Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Ano de publicação
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. biol ; 83: 1-9, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1468817

Resumo

Trees occurring on the margins of agricultural areas can mitigate damage from residual herbicides. Rhizospheric microbial activity associated with trees is one of the main remedial capacity indicators. The objective of this study was to evaluate the rhizospheric microbiological activity in tree species subjected to the herbicides atrazine and sulfentrazone via the rhizosphere. The experiment was designed in four blocks and a 6 × 3 factorial scheme. The first factor consisted of six tree species from Brazil and the second of atrazine, sulfentrazone, and water solutions. Four herbicide applications were performed via irrigation. The total dry mass of the plants, mycorrhizal colonization, number of spores, basal respiration of the rhizospheric soil, and survival rate of bioindicator plants after phytoremediation were determined. Trichilia hirta had higher biomass when treated with atrazine and sulfentrazone. Herbicides decreased the microbial activity in Triplaris americana and did not affect the microbiological indicators of Myrsine gardneriana, Schizolobium parahyba, and Toona ciliata. Fewer bioindicator plants survived in soil with Triplaris americana and sulfentrazone. Microbiological indicators were influenced in different ways between species by the presence of herbicides in the rhizosphere.


As árvores que ocorrem nas margens das áreas agrícolas podem mitigar os danos dos herbicidas residuais. A atividade microbiana rizosférica associada às árvores é um dos principais indicadores de capacidade corretiva. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade microbiológica rizosférica em espécies arbóreas submetidas aos herbicidas atrazina e sulfentrazone via rizosfera. O experimento foi estruturado em quatro blocos e esquema fatorial 6 × 3. O primeiro fator consistiu em seis espécies de árvores do Brasil e o segundo em soluções de atrazine, sulfentrazone e água. Quatro aplicações de herbicidas foram realizadas via irrigação. Foram determinados a massa seca total das plantas, colonização micorrízica, número de esporos, respiração basal do solo rizosférico e taxa de sobrevivência de plantas bioindicadoras após fitorremediação. Trichilia hirta apresentou maior biomassa quando tratada com atrazina e sulfentrazone. Os herbicidas diminuíram a atividade microbiana em Triplaris americana e não afetaram os indicadores microbiológicos de Myrsine gardneriana, Schizolobium parahyba e Toona ciliata. Menos plantas bioindicadoras sobreviveram no solo com Triplaris americana e sulfentrazone. Os indicadores microbiológicos foram influenciados de formas distintas entre as espécies pela presença dos herbicidas na rizosfera.


Assuntos
Fabaceae/efeitos dos fármacos , Fabaceae/microbiologia , Herbicidas/administração & dosagem , Meliaceae/efeitos dos fármacos , Meliaceae/microbiologia , Myrsine/efeitos dos fármacos , Myrsine/microbiologia , Polygonaceae/efeitos dos fármacos , Polygonaceae/microbiologia , Rizosfera , Atrazina
2.
Braz. J. Biol. ; 83: 1-9, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765394

Resumo

Trees occurring on the margins of agricultural areas can mitigate damage from residual herbicides. Rhizospheric microbial activity associated with trees is one of the main remedial capacity indicators. The objective of this study was to evaluate the rhizospheric microbiological activity in tree species subjected to the herbicides atrazine and sulfentrazone via the rhizosphere. The experiment was designed in four blocks and a 6 × 3 factorial scheme. The first factor consisted of six tree species from Brazil and the second of atrazine, sulfentrazone, and water solutions. Four herbicide applications were performed via irrigation. The total dry mass of the plants, mycorrhizal colonization, number of spores, basal respiration of the rhizospheric soil, and survival rate of bioindicator plants after phytoremediation were determined. Trichilia hirta had higher biomass when treated with atrazine and sulfentrazone. Herbicides decreased the microbial activity in Triplaris americana and did not affect the microbiological indicators of Myrsine gardneriana, Schizolobium parahyba, and Toona ciliata. Fewer bioindicator plants survived in soil with Triplaris americana and sulfentrazone. Microbiological indicators were influenced in different ways between species by the presence of herbicides in the rhizosphere.(AU)


As árvores que ocorrem nas margens das áreas agrícolas podem mitigar os danos dos herbicidas residuais. A atividade microbiana rizosférica associada às árvores é um dos principais indicadores de capacidade corretiva. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade microbiológica rizosférica em espécies arbóreas submetidas aos herbicidas atrazina e sulfentrazone via rizosfera. O experimento foi estruturado em quatro blocos e esquema fatorial 6 × 3. O primeiro fator consistiu em seis espécies de árvores do Brasil e o segundo em soluções de atrazine, sulfentrazone e água. Quatro aplicações de herbicidas foram realizadas via irrigação. Foram determinados a massa seca total das plantas, colonização micorrízica, número de esporos, respiração basal do solo rizosférico e taxa de sobrevivência de plantas bioindicadoras após fitorremediação. Trichilia hirta apresentou maior biomassa quando tratada com atrazina e sulfentrazone. Os herbicidas diminuíram a atividade microbiana em Triplaris americana e não afetaram os indicadores microbiológicos de Myrsine gardneriana, Schizolobium parahyba e Toona ciliata. Menos plantas bioindicadoras sobreviveram no solo com Triplaris americana e sulfentrazone. Os indicadores microbiológicos foram influenciados de formas distintas entre as espécies pela presença dos herbicidas na rizosfera.(AU)


Assuntos
Rizosfera , Meliaceae/efeitos dos fármacos , Meliaceae/microbiologia , Polygonaceae/efeitos dos fármacos , Polygonaceae/microbiologia , Myrsine/efeitos dos fármacos , Myrsine/microbiologia , Fabaceae/efeitos dos fármacos , Fabaceae/microbiologia , Herbicidas/administração & dosagem , Atrazina
3.
Acta amaz ; 48(3): 230-238, July-Sept. 2018. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1455362

Resumo

The aim of this study was to investigate the species of conidial fungi associated with leaf litter of Cedrela odorata (Meliaceae), an endangered red cedar species typical of Amazonian terra-firme forests. Conidial fungi were sampled around C. odorata individuals in three forest areas in the municipality of Belém (Pará State, Brazil). A total of 104 species were identified, with 53 new records for the state of Pará, 46 first records for the Brazilian Amazon, including new records for Brazil (Cordana abramovii), for South America (Acarocybiopsis cubitaensis, Xylocladium claviforme) and for the Americas (Dactylaria biguttulata). A review of species of conidial fungi reported on C. odorata is provided, indicating its distribution in Brazil. For each new record in Brazil, South America and the Americas we present a description, illustrations, geographical distribution and taxonomic comments.


O objetivo deste estudo foi investigar as espécies de fungos conidiais associadas com o folhedo de Cedrela odorata, uma espécie de cedro vermelho ameaçada, típica de florestas de terra firme da Amazônia. Fungos conidiais foram amostrados no folhedo ao redor de indivíduos de C. odorata em três áreas florestais no município de Belém (PA). Um total de 104 espécies foi identificado, com 53 novos registros para o Estado do Pará e 46 que representam o primeiro registro para a Amazônia brasileira. Dentre estas, foram encontrados novos registros para o Brasil (Cordana abramovii), para a América do Sul (Acarocybiopsis cubitaensis, Xylocladium claviforme) e para as Américas (Dactylaria biguttulata). Uma revisão das espécies de fungos conidiais relatadas em C. odorata é fornecida, indicando sua distribuição no Brasil. Para cada novo registro no Brasil, América do Sul e Américas apresentamos uma descrição, ilustrações, distribuição geográfica e comentários taxonômicos.


Assuntos
Ascomicetos/classificação , Cedrela/microbiologia , Fungos Mitospóricos/classificação , Ecossistema Amazônico , Esporos Fúngicos/classificação , Floresta Úmida , Meliaceae/microbiologia
4.
Acta amaz. ; 48(3): 230-238, July-Sept. 2018. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-17828

Resumo

The aim of this study was to investigate the species of conidial fungi associated with leaf litter of Cedrela odorata (Meliaceae), an endangered red cedar species typical of Amazonian terra-firme forests. Conidial fungi were sampled around C. odorata individuals in three forest areas in the municipality of Belém (Pará State, Brazil). A total of 104 species were identified, with 53 new records for the state of Pará, 46 first records for the Brazilian Amazon, including new records for Brazil (Cordana abramovii), for South America (Acarocybiopsis cubitaensis, Xylocladium claviforme) and for the Americas (Dactylaria biguttulata). A review of species of conidial fungi reported on C. odorata is provided, indicating its distribution in Brazil. For each new record in Brazil, South America and the Americas we present a description, illustrations, geographical distribution and taxonomic comments.(AU)


O objetivo deste estudo foi investigar as espécies de fungos conidiais associadas com o folhedo de Cedrela odorata, uma espécie de cedro vermelho ameaçada, típica de florestas de terra firme da Amazônia. Fungos conidiais foram amostrados no folhedo ao redor de indivíduos de C. odorata em três áreas florestais no município de Belém (PA). Um total de 104 espécies foi identificado, com 53 novos registros para o Estado do Pará e 46 que representam o primeiro registro para a Amazônia brasileira. Dentre estas, foram encontrados novos registros para o Brasil (Cordana abramovii), para a América do Sul (Acarocybiopsis cubitaensis, Xylocladium claviforme) e para as Américas (Dactylaria biguttulata). Uma revisão das espécies de fungos conidiais relatadas em C. odorata é fornecida, indicando sua distribuição no Brasil. Para cada novo registro no Brasil, América do Sul e Américas apresentamos uma descrição, ilustrações, distribuição geográfica e comentários taxonômicos.(AU)


Assuntos
Ascomicetos/classificação , Fungos Mitospóricos/classificação , Cedrela/microbiologia , Esporos Fúngicos/classificação , Meliaceae/microbiologia , Floresta Úmida , Ecossistema Amazônico
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA