution and descriptive statistics. Confidence intervals of 95% were established. Analysis of variance was used to compare the mean values of each season. Total cholesterol, triglycerides, urea, albumin, total protein, sodium ion, anion gap, creatine kinase, arginine vasopressin, and aldosterone showed concentrations above the reference range for domestic sheep. Triglycerides, urea, albumin, sodium ion, and aldosterone showed concentrations within the reference range for domestic goats. Most biochemical analytes showed differences (P<0.05) between seasons, with the highest values occurring during winter, and the lowest during spring. Results could help improve the accuracy of metabolic profiles used as a tool for evaluating dehydration indicators, and to describe the physiological mechanisms employed by feral sheep to cope with seasonal availability of freshwater.(AU)


Para estabelecer valores de referência para analitos bioquímicos relacionados à adaptação da escassez de água doce, um total de 376 amostras de sangue foram coletadas de carneiros selvagens na ilha de Socorro, no arquipélago de Revillagigedo. A variação durante todo o ano foi avaliada por amostragem no início de cada estação definida pelo equinócio de março, solstício de junho, equinócio de setembro e solstício de dezembro. O conjunto de dados resultante foi analisado usando distribuição Gaussiana e estatística descritiva. Intervalos de confiança de 95% foram estabelecidos. A análise de variância foi usada para comparar os valores médios de cada estação. O colesterol total, triglicerídeos, ureia, albumina, proteína total, íon sódio, hiato aniônico, creatina quinase, arginina vasopressina e aldosterona apresentaram concentrações acima do intervalo de referência para carneiros domésticos. Triglicerídeos, ureia, albumina, íon sódio e aldosterona apresentaram concentrações dentro da faixa de referência para cabras domésticas. A maioria dos analitos bioquímicos apresentou diferenças (P<0,05) entre as estações, com os maiores valores ocorrendo no inverno e os menores na primavera. Os resultados podem ajudar a melhorar a precisão dos perfis metabólicos usados como uma ferramenta para avaliar os indicadores de desidratação e descrever os mecanismos fisiológicos empregados pelas carneiros selvagens para lidar com a disponibilidade sazonal de água doce.(AU)


Assuntos
Animais , Ovinos/sangue , Estação Seca , Desidratação/sangue , Estações do Ano , Animais Selvagens/sangue , México
3.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(4): 1258-1262, July-Aug. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1131512

Resumo

Este estudo objetivou descrever o aspecto hematológico de seis onças-pardas (Puma concolor) infectadas pelo Cytauxzoon felis. Os seis casos de infecção foram identificados durante o manejo sanitário de 11 animais de um centro de reabilitação de animais silvestres. Estruturas compatíveis com piroplasmídeos foram observadas durante a avaliação do esfregaço sanguíneo e confirmadas como Cytauxzoon felis pela técnica de PCR. A análise estatística demonstrou diferença significativa (P<0,05) no número absoluto dos linfócitos entre os grupos dos animais infectados e não infectados. Assim, expressivas alterações hematológicas e bioquímicas entre os grupos investigados alertam para a dificuldade de identificação de onças-pardas infectadas por C. felis, apoiada apenas em exames de rotina, bem como para o risco, sobretudo, da reintrodução desses animais na natureza.(AU)


This Cytauxzoon felis by the PCR technique. Statistical analysis showed a significant difference is study aimed to describe the hematological appearance of six puma (puma concolor) infected with cytauxzoon felis. The six cases of infection were identified during the sanitary management of 11 animals from a wild animal rehabilitation center. Piroplasmid compatible structures were observed during the blood smear evaluation and confirmed as (P<0.05) in the absolute number of lymphocytes between the groups of infected and uninfected animals. Thus expressive hematological and biochemical alterations between the groups investigated alert to the difficulty of identifying infected brown jaguars by C. felis, supported only by routine examinations, and the risk especially when aiming at the reintroduction of these animals in the wild.(AU)


Assuntos
Animais , Plasmídeos , Linfócitos/química , Puma/sangue , Testes Hematológicos/veterinária , Brasil , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária , Animais Selvagens/sangue
4.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(4): 1258-1262, July-Aug. 2020. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-30248

Resumo

Este estudo objetivou descrever o aspecto hematológico de seis onças-pardas (Puma concolor) infectadas pelo Cytauxzoon felis. Os seis casos de infecção foram identificados durante o manejo sanitário de 11 animais de um centro de reabilitação de animais silvestres. Estruturas compatíveis com piroplasmídeos foram observadas durante a avaliação do esfregaço sanguíneo e confirmadas como Cytauxzoon felis pela técnica de PCR. A análise estatística demonstrou diferença significativa (P<0,05) no número absoluto dos linfócitos entre os grupos dos animais infectados e não infectados. Assim, expressivas alterações hematológicas e bioquímicas entre os grupos investigados alertam para a dificuldade de identificação de onças-pardas infectadas por C. felis, apoiada apenas em exames de rotina, bem como para o risco, sobretudo, da reintrodução desses animais na natureza.(AU)


This Cytauxzoon felis by the PCR technique. Statistical analysis showed a significant difference is study aimed to describe the hematological appearance of six puma (puma concolor) infected with cytauxzoon felis. The six cases of infection were identified during the sanitary management of 11 animals from a wild animal rehabilitation center. Piroplasmid compatible structures were observed during the blood smear evaluation and confirmed as (P<0.05) in the absolute number of lymphocytes between the groups of infected and uninfected animals. Thus expressive hematological and biochemical alterations between the groups investigated alert to the difficulty of identifying infected brown jaguars by C. felis, supported only by routine examinations, and the risk especially when aiming at the reintroduction of these animals in the wild.(AU)


Assuntos
Animais , Plasmídeos , Linfócitos/química , Puma/sangue , Testes Hematológicos/veterinária , Brasil , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária , Animais Selvagens/sangue
5.
Ci. Rural ; 48(9): e20170822, 2018.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-736466

Resumo

Although, serological studies for leptospirosis in iguanas have already been performed, there is no report in the Amazon region. Therefore, the present study aimed to investigate the presence of anti-Leptospira sp. in free living Iguanas-verdes (Iguana iguana) of Mangal das Garças Park, metropolitan region of Belém, Pará, Northern region of Brazil. Twenty-nine blood samples of Iguana-verde (I. iguana) were collected from Mangal das Garças Park. For the serological diagnosis of Leptospira sp. it was employed microscopic agglutination test (MAT) with 25 live antigens of Leptospira sp. as antigens. It was observed that all samples were non-reactive, suggesting no exposure to the agent.(AU)


Embora estudos sorológicos para leptospirose em iguanas já tenham sido realizados, não a relatos na região amazônica. Portanto, o presente trabalho teve como objetivo pesquisar a presença de anticorpos anti-Leptospira sp. em Iguanas-verdes (Iguana iguana) de vida livre do Parque Mangal das Garças, região metropolitana de Belém, PA, e Norte do Brasil. Foram coletadas 29 amostras de sangue de Iguana-verde (I. iguana) que frequentaram o Parque Mangal das Garças.Para o diagnóstico sorológico da infecção por Leptospira sp. foi empregado o teste de aglutinação microscópica (MAT) com 25 antígenos vivos de Leptospira sp. como antígenos. Observou-se que todas as amostras foram não reagentes, o que sugere não exposição ao agente.(AU)


Assuntos
Animais , Iguanas/virologia , Aglutininas , Leptospira , Anticorpos Antivirais/análise , Leptospirose/veterinária , Animais Selvagens/sangue , Animais Selvagens/virologia
6.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 69(3): 659-666, jun. 2017. tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-846915

Resumo

Os quatis são mamíferos carnívoros da família Procyonidae, são animais onívoros, encontrados nas Américas do Norte, Central e Sul, sendo amplamente distribuídos no Brasil. O objetivo deste trabalho é analisar as alterações nos parâmetros sanguíneos de duas diferentes populações de quatis (Nasua nasua), da região oeste do Paraná, e avaliar a qualidade de vida e a interferência antrópica nos hábitos alimentares desses animais. A análise sorológica foi realizada em duas diferentes populações de quatis (Nasua nasua) que habitam duas unidades de conservação em regiões distintas no município de Foz do Iguaçu. Em uma das populações, foram visualizados cerca de cinquenta indivíduos, os quais se revelam em exposição direta aos seres humanos, e outra população menor, em torno de trinta indivíduos, os quais não possuem exposição direta aos seres humanos, o que, por sua vez, revelou importantes indicativos da qualidade de vida e de saúde desses animais. Foram realizadas avaliações bioquímicas do soro sanguíneo de 10 quatis adultos; cinco animais do grupo 1, população exposta aos seres humanos, e cinco animais do grupo 2, população com menor exposição. Com os resultados obtidos, foram feitas as comparações dos valores bioquímicos entre os grupos e com os valores de referência pesquisados na literatura. Os exames bioquímicos revelaram alterações significativas nos níveis de glicose e proteínas totais e alterações no nível plasmático de triglicerídeos nos quatis capturados na população em contado direto com seres humanos. Conclui-se que a saúde dos animais que possuem exposição direta com seres humanos está sendo afetada pelo consumo de uma dieta rica em carboidratos e gorduras, oriunda de alimentos industrializados fornecidos pelos turistas.(AU)


The coatis, carnivorous mammals of the Procyonidae family, are omnivorous animals, found in North, Central and South America and are widely distributed in Brazil. The objective of this study was to analyze changes in blood parameters in two different populations of coatis (Nasua nasua), of the western region of Paraná, and to evaluate the quality of life and the human interference in eating habits of these animals. Serologic analysis was performed in two different populations of coatis (Nasua nasua) inhabiting two conservation units in different areas in the city of Foz do Iguaçu. In one population, approximately fifty individuals were visualized, revealing themselves in direct exposure to humans as well as another minor population of about thirty individuals, which have no direct exposure to humans, which revealed important indicatives of the quality of life and health of these animals. Biochemical assessments of ten adults coatis serum were perfomred, five animals in group 1, population exposed to humans and five animals of the group 2, population less exposed. With the obtained results, comparisons were made between the groups' biochemical values and the reference values found in the literature. Biochemical tests revealed significant changes in glucose levels and total protein and changes in plasma levels of triglycerides in coatis captured in the population in direct contact with humans. It follows that the health of animals that have direct exposure to humans is being affected by the consumption of a diet high in carbohydrates and fats, coming from processed foods provided by tourists.(AU)


Assuntos
Animais , Análise Química do Sangue/veterinária , Dieta Hiperlipídica/veterinária , Procyonidae/sangue , Animais Selvagens/sangue , Testes Sorológicos/veterinária
7.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 69(3): 659-666, jun. 2017. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-16753

Resumo

Os quatis são mamíferos carnívoros da família Procyonidae, são animais onívoros, encontrados nas Américas do Norte, Central e Sul, sendo amplamente distribuídos no Brasil. O objetivo deste trabalho é analisar as alterações nos parâmetros sanguíneos de duas diferentes populações de quatis (Nasua nasua), da região oeste do Paraná, e avaliar a qualidade de vida e a interferência antrópica nos hábitos alimentares desses animais. A análise sorológica foi realizada em duas diferentes populações de quatis (Nasua nasua) que habitam duas unidades de conservação em regiões distintas no município de Foz do Iguaçu. Em uma das populações, foram visualizados cerca de cinquenta indivíduos, os quais se revelam em exposição direta aos seres humanos, e outra população menor, em torno de trinta indivíduos, os quais não possuem exposição direta aos seres humanos, o que, por sua vez, revelou importantes indicativos da qualidade de vida e de saúde desses animais. Foram realizadas avaliações bioquímicas do soro sanguíneo de 10 quatis adultos; cinco animais do grupo 1, população exposta aos seres humanos, e cinco animais do grupo 2, população com menor exposição. Com os resultados obtidos, foram feitas as comparações dos valores bioquímicos entre os grupos e com os valores de referência pesquisados na literatura. Os exames bioquímicos revelaram alterações significativas nos níveis de glicose e proteínas totais e alterações no nível plasmático de triglicerídeos nos quatis capturados na população em contado direto com seres humanos. Conclui-se que a saúde dos animais que possuem exposição direta com seres humanos está sendo afetada pelo consumo de uma dieta rica em carboidratos e gorduras, oriunda de alimentos industrializados fornecidos pelos turistas.(AU)


The coatis, carnivorous mammals of the Procyonidae family, are omnivorous animals, found in North, Central and South America and are widely distributed in Brazil. The objective of this study was to analyze changes in blood parameters in two different populations of coatis (Nasua nasua), of the western region of Paraná, and to evaluate the quality of life and the human interference in eating habits of these animals. Serologic analysis was performed in two different populations of coatis (Nasua nasua) inhabiting two conservation units in different areas in the city of Foz do Iguaçu. In one population, approximately fifty individuals were visualized, revealing themselves in direct exposure to humans as well as another minor population of about thirty individuals, which have no direct exposure to humans, which revealed important indicatives of the quality of life and health of these animals. Biochemical assessments of ten adults coatis serum were perfomred, five animals in group 1, population exposed to humans and five animals of the group 2, population less exposed. With the obtained results, comparisons were made between the groups' biochemical values and the reference values found in the literature. Biochemical tests revealed significant changes in glucose levels and total protein and changes in plasma levels of triglycerides in coatis captured in the population in direct contact with humans. It follows that the health of animals that have direct exposure to humans is being affected by the consumption of a diet high in carbohydrates and fats, coming from processed foods provided by tourists.(AU)


Assuntos
Animais , Procyonidae/sangue , Análise Química do Sangue/veterinária , Dieta Hiperlipídica/veterinária , Testes Sorológicos/veterinária , Animais Selvagens/sangue
8.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 69(1): 75-84, jan.-fev. 2017. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-690994

Resumo

RBC count plays an important role in animal diagnosis. Despite the many technologies available in different automated hematology analyzers, when it comes to the blood of wild animals it is still difficult to find an easy and affordable solution for multiple species. This study aims to evaluate the proposed automatic red blood cell counter. Blood samples (1 ocelot - Leopardus pardalis, 1 monkey - Cebus apella, 1 coati - Nasua nasua, 62 dogs - Canis familiaris, and 5 horses - Equus caballus) were analyzed using three methods: 1-manual count, 2-automatic count by image, and 3-semi-automatic count by image; blood from dogs and horses were also analyzed by a fourth method: 4-automatic count by impedance. The counts in methods 2 and 3 were produced by the proposed red blood cell counter. Results were compared using Pearson's correlation and plots with different methods as the criterion standard. RBC counts in methods 1, 2, and 3 correlated very well with those in the method 4 (r ≥ 0.94). RBC counts produced by method 2 were highly correlated with method 3 (r = 0.998). The results indicate that the proposed method can be used as an automatic or semi-automatic counting method in clinics that are currently using the manual method for RBC assessment.(AU)


A contagem de células vermelhas do sangue desempenha um papel importante no diagnóstico de animais. Apesar da existência de muitas tecnologias em diferentes contadores automatizados para análise de sangue, quando se trata do sangue de animais silvestres ainda é difícil encontrar uma solução simples e econômica para múltiplas espécies. O objetivo deste estudo é avaliar o contador de células vermelhas proposto. Amostras de sangue (uma jaguatirica - Leopardus pardalis, um macaco - Cebus apella, um quati - Nasua nasua, 62 cães - Canis familiaris e cinco cavalos - Equus caballus) foram analisadas por três métodos: 1 - contagem manual, 2 - contagem automática por imagem e 3 - contagem semiautomática por imagem; as amostras de cães e cavalos foram analisadas por um quarto método: 4 - contagem automática por impedância. As contagens dos métodos 2 e 3 foram obtidas usando-se o contador de células vermelhas proposto. Os resultados foram comparados por meio da correlação de Pearson e gráficos com diferentes métodos como valor de referência. As contagens dos métodos 1, 2 e 3 se correlacionaram muito bem com as contagens do método 4 (r ≥ 0.94). As contagens produzidas pelo método 2 apresentaram alta correlação com o método 3 (r = 0.998). Os resultados indicam que o contador proposto pode ser usado como um método de contagem automática ou semiautomática em clínicas que usam o método manual para contagem de células vermelhas do sangue de animais.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Contagem de Eritrócitos/métodos , Contagem de Eritrócitos/veterinária , Animais Selvagens/sangue , Animais Domésticos/sangue , Cebus/sangue , Felidae/sangue , Procyonidae/sangue , Cães/sangue
9.
Arq. bras. med. vet. zootec ; 69(1): 75-84, jan.-fev. 2017. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-834106

Resumo

RBC count plays an important role in animal diagnosis. Despite the many technologies available in different automated hematology analyzers, when it comes to the blood of wild animals it is still difficult to find an easy and affordable solution for multiple species. This study aims to evaluate the proposed automatic red blood cell counter. Blood samples (1 ocelot - Leopardus pardalis, 1 monkey - Cebus apella, 1 coati - Nasua nasua, 62 dogs - Canis familiaris, and 5 horses - Equus caballus) were analyzed using three methods: 1-manual count, 2-automatic count by image, and 3-semi-automatic count by image; blood from dogs and horses were also analyzed by a fourth method: 4-automatic count by impedance. The counts in methods 2 and 3 were produced by the proposed red blood cell counter. Results were compared using Pearson's correlation and plots with different methods as the criterion standard. RBC counts in methods 1, 2, and 3 correlated very well with those in the method 4 (r ≥ 0.94). RBC counts produced by method 2 were highly correlated with method 3 (r = 0.998). The results indicate that the proposed method can be used as an automatic or semi-automatic counting method in clinics that are currently using the manual method for RBC assessment.(AU)


A contagem de células vermelhas do sangue desempenha um papel importante no diagnóstico de animais. Apesar da existência de muitas tecnologias em diferentes contadores automatizados para análise de sangue, quando se trata do sangue de animais silvestres ainda é difícil encontrar uma solução simples e econômica para múltiplas espécies. O objetivo deste estudo é avaliar o contador de células vermelhas proposto. Amostras de sangue (uma jaguatirica - Leopardus pardalis, um macaco - Cebus apella, um quati - Nasua nasua, 62 cães - Canis familiaris e cinco cavalos - Equus caballus) foram analisadas por três métodos: 1 - contagem manual, 2 - contagem automática por imagem e 3 - contagem semiautomática por imagem; as amostras de cães e cavalos foram analisadas por um quarto método: 4 - contagem automática por impedância. As contagens dos métodos 2 e 3 foram obtidas usando-se o contador de células vermelhas proposto. Os resultados foram comparados por meio da correlação de Pearson e gráficos com diferentes métodos como valor de referência. As contagens dos métodos 1, 2 e 3 se correlacionaram muito bem com as contagens do método 4 (r ≥ 0.94). As contagens produzidas pelo método 2 apresentaram alta correlação com o método 3 (r = 0.998). Os resultados indicam que o contador proposto pode ser usado como um método de contagem automática ou semiautomática em clínicas que usam o método manual para contagem de células vermelhas do sangue de animais.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Animais Domésticos/sangue , Animais Selvagens/sangue , Contagem de Eritrócitos/métodos , Contagem de Eritrócitos/veterinária , Cebus/sangue , Cães/sangue , Felidae/sangue , Procyonidae/sangue
10.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 69(4): 889-895, jul.-ago. 2017. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-876680

Resumo

O principal sistema de grupos sanguíneos reconhecido para gatos é o AB. Os felinos apresentam anticorpos naturais contra o antígeno do tipo sanguíneo a que não pertencem, o que torna os testes de compatibilidade e as tipagens sanguíneas importantes na prevenção de reações transfusionais. O objetivo deste estudo foi realizar a tipagem sanguínea de oito gatos-mouriscos (Puma yagouaroundi), oito jaguatiricas (Leopardus pardalis), sete gatos-palheiros (Leopardus colocolo), sete gatos domésticos (Felis catus) da raça Persa e oito gatos domésticos sem raça definida (SRD), bem como realizar testes de compatibilidade entre os tipos sanguíneos iguais das diferentes espécies, para avaliar a possibilidade de transfusões interespecíficas. A técnica empregada para a tipagem foi a hemaglutinação em tubos de ensaio. A ocorrência do tipo sanguíneo tipo A foi de 100% entre as jaguatiricas, os gatos-palheiros e os gatos Persas e de 85,72% entre os gatos SRD. A ocorrência do tipo B foi de 100% nos gatos-mouriscos e de 14,28% nos gatos SRD. Considerando os testes de compatibilidade sanguínea, 87,5% (n=4) das jaguatiricas foram incompatíveis com os gatos domésticos, 100% (n= 6) dos gatos-palheiros foram compatíveis com os gatos domésticos e 100% (n= 4) dos gatos-mouriscos foram incompatíveis com os gatos domésticos do tipo B.(AU)


The blood group system recognized for cats is AB. Antibodies against other blood types occur naturally in cats, which makes the compatibility tests and blood typing important for preventing transfusion reactions. Wild felids need blood transfusions in cases of diseases and when run over on highways. The aim of this study was to perform blood typing of eight jaguarundies (Puma yagouaroundi), eight ocelots (Leopardus pardalis), seven pampas cats (Leopardus colocolo), seven domestic cats (Felis catus) of Persian breed and eight non-pedigree domestic cats (Felis catus), and test compatibility among the different species with the same blood types, to evaluate the possibility of performing interspecific blood transfusions. We conducted the study from August to December. We used haemagglutination in test tubes for typing. The occurrence of blood type A was 100% among ocelots, pampas cats and domestic cats of Persian breed, while non-pedigree domestic cats showed 85.72%. The occurrence of type B was 100% for jaguarundis and 14.28% for non-pedigree domestic cats. Regarding blood compatibility tests, 87.5% (n= 4) of the ocelots were incompatible with domestic cats; 100% (n=6) of the pampas cats were compatible with domestic cats, while 100% (n=4) of the jaguarundis were incompatible with type B domestic cats.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Antígenos de Grupos Sanguíneos , Tipagem e Reações Cruzadas Sanguíneas/veterinária , Felidae/sangue , Puma/sangue , Animais Domésticos/sangue , Animais Selvagens/sangue , Incompatibilidade de Grupos Sanguíneos/veterinária , Transfusão de Sangue/veterinária , Testes de Hemaglutinação/veterinária
11.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 69(4): 889-895, jul.-ago. 2017. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-17975

Resumo

O principal sistema de grupos sanguíneos reconhecido para gatos é o AB. Os felinos apresentam anticorpos naturais contra o antígeno do tipo sanguíneo a que não pertencem, o que torna os testes de compatibilidade e as tipagens sanguíneas importantes na prevenção de reações transfusionais. O objetivo deste estudo foi realizar a tipagem sanguínea de oito gatos-mouriscos (Puma yagouaroundi), oito jaguatiricas (Leopardus pardalis), sete gatos-palheiros (Leopardus colocolo), sete gatos domésticos (Felis catus) da raça Persa e oito gatos domésticos sem raça definida (SRD), bem como realizar testes de compatibilidade entre os tipos sanguíneos iguais das diferentes espécies, para avaliar a possibilidade de transfusões interespecíficas. A técnica empregada para a tipagem foi a hemaglutinação em tubos de ensaio. A ocorrência do tipo sanguíneo tipo A foi de 100% entre as jaguatiricas, os gatos-palheiros e os gatos Persas e de 85,72% entre os gatos SRD. A ocorrência do tipo B foi de 100% nos gatos-mouriscos e de 14,28% nos gatos SRD. Considerando os testes de compatibilidade sanguínea, 87,5% (n=4) das jaguatiricas foram incompatíveis com os gatos domésticos, 100% (n= 6) dos gatos-palheiros foram compatíveis com os gatos domésticos e 100% (n= 4) dos gatos-mouriscos foram incompatíveis com os gatos domésticos do tipo B.(AU)


The blood group system recognized for cats is AB. Antibodies against other blood types occur naturally in cats, which makes the compatibility tests and blood typing important for preventing transfusion reactions. Wild felids need blood transfusions in cases of diseases and when run over on highways. The aim of this study was to perform blood typing of eight jaguarundies (Puma yagouaroundi), eight ocelots (Leopardus pardalis), seven pampas cats (Leopardus colocolo), seven domestic cats (Felis catus) of Persian breed and eight non-pedigree domestic cats (Felis catus), and test compatibility among the different species with the same blood types, to evaluate the possibility of performing interspecific blood transfusions. We conducted the study from August to December. We used haemagglutination in test tubes for typing. The occurrence of blood type A was 100% among ocelots, pampas cats and domestic cats of Persian breed, while non-pedigree domestic cats showed 85.72%. The occurrence of type B was 100% for jaguarundis and 14.28% for non-pedigree domestic cats. Regarding blood compatibility tests, 87.5% (n= 4) of the ocelots were incompatible with domestic cats; 100% (n=6) of the pampas cats were compatible with domestic cats, while 100% (n=4) of the jaguarundis were incompatible with type B domestic cats.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Antígenos de Grupos Sanguíneos , Tipagem e Reações Cruzadas Sanguíneas/veterinária , Felidae/sangue , Puma/sangue , Transfusão de Sangue/veterinária , Incompatibilidade de Grupos Sanguíneos/veterinária , Testes de Hemaglutinação/veterinária , Animais Selvagens/sangue , Animais Domésticos/sangue
12.
Acta Vet. Brasilica ; 10(1): 92-97, 2016. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1453002

Resumo

Hematological and biochemistry values can be used to detect alterations caused by pathogenic agents and to establish differences between states of health and disease. The aim of this study was to perform hemogram and serum biochemistry examination in primates from the illegal captivity, considering the sex and body mass. Fifteen capuchin monkeys (Sapajus spp.) were examined (9 males and 6 females). All subjects underwent physical exams and clinical laboratory tests. Hemograms were performed using a Sysmex XT-1800i. A leukocyte count was performed on blood smears stained with Quick Panoptic. Serum biochemistry tests were performed with commercial Kits to evaluate the following parameters: alanine aminotransferase (ALT), aspartate aminotransferase (AST), gamma-glutamyl transferase (GGT), alkaline phosphatase (ALP), albumin, total protein (TP), triglycerides, cholesterol, urea nitrogen, creatinine, and lactate dehydrogenase (LDH). All variables were submitted to one-way analysis of variance (ANOVA). Comparisons of individual means were examined with the Tukey test with p 0.05. Males were heavier than females (2.86 ± 0.99 and 1.83 ± 0.27 Kg, respectively). However, sex and body mass do not influence in blood variables. Differences observed in this study can be attributed to factors related to the anesthetic protocol, among other elements of the methodology used, and/or management/environmental variations. Laboratorial tests associated with a detailed clinical examination contributed to the better understanding of the hemogram and serum biochemistry variables. In addition, it provides more accurate and comprehensive data for clinical decision making while working with captive animals


Os valores hematológicos e bioquímicos podem ser usados para detectar alterações causadas por agentes patogênicos e para estabelecer diferenças entre estados de saúde e doença. O objetivo deste estudo foi realizar exames de hemograma e bioquímica sérica em primatas oriundos do cativeiro ilegal considerando o sexo e a massa corporal. Foram examinados 15 macacos-prego (Sapajus spp.) (9 machos e 6 fêmeas). Todos os indivíduos foram avaliados clinicamente e por exames laboratoriais. Os hemogramas foram realizados pelo Sysmex XT-1800i. A contagem de leucócitos foi realizada em esfregaços de sangue corados com Panótico rápido. Os testes bioquímicos foram realizados com kits comerciais para avaliar os seguintes parâmetros: alanina aminotransferase (ALT), aspartato aminotransferase (AST), gama-glutamil transferase (GGT), fosfatase alcalina (ALP), albumina, proteínas totais (TP), os triglicéridos, colesterol, ureia, creatinina e lactato desidrogenase (LDH). Todas as variáveis foram submetidas à análise de variância (ANOVA um critério). A comparação de médias foi realizada com o teste de Tukey com p 0,05. Os machos foram significativamente mais pesados que as fêmeas (2,86 ± 0,99 e 1,83 ± 0,27 kg, respectivamente). No entanto, o sexo e massa corporal não influenciaram nas variáveis sanguíneas. As diferenças observadas no presente estudo podem ser atribuídas a fatores relacionados com o protocolo anestésico, entre outros elementos da metodologia utilizada e/ou manejo/variações ambientais. Testes laboratoriais associados ao exame clínico detalhado contribuem para a melhor compreensão das variáveis do hemograma e da bioquímica sérica. Além disso, fornecem dados mais precisos e abrangentes para a tomada de decisão clínica ao trabalhar com animais em cativeiro


Assuntos
Animais , Análise Química do Sangue/veterinária , Cebus/sangue , Contagem de Células Sanguíneas/veterinária , Animais Selvagens/sangue , Composição Corporal , Testes Hematológicos/veterinária
13.
Acta Vet. bras. ; 10(1): 92-97, 2016. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-304290

Resumo

Hematological and biochemistry values can be used to detect alterations caused by pathogenic agents and to establish differences between states of health and disease. The aim of this study was to perform hemogram and serum biochemistry examination in primates from the illegal captivity, considering the sex and body mass. Fifteen capuchin monkeys (Sapajus spp.) were examined (9 males and 6 females). All subjects underwent physical exams and clinical laboratory tests. Hemograms were performed using a Sysmex XT-1800i. A leukocyte count was performed on blood smears stained with Quick Panoptic. Serum biochemistry tests were performed with commercial Kits to evaluate the following parameters: alanine aminotransferase (ALT), aspartate aminotransferase (AST), gamma-glutamyl transferase (GGT), alkaline phosphatase (ALP), albumin, total protein (TP), triglycerides, cholesterol, urea nitrogen, creatinine, and lactate dehydrogenase (LDH). All variables were submitted to one-way analysis of variance (ANOVA). Comparisons of individual means were examined with the Tukey test with p 0.05. Males were heavier than females (2.86 ± 0.99 and 1.83 ± 0.27 Kg, respectively). However, sex and body mass do not influence in blood variables. Differences observed in this study can be attributed to factors related to the anesthetic protocol, among other elements of the methodology used, and/or management/environmental variations. Laboratorial tests associated with a detailed clinical examination contributed to the better understanding of the hemogram and serum biochemistry variables. In addition, it provides more accurate and comprehensive data for clinical decision making while working with captive animals(AU)


Os valores hematológicos e bioquímicos podem ser usados para detectar alterações causadas por agentes patogênicos e para estabelecer diferenças entre estados de saúde e doença. O objetivo deste estudo foi realizar exames de hemograma e bioquímica sérica em primatas oriundos do cativeiro ilegal considerando o sexo e a massa corporal. Foram examinados 15 macacos-prego (Sapajus spp.) (9 machos e 6 fêmeas). Todos os indivíduos foram avaliados clinicamente e por exames laboratoriais. Os hemogramas foram realizados pelo Sysmex XT-1800i. A contagem de leucócitos foi realizada em esfregaços de sangue corados com Panótico rápido. Os testes bioquímicos foram realizados com kits comerciais para avaliar os seguintes parâmetros: alanina aminotransferase (ALT), aspartato aminotransferase (AST), gama-glutamil transferase (GGT), fosfatase alcalina (ALP), albumina, proteínas totais (TP), os triglicéridos, colesterol, ureia, creatinina e lactato desidrogenase (LDH). Todas as variáveis foram submetidas à análise de variância (ANOVA um critério). A comparação de médias foi realizada com o teste de Tukey com p 0,05. Os machos foram significativamente mais pesados que as fêmeas (2,86 ± 0,99 e 1,83 ± 0,27 kg, respectivamente). No entanto, o sexo e massa corporal não influenciaram nas variáveis sanguíneas. As diferenças observadas no presente estudo podem ser atribuídas a fatores relacionados com o protocolo anestésico, entre outros elementos da metodologia utilizada e/ou manejo/variações ambientais. Testes laboratoriais associados ao exame clínico detalhado contribuem para a melhor compreensão das variáveis do hemograma e da bioquímica sérica. Além disso, fornecem dados mais precisos e abrangentes para a tomada de decisão clínica ao trabalhar com animais em cativeiro(AU)


Assuntos
Animais , Cebus/sangue , Contagem de Células Sanguíneas/veterinária , Análise Química do Sangue/veterinária , Testes Hematológicos/veterinária , Animais Selvagens/sangue , Composição Corporal
14.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 14(3): 373-380, jul.-set. 2013. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473259

Resumo

Foi realizado um levantamento da infecção por Leptospira spp. em mamíferos silvestres do Pantanal sul-mato-grossense com o emprego da reação de soroaglutinação microscópica (SAM) e da reação em cadeia da polimerase (PCR). Os sorovares de maior frequência nos animais investigados foram Hardjobovis (28%), Icterohemorhagiae (12%), M-110/2006 (isolado de Cerdocyon thous; 16%), Canicola (L014 isolada de Bos taurus, 4%), Whitcombi (4%), Pomona (20%), Autumnalis (12%) e Copenhageni (M9/99 isolada de Rattus norvegicus, 4%). Das 79 amostras examinadas pela PCR, 21 (26,58%) foram positivas, com a amplificação de um fragmento de aproximadamente 331pb. Dois fragmentos amplificados obtidos de amostras de C. thous foram clonados, sequenciados e identificados como L. interrogans por análise filogenética.


A survey of Leptospira spp. in wild mammals from the southern Pantanal of Mato Grosso do Sul was performed by microscopic agglutination test (MAT) and polymerase chain reaction (PCR). The serovars most frequently found were Hardjobovis (28%), Icterohemorhagiae (12%), M110/2006 strain (isolated from Cerdocyon thous, 16%), Canicola (L014 isolated from Bos Taurus, 4%), Whitcombi (4%), Pomona (20%), Autumnalis (12%) and Copenhageni (M9/99 isolated from Rattus norvegicus, 4%). From the 79 samples tested by PCR, 21 (26.58%) were positive, resulting in the amplification fragment of approximately 331pb. Two amplified fragments from C. thous were cloned, sequenced and identified as L. interrogans by phylogenetic analysis.


Assuntos
Animais , Animais Selvagens/sangue , Leptospirose/sangue , Leptospirose/veterinária , Procyonidae/sangue , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária , Roedores/sangue
15.
Ci. Anim. bras. ; 14(3): 373-380, jul.-set. 2013. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-32996

Resumo

Foi realizado um levantamento da infecção por Leptospira spp. em mamíferos silvestres do Pantanal sul-mato-grossense com o emprego da reação de soroaglutinação microscópica (SAM) e da reação em cadeia da polimerase (PCR). Os sorovares de maior frequência nos animais investigados foram Hardjobovis (28%), Icterohemorhagiae (12%), M-110/2006 (isolado de Cerdocyon thous; 16%), Canicola (L014 isolada de Bos taurus, 4%), Whitcombi (4%), Pomona (20%), Autumnalis (12%) e Copenhageni (M9/99 isolada de Rattus norvegicus, 4%). Das 79 amostras examinadas pela PCR, 21 (26,58%) foram positivas, com a amplificação de um fragmento de aproximadamente 331pb. Dois fragmentos amplificados obtidos de amostras de C. thous foram clonados, sequenciados e identificados como L. interrogans por análise filogenética.(AU)


A survey of Leptospira spp. in wild mammals from the southern Pantanal of Mato Grosso do Sul was performed by microscopic agglutination test (MAT) and polymerase chain reaction (PCR). The serovars most frequently found were Hardjobovis (28%), Icterohemorhagiae (12%), M110/2006 strain (isolated from Cerdocyon thous, 16%), Canicola (L014 isolated from Bos Taurus, 4%), Whitcombi (4%), Pomona (20%), Autumnalis (12%) and Copenhageni (M9/99 isolated from Rattus norvegicus, 4%). From the 79 samples tested by PCR, 21 (26.58%) were positive, resulting in the amplification fragment of approximately 331pb. Two amplified fragments from C. thous were cloned, sequenced and identified as L. interrogans by phylogenetic analysis.(AU)


Assuntos
Animais , Leptospirose/sangue , Leptospirose/veterinária , Roedores/sangue , Procyonidae/sangue , Animais Selvagens/sangue , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA