Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 7 de 7
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR (Online) ; 26(1cont): 263-276, jan.-jun. 2023. ilus
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1443232

Resumo

A Neospora caninum e a Toxoplasma gondii são os agentes etiológicos que causam a Neosporose e a Toxoplasmose, respectivamente. Estas duas doenças são consideradas de grande importância econômica e de distribuição mundial, que acometem tanto animais de produção quanto animais domésticos. Apresentam sinais clínicos inespecíficos, sendo a Neosporose frequentemente associada ao abortamento em fêmeas. Ambas enfermidades costumavam ser confundidas, dificultando o diagnóstico. São causadas por protozoários cosmopolitas de ciclos biológicos heteróxenos. O Toxoplasma gondii é responsável por doença clínica em cães e gatos, enquanto o Neospora caninum acomete somente cães. Além disso, não há, até o momento, relatos de Neosporose em humanos, diferente da Toxoplasmose. Ocasionalmente esta pode ocorrer em coiotes, suínos, ovinos, caprinos, equinos, cervídeos e bubalinos. Anticorpos contra Neospora tem sido descrito em raposas, camelos e felídeos. O objetivo da presente revisão, é elucidar a forma de transmissão, sinais clínicos, diagnóstico, tratamento e controle de ambas as doenças, mostrando suas semelhanças, afim de que se possa diagnosticá-las corretamente.(AU)


Neospora caninum and toxoplasma gondii are agents of great economic importance and worldwide distribution that affect production and domestic animals. They present nonspecific clinical signs, and neosporosis is a disease that frequently causes abortion in females, which is considered current, because both used to be confused, making diagnosis difficult. They are protozoan, cosmopolitan, of heterogeneous biological cycles. Toxoplasma gondii is responsible for clinical disease in dogs and cats, while Neospora caninum affects only dogs. Furthermore, there are no reports to date of neosporosis in humans, other than toxoplasmosis. Occasionally it may occur in coyotes, pigs, sheep, goats, horses, deer, and bubaline. Antibodies to Neospora have been described in foxes, camels, and felids. This review aims to elucidate the transmission, clinical signs, diagnosis, treatment, and control of both diseases, showing their similarities, so that they can be correctly diagnosed.(AU)


Neospora caninum y Toxoplasma gondii son los agentes etiológicos que causan Neosporosis y Toxoplasmosis, respectivamente. Estas dos enfermedades se consideran de gran importancia económica y de distribución mundial, afectando tanto al ganado como a los animales domésticos. Presentan signos clínicos inespecíficos y la neosporosis se asocia con frecuencia al aborto en mujeres. Ambas dolencias solían ser erróneas, lo que hacía difícil el diagnóstico. Son causados por protozoos cosmopolitas de ciclos biológicos heterogéneos. Toxoplasma gondii es responsable de enfermedades clínicas en perros y gatos, mientras que Neospora caninum sólo ataca a perros. Además, no se han notificado casos de Neosporosis en humanos hasta el momento, diferente de Toxoplasmosis. Ocasionalmente esto puede ocurrir en coyotes, cerdos, ovejas, cabras, caballos, ciervos y bubalinos. Se han notificado anticuerpos contra la Neospora en zorros, camellos y felinos. El propósito de esta revisión es dilucidar la forma de transmisión, los signos clínicos, el diagnóstico, el tratamiento y el control de ambas enfermedades, mostrando sus similitudes, de manera que puedan ser diagnosticadas correctamente.(AU)


Assuntos
Animais , Toxoplasmose/diagnóstico , Toxoplasmose/etiologia , Coccidiose/diagnóstico , Coccidiose/etiologia , Toxoplasma/patogenicidade , Neospora/patogenicidade
2.
Acta Vet. Brasilica ; 14(1): 30-35, Apr. 8, 2020. map, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1453203

Resumo

Neospora caninum is a protozoan of the heteroxenous cycle, whose definitive hosts include domestic and wild canids, while intermediate hosts are herbivores. Its occurrence in dogs of rural areas deserves attention due to the risk of transmission to the animals of production, mainly cattle. The objective of this study was to determine the prevalence of N. caninum antibodies in dogs belonging to rural areas of the municipality of Sousa, the semi-arid region of Paraíba, Northeastern Brazil. Blood sera from dogs of six rural communities were analyzed. The indirect fluorescent antibody test was performed for the detection of anti-N. caninum IgG. The results were considered positive when the total peripheral fluorescence of the tachyzoites occurred at a dilution 1:50. The frequency of seropositivity was 9.18% (9/98 cases). Antibody titers ranged from to 200, with the 1:50 titer being predominant. Among the evaluated sites, 66.6% (4/6) showed the presence of at least one seropositive dog. The variable contact with cattle was considered a risk factor (odds ratio = 15.25) for infection by the parasite, demonstrating a higher risk of contact with contaminated tissues. It was concluded that dogs from rural areas of the municipality of Sousa were exposed to N. caninum, and it was suggested that contact between dogs and cattle be avoided as a control measure to prevent infection in dogs.


Neospora caninum é um protozoário de ciclo heteroxeno, cujos hospedeiros definitivos incluem canídeos domésticos e silvestres, e hospedeiros intermediários são os herbívoros. Sua ocorrência em cães de áreas rurais merece atenção devido ao risco de transmissão aos animais de produção, principalmente bovinos. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de anticorpos anti-N. caninum em cães de zona rural do município de Sousa, Semiárido da Paraíba, Nordeste do Brasil. Foram analisados soros sanguíneos de cães de seis comunidades rurais. Para detecção de anticorpos IgG anti-N. caninum realizou-se a Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Os animais foram considerados positivos quando ocorria a fluorescência periférica total dos taquizoítos na diluição ≥1:50. A frequência de soropositividade encontrada foi de 9,18% (9/98). A titulação de anticorpos variou até 200, predominando o título 1:50. Dentre as localidades avaliadas, em 66,6% (4/6) havia pelo menos um cão soropositivo. A variável contato com bovinos foi considerada fator de risco (odds ratio = 15,25) para a infecção pelo parasito, demonstrando maior risco de contato com tecidos contaminados. Conclui-se que os cães de zona rural do município de Sousa estão expostos ao N. caninum, e sugere-se evitar o contato entre cães e bovinos como medida de controle para previnir a infecção em cães.


Assuntos
Animais , Cães , Coccidiose/epidemiologia , Coccidiose/etiologia , Coccidiose/veterinária , Neospora/isolamento & purificação , Brasil/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Zona Rural , Zona Semiárida
3.
Acta Vet. bras. ; 14(1): 30-35, Apr. 8, 2020. mapas, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26029

Resumo

Neospora caninum is a protozoan of the heteroxenous cycle, whose definitive hosts include domestic and wild canids, while intermediate hosts are herbivores. Its occurrence in dogs of rural areas deserves attention due to the risk of transmission to the animals of production, mainly cattle. The objective of this study was to determine the prevalence of N. caninum antibodies in dogs belonging to rural areas of the municipality of Sousa, the semi-arid region of Paraíba, Northeastern Brazil. Blood sera from dogs of six rural communities were analyzed. The indirect fluorescent antibody test was performed for the detection of anti-N. caninum IgG. The results were considered positive when the total peripheral fluorescence of the tachyzoites occurred at a dilution 1:50. The frequency of seropositivity was 9.18% (9/98 cases). Antibody titers ranged from to 200, with the 1:50 titer being predominant. Among the evaluated sites, 66.6% (4/6) showed the presence of at least one seropositive dog. The variable contact with cattle was considered a risk factor (odds ratio = 15.25) for infection by the parasite, demonstrating a higher risk of contact with contaminated tissues. It was concluded that dogs from rural areas of the municipality of Sousa were exposed to N. caninum, and it was suggested that contact between dogs and cattle be avoided as a control measure to prevent infection in dogs.(AU)


Neospora caninum é um protozoário de ciclo heteroxeno, cujos hospedeiros definitivos incluem canídeos domésticos e silvestres, e hospedeiros intermediários são os herbívoros. Sua ocorrência em cães de áreas rurais merece atenção devido ao risco de transmissão aos animais de produção, principalmente bovinos. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de anticorpos anti-N. caninum em cães de zona rural do município de Sousa, Semiárido da Paraíba, Nordeste do Brasil. Foram analisados soros sanguíneos de cães de seis comunidades rurais. Para detecção de anticorpos IgG anti-N. caninum realizou-se a Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Os animais foram considerados positivos quando ocorria a fluorescência periférica total dos taquizoítos na diluição ≥1:50. A frequência de soropositividade encontrada foi de 9,18% (9/98). A titulação de anticorpos variou até 200, predominando o título 1:50. Dentre as localidades avaliadas, em 66,6% (4/6) havia pelo menos um cão soropositivo. A variável contato com bovinos foi considerada fator de risco (odds ratio = 15,25) para a infecção pelo parasito, demonstrando maior risco de contato com tecidos contaminados. Conclui-se que os cães de zona rural do município de Sousa estão expostos ao N. caninum, e sugere-se evitar o contato entre cães e bovinos como medida de controle para previnir a infecção em cães.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Neospora/isolamento & purificação , Coccidiose/epidemiologia , Coccidiose/etiologia , Coccidiose/veterinária , Estudos Soroepidemiológicos , Zona Rural , Zona Semiárida , Brasil/epidemiologia
4.
Pesqui. vet. bras ; 38(2): 277-284, fev. 2018. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-895575

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo relatar surtos consecutivos (Agosto de 2015 e 2016) ocasionado por Eimeria zuernii em bezerros de corte, Canchim e Nelore, com aproximadamente 45 dias de vida, em uma propriedade rural localizada no município de São João da Boa Vista, estado de São Paulo. O primeiro surto foi diagnosticado em um lote composto por 78 bezerros, entre 35 e 55 dias de idade. Dos 78 bezerros, 32 eram Nelore e os outros 46 Canchim. Já o segundo, ocorreu em um novo lote de 66 bezerros (sendo 36 Nelore e 47 Canchim), com idade entre 30 e 45 dias. Alguns animais apresentaram diarreia sanguinolenta e desidratação. Colheitas de fezes de todos os animais (vacas e bezerros) foram realizadas para realização de exame coproparasitológico e quantificação de ovos e oocistos por grama (OPG e OoPG) de fezes de parasitos. Com base nos resultados encontrados neste estudo, é possível afirmar que os surtos consecutivos em bezerros de corte entre 30 e 55 dias de idade, na época seca do ano (agosto), foram desencadeados pelo elevado grau de infecção destes animais por E. zuernii. Analisando os dois anos em que os surtos ocorreram, a presença de sinais clínicos (diarreia sanguinolenta) e a mortalidade de bezerros desencadeada pela eimeriose/desidratação, aconteceram em 8,3% 1,4% do rebanho, respectivamente. Estes resultados destacam a importância em se realizar pesquisas de campo, com o objetivo de se melhor entender a dinâmica de parasitismo de E. zuernii e E. bovis em bezerros com idade inferior a três meses, em função dos motivos já discutidos neste estudo. Além disso, é necessário que se investigue as possíveis fontes de infecção, como a água ingerida pelos animais, para que condutas práticas possam ser adotadas/recomendadas aos proprietários, diminuindo desta maneira os prejuízos ocasionados por surtos de Eimeria spp em rebanhos bovinos.(AU)


We report consecutive outbreaks (August 2015 and 2016) of disease caused by Eimeria zuernii in Canchim and Nelore calves about 45 days of age on a rural property in the municipality of São João da Boa Vista, state of São Paulo, Brazil. The first outbreak infected 78 calves (32 Nelore and 46 Canchim) between 35 and 55 days of age. The second outbreak infected 66 calves (36 Nelore and 47 Canchim) between 30 and 45 days of age. Some calves had bloody diarrhea and were dehydrated. Feces were collected from all animals (cows and calves) for coproparasitological examination and quantification of parasite eggs and oocysts per gram. The consecutive outbreaks in the 30 to 55 day-old calves occurred during the dry season (August). These outbreaks were caused by a high degree of infection by E. zuernii. Clinical signs (bloody diarrhea) and mortality of the calves triggered by eimeriosis/dehydration occurred in 8.3 and 1.4% of the herd in 2015 and 2016, respectively. These results highlight the importance of conducting field studies to better understand the parasitic dynamics of E. zuernii in calves younger than three months. Identifying the sources of infection, such as the water ingested by the animals, is also necessary, so that practical husbanddry can be recommended and adopted by the producers, to reduce the damage caused by outbreaks of Eimeria spp. in cattle herds.(AU)


Assuntos
Animais , Lactente , Bovinos , Coccidiose/epidemiologia , Coccidiose/etiologia , Surtos de Doenças/veterinária , Eimeria , Brasil/epidemiologia , Estação Seca
5.
Pesqui. vet. bras ; 38(2): 277-284, fev. 2018. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-19754

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo relatar surtos consecutivos (Agosto de 2015 e 2016) ocasionado por Eimeria zuernii em bezerros de corte, Canchim e Nelore, com aproximadamente 45 dias de vida, em uma propriedade rural localizada no município de São João da Boa Vista, estado de São Paulo. O primeiro surto foi diagnosticado em um lote composto por 78 bezerros, entre 35 e 55 dias de idade. Dos 78 bezerros, 32 eram Nelore e os outros 46 Canchim. Já o segundo, ocorreu em um novo lote de 66 bezerros (sendo 36 Nelore e 47 Canchim), com idade entre 30 e 45 dias. Alguns animais apresentaram diarreia sanguinolenta e desidratação. Colheitas de fezes de todos os animais (vacas e bezerros) foram realizadas para realização de exame coproparasitológico e quantificação de ovos e oocistos por grama (OPG e OoPG) de fezes de parasitos. Com base nos resultados encontrados neste estudo, é possível afirmar que os surtos consecutivos em bezerros de corte entre 30 e 55 dias de idade, na época seca do ano (agosto), foram desencadeados pelo elevado grau de infecção destes animais por E. zuernii. Analisando os dois anos em que os surtos ocorreram, a presença de sinais clínicos (diarreia sanguinolenta) e a mortalidade de bezerros desencadeada pela eimeriose/desidratação, aconteceram em 8,3% 1,4% do rebanho, respectivamente. Estes resultados destacam a importância em se realizar pesquisas de campo, com o objetivo de se melhor entender a dinâmica de parasitismo de E. zuernii e E. bovis em bezerros com idade inferior a três meses, em função dos motivos já discutidos neste estudo. Além disso, é necessário que se investigue as possíveis fontes de infecção, como a água ingerida pelos animais, para que condutas práticas possam ser adotadas/recomendadas aos proprietários, diminuindo desta maneira os prejuízos ocasionados por surtos de Eimeria spp em rebanhos bovinos.(AU)


We report consecutive outbreaks (August 2015 and 2016) of disease caused by Eimeria zuernii in Canchim and Nelore calves about 45 days of age on a rural property in the municipality of São João da Boa Vista, state of São Paulo, Brazil. The first outbreak infected 78 calves (32 Nelore and 46 Canchim) between 35 and 55 days of age. The second outbreak infected 66 calves (36 Nelore and 47 Canchim) between 30 and 45 days of age. Some calves had bloody diarrhea and were dehydrated. Feces were collected from all animals (cows and calves) for coproparasitological examination and quantification of parasite eggs and oocysts per gram. The consecutive outbreaks in the 30 to 55 day-old calves occurred during the dry season (August). These outbreaks were caused by a high degree of infection by E. zuernii. Clinical signs (bloody diarrhea) and mortality of the calves triggered by eimeriosis/dehydration occurred in 8.3 and 1.4% of the herd in 2015 and 2016, respectively. These results highlight the importance of conducting field studies to better understand the parasitic dynamics of E. zuernii in calves younger than three months. Identifying the sources of infection, such as the water ingested by the animals, is also necessary, so that practical husbanddry can be recommended and adopted by the producers, to reduce the damage caused by outbreaks of Eimeria spp. in cattle herds.(AU)


Assuntos
Animais , Lactente , Bovinos , Coccidiose/epidemiologia , Coccidiose/etiologia , Surtos de Doenças/veterinária , Eimeria , Brasil/epidemiologia , Estação Seca
6.
R. cient. eletr. Med. Vet. ; 23: 1-23, jul. 2014. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-691181

Resumo

A neosporose bovina é uma importante enfermidade da esfera reprodutiva que apresenta impacto sanitário ao rebanho e graves prejuízos financeiros ao sistema de produção. Os cães, hospedeiros intermediários, são os principais fatores de risco que contribuem para a transmissão e disseminação da enfermidade. Aliado a este, outros fatores de risco e aqueles envolvidos na patogenia favorecem a manutenção da doença. A associação dos sinais clínicos e histórico do rebanho com os exames complementares são essenciais para confirmação diagnóstica e implementação de medidas de controle e profilaxia eficazes. Diante da importância e atualidade do tema, objetivou-se promover uma ampla e detalhada revisão da literatura enfatizando os fatores etiológicos, dados epidemiológicos, fatores de risco, ciclo biológico e patogenia, bem como destacar os sinais clínicos e ferramentas diagnósticas envolvidas na neosporose. Paralelamente, o artigo traz uma abordagem sobre os procedimentos de controle e profilaxia, com ênfase a adoção de medidas de biossegurança, visando à eliminação da enfermidade do plantel. (AU)


Bovine neosporosis is an important disease of the reproductive sphere that leads to impact of herd health and serious financial losses to the production system. Dogs are the intermediate hosts and the main risk factors that contribute to the transmission and spread of disease. Allied to this, other risk factors and those involved with the pathogenesis further the maintenance of the disease. The association of clinical signs and history of the herd with complementary examinations are essential for diagnosis and implementation of control measures and effective prophylaxis confirmation. Due the importance and topicality, aimed to promote a comprehensive and detailed review of the literature emphasizing the etiologic factors, epidemiologic data, risk factors, life cycle and pathogenesis, as well as highlighting the clinical signs and diagnostic tools involved in neosporosis. Meanwhile, this paper presents an approach on the prevention and control procedures, with emphasis on the adoption of biosecurity measures aimed at the elimination of illness squad. (AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Coccidiose/epidemiologia , Coccidiose/etiologia , Coccidiose/veterinária , Neospora/patogenicidade , Transmissão de Doença Infecciosa/veterinária
7.
Rev. cient. eletrônica med. vet ; 23: 1-23, jul. 2014. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1494151

Resumo

A neosporose bovina é uma importante enfermidade da esfera reprodutiva que apresenta impacto sanitário ao rebanho e graves prejuízos financeiros ao sistema de produção. Os cães, hospedeiros intermediários, são os principais fatores de risco que contribuem para a transmissão e disseminação da enfermidade. Aliado a este, outros fatores de risco e aqueles envolvidos na patogenia favorecem a manutenção da doença. A associação dos sinais clínicos e histórico do rebanho com os exames complementares são essenciais para confirmação diagnóstica e implementação de medidas de controle e profilaxia eficazes. Diante da importância e atualidade do tema, objetivou-se promover uma ampla e detalhada revisão da literatura enfatizando os fatores etiológicos, dados epidemiológicos, fatores de risco, ciclo biológico e patogenia, bem como destacar os sinais clínicos e ferramentas diagnósticas envolvidas na neosporose. Paralelamente, o artigo traz uma abordagem sobre os procedimentos de controle e profilaxia, com ênfase a adoção de medidas de biossegurança, visando à eliminação da enfermidade do plantel.


Bovine neosporosis is an important disease of the reproductive sphere that leads to impact of herd health and serious financial losses to the production system. Dogs are the intermediate hosts and the main risk factors that contribute to the transmission and spread of disease. Allied to this, other risk factors and those involved with the pathogenesis further the maintenance of the disease. The association of clinical signs and history of the herd with complementary examinations are essential for diagnosis and implementation of control measures and effective prophylaxis confirmation. Due the importance and topicality, aimed to promote a comprehensive and detailed review of the literature emphasizing the etiologic factors, epidemiologic data, risk factors, life cycle and pathogenesis, as well as highlighting the clinical signs and diagnostic tools involved in neosporosis. Meanwhile, this paper presents an approach on the prevention and control procedures, with emphasis on the adoption of biosecurity measures aimed at the elimination of illness squad.


Assuntos
Animais , Bovinos , Coccidiose/epidemiologia , Coccidiose/etiologia , Coccidiose/veterinária , Neospora/patogenicidade , Transmissão de Doença Infecciosa/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA