Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. Anim. (Impr.) ; 29(4,supl.3): 17-20, 2019.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-759363

Resumo

A hérnia inguino-escrotal é uma patologia de origem congênita ou adquirida, sendo os seus principais sinais clínicos observados a tumefação do escroto e diminuição da motilidade intestinal, acarretando problemas reprodutivos e gastrointestinais graves. O objetivo deste trabalho foi descrever um caso de hérnia inguino-escrotal em ovino, macho, raça Dopper, com três meses de idade, diagnosticado por meio de palpação exploratória e ultrassonografia, no qual o tratamento cirúrgico consistiu na realização de herniorrafia, obtendo-se sucesso na correção da hérnia e recuperação do animal, contribuindo para o esclarecimento da conduta médica veterinária preconizada diante deste caso raro.(AU)


Inguine-scrotal hernia is a condition of congenital or acquired origin. Its main clinical signs are scrotal swelling and decreased intestinal motility, leading to severe reproductive and gastrointestinal problems. The aim of this study was to describe a case of inguinoscrotal hernia in a three-month-old male Dopper ovine, diagnosed by exploratory palpation and ultrasonography, in which surgical treatment consisted of herniorrhaphy, correction of the hernia and recovery of the animal, contributing to the explanation of the veterinary medical conduct recommended in this rare case.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Hérnia Inguinal/veterinária , Doenças dos Ovinos , Escroto/patologia , Herniorrafia/veterinária
2.
Ars vet ; 34(3): 98-104, 2018. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1463459

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo descrever complicaçoes multissistêmicas associadas à hernia inguino-escrotal em equino. Um equino da raça Brasileiro de Hipismo, de 7 anos, foi encaminhado para atendimento veterinário apresentando dor abdominal moderada, desidrataçao severa e sinais de síndrome da resposta inflamatória sistêmica (SIRS). Indicou-se laparotomia e a hernia inguino-escrotal foi corrigida. Entretanto houve necessidade de uma segunda laparotomia realizada seis dias após a primeira intervenção cirúrgica devido aos sinais de dor e refluxo incessantes. No momento da admissão o animal já apresentava sinais de SIRS e no pós operatório apresentou íleo adinâmico, insuficiência renal aguda e duodeno-jejunite proximal, além de complicações respiratórias e disfagia. Ao final o animal se recuperou de todas essas complicações, porém desenvolveu laminite e acabou sendo eutanasiado devido à posição permanente de decúbito.


The aim of the present study was to describe multisystemic complications associated with inguinal hernia in a horse. A 7-year-old Brazilian-saddle horse was referred to veterinary care with moderate abdominal pain, severe dehydration and signs of systemic inflammatory response syndrome (SIRS). A laparotomy was indicated and the condition was treated. However, a second laparotomy was required six days after due to incessant pain and reflux. Upon admission the animal had signs of SIRS and showed adynamic ileus, acute renal failure and proximal duodenum-jejunitis during the postoperative period, in addition to respiratory complications and dysphagia. The horse recovered from all these complications but developed laminits and euthanasia was elected due to permanent decubitus.


Assuntos
Masculino , Animais , Cavalos , Cólica/veterinária , Escroto/patologia , Hérnia Inguinal/cirurgia , Hérnia Inguinal/complicações , Hérnia Inguinal/veterinária , Insuficiência Renal/veterinária , Laparotomia/veterinária , Síndrome de Resposta Inflamatória Sistêmica/veterinária
3.
Ars Vet. ; 34(3): 98-104, 2018. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-738729

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo descrever complicaçoes multissistêmicas associadas à hernia inguino-escrotal em equino. Um equino da raça Brasileiro de Hipismo, de 7 anos, foi encaminhado para atendimento veterinário apresentando dor abdominal moderada, desidrataçao severa e sinais de síndrome da resposta inflamatória sistêmica (SIRS). Indicou-se laparotomia e a hernia inguino-escrotal foi corrigida. Entretanto houve necessidade de uma segunda laparotomia realizada seis dias após a primeira intervenção cirúrgica devido aos sinais de dor e refluxo incessantes. No momento da admissão o animal já apresentava sinais de SIRS e no pós operatório apresentou íleo adinâmico, insuficiência renal aguda e duodeno-jejunite proximal, além de complicações respiratórias e disfagia. Ao final o animal se recuperou de todas essas complicações, porém desenvolveu laminite e acabou sendo eutanasiado devido à posição permanente de decúbito.(AU)


The aim of the present study was to describe multisystemic complications associated with inguinal hernia in a horse. A 7-year-old Brazilian-saddle horse was referred to veterinary care with moderate abdominal pain, severe dehydration and signs of systemic inflammatory response syndrome (SIRS). A laparotomy was indicated and the condition was treated. However, a second laparotomy was required six days after due to incessant pain and reflux. Upon admission the animal had signs of SIRS and showed adynamic ileus, acute renal failure and proximal duodenum-jejunitis during the postoperative period, in addition to respiratory complications and dysphagia. The horse recovered from all these complications but developed laminits and euthanasia was elected due to permanent decubitus.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Hérnia Inguinal/complicações , Hérnia Inguinal/cirurgia , Hérnia Inguinal/veterinária , Cavalos , Escroto/patologia , Cólica/veterinária , Insuficiência Renal/veterinária , Laparotomia/veterinária , Síndrome de Resposta Inflamatória Sistêmica/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA