Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 11 de 11
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Pesqui. vet. bras ; 42: e06805, 2022. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1375997

Resumo

Bovine cysticercosis and hydatidosis are frequently identified by inspectors in slaughterhouses from the state of Rio Grande do Sul. Slaughterhouse records can provide valuable information for animal-related diseases and public health surveillance. Analyzing these data can aid set priorities to regions or properties that need more attention. Slaughter condemnation data is collected daily and stored in the Agricultural Defense System (SDA) database of the State Veterinary Services. However, it needs to be turned into useful information in bovine cysticercosis and hydatidosis surveillance programs. This study aimed to discuss how the analysis of condemnation data in the context of epidemiology can be useful for a surveillance system of bovine cysticercosis and hydatidosis. For this purpose, slaughter data of 5,137,870 cattle from 480,000 animal movement permits (GTA) from 97,891 farms from 2014 to 2018 were obtained from the Secretary of Agriculture, Livestock and Rural Development of the State of Rio Grande do Sul (SEAPDR-RS). Differences in the occurrence rates of bovine cysticercosis and hydatidosis among mesoregions over time were assessed through generalized linear models. Cysticercosis was identified in 65,379 (1.27%) carcasses and hydatidosis in 323,395 (6.29%). The occurrence rates of both diseases varied distinctly over time between the regions (p<0.01). Next, a process was developed to identify priority farms to target a surveillance program based on the prevalence. Period prevalence for cysticercosis and hydatidosis was obtained for each farm. The epidemiological indicator was calculated for each farm, dividing the number of affected carcasses by the number of bovines sent to slaughter during the period. The mean prevalence was obtained, and the exact binomial test was applied to identify farms presenting prevalence above the mean. It was observed that 2.48% and 6.17% of the farms had prevalence above the population mean prevalence of cysticercosis and hydatidosis, respectively. The Western mesoregion had the highest percentage of farms with prevalence above the average for cysticercosis (6.9%), followed by the Southwest mesoregion (6.0%). For hydatidosis, the percentage frequency of farms with prevalence above the average was markedly higher in the mesoregions Southeast (32.8%) and Southwest (29.5%). The results showed that analysis of slaughterhouse condemnation data of SDA is useful to identify situations in which the occurrence of the diseases is significantly higher than the average to apply additional measures or epidemiological investigations. This information may be useful in plans of epidemiological surveillance programs for controlling bovine cysticercosis and hydatidosis by the State's Official Veterinary Services.


Lesões características de cisticercose e hidatidose bovina são frequentemente identificadas por fiscais em abatedouros no Rio Grande do Sul. Dados de condenações destas propriedades são coletados diariamente e armazenados em banco de dados do Sistema de Defesa Agropecuária (SDA) da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR-RS), podendo fornecer informações valiosas para a vigilância de doenças de importância para a saúde animal e saúde pública, bem como, contribuir para a tomada de decisão direcionada a propriedades rurais ou regiões que realmente necessitam de intervenção sanitária. No entanto, estes dados precisam ser transformados em informação útil para programas de prevenção e controle da cisticercose e da hidatidose bovina. O presente trabalho teve como objetivo analisar os dados de condenações de carcaças bovinas abatidas em frigoríficos sob inspeção estadual no Rio Grande do Sul, no período de 2014 a 2018. Foram utilizados dados de 5.137.870 bovinos enviados para abate em 480.000 lotes (GTA emitidas) de 97.891 fazendas. Diferenças nas taxas de ocorrência de cisticercose e hidatidose bovina ao longo do tempo, entre as mesorregiões do Rio Grande do Sul, foram analisadas por meio de modelos lineares generalizados. A cisticercose foi identificada em 65.379 (1,27%) carcaças e a hidatidose em 323.395 (6,29%) carcaças. Ao longo do tempo detectou-se uma tendência de redução nas taxas de ocorrência das duas doenças que, por sua vez, se comportaram de maneira distinta entre as mesorregiões (p<0,01). Por outro lado, desenvolveu-se um processo para identificação de propriedades prioritárias para ação de vigilância com base na prevalência. A prevalência no período para cisticercose e hidatidose foi calculada para cada propriedade. O indicador foi obtido dividindo-se o número de carcaças afetadas pelo número total de animais enviados para abate, ou seja, é a proporção de ocorrência das parasitoses dentre os animais enviados para abate em cada propriedade no período de cinco anos. A prevalência média ou populacional (π), que é a média das prevalências de todas as propriedades, foi calculada e, em seguida, foi aplicado o teste exato binomial para identificar as propriedades com prevalência acima da média para ambas as doenças. Foi observado que 2,48% (2.425/97.841) e 6,17% (6.039/97.841) das propriedades apresentavam prevalências acima da média populacional para cisticercose e hidatidose, respectivamente. Observou-se que a mesorregião Centro Ocidental possui maior frequência percentual de propriedades com prevalência de cisticercose acima da média (6,9%), seguido pela mesorregião Sudoeste (6,0%). Já para hidatidose, a frequência percentual de propriedades com prevalência acima da média foi substancialmente superior nas mesorregiões Sudeste (32,8%) e Sudoeste (29,5%) quando comparada às demais. Os resultados demonstraram que com os dados de condenações de abatedouro do SDA foi possível identificar situações em que a ocorrência das doenças é significativamente alta e que necessitam de medidas ou investigações epidemiológicas adicionais. O conhecimento dessa informação pode ser útil no planejamento de programas de vigilância epidemiológica para o controle da cisticercose e hidatidose bovina pelos serviços veterinários oficiais do Estado.


Assuntos
Animais , Bovinos , Cisticercose/veterinária , Cisticercose/epidemiologia , Doenças dos Bovinos , Equinococose/veterinária , Equinococose/epidemiologia , Doenças Parasitárias em Animais/epidemiologia , Matadouros
2.
Bol. Apamvet (Online) ; 13(2): 15-16, 2022. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1393327

Resumo

As zoonoses representam 75% das doenças emergentes. Estas doenças são uma ameaça permanente à saúde e bem-estar humanos, e têm o potencial de se tornar cada vez mais frequentes devido à degradação de habitats, alteração de utilização das terras, e aumento da mobilidade global de pessoas, animais e produtos animais. O objetivo deste estudo foi investigar o impacto de dez zoonoses (brucelose, cisticercose, equinococose, leishmaniose, leptospirose, doença de Lyme, raiva, toxoplasmose, triquinelose e febre do Nilo Ocidental) nos internamentos em hospitais do Serviço Nacional de Saúde português entre 2002 e 2016.(AU)


Assuntos
Zoonoses/epidemiologia , Hospitalização/estatística & dados numéricos , Portugal , Raiva/epidemiologia , Triquinelose/epidemiologia , Febre do Nilo Ocidental/epidemiologia , Brucelose/epidemiologia , Cisticercose/epidemiologia , Doença de Lyme/epidemiologia , Leishmaniose/epidemiologia , Toxoplasmose/epidemiologia , Estudos Retrospectivos , Equinococose/epidemiologia , Leptospirose/epidemiologia
3.
R. cient. eletr. Med. Vet. ; (36): 1-15, jan. 2021.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-764626

Resumo

A hidatidose é uma zoonose causada pelo estado larvar do cestódeo Echinococcus granulosus que apresenta distribuição mundial. Os hospedeiros definitivos são cães e os hospedeiros intermediários são herbívoros, como ovinos, bovinos e o homem. A hidatidose é considerada um importante problema de saúde pública e causa prejuízos econômicos na pecuária. O objetivo dessa revisão bibliográfica foi abordar a importância médico-veterinária da doença no âmbito de saúde pública, com atenção especial para a biologia, epidemiologia, controle e profilaxia.(AU)


Hydatidosis is a zoonotic disease caused by the larval stage of Echinococcus granulosus cestode that has worldwide distribution. The definitive hosts are dogs and the intermediates are herbivores such as sheep, cattle and humans. Hydatidosis is considered an importat public health problem and causes economic losses in livestock. The objective of this literature review was to aproach the veterinary importance of the disease in public health, with special attention to biology, epidemiology, con trol and prophilaxis.(AU)


Assuntos
Animais , Equinococose/epidemiologia , Equinococose/prevenção & controle , Equinococose/veterinária , Echinococcus , Saúde Pública , Zoonoses
4.
Rev. cient. eletrônica med. vet ; (36): 1-15, jan. 2021.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1494379

Resumo

A hidatidose é uma zoonose causada pelo estado larvar do cestódeo Echinococcus granulosus que apresenta distribuição mundial. Os hospedeiros definitivos são cães e os hospedeiros intermediários são herbívoros, como ovinos, bovinos e o homem. A hidatidose é considerada um importante problema de saúde pública e causa prejuízos econômicos na pecuária. O objetivo dessa revisão bibliográfica foi abordar a importância médico-veterinária da doença no âmbito de saúde pública, com atenção especial para a biologia, epidemiologia, controle e profilaxia.


Hydatidosis is a zoonotic disease caused by the larval stage of Echinococcus granulosus cestode that has worldwide distribution. The definitive hosts are dogs and the intermediates are herbivores such as sheep, cattle and humans. Hydatidosis is considered an importat public health problem and causes economic losses in livestock. The objective of this literature review was to aproach the veterinary importance of the disease in public health, with special attention to biology, epidemiology, con trol and prophilaxis.


Assuntos
Animais , Echinococcus , Equinococose/epidemiologia , Equinococose/prevenção & controle , Equinococose/veterinária , Saúde Pública , Zoonoses
5.
Ci. Rural ; 50(4): e20190620, Apr. 22, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26992

Resumo

Cystic echinococcosis is a parasitic infection of worldwide distribution, which, despite causing significant loss of health and money, is still a neglected disease. The present study was performed to determine the prevalence of bovine hydatid disease at Research Centre for the Conservation of Sahiwal Cattle, Jahangirabad, Khanewal, Pakistan. Five hundred bovine serum samples were tested for the detection of bovine Echinococcus antibodies (IgG), using the ELISA kits. Antibodies of bovine Echinococcus were detected in 24.2% cattle. Female cattle showed higher disease prevalence (33.2%) compared to (6.02%) in male cattle. There was positive association between sex of cattle and prevalence (P<0.05). Positive correlation between disease prevalence and age was detected. Younger animals (<3 years old) had lower prevalence value of disease than to older animals (> 3 years old). It is concluded that there is high degree of exposure of cattle to Echinococcus at Research Centre for Conservation of Sahiwal Cattle, Khanewal, Punjab. Measures should be taken to reduce risk of disease to avoid its spread to humans as well as great degree of economic losses.(AU)


A equinococose cística é uma infecção parasitária de distribuição mundial que, apesar de causar perda significativa de saúde e dinheiro, ainda é uma doença negligenciada. O presente estudo foi realizado para determinar a prevalência da doença hidatídea bovina no Centro de Pesquisa para Conservação do Gado Sahiwal, Jahangirabad, Khanewal, Paquistão. Quinhentas amostras de soro bovino foram testadas para a detecção de anticorpos anti Echinococcus de bovinos (IgG), utilizando os kits ELISA. Anticorpos de contra Echinococcus bovino foram detectados em 24,2% dos bovinos. As fêmeas apresentaram maior prevalência de doenças (33,2%) em comparação com (6,02%) nos machos. Existe associação positiva entre sexo do gado e prevalência (P<0,05). Foi detectada correlação positiva entre a prevalência da doença e a idade. Animais mais jovens (<3 anos) apresentaram menor valor de prevalência da doença do que animais mais velhos (>3 anos). Conclui-se que existe um alto grau de exposição do gado ao Echinococcus no Centro de Pesquisa para Conservação do Gado Sahiwal, Khanewal, Punjab. Devem ser tomadas medidas para reduzir o risco de doenças e evitar sua propagação para os seres humanos, além de um grande grau de perdas econômicas.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Echinococcus/imunologia , Equinococose/epidemiologia , Equinococose/veterinária , Fatores Sexuais , Estudos Soroepidemiológicos , Paquistão , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/veterinária
6.
Ars vet ; 35(3): 93-99, 2019. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1463505

Resumo

Patologias como cisticercose, fasciolose e hidatidose são muito comuns na rotina de inspeção dos frigoríficos de bovinos, sendo descritas na literatura como importantes causas de condenações em abatedouros frigoríficos. Tendo em vista o conceito de saúde única, onde temos de forma integrada a saúde animal, saúde humana e saúde ambiental, este trabalho avaliou a ocorrência de cisticercose, fasciolose e hidatidose em bovinos abatidos na região Centro-Oeste do Estado de São Paulo, através de estudo retrospectivo em frigorífico sob inspeção estadual na cidade de Torrinha, perfazendo um total e 24.286 animais abatidos provenientes de 15 municípios no período de janeiro de 2014 a dezembro de 2015. Verificou-se que as prevalências médias de fasciolose, cisticercose e hidatidose foram de 5,61%, 2,41% e 0,64%, respectivamente. Observou-se queda de 3,24% para 1,49% na incidência da cisticercose e de 6,15% para 5,01% de fasciolose, quando comparados os anos de 2014 e 2015. Houve aumento da incidência de hidatidose de 0,46% para 0,84%, de 2014 para 2015. Também, ficou evidente a variação das prevalências entre os 15 municípios do estudo, de 0,90% a 7,94% para cisticercose, de 0,17% a 36,47% para fasciolose e de 0,17% a 5,44% para hidatidose. Portanto, os resultados deste levantamento demonstram maior prevalência de fasciolose nos bovinos abatidos na Centro-Oeste do Estado de São Paulo, seguido por cisticercose e hidatidose, respectivamente. Tais resultados poderão servir de instrumento para políticas públicas de controle destas enfermidades.


Pathologies such as cysticercosis, fasciolose and hydatidosis are very common in the routine inspection of cattle slaughterers, being described in the literature as one of the main causes of slaughterhouse condemnations for parasites. Considering the concept of unique health, where we have integrated animal, human and environmental health, this work evaluated the occurrence of cysticercosis, fasciolosis and hydatidosis in cattle slaughtered in the Midwest region of São Paulo State, through a retrospective study in a state-controlled abattoir in the city of Torrinha, totaling 24,286 slaughtered animals from 15 municipalities during period of January 2014 to December 2015. It was seen that the medical prevalence’s of fasciolosis, cysticercosis and hydatidosis were respectively of 5,61%, 2,41% and 0,64%. It was observed a decrease in the incidence of cysticercosis from 3,24% to 1,49% and also for fasciolosis from 6,15% to 5,01%, when compared the years 2014 and 2015. There was an increase in the incidence of hydatidosis from 0,46% to 0,84% between 2014 and 2015. In addition, a variation on the prevalence was evident between the 15 studied municipalities, from 0,90% to 7,94% for cysticercosis, from 0,17% to 36,47% for fasciolosis and from 0,17% to 5,44% for hydatidosis. Therefore, the results of this survey show a higher prevalence of fasciolosis in cattle slaughtered in the Midwest of São Paulo State, followed by cysticercosis and hydatidosis, respectively. Such results may serve as an instrument for public policies to control these diseases.


Assuntos
Animais , Bovinos , Cisticercose/epidemiologia , Cisticercose/veterinária , Equinococose/epidemiologia , Equinococose/veterinária , Fasciolíase/epidemiologia , Fasciolíase/veterinária , Inspeção Sanitária
7.
Ars Vet. ; 35(3): 93-99, 2019. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-25863

Resumo

Patologias como cisticercose, fasciolose e hidatidose são muito comuns na rotina de inspeção dos frigoríficos de bovinos, sendo descritas na literatura como importantes causas de condenações em abatedouros frigoríficos. Tendo em vista o conceito de saúde única, onde temos de forma integrada a saúde animal, saúde humana e saúde ambiental, este trabalho avaliou a ocorrência de cisticercose, fasciolose e hidatidose em bovinos abatidos na região Centro-Oeste do Estado de São Paulo, através de estudo retrospectivo em frigorífico sob inspeção estadual na cidade de Torrinha, perfazendo um total e 24.286 animais abatidos provenientes de 15 municípios no período de janeiro de 2014 a dezembro de 2015. Verificou-se que as prevalências médias de fasciolose, cisticercose e hidatidose foram de 5,61%, 2,41% e 0,64%, respectivamente. Observou-se queda de 3,24% para 1,49% na incidência da cisticercose e de 6,15% para 5,01% de fasciolose, quando comparados os anos de 2014 e 2015. Houve aumento da incidência de hidatidose de 0,46% para 0,84%, de 2014 para 2015. Também, ficou evidente a variação das prevalências entre os 15 municípios do estudo, de 0,90% a 7,94% para cisticercose, de 0,17% a 36,47% para fasciolose e de 0,17% a 5,44% para hidatidose. Portanto, os resultados deste levantamento demonstram maior prevalência de fasciolose nos bovinos abatidos na Centro-Oeste do Estado de São Paulo, seguido por cisticercose e hidatidose, respectivamente. Tais resultados poderão servir de instrumento para políticas públicas de controle destas enfermidades.(AU)


Pathologies such as cysticercosis, fasciolose and hydatidosis are very common in the routine inspection of cattle slaughterers, being described in the literature as one of the main causes of slaughterhouse condemnations for parasites. Considering the concept of unique health, where we have integrated animal, human and environmental health, this work evaluated the occurrence of cysticercosis, fasciolosis and hydatidosis in cattle slaughtered in the Midwest region of São Paulo State, through a retrospective study in a state-controlled abattoir in the city of Torrinha, totaling 24,286 slaughtered animals from 15 municipalities during period of January 2014 to December 2015. It was seen that the medical prevalences of fasciolosis, cysticercosis and hydatidosis were respectively of 5,61%, 2,41% and 0,64%. It was observed a decrease in the incidence of cysticercosis from 3,24% to 1,49% and also for fasciolosis from 6,15% to 5,01%, when compared the years 2014 and 2015. There was an increase in the incidence of hydatidosis from 0,46% to 0,84% between 2014 and 2015. In addition, a variation on the prevalence was evident between the 15 studied municipalities, from 0,90% to 7,94% for cysticercosis, from 0,17% to 36,47% for fasciolosis and from 0,17% to 5,44% for hydatidosis. Therefore, the results of this survey show a higher prevalence of fasciolosis in cattle slaughtered in the Midwest of São Paulo State, followed by cysticercosis and hydatidosis, respectively. Such results may serve as an instrument for public policies to control these diseases.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Cisticercose/epidemiologia , Cisticercose/veterinária , Fasciolíase/epidemiologia , Fasciolíase/veterinária , Equinococose/epidemiologia , Equinococose/veterinária , Inspeção Sanitária
8.
Ci. Rural ; 48(8): e20170811, 2018. mapas, ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-736488

Resumo

This study sought to evaluate the occurrence of lesions suggestive of hydatidosis, cysticercosis, and tuberculosis in animals slaughtered under sanitary inspection of the Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA), in the state of Rio Grande do Sul. Condemnation data between the years 2009 and 2017 were obtained from Secretaria da Agricultura Pecuária e Irrigação (SEAPI) and presented according to the administrative regions established by SEAPI. In that period, 7,509,544 cattle were slaughtered and condemnations occurred in all regions of the state at varying levels. The mean condemnation values showed the presence of hydatidosis in 523,399 (6.97%), cysticercosis in 92,277 (1.23%), and tuberculosis in 10,595 (0.14%) cattle carcasses. The mean values of hydatidosis diagnoses were higher in the regions of Alegrete (14.19%), Bagé (19.62%), and Pelotas (17.71%). The regions of Osório (1.86%), Santa Maria (2.10%), and São Luiz Gonzaga (1.83%) had highest rates of cysticercosis condemnations. All regions maintained an average bovine tuberculosis diagnosis rate of less than 1% and Estrela region had the highest index (0.70%). Results showed that the three diseases occurred in all regions of the state, the average prevalence rates in each region are variable, and distribution seems to be regionalized. This knowledge contributes to the plans for controlling these diseases, which are zoonoses that cause economic losses to the productive sector.(AU)


O objetivo do estudo foi avaliar a ocorrência de lesões sugestivas de hidatidose, cisticercose e tuberculose em carcaças bovinas oriundas de abatedouros frigoríficos sob inspeção sanitária da Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA), no Estado do Rio Grande do Sul. Os dados de condenações entre os anos de 2009 e 2016 foram obtidos junto a Secretaria da Agricultura Pecuária e Irrigação (SEAPI) e apresentados conforme as regiões administrativas estabelecidas pela SEAPI. Nesse período foram abatidos 7.509.544 bovinos e as condenações estiveram presentes em todas as regiões do estado, em níveis variáveis. Os valores médios das condenações demonstraram a presença de hidatidose em 523.399 (6,97%), cisticercose em 92.277 (1,23%) e tuberculose em 10.595 (0,14%) das carcaças bovinas. Os valores médios de condenações por hidatidose foram maiores nas regionais de Alegrete (14,19%), Bagé (19,62%) e Pelotas (17,71%). As regionais de Osório (1,86%), Santa Maria (2,10%) e São Luiz Gonzaga (1,83%) apresentaram as maiores médias para a presença de cisticercose. Todas as regiões mantiveram uma média abaixo de 1% para condenações por tuberculose bovina e a região de Estrela obteve o maior índice (0,70%). Os resultados demonstram que as três enfermidades são causas de condenações em todas as regiões do estado, os índices médios de prevalência em cada região são variáveis e a distribuição parece ser regionalizada. Esse conhecimento poderá subsidiar a elaboração de planos de controle dessas enfermidades, as quais, além do aspecto zoonótico, são responsáveis por perdas econômicas ao setor produtivo pelas condenações de carcaças e órgãos dos bovinos.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Equinococose/epidemiologia , Equinococose/veterinária , Cisticercose/epidemiologia , Cisticercose/veterinária , Tuberculose Bovina/epidemiologia , Inspeção Sanitária , Brasil
9.
Pesqui. vet. bras ; 38(10): 1918-1922, out. 2018. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-19618

Resumo

Hydatidosis and cysticercosis are parasitoses caused by the larval forms of the cestodes Equinococcus spp. and Taenia spp., which belong to the Taeniidae family. Their definitive hosts are canids and humans, respectively, with ruminants as the intermediate hosts and humans as an accidental host of both diseases. These parasites are responsible for large economic losses in slaughterhouses due to condemnation of carcasses and by-products. The present study reports the mean incidence rates of hydatidosis and cysticercosis in cattle slaughtered in the southern region of Rio Grande do Sul state, Brazil. The incidence rates observed between 2013 and 2016 were 19.96% and 0.9%, respectively, with decreased tendency of occurrence of both diseases in those years. Despite the downward tendency of the diseases, hydatidosis presented high incidence. Hydatidosis performance over the years was characterized by significant increase in the number of cases, followed by marked decrease. Cysticercosis presented a decrease in number of cases at the beginning and the end of each year. These diseases have a significant socioeconomic impact as they are responsible for large losses in the livestock industry, due to reduced productivity and carcass condemnation, and represent a risk to public health.(AU)


Hidatidose e cisticercose são parasitoses causadas pelas formas larvais dos cestódeos Equinococcus spp. e Taenia spp., pertencentes a família Taeniidae, possuem como hospedeiros definitivos canídeos e o homem respectivamente, sendo os ruminantes os hospedeiros intermediários, e o homem um hospedeiro acidental, em ambas as doenças. Estas parasitoses são responsáveis por grandes perdas econômicas em frigoríficos, devido a condenações de carcaças e subprodutos. O presente artigo relata que a incidência média de hidatidose e cisticercose em bovinos abatidos na região sul do Rio Grande do Sul, entre os anos de 2013 e 2016, foi de 19,96% e 0,9% respectivamente, sendo avaliada uma tendência de queda no número de casos de ambas as doenças ao longo dos anos analisados. Apesar da tendência de queda das doenças, a hidatidose apresentou uma alta incidência. O comportamento da hidatidose ao longo dos anos foi caracterizado por aumentos significativos no número de casos da doença, seguidos por acentuadas quedas. Já a cisticercose apresentou uma diminuição no número de casos no início e no final de cada ano. Estas doenças apresentam grande impacto socioeconômico, pois são responsáveis por grandes perdas na pecuária, por redução na produtividade e condenações, além de representarem um risco à saúde pública.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Cisticercose/veterinária , Cisticercose/epidemiologia , Doenças dos Bovinos , Equinococose/veterinária , Equinococose/epidemiologia
10.
Pesqui. vet. bras ; 38(10): 1918-1922, out. 2018. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-976376

Resumo

Hydatidosis and cysticercosis are parasitoses caused by the larval forms of the cestodes Equinococcus spp. and Taenia spp., which belong to the Taeniidae family. Their definitive hosts are canids and humans, respectively, with ruminants as the intermediate hosts and humans as an accidental host of both diseases. These parasites are responsible for large economic losses in slaughterhouses due to condemnation of carcasses and by-products. The present study reports the mean incidence rates of hydatidosis and cysticercosis in cattle slaughtered in the southern region of Rio Grande do Sul state, Brazil. The incidence rates observed between 2013 and 2016 were 19.96% and 0.9%, respectively, with decreased tendency of occurrence of both diseases in those years. Despite the downward tendency of the diseases, hydatidosis presented high incidence. Hydatidosis performance over the years was characterized by significant increase in the number of cases, followed by marked decrease. Cysticercosis presented a decrease in number of cases at the beginning and the end of each year. These diseases have a significant socioeconomic impact as they are responsible for large losses in the livestock industry, due to reduced productivity and carcass condemnation, and represent a risk to public health.(AU)


Hidatidose e cisticercose são parasitoses causadas pelas formas larvais dos cestódeos Equinococcus spp. e Taenia spp., pertencentes a família Taeniidae, possuem como hospedeiros definitivos canídeos e o homem respectivamente, sendo os ruminantes os hospedeiros intermediários, e o homem um hospedeiro acidental, em ambas as doenças. Estas parasitoses são responsáveis por grandes perdas econômicas em frigoríficos, devido a condenações de carcaças e subprodutos. O presente artigo relata que a incidência média de hidatidose e cisticercose em bovinos abatidos na região sul do Rio Grande do Sul, entre os anos de 2013 e 2016, foi de 19,96% e 0,9% respectivamente, sendo avaliada uma tendência de queda no número de casos de ambas as doenças ao longo dos anos analisados. Apesar da tendência de queda das doenças, a hidatidose apresentou uma alta incidência. O comportamento da hidatidose ao longo dos anos foi caracterizado por aumentos significativos no número de casos da doença, seguidos por acentuadas quedas. Já a cisticercose apresentou uma diminuição no número de casos no início e no final de cada ano. Estas doenças apresentam grande impacto socioeconômico, pois são responsáveis por grandes perdas na pecuária, por redução na produtividade e condenações, além de representarem um risco à saúde pública.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Cisticercose/veterinária , Cisticercose/epidemiologia , Doenças dos Bovinos , Equinococose/veterinária , Equinococose/epidemiologia
11.
Rev. bras. parasitol. vet ; 22(1): 92-97, Jan.-Mar. 2013. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: lil-671615

Resumo

Dogs are definite hosts for several zoonotic helminthes and protozoan. Rural areas from the Lobos District in the northeast of Buenos Aires province, Argentina, are mainly used for livestock activity, increasing in this way the number of dogs on farms as well as the human risk of parasitic infections. The aims of this research were to evaluate the endoparasitic infections in dogs from farms in the Lobos District and analyze their zoonotic importance as well as several risk practices and habits of the rural population. Forty-two dog fecal samples obtained in 21 farms were analyzed through coproparasitological methods and coproantigen tests, which resulted in an overall parasite prevalence of 69.05% and 80.95% of the parasitized farms. The most frequent parasites were Trichuris vulpis and Eucoleus aerophila (26.19%), Echinococcus granulosus (19.05%), Uncinaria stenocephala and coccids (14.29%). The analysis of epidemiological files showed several habits of the rural population considered as risk factors associated with the presence of fecal samples parasitized and the presence of E. granulosus on the farms. It is clear that people involved with the farms studied were exposed to several helminthes that could cause serious diseases like cystic echinococcosis, which can become an important public health issue and affect the economy worldwide.


Os cães são hospedeiros definitivos de vários helmintos e protozoários zoonóticos. As áreas rurais do distrito de Lobos, no nordeste da província de Buenos Aires, Argentina, destinam-se principalmente à atividade pecuária aumentando desta forma o número de cães em fazendas, bem como o risco humano de infecções parasitárias. Os objetivos desta pesquisa foram avaliar as infecções endoparasitas em cães de fazendas do distrito de Lobos e analisar a sua importância zoonótica, bem como as práticas de risco e hábitos da população rural. Quarenta e duas amostras de fezes de cães obtidos em 21 fazendas foram analisadas pelos métodos coproparasitológicos e testes de coproantígenos, resultando numa prevalência de parasitas de 69,05% e 80,95% das propriedades parasitados. Os parasitas mais frequentes foram Trichuris vulpis e Eucoleus aerophila (26,19%), Echinococcus granulosus (19,05%), Uncinaria stenocephala e coccídeos (14,29%). A análise dos arquivos epidemiológicos mostraram vários hábitos da população rural como fatores de risco associados com a presença de amostras fecais parasitadas e a presença de E. granulosus em propriedades rurais. É evidente que as pessoas das fazendas estudadas foram expostas a vários helmintos que podem causar doenças graves como equinococose cística, que constitui importante problema de saúde pública e econômico a nível mundial.


Assuntos
Animais , Cães , Echinococcus granulosus , Equinococose/epidemiologia , Doenças do Cão/epidemiologia , Doenças do Cão/parasitologia , Fezes/parasitologia , Argentina/epidemiologia , Saúde da População Rural , Zoonoses
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA