Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 22: e, 2021. ilus
Artigo em Inglês, Português | VETINDEX | ID: biblio-1473824

Resumo

A ação do sistema imunológico contra as enfermidades neoplásicas tem se tornado uma das principais fontes de pesquisa na atualidade. As vias biológicas desse sistema são conhecidas por contribuir na limitação da progressão e na eliminação do tumor, e são delineadas por conceitos e mecanismos de imunovigilância e imunoedição. A imunovigilância é considerada o processo pelo qual o sistema imunológico reconhece e inibe o processo neoplásico. O conceito de imunoedição tem origem no sentido de que o sistema imune é capaz de moldar o perfil antigênico do tumor devido à pressão seletiva, baseada nas etapas de eliminação, equilíbrio e evasão tumoral. A resposta imunológica ocorre contra antígenos tumorais e modificações do microambiente tumoral, envolvendo diferentes componentes do sistema imune inato, como células T, células natural Killer, linfócitos B e macrófagos. Nesse sentido, conhecer esses conceitos e compreender seus respectivos mecanismos torna-se essencial na investigação de novas estratégias de prevenção e combate ao câncer. Dessa forma, esta revisão apresenta aspectos históricos e definições de imunovigilância e imunoedição tumoral, com ênfase em sua importância e aplicabilidade, assim como aos diferentes métodos utilizados em imunoterapia.


The action of the immune system against neoplastic diseases has become one of the main sources of research. The biological pathways of this system are known to contribute in limiting the progression and elimination of the tumor, and are delineated by concepts and mechanisms of immunosurveillance and immunoediting. Immunosurveillance is considered the process by which the immune system recognizes and inhibits the neoplastic process. The concept of immunoediting arises in the sense that immune system is able to shape the antigenic profile of the tumor due to selective pressure, based on the stages of tumor elimination, balance and evasion. The immune response occurs against tumor antigens and changes in the tumor microenvironment, involving different components of the innate immune system, such as T cells, natural Killer cells, B lymphocytes and macrophages. In this sense, knowing these concepts and understanding their respective mechanisms becomes essential in the investigation of new strategies for cancer prevention and cure. Thus, this review presents historical aspects and definitions of immunosurveillance and tumor immunoediting, with emphasis on its importance and applicability, such as on the different methods used in immunotherapy.


Assuntos
Monitorização Imunológica/história , Neoplasias/história , Neoplasias/imunologia , Neoplasias/prevenção & controle
2.
Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR ; 9(2): 141-145, jul.-dez.2006.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-3204

Resumo

A busca de métodos terapêuticos e profiláticos mais eficazes contra o câncer resultou em grande impacto no entendimento das bases imunológicas da oncologia. A descoberta dos antígenos tumorais e dos mecanismos de escape tumoral da vigilância imunológica revolucionaram a compreensão da atuação do sistema imune na gênese e desenvolvimento tumoral. As proteínas parecem ser a chave do processo tumoral, permitindo um melhor entendimento do sistema imune como um regulador final da sua origem, desenvolvimento e/ou destruição das neoplasias. Sendo assim, as proteínas tumorais oferecem uma via potencial para a compreensão dos mecanismos de interação e evasão celular, busca de novos marcadores tumorais, e a produção de uma imunoterapia eficaz e irrestrita. Esta revisão tem como objetivo principal discutir a atuação do sistema imune no desenvolvimento neoplásico no sentido de produzir protocolos de tratamento e prevenção eficientes como futuras ferramentas na oncologia veterinária.(AU)


The search for more effective therapeutic and prophylactic methods against cancer resulted in a great impact on the understanding of the immunological basis of oncology. The discovery of tumoral antigens and tumoral escape mechanisms from immunological surveillance revolutionized the comprehension of the role of the immune system on the tumoral genesis and its development. Proteins seem to be the key for the tumoral process, allowing a better understanding of the immune system as a final check point of the neoplasic beginning, development and/or destruction. Therefore, tumoral proteins provide a potential pathway for the comprehension of its interaction and cellular evasion mechanisms, the search for new tumoral markers, and the production of an effective and non-restricted immunotherapy. This review has as its main objective to discuss the role of the immune system regarding the neoplasic development towards the production of an effective therapy and prophylaxis protocols as future tools for veterinary oncology.(AU)


La búsqueda por métodos terapéuticos y profilácticos más eficazes contra el cáncer resultó en gran impacto en el entendimiento de las bases inmunológicas de la oncología. El descubrimiento de los antígenos tumorales y de los mecanismos de escape tumoral de la vigilancia inmunológica revolucionaron la comprensión de la actuación del sistema inmune y en el génesis y desarrollo tumoral. Las proteínas parecen ser la llave del proceso tumoral, permitiendo un mejor entendimiento del sistema inmune como un regulador final de su nacimiento, desarrollo y/o destrucción de las neoplasias. Así pues, las proteínas tumorales ofrecen un potencial camino para la comprensión de los mecanismos de interacción y evasión celular, búsqueda de nuevos marcadores tumorales, y la producción de una inmunoterapia eficaz y sin restricción. Esta revisión tiene como objetivo principal discutir la actuación del sistema inmune en el desarrollo neoplásico con objeto de producir protocolos de tratamiento y prevención eficientes como futuras herramientas en la oncología veterinaria.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Oncologia , Neoplasias/imunologia , Neoplasias/prevenção & controle , Neoplasias/veterinária , Cães
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA