Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 20
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Ci. Rural ; 51(2)2021. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-763440

Resumo

The objective was to evaluate the physical and chemical characteristics of noni (Morinda citrifolia) grown in the Mato Grosso State. Ripe fruits from a field located in Cuiabá-MT, had the peel, pulp and seeds separated and subjected to different evaluations. The fruit parts were characterized physically and chemically. Determinations of vitamin C, carotenoids, phenolics and the total antioxidant activity of the fruit mesocarp (pulp) were made. Noni cultivated in the Mato Grosso State presents high levels of potassium, calcium and sodium, with predominance of potassium. The protein content was higher in the seed, and the ash, in the peel, respectively. Noni pulp showed high levels of vitamin C, carotenoids and phenolics and can be considered a potential antioxidant.(AU)


Objetivou-se avaliar as características físicas e químicas do noni (Morinda citrifolia) cultivado no estado de Mato Grosso. Frutos maduros provenientes de um plantio localizado na cidade de Cuiabá, MT, tiveram a casca, polpa e as sementes separadas e submetidas a diferentes avaliações. As partes das frutas foram caracterizadas física e quimicamente. Foram feitas determinações de vitamina C, de carotenoides, de fenólicos e da atividade antioxidante total do mesocarpo (polpa) do fruto. O noni cultivado no Mato Grosso apresenta altos níveis de potássio, cálcio e sódio, com predominância de potássio. O teor de proteína foi maior na semente e, de cinzas, na casca, respectivamente. A polpa de noni apresentou altos níveis de vitamina C, carotenoides e fenólicos e pode ser considerado um potencial antioxidante.(AU)


Assuntos
Morinda/química , Morinda/crescimento & desenvolvimento , Compostos Fitoquímicos/análise
2.
Hig. aliment ; 33(288/289): 2872-2876, abr.-maio 2019. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26655

Resumo

Objetivou-se elaborar e avaliar a qualidade sensorial do iogurte de leite de cabra com adição de diferentes concentrações das geleias de abacaxi (Ananas comosus) e noni (Morinda citrifolia L.). Foram elaborados cinco tratamentos de iogurte de leite de cabra com diferentes concentrações das geleias de abacaxi e noni (0, 0,5, 1,25, 2,5 e 5%) e em seguida 20 provadores treinados realizaram testes sensoriais, como: Análise Descritiva Quantitativa (ADQ), teste de intenção de compra e aceitação. Todos os atributos sensoriais apresentaram diferença significativa (p<0,05) pelo teste Tukey na ADQ, e no teste Nemenyi para aceitação e intenção de compra. As amostras com maiores concentrações das geleias de abacaxi e noni, conseguiram mascarar o odor e sabor do leite de cabra, obtendo uma boa aceitação e intenção de compra pelos provadores.(AU)


Assuntos
Leite , Iogurte , Geleia de Frutas , Ananas , Morinda , Comportamento do Consumidor , Cabras
3.
Hig. aliment ; 33(288/289): 2872-2876, abr.-maio 2019. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1482476

Resumo

Objetivou-se elaborar e avaliar a qualidade sensorial do iogurte de leite de cabra com adição de diferentes concentrações das geleias de abacaxi (Ananas comosus) e noni (Morinda citrifolia L.). Foram elaborados cinco tratamentos de iogurte de leite de cabra com diferentes concentrações das geleias de abacaxi e noni (0, 0,5, 1,25, 2,5 e 5%) e em seguida 20 provadores treinados realizaram testes sensoriais, como: Análise Descritiva Quantitativa (ADQ), teste de intenção de compra e aceitação. Todos os atributos sensoriais apresentaram diferença significativa (p<0,05) pelo teste Tukey na ADQ, e no teste Nemenyi para aceitação e intenção de compra. As amostras com maiores concentrações das geleias de abacaxi e noni, conseguiram mascarar o odor e sabor do leite de cabra, obtendo uma boa aceitação e intenção de compra pelos provadores.


Assuntos
Ananas , Comportamento do Consumidor , Geleia de Frutas , Iogurte , Leite , Morinda , Cabras
4.
Semina Ci. agr. ; 40(2): 831-842, Mar.-Apr. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-19571

Resumo

The effect of inclusion of Morinda citrifolia L. (Noni) in standardized diets of sheep on in vitro digestibility and parameters fermentation was examined using two different inoculums (ruminal liquid and sheep feces). To determine the nutrients in vitro digestibility coefficient (IVDC), two sheep were used as inoculum donors. The experimental design was factorial (4 × 2), with four diets containing different proportions of Noni and two types of inoculum. The different dietary proportions of Noni (0%, 8%, 16%, and 24%) did not affect the IVDC of dry matter (DM), organic matter (OM) and crude protein (CP) for both inoculums. The IVDC of neutral detergent fiber (NDF) differed significantly between the inoculums. After in vitro incubation for 24 h, the pH value of the fermented material differed between the different diets and between the inoculums. Moreover, the concentration of ammoniacal nitrogen was affected by the proportion of Noni and differed between the inoculums after incubation for 24 h. The inclusion of up to 24% of Noni in standardized rations for ruminants did not affect the IVDC of DM, OM, CP, and NDF. The use of feces as inoculum for in vitro fermentation produced lower IVDC values than those by ruminal liquid. The diet containing 8% of Noni and fermented with ruminal liquid produced higher pH values after 24 h of incubation. Taken together, the different dietary...(AU)


Avaliou-se a inclusão de Morinda citrofolia L (Noni) em rações balanceadas para ovinos sobre o coeficiente de digestibilidade in vitro (CDIV) dos nutrientes e os paramentos da fermentação in vitro com utilização de diferentes inóculos (líquido ruminal e fezes de ovinos). Para a determinação do CDIV dos nutrientes foram utilizados dois ovinos com peso corporal médio de 25 + 2,0 kg, como doadores de inóculo (líquido ruminal e fezes). O delineamento experimental foi o fatorial 4X2, com quatro teores de inclusão de Noni e dois tipos de inóculo para a determinação do CDIV dos nutrientes. As variáveis estudadas foram submetidas à análise de variância e para os teores de inclusão de Noni procedeu-se análise de regressão a 5% de probabilidade e para os diferentes inóculos foi realizado teste de Tukey a 5% de significância. Os diferentes teores de inclusão do Noni (0%; 8%; 16% e 24%) nas rações balanceadas os ovinos não alteraram (P > 0,05) os CDIV da MS; MO e PB para ambos os inóculos (líquido ruminal e fezes de ovinos). Foi observado que a utilização dos diferentes inóculos propiciou alteração (P < 0,05) no valor do CDIV da FDN. Os teores de 0%; 8%; 16% e 24% de Noni nas rações para ruminantes e os diferentes inóculos (líquido ruminal e fezes de ovinos) propiciaram alterações (P < 0,05) no valor de pH do conteúdo fermentado após a incubação in vitro de 24 horas. A inclusão de...(AU)


Assuntos
Animais , Fermentação , Rúmen , Amônia , Morinda/química , Ração Animal/análise , Análise de Variância , Ovinos
5.
Hig. aliment ; 33(288/289): 2272-2276, abr.-maio 2019. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-2380

Resumo

A elaboração de produtos lácteos fermentados merece atenção redobrada pelos fabricantes, pois os produtos que não estiverem de acordo com os padrões de legislação estabelecidos podem gerar sérios problemas a saúde do consumidor. Objetivou-se elaborar iogurte de leite de cabra saborizado com diferentes concentrações das geleias de abacaxi (Ananas comosus) e noni (Morinda citrifolia L.) (0, 0,5, 1,25, 2,5 e 5%) e avaliar as qualidades microbiológicas do produto final. Foram fabricados cinco tratamentos de iogurte e em seguida realizado as análises para: Coliformes a 45°C, Salmonellassp., Contagem de mesófilos, psicrotróficos e estafilococos coagulase positiva. Os resultados apresentados mostraram que todas as elaborações encontravam-se de acordo com o padrão microbiológico estabelecido, mostrando que os produtos estavam aptos para consumo.(AU)


Assuntos
Produtos Fermentados do Leite/análise , Produtos Fermentados do Leite/microbiologia , Leite/microbiologia , Geleia de Frutas , Iogurte/análise , Iogurte/microbiologia , Cabras , Ananas , Morinda
6.
Hig. aliment ; 33(288/289): 935-939, abr.-maio 2019. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-22444

Resumo

Objetivou-se elaborar iogurte de leite de cabra com adição das geleias de abacaxi (Ananas comosus) e noni (Morinda citrifolia L.) e avaliar a composição físico-química do produto. Foram preparados cinco tratamentos do iogurte de leite de cabra, adicionados com diferentes concentrações das geleias de abacaxi e noni (0, 0,5, 1,25, 2,5 e 5%) e analisados em triplicata as composições físico-química quanto: acidez titulavel, gordura, pH, cinzas, umidade e lactose. Os resultados foram submetidos a análise estatística de variância (ANOVA) seguido do teste de Tukey a nível de 5% para comparação das médias. Apenas a amostra com 5% das geleias de abacaxi e noni apresentou diferença estatística (p<0,05) na variável gordura, porém assim como os demais parâmetros estavam dentro das normas da legislação estabelecida.(AU)


Assuntos
Animais , Iogurte/análise , Iogurte/normas , Ananas , Morinda , Composição de Alimentos , Fenômenos Químicos/legislação & jurisprudência , Cabras , Leite , Geleia de Frutas
7.
Hig. aliment ; 33(288/289): 935-939, abr.-maio 2019. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1482073

Resumo

Objetivou-se elaborar iogurte de leite de cabra com adição das geleias de abacaxi (Ananas comosus) e noni (Morinda citrifolia L.) e avaliar a composição físico-química do produto. Foram preparados cinco tratamentos do iogurte de leite de cabra, adicionados com diferentes concentrações das geleias de abacaxi e noni (0, 0,5, 1,25, 2,5 e 5%) e analisados em triplicata as composições físico-química quanto: acidez titulavel, gordura, pH, cinzas, umidade e lactose. Os resultados foram submetidos a análise estatística de variância (ANOVA) seguido do teste de Tukey a nível de 5% para comparação das médias. Apenas a amostra com 5% das geleias de abacaxi e noni apresentou diferença estatística (p<0,05) na variável gordura, porém assim como os demais parâmetros estavam dentro das normas da legislação estabelecida.


Assuntos
Animais , Ananas , Composição de Alimentos , Fenômenos Químicos/legislação & jurisprudência , Iogurte/análise , Iogurte/normas , Morinda , Cabras , Geleia de Frutas , Leite
8.
Hig. aliment ; 33(288/289): 2272-2276, abr.-maio 2019. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1482201

Resumo

A elaboração de produtos lácteos fermentados merece atenção redobrada pelos fabricantes, pois os produtos que não estiverem de acordo com os padrões de legislação estabelecidos podem gerar sérios problemas a saúde do consumidor. Objetivou-se elaborar iogurte de leite de cabra saborizado com diferentes concentrações das geleias de abacaxi (Ananas comosus) e noni (Morinda citrifolia L.) (0, 0,5, 1,25, 2,5 e 5%) e avaliar as qualidades microbiológicas do produto final. Foram fabricados cinco tratamentos de iogurte e em seguida realizado as análises para: Coliformes a 45°C, Salmonellassp., Contagem de mesófilos, psicrotróficos e estafilococos coagulase positiva. Os resultados apresentados mostraram que todas as elaborações encontravam-se de acordo com o padrão microbiológico estabelecido, mostrando que os produtos estavam aptos para consumo.


Assuntos
Geleia de Frutas , Iogurte/análise , Iogurte/microbiologia , Leite/microbiologia , Produtos Fermentados do Leite/análise , Produtos Fermentados do Leite/microbiologia , Ananas , Cabras , Morinda
9.
Arq. Inst. Biol ; 83: 01-04, 2016. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1462371

Resumo

This study aimed store cord the attack of Atta sexdens rubropilosa Forel, 1908 (Hymenoptera, Formicidae) in noni, Morinda citrifolia L. This record was random. The  workers were collected manually in June 2015 in the southern region of Rondonia, Brazil. The defoliation by ants was recorded in a noniplant four years old. On the site we found only one ant nest. Defoliation happened from the bottom up. The foraging time was concentrated at night. This is the first record of ants cutting leaves of noni in the state of Rondonia and Brazil.


Este trabalho teve como objetivo registrar o ataque de Atta sexdens rubropilosa Forel, 1908 (Hymenoptera, Formicidae) em noni, Morinda citrifolia L. Este registro foi ao acaso. As operárias foram coletadas manualmente em junho de 2015 na região sul de Rondônia, Brasil. O desfolhamento pelas formigas foi registrado em uma planta de noni com quatro anos de idade. No local foi encontrado apenas um sauveiro. A desfolha aconteceu de baixo para cima. O horário de forrageamento concentrava-se no período noturno. Esse é o primeiro registro dessa formiga cortando folhas de noni, no estado de Rondônia e no Brasil.


Assuntos
Formigas , Morinda , Pragas da Agricultura , Plantas Medicinais
10.
Arq. Inst. Biol ; 83: e0722015, 2016. ilus
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1006875

Resumo

Este trabalho teve como objetivo registrar o ataque de Atta sexdens rubropilosa Forel, 1908 (Hymenoptera, Formicidae) em noni, Morinda citrifolia L. Este registro foi ao acaso. As operárias foram coletadas manualmente em junho de 2015 na região sul de Rondônia, Brasil. O desfolhamento pelas formigas foi registrado em uma planta de noni com quatro anos de idade. No local foi encontrado apenas um sauveiro. A desfolha aconteceu de baixo para cima. O horário de forrageamento concentrava-se no período noturno. Esse é o primeiro registro dessa formiga cortando folhas de noni, no estado de Rondônia e no Brasil.(AU)


This study aimed store cord the attack of Atta sexdens rubropilosa Forel, 1908 (Hymenoptera, Formicidae) in noni, Morinda citrifolia L. This record was random. The workers were collected manually in June 2015 in the southern region of Rondonia, Brazil. The defoliation by ants was recorded in a noniplant four years old. On the site we found only one ant nest. Defoliation happened from the bottom up. The foraging time was concentrated at night. This is the first record of ants cutting leaves of noni in the state of Rondonia and Brazil.(AU)


Assuntos
Formigas , Pragas da Agricultura , Morinda , Plantas Medicinais
11.
Arq. Inst. Biol. ; 83: 01-04, 2016. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-18337

Resumo

This study aimed store cord the attack of Atta sexdens rubropilosa Forel, 1908 (Hymenoptera, Formicidae) in noni, Morinda citrifolia L. This record was random. The  workers were collected manually in June 2015 in the southern region of Rondonia, Brazil. The defoliation by ants was recorded in a noniplant four years old. On the site we found only one ant nest. Defoliation happened from the bottom up. The foraging time was concentrated at night. This is the first record of ants cutting leaves of noni in the state of Rondonia and Brazil.(AU)


Este trabalho teve como objetivo registrar o ataque de Atta sexdens rubropilosa Forel, 1908 (Hymenoptera, Formicidae) em noni, Morinda citrifolia L. Este registro foi ao acaso. As operárias foram coletadas manualmente em junho de 2015 na região sul de Rondônia, Brasil. O desfolhamento pelas formigas foi registrado em uma planta de noni com quatro anos de idade. No local foi encontrado apenas um sauveiro. A desfolha aconteceu de baixo para cima. O horário de forrageamento concentrava-se no período noturno. Esse é o primeiro registro dessa formiga cortando folhas de noni, no estado de Rondônia e no Brasil.(AU)


Assuntos
Formigas , Morinda , Pragas da Agricultura , Plantas Medicinais
12.
Ciênc. vet. tróp ; 19(2, supl): 24-24, mai.-ago. 2016.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1480753

Resumo

Objetivou-se com o desenvolvimento desta pesquisa avaliar o potencial in vitro do extrato hidroalcoolico de Morinda citrifolia como desinfetante/anti-séptico e antimicrobiano frente a bactérias isoladas de vacas com mastite proveniente da bacia leiteira do estado de Alagoas. A obtenção do extrato será realizada a partir do fruto da planta M. citrifolia colhido da farmácia viva de plantas medicinais, da Unidade de Ensino Viçosa, pertencente ao Campus Arapiraca da Universidade Federal de Alagoas, localizada no município de Viçosa situado na região da zona da mata do estado de Alagoas. Para avaliar o efeito antimicrobiano do extrato, foram isoladas bactérias pertencente ao gênero Staphylococcus sp de mastite bovina de sete propriedades leiteiras localizadas nos municipios de Batalha, Major Izidoro, Monteirópolis, Jaramataia, Craíbas, Jacaré dos Homens e Olho D'água das Flores, que constituem a bacia leiteira do estado de Alagoas. Utilizaram-se vacas em diferentes estágios de lactação, de várias raças e idades que foram avaliadas quanto à presença de mastite clínica e subclínica. Colheram-se as amostras de leite das fêmeas positivas para as mastites após prévia anti-sepsia do óstio do teto com álcool a 70° GL. Estas amostras foram acondicionadas em tubos de ensaio esterilizados e identificados com o nome ou número do animal e mantidas em caixas isotérmicas a 4-8°C de temperatura e enviadas ao Laboratório de Microbiologia Veterinária da Universidade Federal de Alagoas. Semearam-se as amostras de leite em placas de Petri contendo Agar base enriquecido com 8% de sangue de ovino, que foram incubadas a 37°C, realizando-se as leituras após 24 e 48 horas. Em seguida foram observadas as características morfológicas das colônias e morfotintoriais das bactérias à coloração de Gram com auxílio de microscópio em objetiva de 100x e os isolados de Staphylococcus sp foram identificados utilizando provas bioquímicas e teste de coagulase de acordo com Koneman et al (2001). A pesquisa de toxicidade do extrato hidroalcoolico de M. citrifolia foi realizada com larvas de Artemia salina. O extrato de Morinda citrifolia a 2,5% no tempo de 5 minutos apresentou 34,48% (10/29) de efeito inibitório intermediário. Em apenas 6,9% (2/29) nas concentrações 0,625%, 1,25% e 2,5% nos tempos de 5 e 20 minutos, 30 segundos e 5 e 20 minutos, respecti- vamente, o extrato apresentou inibição no crescimento de Staphylococcus coagulase positivo. Outros estudos devem ser conduzidos para padronizar a melhor e mais segura concentração do extrato para uso na descontaminação da glândula mamária de vacas. Não houve toxicidade frente as concentrações testadas do extrato hidroalcoolico de Morinda citrifolia nas larvas de Artemia salina.


Assuntos
Anti-Infecciosos/química , Desinfetantes/química , Mastite Bovina/microbiologia , Morinda/química , Solução Hidroalcoólica , Fitoterapia
13.
Bol. ind. anim. (Impr.) ; 73(1): 68-74, 2016.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1466831

Resumo

O noni (Morinda citrifolia L) é um fruto consumido no mundo por apresentar propriedades nutricionais e terapêuticas devido a grande quantidade de compostos fenólicos, o que desperta o interesse da comunidade científica. Com o intuito de buscar novas fontes naturais de antioxidantes objetivou-se avaliar o desempenho do noni em diluente para congelação de sêmen ovino. Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e três repetições por tratamento. Os tratamentos diferiram quanto à concentração do extrato aquoso do noni adicionado ao meio diluidor: controle, sem adição do extrato; e com três concentrações 24 µg/mL; 72 µg/mL; 120 µg/mL. Foram avaliadas as variáveis físicas e químicas do fruto maduro para acidez total (8,78), pH (4,12) e sólidos solúveis (8,18%). Para vitamina C, foi obtido 309,42 mg em 100 g de matéria fresca. O extrato aquoso do noni também foi avaliado quanto à quantificação de compostos fenólicos totais, atividade antioxidante e capacidade de inibição da peroxidação lipídica. O extrato aquoso do noni apresentou moderada quantidade de compostos fitoquímicos do tipo fenólicos de 47,96 ± 1,95 mg Eq. ácido gálico/100 g do extrato. A concentração de 72 e 120 µg/mL do extrato aquoso do noni inibiu a lipoperoxidação no meio diluidor para congelação de sêmen na ordem de 21,75% e 51,32%, respectivamente, e a menor concentração (24 µg/mL) não apresentou efeito positivo. O índice de atividade antioxidante do noni foi de 33,33, o que representa atividade antioxidante muito forte. O extrato aquoso do noni apresenta capacidade antioxidante muito forte e quando incluso ao meio diluidor para criopreservação de sêmen é capaz de inibir a lipoperoxidação a partir da concentração de 72 µg/mL...


Noni (Morinda citrifolia L.) is a fruit consumed worldwide because of its nutritional and therapeutic properties resulting from the large amount of phenolic compounds, which has aroused interest of the scientific community. In order to identify new natural sources of antioxidants, the objective of this study was to evaluate the performance of noni in diluent for ram semen cryopreservation. A completely randomized design consisting of four treatments and three repetitions per treatment was used. The treatments differed in terms of the concentration of the aqueous extract of noni added to the diluent: control, no addition of the extract, and three concentrations (24, 72, and 120 µg/mL). The physical and chemical variables of the mature fruit were evaluated: total acidity (8.78), pH (4.12), and soluble solids (8.18%). The vitamin C content was 309.42 mg per 100 g fresh matter. The aqueous extract of noni was also evaluated regarding the quantity of total phenolic compounds, antioxidant activity, and lipid peroxidation inhibition capacity. The aqueous extract contained a moderate amount of phenolic compounds (47.96 ± 1.95 mg gallic acid equivalent/100 g extract). The concentrations of the aqueous extract of 72 and 120 µg/mL in diluent used for semen cryopreservation inhibited lipid peroxidation by 21.75% and 51.32%, respectively. There was no positive effect of the lowest concentration (24 µg/mL). The antioxidant activity index of noni was 33.33, corresponding to very strong antioxidant activity. The aqueous extract of noni exhibits very strong antioxidant activity and its addition to the diluent for semen cryopreservation at a concentration of 72 µg/mL is able to inhibit lipid peroxidation...


Assuntos
Animais , Antioxidantes , Compostos Fenólicos , Morinda , Ovinos , Preservação do Sêmen/veterinária
14.
B. Indústr. Anim. ; 73(1): 68-74, 2016.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-308347

Resumo

O noni (Morinda citrifolia L) é um fruto consumido no mundo por apresentar propriedades nutricionais e terapêuticas devido a grande quantidade de compostos fenólicos, o que desperta o interesse da comunidade científica. Com o intuito de buscar novas fontes naturais de antioxidantes objetivou-se avaliar o desempenho do noni em diluente para congelação de sêmen ovino. Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e três repetições por tratamento. Os tratamentos diferiram quanto à concentração do extrato aquoso do noni adicionado ao meio diluidor: controle, sem adição do extrato; e com três concentrações 24 µg/mL; 72 µg/mL; 120 µg/mL. Foram avaliadas as variáveis físicas e químicas do fruto maduro para acidez total (8,78), pH (4,12) e sólidos solúveis (8,18%). Para vitamina C, foi obtido 309,42 mg em 100 g de matéria fresca. O extrato aquoso do noni também foi avaliado quanto à quantificação de compostos fenólicos totais, atividade antioxidante e capacidade de inibição da peroxidação lipídica. O extrato aquoso do noni apresentou moderada quantidade de compostos fitoquímicos do tipo fenólicos de 47,96 ± 1,95 mg Eq. ácido gálico/100 g do extrato. A concentração de 72 e 120 µg/mL do extrato aquoso do noni inibiu a lipoperoxidação no meio diluidor para congelação de sêmen na ordem de 21,75% e 51,32%, respectivamente, e a menor concentração (24 µg/mL) não apresentou efeito positivo. O índice de atividade antioxidante do noni foi de 33,33, o que representa atividade antioxidante muito forte. O extrato aquoso do noni apresenta capacidade antioxidante muito forte e quando incluso ao meio diluidor para criopreservação de sêmen é capaz de inibir a lipoperoxidação a partir da concentração de 72 µg/mL...(AU)


Noni (Morinda citrifolia L.) is a fruit consumed worldwide because of its nutritional and therapeutic properties resulting from the large amount of phenolic compounds, which has aroused interest of the scientific community. In order to identify new natural sources of antioxidants, the objective of this study was to evaluate the performance of noni in diluent for ram semen cryopreservation. A completely randomized design consisting of four treatments and three repetitions per treatment was used. The treatments differed in terms of the concentration of the aqueous extract of noni added to the diluent: control, no addition of the extract, and three concentrations (24, 72, and 120 µg/mL). The physical and chemical variables of the mature fruit were evaluated: total acidity (8.78), pH (4.12), and soluble solids (8.18%). The vitamin C content was 309.42 mg per 100 g fresh matter. The aqueous extract of noni was also evaluated regarding the quantity of total phenolic compounds, antioxidant activity, and lipid peroxidation inhibition capacity. The aqueous extract contained a moderate amount of phenolic compounds (47.96 ± 1.95 mg gallic acid equivalent/100 g extract). The concentrations of the aqueous extract of 72 and 120 µg/mL in diluent used for semen cryopreservation inhibited lipid peroxidation by 21.75% and 51.32%, respectively. There was no positive effect of the lowest concentration (24 µg/mL). The antioxidant activity index of noni was 33.33, corresponding to very strong antioxidant activity. The aqueous extract of noni exhibits very strong antioxidant activity and its addition to the diluent for semen cryopreservation at a concentration of 72 µg/mL is able to inhibit lipid peroxidation...(AU)


Assuntos
Animais , Morinda , Compostos Fenólicos , Antioxidantes , Preservação do Sêmen/veterinária , Ovinos
15.
Acta cir. bras. ; 29(supl.2): 10-14, 2014. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-11179

Resumo

To evaluate the antitumor and antimicrobial activity of ethanolic extract of Morinda citrifolia L. fruit cultivated in southeastern Brazil. Preparation ethanolic extract of the fruit of Morinda citrifolia L. Culture of melanoma cells B16-F10 for treatment with ethanolic extract of Morinda citrifolia L. fruit to determine cell viability by MTT and determination temporal effect of ethanolic extract fruit on the cell growth B16-F10 for 8 days. Evaluation of antimicrobial activity of ethanolic extract fruit against Staphylococcus aureus and Escherichia coli by determination of Minimum Inhibitory Concentration (MIC). R: The ethanolic extract of Morinda citrifolia L. fruit (10mg/mL) decreased cellular activity and inhibited 45% the rate of cell proliferation of B16-F10 melanoma treated during period studied. The ethanolic extract of Morinda citrifolia L. fruit demonstrated antimicrobial activity inhibiting the growth of both microorganisms studied. Staphylococcus aureus was less resistant to ethanolic extract of Morinda citrifolia L. fruit than Escherichia coli, 1 mg/mL and 10 mg/mL, respectively. What these results indicate that the ethanolic extract of the fruit of Morinda citrifolia L. showed antitumor activity with inhibition of viability and growth of B16-F10 cells and also showed antibacterial activity as induced inhibition of growth of Staphylococcus aureus and Escherichia coli.(AU)


Assuntos
Animais , Staphylococcus , Antibióticos Antineoplásicos/análise , Anti-Infecciosos/análise , Morinda , Extratos Vegetais/farmacologia
16.
Ciênc. Anim. (Impr.) ; 21(1): 45-53, 2011.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1472106

Resumo

O efeito anti-helmintico da folha de Morinda citrifolia (noni) sobre Ascaridia galli foi avaliado em aves poedeiras naturalmente infectadas. A atividade anti-helmintica in vitro foi determinada em helmintos adultos colocados em placas de petri descartáveis, contendo solução Tyrode pré-aquecida, a qual foi adicionado o extrato aquoso e etanólico e mantidos numa BOD a uma temperatura de 37ºC (+ - 1). Os extratos aquosos e etanólicos foram usados nas seguintes concentrações: 0,87; 1,74; 3,48; 6,69 e 13,92 mg. ml, e 4,17; 8,34; 16,68; 33,36 e 66,72 mg. ml, respectivamente. Como controle positivo usou-se uma solução de citrato de piperzina tetrahidratada na concentração de 50 mg. ml. A atividade anti-helmintica in vivo foi determinada em aves, adminstrando durante três dias consecutivos o extrato aquoso etanólico (10ml/kg). As fezes foram coletadas durante quatro dias por grupo, em sequida lavadas em água corrente e peneiradas. No quinto dia de tratamento, as aves foram sacrificadas e necropsiadas, para contagem e identificação dos helmintos remanescentes. Os dados obtidos foram analisados estatisticamente utilizando o teste de Student Newman-Keuls. No teste in vivo, não houve diferença significativa entre o extrato aquoso (concentração de 10%) e o grupo controle (água) (p>0,05) na eliminação do A. galli. O extrato etanólico apresentou un percentual de eliminação de 30,1%, diferindo estatisticamente do grupo controle (p<0,05). Na concentração 13,92 mg. ml, para o teste in vitro, o extrato aquoso apresentou percentagem de mortalidade de 96,67%, semelhante ao obtido pela piperazina (100%), diferindo estatisticamente do controle negativo (p<0,05). Nas concentrações 33,36 e 66,72 mg. ml, o extrato etanólico apresentou percentagem de mortalidade de 83,33 e 90%, respectivamente havendo diferença estatisticamente significativa do controle negativo (p<0,05). Conclui-se que a atividade anti-helmintica da folha do noni apresentou no teste in vitro resultados expressivos, havendo necessidade de estudos com maiores concentrações no teste in vivo.


The anthelmintic effect of Morinda citrifolia (noni) leaf on Ascaridia galli was evaluated in chicken naturally infected. The anthelmintic activity in vitro was determined in adults helminthes in disposable Petri dishes, containing Tyrode solution, pre warmed in which aqueous and ethanolic extracts were added. The stuff was maintained in a BOD at 37ºC (+1). The Aqueous and ethanolic extracts presented the following concentration: 0,87; 1,74; 3,48; 6,96; e 13,92 mg.ml. e 4,17; 8,34; 16,68; 33,36 e 66,72 mg.ml, respectively. As a positive control a solution of tetrahidrate citrate of peperazin in the concentration of 50 mg.ml was used. The abthelmintic activity in vivo was determined by the administration of the aqueous and ethanolic extracts (10 ml/Kg) during thee consecutive days. The feces were collected during four days in each group, washed in water and sifted. In the fifth day of treatment, the chicken were cuthanized and necropsy was performed in order to count and identify remaining the helminthes. The data were analyzed by the Student-Newman-kents test. In the in vivo test there was no significative difference between the aqueous extract and the control group (water) (p>0,05) in the elimination oof A. galli. The ethanolic extract presented an elimination of 30,1%, differing statiscally from the control group (P< 0,05). In the concentration of 13,92 mg.ml, for the in vitro test, the aquous extract presented a mortality of 96,67%, almost the same obtained by piperazin (100%), differing statistically from form the negative control (p<0,05). In the concentration of 33,36 and 66,72 mg.ml, the ethanolic extract showed a mortality of 83,33 and 90% respectively, there was a significative statistical difference from the negative control (p<0,05). It follows that the anthelmintic activity noni leaf of the test showed expressive results in vitro., there is a need for studies in higher concentrations in the test in vivo.


Assuntos
Animais , Anti-Helmínticos/farmacologia , Morinda/química , Aves/classificação
17.
Ciênc. Anim. (Impr.) ; 21(1): 45-53, 2011.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-7915

Resumo

O efeito anti-helmintico da folha de Morinda citrifolia (noni) sobre Ascaridia galli foi avaliado em aves poedeiras naturalmente infectadas. A atividade anti-helmintica in vitro foi determinada em helmintos adultos colocados em placas de petri descartáveis, contendo solução Tyrode pré-aquecida, a qual foi adicionado o extrato aquoso e etanólico e mantidos numa BOD a uma temperatura de 37ºC (+ - 1). Os extratos aquosos e etanólicos foram usados nas seguintes concentrações: 0,87; 1,74; 3,48; 6,69 e 13,92 mg. ml, e 4,17; 8,34; 16,68; 33,36 e 66,72 mg. ml, respectivamente. Como controle positivo usou-se uma solução de citrato de piperzina tetrahidratada na concentração de 50 mg. ml. A atividade anti-helmintica in vivo foi determinada em aves, adminstrando durante três dias consecutivos o extrato aquoso etanólico (10ml/kg). As fezes foram coletadas durante quatro dias por grupo, em sequida lavadas em água corrente e peneiradas. No quinto dia de tratamento, as aves foram sacrificadas e necropsiadas, para contagem e identificação dos helmintos remanescentes. Os dados obtidos foram analisados estatisticamente utilizando o teste de Student Newman-Keuls. No teste in vivo, não houve diferença significativa entre o extrato aquoso (concentração de 10%) e o grupo controle (água) (p>0,05) na eliminação do A. galli. O extrato etanólico apresentou un percentual de eliminação de 30,1%, diferindo estatisticamente do grupo controle (p<0,05). Na concentração 13,92 mg. ml, para o teste in vitro, o extrato aquoso apresentou percentagem de mortalidade de 96,67%, semelhante ao obtido pela piperazina (100%), diferindo estatisticamente do controle negativo (p<0,05). Nas concentrações 33,36 e 66,72 mg. ml, o extrato etanólico apresentou percentagem de mortalidade de 83,33 e 90%, respectivamente havendo diferença estatisticamente significativa do controle negativo (p<0,05). Conclui-se que a atividade anti-helmintica da folha do noni apresentou no teste in vitro resultados expressivos, havendo necessidade de estudos com maiores concentrações no teste in vivo.(AU)


The anthelmintic effect of Morinda citrifolia (noni) leaf on Ascaridia galli was evaluated in chicken naturally infected. The anthelmintic activity in vitro was determined in adults helminthes in disposable Petri dishes, containing Tyrode solution, pre warmed in which aqueous and ethanolic extracts were added. The stuff was maintained in a BOD at 37ºC (+1). The Aqueous and ethanolic extracts presented the following concentration: 0,87; 1,74; 3,48; 6,96; e 13,92 mg.ml. e 4,17; 8,34; 16,68; 33,36 e 66,72 mg.ml, respectively. As a positive control a solution of tetrahidrate citrate of peperazin in the concentration of 50 mg.ml was used. The abthelmintic activity in vivo was determined by the administration of the aqueous and ethanolic extracts (10 ml/Kg) during thee consecutive days. The feces were collected during four days in each group, washed in water and sifted. In the fifth day of treatment, the chicken were cuthanized and necropsy was performed in order to count and identify remaining the helminthes. The data were analyzed by the Student-Newman-kents test. In the in vivo test there was no significative difference between the aqueous extract and the control group (water) (p>0,05) in the elimination oof A. galli. The ethanolic extract presented an elimination of 30,1%, differing statiscally from the control group (P< 0,05). In the concentration of 13,92 mg.ml, for the in vitro test, the aquous extract presented a mortality of 96,67%, almost the same obtained by piperazin (100%), differing statistically from form the negative control (p<0,05). In the concentration of 33,36 and 66,72 mg.ml, the ethanolic extract showed a mortality of 83,33 and 90% respectively, there was a significative statistical difference from the negative control (p<0,05). It follows that the anthelmintic activity noni leaf of the test showed expressive results in vitro., there is a need for studies in higher concentrations in the test in vivo.(AU)


Assuntos
Animais , Anti-Helmínticos/farmacologia , Morinda/química , Aves/classificação
18.
Semina ciênc. agrar ; 40(2): 831-842, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501370

Resumo

The effect of inclusion of Morinda citrifolia L. (Noni) in standardized diets of sheep on in vitro digestibility and parameters fermentation was examined using two different inoculums (ruminal liquid and sheep feces). To determine the nutrients in vitro digestibility coefficient (IVDC), two sheep were used as inoculum donors. The experimental design was factorial (4 × 2), with four diets containing different proportions of Noni and two types of inoculum. The different dietary proportions of Noni (0%, 8%, 16%, and 24%) did not affect the IVDC of dry matter (DM), organic matter (OM) and crude protein (CP) for both inoculums. The IVDC of neutral detergent fiber (NDF) differed significantly between the inoculums. After in vitro incubation for 24 h, the pH value of the fermented material differed between the different diets and between the inoculums. Moreover, the concentration of ammoniacal nitrogen was affected by the proportion of Noni and differed between the inoculums after incubation for 24 h. The inclusion of up to 24% of Noni in standardized rations for ruminants did not affect the IVDC of DM, OM, CP, and NDF. The use of feces as inoculum for in vitro fermentation produced lower IVDC values than those by ruminal liquid. The diet containing 8% of Noni and fermented with ruminal liquid produced higher pH values after 24 h of incubation. Taken together, the different dietary...


Avaliou-se a inclusão de Morinda citrofolia L (Noni) em rações balanceadas para ovinos sobre o coeficiente de digestibilidade in vitro (CDIV) dos nutrientes e os paramentos da fermentação in vitro com utilização de diferentes inóculos (líquido ruminal e fezes de ovinos). Para a determinação do CDIV dos nutrientes foram utilizados dois ovinos com peso corporal médio de 25 + 2,0 kg, como doadores de inóculo (líquido ruminal e fezes). O delineamento experimental foi o fatorial 4X2, com quatro teores de inclusão de Noni e dois tipos de inóculo para a determinação do CDIV dos nutrientes. As variáveis estudadas foram submetidas à análise de variância e para os teores de inclusão de Noni procedeu-se análise de regressão a 5% de probabilidade e para os diferentes inóculos foi realizado teste de Tukey a 5% de significância. Os diferentes teores de inclusão do Noni (0%; 8%; 16% e 24%) nas rações balanceadas os ovinos não alteraram (P > 0,05) os CDIV da MS; MO e PB para ambos os inóculos (líquido ruminal e fezes de ovinos). Foi observado que a utilização dos diferentes inóculos propiciou alteração (P < 0,05) no valor do CDIV da FDN. Os teores de 0%; 8%; 16% e 24% de Noni nas rações para ruminantes e os diferentes inóculos (líquido ruminal e fezes de ovinos) propiciaram alterações (P < 0,05) no valor de pH do conteúdo fermentado após a incubação in vitro de 24 horas. A inclusão de...


Assuntos
Animais , Amônia , Fermentação , Morinda/química , Ração Animal/análise , Rúmen , Análise de Variância , Ovinos
19.
São Luís; s.n; 01/07/2012. 71 p.
Tese em Português | VETINDEX | ID: biblio-1504953

Resumo

O vírus da cinomose (canine distemper vírus – CDV) acomete cães de todas as idades, raça e sexo, mas tem maior predileção por filhotes e animais não vacinados. Não há tratamento antiviral específico para a cinomose, utilizando-se o tratamento de suporte. Atualmente os fitoterápicos têm sido utilizados no tratamento de diversas enfermidades. O noni é uma planta do sul da Ásia que possui várias propriedades terapêuticas, possui um efeito imunomodulador, e um dos seus princípios biológicos é o danacantal, que é uma antraquinona natural que pode induz a morte de células infectadas pelos vírus. Este trabalho teve como objetivo avaliar a resposta clínica em cães com cinomose tratados com o extrato bruto do noni (Morinda citrifolia) em São Luís – MA. Foram utilizados cinco cães e todos foram submetidos ao teste de triagem rápido para detecção de antígenos da classe IgG específicos para o CDV no soro. Os animais positivos foram submetidos a exames laboratoriais, como hemograma completo, análises bioquímicas e análise molecular. Foram divididos em dois grupos: (G1) - Dois cães, submetidos ao tratamento convencional com o antibiótico e vitaminas do complexo B e (G2) - Três cães, tratados com extrato bruto de M. citrifolia. A avaliação clínica revelou que aos 21 dias pós-tratamento convencional, apenas um animal tive remissão de 100% dos sinais clínicos. No mesmo período de tempo, dentre os cães submetidos ao tratamento com noni, dois animais obtiveram 100% da regressão dos sinais clínicos. O extrato seco do noni mostrou-se eficaz na remissão dos sinais clínicos neurológicos de cães portadores da cinomose


Assuntos
Animais , Cães , Fitoterapia/tendências , Fitoterapia/veterinária , Morinda
20.
São Luís; s.n; 01/07/2012. 71 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-84

Resumo

O vírus da cinomose (canine distemper vírus CDV) acomete cães de todas as idades, raça e sexo, mas tem maior predileção por filhotes e animais não vacinados. Não há tratamento antiviral específico para a cinomose, utilizando-se o tratamento de suporte. Atualmente os fitoterápicos têm sido utilizados no tratamento de diversas enfermidades. O noni é uma planta do sul da Ásia que possui várias propriedades terapêuticas, possui um efeito imunomodulador, e um dos seus princípios biológicos é o danacantal, que é uma antraquinona natural que pode induz a morte de células infectadas pelos vírus. Este trabalho teve como objetivo avaliar a resposta clínica em cães com cinomose tratados com o extrato bruto do noni (Morinda citrifolia) em São Luís MA. Foram utilizados cinco cães e todos foram submetidos ao teste de triagem rápido para detecção de antígenos da classe IgG específicos para o CDV no soro. Os animais positivos foram submetidos a exames laboratoriais, como hemograma completo, análises bioquímicas e análise molecular. Foram divididos em dois grupos: (G1) - Dois cães, submetidos ao tratamento convencional com o antibiótico e vitaminas do complexo B e (G2) - Três cães, tratados com extrato bruto de M. citrifolia. A avaliação clínica revelou que aos 21 dias pós-tratamento convencional, apenas um animal tive remissão de 100% dos sinais clínicos. No mesmo período de tempo, dentre os cães submetidos ao tratamento com noni, dois animais obtiveram 100% da regressão dos sinais clínicos. O extrato seco do noni mostrou-se eficaz na remissão dos sinais clínicos neurológicos de cães portadores da cinomose(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Morinda , Fitoterapia/tendências , Fitoterapia/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA