Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. biol ; 83: e246230, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1339369

Resumo

Abstract Dengue fever vectored by the mosquito Aedes aegypti is one of the most rapidly spreading insect-borne diseases. Current reliance of dengue vector control is mostly on chemical insecticides. Growing insecticide resistance in the primary mosquito vector, Aedes aegypti, limits the effectiveness of vector control through chemical insecticides. These chemical insecticides also have negative environmental impacts on animals, plants and human health. Myco-biocontrol agents are naturally occurring organisms and are found to be less damaging to the environment as compared to chemical insecticides. In the present study, entomopathogenic potential of local strains of fungi isolated from soil was assessed for the control of dengue vector. Local fungal isolates presents better alternative to introducing a foreign biocontrol strain, as they may be better adapted to environmental conditions of the area to survive and may have more entomopathogenic efficacy against target organism. Larvicidal efficacy of Fusarium equiseti and Fusarium proliferatum was evaluated against Aedes aegypti. Local strains of F. equiseti (MK371718) and F. proliferatum (MK371715) were isolated from the soil of Changa Manga Forest, Pakistan by using insect bait method. Larvicidal activity of two Fusarium spp. was tested against forth instar larvae of A. aegypti in the laboratory, using concentrations 105, 106, 107 and 108 conidia /ml. LC50 values for F. equiseti after 24h, 48h, 72h and 96h of exposure were recorded as 3.8x 108, 2.9x107, 2.0x107, and 7.1x106 conidia /ml respectively while LC50 values for F. proliferatum were recorded as 1.21x108, 9.6x107, 4.2x107, 2.6x107 conidia /ml respectively after 24h, 48h, 72h and 96h of exposure. The results indicate that among two fungal strains F. equiseti was found to be more effective in terms of its larvicidal activity than F. proliferatum against larvae of A. aegypti.


Resumo A dengue transmitida pelo mosquito Aedes aegypti é uma das doenças transmitidas por insetos de propagação mais rápida. A dependência atual do controle do vetor da dengue é principalmente de inseticidas químicos. O aumento da resistência a inseticidas no principal vetor do mosquito, Aedes aegypti, limita a eficácia do controle do vetor por meio de inseticidas químicos. Esses inseticidas químicos também têm impactos ambientais negativos sobre os animais, plantas e saúde humana. Os agentes de micobiocontrole são organismos que ocorrem naturalmente e são menos prejudiciais ao meio ambiente em comparação com os inseticidas químicos. No presente estudo, avaliou-se o potencial entomopatogênico de cepas locais de fungos isolados do solo para o controle do vetor da dengue. Isolados de fungos locais apresentam melhor alternativa para a introdução de uma cepa de biocontrole estrangeira, pois podem ser mais bem adaptados às condições ambientais da área para sobreviver e podem ter maior eficácia entomopatogênica contra o organismo-alvo. A eficácia larvicida de Fusarium equiseti e Fusarium proliferatum foi avaliada contra Aedes aegypti. Cepas locais de F. equiseti (MK371718) e F. proliferatum (MK371715) foram isoladas do solo de Changa Manga Forest, Paquistão, usando o método de isca para insetos. Atividade larvicida de dois Fusarium spp. foi testado contra larvas de quarto ínstar de A. aegypti em laboratório, nas concentrações 105, 106, 107 e 108 conídios / ml. Os valores de LC50 para F. equiseti após 24 h, 48 h, 72 h e 96 h de exposição foram registrados como 3,8x 108, 2,9x107, 2,0x107 e 7,1x106 conídios / ml, respectivamente, enquanto os valores de LC50 para F. proliferatum foram registrados como 1,21x108, 9,6 x107, 4,2x107, 2,6x107 conídios / ml, respectivamente, após 24 h, 48 h, 72 h e 96 h de exposição. Os resultados indicam que entre duas cepas de fungos F. equiseti se mostrou mais eficaz em termos de atividade larvicida do que F. proliferatum contra larvas de A. aegypti.


Assuntos
Humanos , Animais , Aedes , Fusarium , Inseticidas/farmacologia , Paquistão , Solo , Extratos Vegetais , Florestas , Mosquitos Vetores , Larva
2.
Braz. j. biol ; 83: e248122, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1355851

Resumo

Abstract Being vector of West Nile Virus and falariasis the control of Culex quinquefasciatus is likely to be essential. Synthetic insecticide treatment is looking most effective for vectors mosquito control. However, these products are toxic to the environment and non-target organisms. Consequently, ecofriendly control of vectors mosquito is needed. In this regard botanical insecticide is looking more fruitful. Therefore, the present research aimed to investigate the effectiveness of methanolic extract and various fractions, including, n-hexane, ethyl-acetate, chloroform, and aqueous fraction, obtained from methanolic extract of Ailanthus altissima, Artemisia scoparia, and Justicia adhatoda using separating funnel against larval, pupal, and adult stages of Culex quinquefasciatus. The larvae and pupae of Culex quinquefasciatus were exposed to various concentrations (31.25-1000 ppm) of methanolic extract and its fractions for 24 hours of exposure period. For knock-down bioassay (filter paper impregnation bioassay) different concentration of the methanolic extract and its various fractions (i.e. 0.0625, 0.125, 0.25, 0.5 and 1mg/mL) were applied for 1 hour exposure period. The results were statistically analysed using standard deviation, probit analysis, and linear regression. The R2 values of larvae, pupae, and adult range from 0.4 to 0.99. The values of LC50 (concentration causing 50% mortality) for late 3rd instar larvae after 24 hours exposure period range from 93-1856.7 ppm, while LC90 values range from 424 -7635.5ppm. The values of LC50for pupae range form 1326.7-6818.4ppm and and values of LC90 range from 3667.3-17427.9ppm, respectively. The KDT50 range from 0.30 to 2.8% and KDT90 values range from1.2 to 110.8%, respectively. In conclusion, Justicia adhatoda may be effective for controlling populations of vector mosquito.


Resumo Por ser o vetor do vírus do Nilo Ocidental e da falaríase, o controle de Culex quinquefasciatus Say é provavelmente essencial. O tratamento com inseticida sintético parece ser mais eficaz para o controle dos mosquitos vetores. No entanto, esses produtos são tóxicos para o meio ambiente e organismos não visados. Consequentemente, o controle ecológico dos mosquitos vetores é necessário. Nesse sentido, o inseticida botânico parece mais produtivo. Portanto, a presente pesquisa teve como objetivo investigar a eficácia do extrato metanólico e de várias frações, incluindo n-hexano, acetato de etila, clorofórmio e fração aquosa, obtidos do extrato metanólico de Ailanthus altissima (Mill.) Swingle, Artemisia scoparia Waldst. & Kit. e Justicia adhatoda L. usando funil de separação contra os estágios larval, pupal e adulto de C. quinquefasciatus. As larvas e pupas de C. quinquefasciatus foram expostas a várias concentrações (31,25-1000 ppm) de extrato metanólico, e suas frações por 24 horas de período de exposição. Para o bioensaio knock-down (bioensaio de impregnação de papel de filtro), diferentes concentrações do extrato metanólico e suas várias frações (ou seja, 0,0625, 0,125, 0,25, 0,5 e 1 mg / mL) foram aplicadas por um período de exposição de 1 hora. Os resultados foram analisados ​​estatisticamente usando desvio padrão, análise Probit e regressão linear. Os valores de R2 de larvas, pupas e adultos variaram de 0,4 a 0,99. Os valores de LC50 (concentração que causa 50% de mortalidade) para larvas de terceiro estádio tardio após 24 horas de período de exposição variaram de 93-1856,7 ppm, enquanto os valores de LC90 variaram de 424-7635,5ppm. Os valores de LC50 para pupas variaram de 1326,7-6818,4 ppm e os valores de LC90 variaram de 3667,3-17427,9 ppm, respectivamente. O KDT50 variou de 0,30 a 2,8% e os valores de KDT90 variaram de 1,2 a 110,8%, respectivamente. Por fim, a espécie J. adhatoda pôde ser eficaz para controlar populações de mosquitos vetores.


Assuntos
Animais , Culex , Inseticidas/farmacologia , Anopheles , Extratos Vegetais/farmacologia , Folhas de Planta , Mosquitos Vetores , Larva
3.
Braz. j. biol ; 83: e240118, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1278559

Resumo

Abstract For many centuries human populations have been suffering and trying to fight with disease-bearing mosquitoes. Emerging and reemerging diseases such as Dengue, Zika, and Chikungunya affect billions of people around the world and recently has been appealing to control with chemical pesticides. Malathion (MT) is one of the main pesticides used against mosquitoes, the vectors of these diseases. This study aimed to assess cytotoxicity and mutagenicity of the malathion for the bioindicator Allium cepa L. using a multivariate and integrative approach. Moreover, an appendix table was compiled with all available literature of insecticides assessed by the Allium cepa system to support our discussion. Exposures during 48h to 0.5 mg mL-1 and 1.0 mg mL-1 MT were compared to the negative control (distilled water) and positive control (MMS solution at 10 mg L-1). The presence of chromosomal aberrations, micronuclei frequency, and mitotic index abnormalities was evaluated. Anaphase bridges were the alterations with higher incidence and presented a significantly elevated rate in the concentration of 0.5 mg mL-1, including when compared to the positive control. The integrative discriminant analysis summarizes that MT in assessed concentrations presented effects like the positive control, corroborating its potential of toxicity to DNA. Therefore, it is concluded that MT in its pure composition and in realistic concentrations used, has genotoxic potential in the biological assessment of A. cepa cells. The multivariate integrative analysis was fundamental to show a whole response of all data, providing a global view of the effect of MT on DNA.


Resumo Por muitos séculos, as populações humanas sofrem e tentam combater os mosquitos transmissores de doenças. Doenças emergentes e reemergentes como Dengue, Zika e Chikungunya afetam bilhões de pessoas em todo o mundo e, recentemente, vem apelando ao controle com pesticidas químicos. O Malation (MT) é um dos principais pesticidas usados ​​contra mosquitos, vetores dessas doenças. O objetivo deste estudo foi avaliar a citotoxicidade e a mutagenicidade do MT para o bioindicador Allium cepa L. usando uma abordagem multivariada e integrativa. Além disso, uma tabela suplementar foi compilada com toda a literatura disponível de inseticidas avaliada pelo sistema Allium cepa para apoiar nossa discussão. Exposições ao MT durante 48h a 0,5 mg mL-1 e 1,0 mg mL-1 foram comparadas a um controle negativo (água destilada) e um controle positivo (10 mg L-1 de MMS). Foram avaliadas a presença de aberrações cromossômicas, frequência de micronúcleos e anormalidades no índice mitótico. As pontes anafásicas foram as alterações com maior incidência e apresentaram uma taxa significativamente elevada na concentração de 0,5 mg mL-1, inclusive quando comparadas ao controle positivo. A análise discriminante integrativa resume que o MT nas concentrações avaliadas apresentou efeitos semelhantes ao controle positivo, corroborando seu potencial de toxicidade para o DNA. Portanto, conclui-se que o MT, em sua composição pura e nas concentrações realistas utilizadas, possui potencial genotóxico na avaliação biológica de células de A. cepa. A análise integrativa multivariada foi fundamental para mostrar uma resposta completa de todos os dados, fornecendo uma visão global do efeito da MT no DNA.


Assuntos
Humanos , Animais , Zika virus , Infecção por Zika virus , Inseticidas/toxicidade , Dano ao DNA , Aberrações Cromossômicas , Raízes de Plantas , Cebolas , Mosquitos Vetores , Malation/toxicidade , Índice Mitótico
4.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 75(4): 633-643, July-Aug. 2023. tab, graf, mapas, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1447342

Resumo

The productivity of the Adultrap® trap was compared to that of modified adultrap traps. Two structural changes were tested, a cover was placed at the entrance of the trap at two different heights. A comparison was also made with traps containing hydrogel to replace the water in the reservoir. The positivity rates of all the trap types were calculated and compared. The hydrogel models were more productive because they collected eggs, larvae, and adults. The trap that removed the protective screen and replaced the water with the hydrogel was 18.5 times larger than the original trap (p = 0.001). There was an increase in the productivity for the total collection of mosquitoes. The collection of eggs, larvae, and adults can contribute to the construction of more robust infestation indices. In addition, it allows for the collection of live specimens and the development of studies.


Comparou-se a produtividade da armadilha Adultrap® com armadilhas Adultrap modificadas. Foram testadas duas mudanças estruturais e foi colocada uma tampa na entrada da armadilha em duas alturas diferentes. Também foi feita uma comparação entre armadilhas contendo água no reservatório e armadilhas contendo hidrogel em substituição à água do reservatório. As taxas de positividade de todos os tipos de armadilha foram calculadas e comparadas. Os modelos com hidrogel foram mais produtivos porque coletaram ovos, larvas e adultos. A armadilha que retirou a tela de proteção e substituiu a água pelo hidrogel, foi 18,5 vezes maior que a armadilha original (P=0,001). Houve aumento na produtividade para a coleta total de mosquitos. A coleta de ovos, larvas e adultos pode contribuir para a construção de índices de infestação mais robustos, além de permitir a coleta de espécimes vivos e o desenvolvimento de estudos.


Assuntos
Animais , Aedes , Hidrogéis , Mosquitos Vetores
5.
Braz. j. biol ; 82: e237789, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1249272

Resumo

Aedes aegypti is a culicide that has gained relevance over the years due to its ability to transmit various viruses that cause diseases in humans that all the years cause high mortality rates in the world population. The main problem is that Ae. aegypti has managed to establish and maintain a close relationship with humans and their habitat, which is why the search for alternatives to control vector populations becomes imperative. The objective of the present work was to study the effects of two Beauveria bassiana strains on Aedes aegypti. Third instar larvae of Ae. aegypti in 250 mL plastic containers were inoculated with the GHA and NB3 strains at different concentrations (1.5 × 104 , 1.5× 105 , 1.5 × 106 and 1.5 × 107 conidia/mL). The NB3 strain presented highest mortality values with 63% in the highest concentration i.e., 1.5 × 107 , while for the GHA strain the highest mortality value was 30.7% at the same concentration. The results showed significant difference in mortality with respect to the strain and days post treatment (P = 0.0001), but not with respect to the conidial concentration (P = 0.634). The average mortality of larvae per day for the NB3 for different concentrations ranged from 20 to 25 larvae per day, while for the GHA daily mortality ranged from 5 to 12 larvae. In post-treatment mortality, the highest mortality was recorded in the third stage larvae for the NB3, while for GHA the highest percentage mortality was observed in individuals who managed to reach the adult state. The findings of the current research depicted the noteworthy role of B. bassiana for the management of an important vector of human disease.


O Aedes aegypti é um culicida que vem ganhando relevância ao longo dos anos devido à sua capacidade de transmitir diversos vírus causadores de doenças em humanos que ao longo dos anos ocasionam altas taxas de mortalidade na população mundial. O principal problema é que Ae. aegypti tem conseguido estabelecer e manter uma relação próxima com o homem e seu habitat, por isso a busca por alternativas para o controle das populações de vetores torna-se imperativa. O objetivo do presente trabalho foi estudar os efeitos de duas cepas de Beauveria bassiana sobre Ae. aegypti. Larvas de terceiro instar de Ae. aegypti em recipientes plásticos de 250 mL foram inoculados com as cepas GHA e NB3 em diferentes concentrações (1.5 × 104, 1.5 × 105, 1.5 × 106 e 1.5 × 107 conídios/mL). A cepa NB3 apresentou os maiores valores de mortalidade com 63% na concentração mais alta, ou seja, 1.5 × 107, enquanto para a cepa GHA o maior valor de mortalidade foi 30.7% na mesma concentração. Os resultados mostraram diferença significativa na mortalidade com relação à cepa e dias pós-tratamento (P = 0.0001), mas não com relação à concentração de conídios (P = 0.634). A mortalidade média de larvas por dia para o NB3 para diferentes concentrações variou de 20 a 25 larvas por dia, enquanto para o GHA a mortalidade diária variou de 5 a 12 larvas. Na mortalidade pós-tratamento, a maior mortalidade foi registrada nas larvas de terceiro estágio para o NB3, enquanto para o GHA o maior percentual de mortalidade foi observado em indivíduos que conseguiram atingir o estado adulto. Os resultados da pesquisa atual retratam o papel notável de B. bassiana no manejo de um importante vetor de doenças humanas.


Assuntos
Humanos , Animais , Aedes , Beauveria , Vetores de Doenças , Mosquitos Vetores , Larva
6.
Braz. j. biol ; 82: 1-6, 2022. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1468440

Resumo

Malakand region is an endemic area for cutaneous leishmaniasis (CL). However, there are limited number of studies of this disease in Pakistan. Therefore, a study was conducted to understand the level of awareness attitude and practice among the residents of Makaland towards CL and the disease vectors. This study adopted a cross-sectional approach with a total of 400 respondents (n=93 rural and n= 307 urban). Overall, the population in Malakand region (61.2%) were well-informed in the role of sand fly in transmitting diseases, but most lack knowledge on the vector's behavior and almost a quarter (24.5%) were unable to provide knowledge on proper control measures. Alarmingly, the practice and attitudes of the general population was not satisfactory as close to half (49.8%) of the population did adopt any control method. This study calls for increase in awareness through health education campaign to reduce the risk of cutaneous leishmaniasis outbreaks in the future.


A região de Malakand é uma área endêmica para leishmaniose cutânea (CL). No entanto, há um número limitado de estudos sobre esta doença no Paquistão. Portanto, foi realizado um estudo para entender o nível de atitude e prática de conscientização entre os residentes de Makaland em relação aos CL e os vetores da doença. Este estudo adotou uma abordagem transversal com um total de 400 entrevistados (n = 93 rural e n = 307 urbano). No geral, a população da região de Malakand (61,2%) estava bem informada sobre o papel da mosca na transmissão de doenças, mas a maioria não possui conhecimento sobre o comportamento do vetor e quase um quarto (24,5%) foi incapaz de fornecer conhecimento sobre medidas de controle adequadas . De maneira alarmante, a prática e as atitudes da população em geral não foram satisfatórias, pois cerca da metade (49,8%) da população adotou algum método de controle. Este estudo apela ao aumento da conscientização por meio de campanhas de educação em saúde para reduzir o risco de surtos de leishmaniose cutânea no futuro.


Assuntos
Humanos , Animais , Controle de Mosquitos/normas , Leishmaniose Cutânea/prevenção & controle , Leishmaniose Cutânea/transmissão , Mosquitos Vetores/parasitologia , Psychodidae/parasitologia , Doenças Negligenciadas/prevenção & controle
7.
Braz. J. Biol. ; 82: 1-6, 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-31783

Resumo

Malakand region is an endemic area for cutaneous leishmaniasis (CL). However, there are limited number of studies of this disease in Pakistan. Therefore, a study was conducted to understand the level of awareness attitude and practice among the residents of Makaland towards CL and the disease vectors. This study adopted a cross-sectional approach with a total of 400 respondents (n=93 rural and n= 307 urban). Overall, the population in Malakand region (61.2%) were well-informed in the role of sand fly in transmitting diseases, but most lack knowledge on the vector's behavior and almost a quarter (24.5%) were unable to provide knowledge on proper control measures. Alarmingly, the practice and attitudes of the general population was not satisfactory as close to half (49.8%) of the population did adopt any control method. This study calls for increase in awareness through health education campaign to reduce the risk of cutaneous leishmaniasis outbreaks in the future.(AU)


A região de Malakand é uma área endêmica para leishmaniose cutânea (CL). No entanto, há um número limitado de estudos sobre esta doença no Paquistão. Portanto, foi realizado um estudo para entender o nível de atitude e prática de conscientização entre os residentes de Makaland em relação aos CL e os vetores da doença. Este estudo adotou uma abordagem transversal com um total de 400 entrevistados (n = 93 rural e n = 307 urbano). No geral, a população da região de Malakand (61,2%) estava bem informada sobre o papel da mosca na transmissão de doenças, mas a maioria não possui conhecimento sobre o comportamento do vetor e quase um quarto (24,5%) foi incapaz de fornecer conhecimento sobre medidas de controle adequadas . De maneira alarmante, a prática e as atitudes da população em geral não foram satisfatórias, pois cerca da metade (49,8%) da população adotou algum método de controle. Este estudo apela ao aumento da conscientização por meio de campanhas de educação em saúde para reduzir o risco de surtos de leishmaniose cutânea no futuro.(AU)


Assuntos
Humanos , Animais , Leishmaniose Cutânea/prevenção & controle , Leishmaniose Cutânea/transmissão , Psychodidae/parasitologia , Mosquitos Vetores/parasitologia , Controle de Mosquitos/normas , Doenças Negligenciadas/prevenção & controle
8.
Vet. zootec ; 29: 1-20, 2022. ilus, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1400375

Resumo

A Febre Maculosa Brasileira (FMB) é uma zoonose, febril aguda, de gravidade variável, que geralmente se desenvolve em caráter endêmico, com distribuição mundial, causada por bactérias da família Rickettsiaceae, denominadas Rickettsia rickettsii, Rickettsia sp. cepa Mata Atlântica e Rickettsia parkeri. O presente estudo foi delineado com o objetivo de realizar uma revisão sistemática da literatura acerca dos aspectos epidemiológicos da febre maculosa brasileira, entre estudos empíricos publicados em periódicos entre os anos de 2010 e 2021, indexados nas bases de dados das plataformas de busca LILACS, PubMed, Google Scholar e SciELO. Foram encontrados um total de 42 artigos científicos catalogados no período de 2010 até abril de 2021. Dos trabalhos obtidos, 17 encontram-se na PubMed, 4 na LILACS,11 no SciELO e 10 no Google Scholar. Seguindo os critérios de exclusão, 30 resumos publicados antes do ano de 2010 não foram considerados. Foram também excluídos 6 dissertações, 2 teses e 2 capítulos de livro. Entre os 42 artigos analisados, 24 foram publicados em inglês, 18 em português e nenhum foi publicado em espanhol. Sendo assim, a partir desse estudo será possível adotar e atualizar as medidas preventivas contra a FMB, tais como: divulgação de informações, orientar os profissionais do sistema de saúde, educação em saúde para população de risco, guiar as ações de vigilância em saúde e orientação de novas diretrizes das políticas públicas, relacionadas a um importante problema de saúde única, considerando-se os aspectos ambientais, de saúde humana e da presença dos animais, como as capivaras entre outros, e ainda dos vetores, como os carrapatos.


Brazilian Spotted Fever (BSF) is a zoonosis, acute febrile, of variable severity, which usually develops in an endemic character, with worldwide distribution, caused by bacteria of the Rickettsiaceae family, called Rickettsia rickettsii, Rickettsia sp. strains Mata Atlântica and Rickettsia parkeri. The present study was designed with the objective of carrying out a systematic review of the literature on the epidemiological aspects of Brazilian spotted fever, among empirical studies published in journals between the years 2010 and 2021, indexed in the databases of the search platforms LILACS, PubMed, Google Scholar and SciELO. A total of 42 scientific articles cataloged from 2010 to April 2021 were found. Of the works obtained, 17 are in PubMed, 4 in LILACS, 11 in SciELO and 10 in Google Scholar. Following the exclusion criteria, 30 abstracts published before the year 2010 were not considered. 6 dissertations, 2 theses and 2 book chapters were also excluded. Among the 42 articles analyzed, 24 were published in English, 18 in Portuguese and none were published in Spanish. Therefore, from this study it will be possible to adopt and update preventive measures against FMB, such as: dissemination of information, guide health system professionals, health education for the population at risk, guide health surveillance actions and guidance of new public policy guidelines, related to an important single health problem, considering the environmental aspects, human health and the presence of animals, such as capybaras, among others, and also vectors, such as ticks.


La Fiebre Maculosa Brasileña (BSF) es una zoonosis, febril aguda, de severidad variable, que suele desarrollarse con carácter endémico, con distribución mundial, causada por bacterias de la familia Rickettsiaceae, denominadas Rickettsia rickettsii, Rickettsia sp. cepas Mata Atlântica y Rickettsia parkeri. El presente estudio fue diseñado con el objetivo de realizar una revisión sistemática de la literatura sobre los aspectos epidemiológicos de la fiebre maculosa brasileña, entre estudios empíricos publicados en revistas entre los años 2010 y 2021, indexadas en las bases de datos de las plataformas de búsqueda LILACS, PubMed, Google Scholar y SciELO. Se encontraron un total de 42 artículos científicos catalogados desde 2010 hasta abril de 2021. De los trabajos obtenidos, 17 se encuentran en PubMed, 4 en LILACS, 11 en SciELO y 10 en Google Scholar. Siguiendo los criterios de exclusión, no se consideraron 30 resúmenes publicados antes del año 2010. También se excluyeron 6 disertaciones, 2 tesis y 2 capítulos de libros. Entre los 42 artículos analizados, 24 fueron publicados en inglés, 18 en portugués y ninguno en español. Por lo tanto, a partir de este estudio será posible adoptar y actualizar medidas preventivas frente a la FMB, tales como: difusión de información, orientar a los profesionales del sistema de salud, educación en salud para la población en riesgo, orientar acciones de vigilancia en salud y orientación de nuevos lineamientos de política pública, relacionado con un importante problema único de salud, considerando los aspectos ambientales, la salud humana y la presencia de animales, como capibaras, entre otros, y también vectores, como las garrapatas.


Assuntos
Rickettsiaceae/isolamento & purificação , Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/etiologia , Febre Maculosa das Montanhas Rochosas/epidemiologia , Mosquitos Vetores
9.
J. Venom. Anim. Toxins incl. Trop. Dis. ; 24: 1-14, 2018. ilus, mapas, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-734774

Resumo

Yellow fever was transported during the slave trade in the 15th and 16th centuries from Africa to the Americas where the virus encountered favorable ecological conditions that allowed creation of a sustainable sylvatic cycle. Despite effective vector control and immunization programs for nearly a century, yellow fever epidemics reemerged in many Latin American countries, particularly Brazil. The emergence or reemergence of vector-borne diseases encompasses many intricate factors. Yellow fever outbreaks occur if at least three conditions are fulfilled: the introduction of the virus into a non-immune human community, presence of competent and anthropophilic vectors and insufficiency of prevention and/or adequate management of the growing outbreak. On the other hand, two weapons are available to constrain yellow fever: vector control and immunization. In contrast, yellow fever is absent from Asia and the Pacific despite the presence of the vector and the susceptibility of human populations to the virus. Based on a review of the global history of yellow fever and its epidemiology, the authors deliver some recommendations for improving the prevention of epidemics.(AU)


Assuntos
Animais , Epidemias/história , Febre Amarela/epidemiologia , Aedes , Mosquitos Vetores , Brasil/epidemiologia , América Latina/epidemiologia , África/epidemiologia
10.
J. venom. anim. toxins incl. trop. dis ; 24: 1-14, 2018. ilus, map, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1484759

Resumo

Yellow fever was transported during the slave trade in the 15th and 16th centuries from Africa to the Americas where the virus encountered favorable ecological conditions that allowed creation of a sustainable sylvatic cycle. Despite effective vector control and immunization programs for nearly a century, yellow fever epidemics reemerged in many Latin American countries, particularly Brazil. The emergence or reemergence of vector-borne diseases encompasses many intricate factors. Yellow fever outbreaks occur if at least three conditions are fulfilled: the introduction of the virus into a non-immune human community, presence of competent and anthropophilic vectors and insufficiency of prevention and/or adequate management of the growing outbreak. On the other hand, two weapons are available to constrain yellow fever: vector control and immunization. In contrast, yellow fever is absent from Asia and the Pacific despite the presence of the vector and the susceptibility of human populations to the virus. Based on a review of the global history of yellow fever and its epidemiology, the authors deliver some recommendations for improving the prevention of epidemics.


Assuntos
Animais , Aedes , Epidemias/história , Febre Amarela/epidemiologia , Mosquitos Vetores , América Latina/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , África/epidemiologia
11.
Colloq. Agrar ; 13(1): 01-06, jan.-abr 2017. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1481337

Resumo

Este trabalho tem o objetivo de avaliar a eficácia de produtos parasiticidas no controle de larvas de Aedes aegypti e Culex quinquefasciatus. Os produtos Fluazuron 2,5g, Cipermetrina 150g, Flumetrina 1g, Propoxur 1g, Deltametrina 25g, Clorpirifós 30g, Cipermetrina 15g, Fenthion 15g, Diazinon técnico estabilizado 40g, Fipronil 2,5%, Triclorfone 97g, Coumafós 3g, Propoxur 2g, Fentione 15g, Amitraz 12,5% foram preparados conforme recomendações do fabricante, sendo aplicados em recipientes contendo larvas de A. aegypti e C. quinquefasciatus em ambiente controlado. A inspeção da viabilidade larval foi verificada durante 24 horas. Estes mesmos produtos foram aplicados nos locais de coleta das larvas, sendo os criadouros dos mosquitos vistoriados diariamente durante 30 dias. Foi observado que 100% das larvas morreram em até 15 minutos, tanto nos recipientes em laboratório quanto no meio ambiente. Nas áreas onde ocorreu a pulverização não se observou presença de mosquitos adultos ou larvas por um período de até 24 dias, dependendo do produto utilizado, da incidência solar e da precipitação local. Nos locais ao abrigo da chuva e luz solar intensa, a ausência de larvas dos mosquitos ocorreu por 30 dias. Podemos concluir com esses resultados que diferentes produtos utilizados em animais como parasiticidas externos foram eficazes contra larvas de culicideos, constituindo-se numa importante ferramenta para controle desses vetores.


This study aims to evaluate the effectiveness of parasiticides products in the control of Aedes aegypti and Culex quinquefasciatus larvae. The products Fluazuron 2,5g, Cipermetrina 150g, Flumetrina 1g, Propoxur 1g, Deltametrina 25g, Clorpirifós 30g, Cipermetrina 15g, Fenthion 15g, Diazinon técnico estabilizado 40g, Fipronil 2,5%, Triclorfone 97g, Coumafós 3g, Propoxur 2g, Fentione 15g, Amitraz 12,5% were prepared according to manufacturer's recommendations, being applied in containers containing larvae of A. aegypti and C. quinquefasciatus in a controlled environment. Inspection of the larval viability was assessed 24 hours. These same products have been applied in the collection sites of the larvae, and the breeding of mosquitoes inspected daily for 30 days. Was observed that 100% of the larvae died within 15 minutes, so the containers in the laboratory and into the environment. In areas where spraying was not observed the presence of mosquito adults or larvae for a period of up to 24 days depending on the product used, the location of sunlight and precipitation. In protected sites of rain and strong sunlight, the absence of mosquito larvae occurred for 30 days. We can conclude from these results that different products used in animals as external parasiticides were effective against culicides larvae, constituting an important tool in the control of these vectors.


Assuntos
Animais , Controle de Mosquitos , Dengue , Febre Amarela , Febre de Chikungunya , Inseticidas , Zika virus , Controle de Pragas , Mosquitos Vetores
12.
Colloq. agrar. ; 13(1): 01-06, jan.-abr 2017. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-734909

Resumo

Este trabalho tem o objetivo de avaliar a eficácia de produtos parasiticidas no controle de larvas de Aedes aegypti e Culex quinquefasciatus. Os produtos Fluazuron 2,5g, Cipermetrina 150g, Flumetrina 1g, Propoxur 1g, Deltametrina 25g, Clorpirifós 30g, Cipermetrina 15g, Fenthion 15g, Diazinon técnico estabilizado 40g, Fipronil 2,5%, Triclorfone 97g, Coumafós 3g, Propoxur 2g, Fentione 15g, Amitraz 12,5% foram preparados conforme recomendações do fabricante, sendo aplicados em recipientes contendo larvas de A. aegypti e C. quinquefasciatus em ambiente controlado. A inspeção da viabilidade larval foi verificada durante 24 horas. Estes mesmos produtos foram aplicados nos locais de coleta das larvas, sendo os criadouros dos mosquitos vistoriados diariamente durante 30 dias. Foi observado que 100% das larvas morreram em até 15 minutos, tanto nos recipientes em laboratório quanto no meio ambiente. Nas áreas onde ocorreu a pulverização não se observou presença de mosquitos adultos ou larvas por um período de até 24 dias, dependendo do produto utilizado, da incidência solar e da precipitação local. Nos locais ao abrigo da chuva e luz solar intensa, a ausência de larvas dos mosquitos ocorreu por 30 dias. Podemos concluir com esses resultados que diferentes produtos utilizados em animais como parasiticidas externos foram eficazes contra larvas de culicideos, constituindo-se numa importante ferramenta para controle desses vetores.(AU)


This study aims to evaluate the effectiveness of parasiticides products in the control of Aedes aegypti and Culex quinquefasciatus larvae. The products Fluazuron 2,5g, Cipermetrina 150g, Flumetrina 1g, Propoxur 1g, Deltametrina 25g, Clorpirifós 30g, Cipermetrina 15g, Fenthion 15g, Diazinon técnico estabilizado 40g, Fipronil 2,5%, Triclorfone 97g, Coumafós 3g, Propoxur 2g, Fentione 15g, Amitraz 12,5% were prepared according to manufacturer's recommendations, being applied in containers containing larvae of A. aegypti and C. quinquefasciatus in a controlled environment. Inspection of the larval viability was assessed 24 hours. These same products have been applied in the collection sites of the larvae, and the breeding of mosquitoes inspected daily for 30 days. Was observed that 100% of the larvae died within 15 minutes, so the containers in the laboratory and into the environment. In areas where spraying was not observed the presence of mosquito adults or larvae for a period of up to 24 days depending on the product used, the location of sunlight and precipitation. In protected sites of rain and strong sunlight, the absence of mosquito larvae occurred for 30 days. We can conclude from these results that different products used in animals as external parasiticides were effective against culicides larvae, constituting an important tool in the control of these vectors.(AU)


Assuntos
Animais , Dengue , Febre Amarela , Febre de Chikungunya , Zika virus , Inseticidas , Controle de Mosquitos , Controle de Pragas , Mosquitos Vetores
13.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 23(2): 200-205, 06/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-28425

Resumo

The Culicidae family is represented by approximately 3,610 species, among which many are involved in transmission of pathogens and parasites, thus presenting great medical-veterinary importance. In Brazil, the state of Pernambuco is considered an endemic area for many diseases vectored by mosquitoes, such as human and canine filariasis, caused by Wuchereria bancrofti and Dirofilaria immitis, respectively. The aim of this study was to evaluate the occurrence of immature forms of culicids, over an one-year period, in a specific area of northeastern region of Brazil. Culicids larvae were collected from traps located on the ground and in treetops, between october 2012 and september 2013. Ten different species of culicids were identified. The greatest number of larvae were collected in september 2013 and the lowest number in december 2012. Stegomyia (Stegomyia) albopicta (46.45%; 5,908/12,718), Culex (Culex) maxi (35.56%; 4,523/12,718) and Limatus durhamii (12.58%; 1,600/12,718) were the most frequent species. The human and animal populations living in the study area are exposed to culicids and transmission agents throughout the year, especially after the rains. Therefore, control and prevention measures against culicids must be adopted in the study area.


A família Culicidae é representada por aproximadamente 3.610 espécies, dentre as quais muitas estão envolvidas na transmissão de patógenos e parasitos, apresentando assim grande importância médico-veterinária. No Brasil, o Estado de Pernambuco é considerado área endêmica para diversas doenças transmitidas por mosquitos como, por exemplo, as filarioses humana e canina causadas pela Wuchereria bancrofti e Dirofilaria immitis, respectivamente. O objetivo deste estudo foi avaliar a ocorrência de formas imaturas de culicídeos durante um ano em uma área do Nordeste do Brasil. Larvas de culicídeos foram coletadas em armadilhas localizadas no solo e copa de árvores, no período de outubro de 2012 a setembro de 2013. Dez diferentes espécies de culicídeos foram identificadas, sendo o maior número de larvas coletadas em setembro de 2013 e o menor número em dezembro de 2012. Stegomyia (Stegomyia) albopicta (46,45%; 5.908/12.718), Culex (Culex) maxi (35,56%; 4.523/12.718) e Limatus durhamii (12,58%; 1.600/12.718) foram as espécies mais frequentes. A população humana e animal residente na área de estudo é exposta aos culicídeos e aos agentes por eles veiculados durante todo o ano, sobretudo após o período de chuvas. Portanto, medidas de controle e prevenção dos culicídeos devem ser adotadas na área estudada.


Assuntos
Animais , Culicidae , Mosquitos Vetores , Brasil , Demografia , Fatores de Tempo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA