Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 17 de 17
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. J. Biol. ; 79(2): 326-336, abr.-jun. 2019. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-740914

Resumo

The catfish, Clarias gariepinus, was exposed to different acute concentrations (5-10 mg/l) of diazinon and the Lc50 value was recorded as high as 7.3 mg/l for 96 hours. The fishes exposed to three sub-lethal levels of diazinon (0.73, 1.095 and 1.46 mg/l) for 30 days showed that the pesticide induces changes in different blood parameters. Number of red blood cells (RBC), haemoglobin level and haematocrit values were elevated whereas white blood cells (WBC) count was reduced. Various blood indices like mean corpuscular volume (MCV), mean corpuscular haemoglobine (MCH) and mean corpuscular haemoglobine concentration (MCHC) vary insignificantly in the fish treated with diazinon. Glucose level and activity level of aspartate aminotransferase (AST) and alanine aminotransferase (ALT) was increased in Clarias gariepinus exposed to diazinon. Protein level in plasma of fish treated with pesticide was changed but the change was insignificant. Histological changes in the liver, gills and kidney of fishes exposed to diazinon were apparent when compared to control. Hepatocytes necrosis and bleeding were more distinct in the fishes exposed to pesticide. Glomerulus hypertrophy and bleeding in kidneys; and fusion and degeneration of secondary lamellae and epithelial hyperplasia in gills were also observed in the exposed fish.(AU)


O peixe-gato, Clarias gariepinus, foi exposto a diferentes concentrações agudas (5-10 mg / l) de diazinon e o valor de Lc50 foi registrado tão alto quanto 7,3 mg / l por 96 horas. Os peixes expostos a três níveis sub-letais de diazinon (0,73, 1,095 e 1,46 mg / l) por 30 dias mostraram que o pesticida induz mudanças nos diferentes parâmetros sanguíneos. O número de glóbulos vermelhos, o nível de hemoglobina e os valores do hematócrito foram elevados, enquanto a contagem de leucócitos foi reduzida. Vários índices sanguíneos, como volume corpuscular médio (VCM), hemoglobina corpuscular média (HCM) e concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM) variam insignificantemente nos peixes tratados com diazinon. Nível de glicose e nível de atividade de AST e ALT foi aumentado em Clarias gariepinus expostos a diazinon. O nível de proteína no plasma de peixes tratados com pesticidas foi alterado, mas a mudança foi insignificante. Alterações histológicas no fígado, brânquias e rins de peixes expostos ao diazinon foram aparentes quando comparados ao controle. A necrose e o sangramento de hepatócitos foram mais distintos nos peixes expostos ao agrotóxico. Hipertrofia do glomérulo e sangramento nos rins; e fusão e degeneração de lamelas secundárias e hiperplasia epitelial em brânquias também foram observadas nos peixes expostos.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/anatomia & histologia , Peixes-Gato/sangue , Peixes-Gato/crescimento & desenvolvimento , Bioensaio/veterinária , Diazinon/toxicidade , Fígado/anatomia & histologia
2.
Neotrop. ichthyol ; 17(1): e180146, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1002705

Resumo

This study tested an external tag for juveniles of Lophiosilurus alexandri and measured the effects of tagging in different size classes of fishes. Experiment 1 evaluated the retention rate and influence of the tag on survival and growth of three hundred fishes divided Small, Medium and Large size classes. After 90 days of experiment the fishes had 100% survival and the tag had a higher retention rate for animals of the Large size class. Experiment 2 evaluated the tag's influence on hematology parameters of forty-two fishes at 5, 10 and 30 days post-tagging. In this experiment both tagged and untagged animals experienced 9.4% mortality. The hematocrit was higher on the 30th day for tagged animals than for untagged animals. No difference was observed for leukocytes, plasma protein, erythrocytes and mean corpuscular volume. It was concluded from Experiment 1 that the tag reduced growth performance when applied to small sized juvenile L. alexandri, and that the tag retention rate increased with increasing animal size. Among the hematological parameters studied for juveniles on the Experiment 2 the tag only influenced the hematocrit parameters, which shows that the tag can be used without considerable influence on the hematological parameters of juvenile L. alexandri.(AU)


Esse estudo testou a utilização de marcadores externos em juvenis de Lophiosilurus alexandri, assim como o tamanho mínimo ideal do peixe para marcação. No experimento 1 foi avaliado a taxa de retenção e a influência do marcador sobre a sobrevivência e crescimento dos peixes divididos por tamanho nas classes: Pequeno, Médio e Grande. Após 90 dias, os peixes apresentaram 100% de sobrevivência e uma taxa de retenção mais elevada para os animais classificados como grandes. O segundo experimento avaliou a influência do marcador sobre os parâmetros hematológicos dos animais após 5, 10 e 30 dias da marcação. Neste experimento, foram observados valores mais elevados para o hematócrito no 30º dia para os animais marcados, enquanto nenhuma diferença foi observada para leucócitos, proteína plasmática, eritrócitos e volume corpuscular médio. Concluiu-se o que o marcador reduziu a taxa de crescimento dos animais menores, e que a taxa de retenção aumentou com o aumento do tamanho do animal. Dos parâmetros hematológicos avaliados, o marcador influenciou apenas no valor do hematócrito, o que mostra que o marcador pode ser usado sem considerável influência nos parâmetros hematológicos do L. alexandri.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/crescimento & desenvolvimento , Peixes-Gato/fisiologia , Peixes-Gato/sangue , Marcadores Genéticos
3.
Neotrop. ichthyol ; 17(1): e180146, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-22203

Resumo

This study tested an external tag for juveniles of Lophiosilurus alexandri and measured the effects of tagging in different size classes of fishes. Experiment 1 evaluated the retention rate and influence of the tag on survival and growth of three hundred fishes divided Small, Medium and Large size classes. After 90 days of experiment the fishes had 100% survival and the tag had a higher retention rate for animals of the Large size class. Experiment 2 evaluated the tag's influence on hematology parameters of forty-two fishes at 5, 10 and 30 days post-tagging. In this experiment both tagged and untagged animals experienced 9.4% mortality. The hematocrit was higher on the 30th day for tagged animals than for untagged animals. No difference was observed for leukocytes, plasma protein, erythrocytes and mean corpuscular volume. It was concluded from Experiment 1 that the tag reduced growth performance when applied to small sized juvenile L. alexandri, and that the tag retention rate increased with increasing animal size. Among the hematological parameters studied for juveniles on the Experiment 2 the tag only influenced the hematocrit parameters, which shows that the tag can be used without considerable influence on the hematological parameters of juvenile L. alexandri.(AU)


Esse estudo testou a utilização de marcadores externos em juvenis de Lophiosilurus alexandri, assim como o tamanho mínimo ideal do peixe para marcação. No experimento 1 foi avaliado a taxa de retenção e a influência do marcador sobre a sobrevivência e crescimento dos peixes divididos por tamanho nas classes: Pequeno, Médio e Grande. Após 90 dias, os peixes apresentaram 100% de sobrevivência e uma taxa de retenção mais elevada para os animais classificados como grandes. O segundo experimento avaliou a influência do marcador sobre os parâmetros hematológicos dos animais após 5, 10 e 30 dias da marcação. Neste experimento, foram observados valores mais elevados para o hematócrito no 30º dia para os animais marcados, enquanto nenhuma diferença foi observada para leucócitos, proteína plasmática, eritrócitos e volume corpuscular médio. Concluiu-se o que o marcador reduziu a taxa de crescimento dos animais menores, e que a taxa de retenção aumentou com o aumento do tamanho do animal. Dos parâmetros hematológicos avaliados, o marcador influenciou apenas no valor do hematócrito, o que mostra que o marcador pode ser usado sem considerável influência nos parâmetros hematológicos do L. alexandri.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/crescimento & desenvolvimento , Peixes-Gato/fisiologia , Peixes-Gato/sangue , Marcadores Genéticos
4.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(1): 13-19, Jan.-Feb. 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-888068

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar as respostas hematológicas do acari-bola Peckoltia oligospila submetido ao estresse de transporte. Variações nos parâmetros de sangue foram analisadas às zero, seis, 24, 48, 72 e 96 horas após o transporte. Respostas ao estresse foram observadas entre zero e seis horas do transporte, mas a maioria dos parâmetros retornou aos valores basais em 24 horas. O tempo de zero hora (momento imediato após transporte) foi o mais crítico, com valores elevados de glicemia, eritrócitos e eritroblastos. Respostas secundárias tardias foram observadas para a proteína plasmática total, o volume corpuscular médio (VCM) e a hemoglobina corpuscular média (HCM) em seis horas após o transporte dos peixes, retornando aos valores basais após esse período. O número de leucócitos não sofreu alterações após o transporte. O estresse de transporte não comprometeu a fisiologia de P. oligospila, o que indica que esse peixe é resistente ao estresse se comparado com outras espécies. Porém, recomenda-se que não se realize qualquer outro procedimento estressante durante pelo menos 24 horas da recuperação dos peixes após transporte, para garantir a saúde e a sobrevivência dos animais transportados.(AU)


The objective of this work was to evaluate the hematological responses of bola-pleco (Peckoltia oligospila) undergoing the stress of transportation. Variations on blood parameters were analyzed at 0, 6, 24, 48, 72 and 96h after transportation. Responses to stress were detected from 0 to 6h after the transportation of fish, however, most parameters returned to baselines values within 24h of transportation. The moment of 0h was the most critical, presenting higher values of glycemia, erythroblasts and erythrocytes. Late secondary responses were observed to total plasmatic protein, mean corpuscular volume (MCV) and mean corpuscular hemoglobin (MCH) at 6h, returning to baselines values after this time. Leukocyte number was not affected by stress of transportation. The stress by transportation was not severe to influence the health of P. oligospila, indicating that fish is resistant to stress if compared to other species. However, we recommended no stressful procedures for at least 24 hours for recovery, in order to ensure health and survival of fish.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/anormalidades , Peixes-Gato/sangue , Doenças Hematológicas/classificação , Teste de Esforço
5.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(1): 13-19, jan.-fev. 2018. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-18030

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar as respostas hematológicas do acari-bola Peckoltia oligospila submetido ao estresse de transporte. Variações nos parâmetros de sangue foram analisadas às zero, seis, 24, 48, 72 e 96 horas após o transporte. Respostas ao estresse foram observadas entre zero e seis horas do transporte, mas a maioria dos parâmetros retornou aos valores basais em 24 horas. O tempo de zero hora (momento imediato após transporte) foi o mais crítico, com valores elevados de glicemia, eritrócitos e eritroblastos. Respostas secundárias tardias foram observadas para a proteína plasmática total, o volume corpuscular médio (VCM) e a hemoglobina corpuscular média (HCM) em seis horas após o transporte dos peixes, retornando aos valores basais após esse período. O número de leucócitos não sofreu alterações após o transporte. O estresse de transporte não comprometeu a fisiologia de P. oligospila, o que indica que esse peixe é resistente ao estresse se comparado com outras espécies. Porém, recomenda-se que não se realize qualquer outro procedimento estressante durante pelo menos 24 horas da recuperação dos peixes após transporte, para garantir a saúde e a sobrevivência dos animais transportados.(AU)


The objective of this work was to evaluate the hematological responses of bola-pleco (Peckoltia oligospila) undergoing the stress of transportation. Variations on blood parameters were analyzed at 0, 6, 24, 48, 72 and 96h after transportation. Responses to stress were detected from 0 to 6h after the transportation of fish, however, most parameters returned to baselines values within 24h of transportation. The moment of 0h was the most critical, presenting higher values of glycemia, erythroblasts and erythrocytes. Late secondary responses were observed to total plasmatic protein, mean corpuscular volume (MCV) and mean corpuscular hemoglobin (MCH) at 6h, returning to baselines values after this time. Leukocyte number was not affected by stress of transportation. The stress by transportation was not severe to influence the health of P. oligospila, indicating that fish is resistant to stress if compared to other species. However, we recommended no stressful procedures for at least 24 hours for recovery, in order to ensure health and survival of fish.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/sangue , Peixes-Gato/anormalidades , Doenças Hematológicas/classificação , Teste de Esforço
6.
Neotrop. ichthyol ; 15(1): e160083, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-841871

Resumo

The aim of this study was to evaluate if Lippia alba has different chemotypes according to the chemical composition of the essential oil (EO) considering collection site, and if the EO may have different effects on blood and plasma parameters in silver catfish, Rhamdia quelen, during and immediately after anesthesia. The citral (EO-C) and linalool (EO-L) chemotypes were identified, and both presented similar anesthetic effects for silver catfish. Fish were exposed to two concentrations of each EO, which induced slow and fast anesthesia (100 and 300 µL L-1, respectively). Blood ions did not change at any time of anesthesia induction and recovery and, therefore, the electrolyte balance was not altered. Blood gases oscillated through all exposure and recovery times, but there was an increase in pO2 after 10 min recovery in fish anesthetized with EO-C. Glucose increased in fish exposed to both EOs when compared with the control group. Overall, exposure to both EOs (except 100 µL L-1 EO-L at most times) reduced plasma cortisol levels compared to the control and/or ethanol groups. However, as plasma creatinine levels in fish anesthetized with EO-C were higher than control fish, the use of EO-L is preferable.(AU)


O objetivo deste estudo foi avaliar se Lippia alba apresenta diferentes quimiotipos de acordo com a composição química do óleo essencial (OE), considerando local de coleta e se o OE causa diferentes efeitos nos parâmetros sanguíneos e plasmáticos em jundiá, Rhamdia quelen, durante e imediatamente após a anestesia. Os quimiotipos citral (OE-C) e linalol (OE-L) foram identificados e ambos apresentaram efeito anestésico semelhante para jundiá. Os peixes foram expostos a duas concentrações de cada OE, que induziram anestesia lenta e rápida (100 e 300 mL L-1, respectivamente). Íons sanguíneos não se alteraram em nenhum tempo e consequentemente, o equilíbrio eletrolítico não foi alterado. Os gases sanguíneos oscilaram durante todo tempo de exposição e recuperação, mas houve aumento na pO2 após 10 min de recuperação em peixes anestesiados com OE-C. Níveis sanguíneos de glicose aumentaram nos peixes expostos a ambos OEs quando comparados com o grupo controle. De um modo geral, a exposição a ambos OEs (exceto 100 µL L-1 OE-L na maioria dos tempos) reduziu o cortisol plasmático comparado aos grupos controle e etanol. No entanto, como os níveis de creatinina plasmática em peixes anestesiados com OE-C foram maiores que nos peixes controle, é preferível o uso do OE-L.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/sangue , Peixes-Gato/metabolismo , Peixes-Gato/fisiologia , Óleos Voláteis/administração & dosagem , Hidrocortisona
7.
Neotrop. ichthyol ; 15(1): [e160083], Abril 6, 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-16484

Resumo

The aim of this study was to evaluate if Lippia alba has different chemotypes according to the chemical composition of the essential oil (EO) considering collection site, and if the EO may have different effects on blood and plasma parameters in silver catfish, Rhamdia quelen, during and immediately after anesthesia. The citral (EO-C) and linalool (EO-L) chemotypes were identified, and both presented similar anesthetic effects for silver catfish. Fish were exposed to two concentrations of each EO, which induced slow and fast anesthesia (100 and 300 µL L-1, respectively). Blood ions did not change at any time of anesthesia induction and recovery and, therefore, the electrolyte balance was not altered. Blood gases oscillated through all exposure and recovery times, but there was an increase in pO2 after 10 min recovery in fish anesthetized with EO-C. Glucose increased in fish exposed to both EOs when compared with the control group. Overall, exposure to both EOs (except 100 µL L-1 EO-L at most times) reduced plasma cortisol levels compared to the control and/or ethanol groups. However, as plasma creatinine levels in fish anesthetized with EO-C were higher than control fish, the use of EO-L is preferable.(AU)


O objetivo deste estudo foi avaliar se Lippia alba apresenta diferentes quimiotipos de acordo com a composição química do óleo essencial (OE), considerando local de coleta e se o OE causa diferentes efeitos nos parâmetros sanguíneos e plasmáticos em jundiá, Rhamdia quelen, durante e imediatamente após a anestesia. Os quimiotipos citral (OE-C) e linalol (OE-L) foram identificados e ambos apresentaram efeito anestésico semelhante para jundiá. Os peixes foram expostos a duas concentrações de cada OE, que induziram anestesia lenta e rápida (100 e 300 mL L-1, respectivamente). Íons sanguíneos não se alteraram em nenhum tempo e consequentemente, o equilíbrio eletrolítico não foi alterado. Os gases sanguíneos oscilaram durante todo tempo de exposição e recuperação, mas houve aumento na pO2 após 10 min de recuperação em peixes anestesiados com OE-C. Níveis sanguíneos de glicose aumentaram nos peixes expostos a ambos OEs quando comparados com o grupo controle. De um modo geral, a exposição a ambos OEs (exceto 100 µL L-1 OE-L na maioria dos tempos) reduziu o cortisol plasmático comparado aos grupos controle e etanol. No entanto, como os níveis de creatinina plasmática em peixes anestesiados com OE-C foram maiores que nos peixes controle, é preferível o uso do OE-L.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/fisiologia , Peixes-Gato/metabolismo , Peixes-Gato/sangue , Hidrocortisona
8.
B. Inst. Pesca ; 43(3): 408-416, jul.-set. 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-17652

Resumo

The objective of this study was to determine the effect of different waterborne nitrite (NO2-) and calcium (Ca2+) levels on growth, biochemical and hematological parameters of silver catfish juvenile (Rhamdia quelen). Fish were submitted to low (0.05 mg L-1) or high (1.3 mg L-1) NO2 and low (7 mg L-1) or high (14 mg L-1) Ca2+ levels (four replicates) for 60 days. At the end of the experimental period, fish exposed to high NO2showed lower weight gain, biomass and specific growth rate than those maintained at low NO2, irrespective of Ca2+ levels. Fish exposed to high NO2/low Ca2+presented higher lactate levels in the muscle than control fish, but an increase of waterborne Ca2+ levels avoided this increase. Fish kept at high NO2-/high Ca2+ showed higher lactate levels in the liver than those exposed to low NO2/high Ca2+. Exposure to high NO2or high Ca2+ alone reduced hepatic glycogen, protein and glucose levels. Fish kept at high NO2/high Ca2+ presented a decrease in hemoglobin levels compared to those kept at low NO2/high Ca2+. Therefore, the use of 14 mg L-1Ca2+ in water did not minimize the toxicity of nitrite for Ramdia quelen.(AU)


O objetivo deste estudo foi determinar o efeito de diferentes níveis de nitrito (NO2-) e cálcio (Ca2+) no crescimento, parâmetros bioquímicos e hematológicos de juvenis de jundiá (Rhamdia quelen). Os peixes foram submetidos a níveis baixos (0,05 mg L-1) ou elevados (1,3 mg L-1) de NO2 e baixos (7 mg L-1) ou elevados (14 mg L-1) de Ca2+ (quatro repetições) por 60 dias. No final do período experimental, peixes expostos a alto NO2- apresentaram ganho de peso, biomassa e taxa de crescimento específico menores do que aqueles mantidos em baixos níveis deNO2 independentemente dos níveis de Ca2+. Peixes expostos a alto NO2/baixo Ca2+ apresentaram níveis de lactato mais elevados no músculo do que peixes do grupo controle, mas um aumento dos níveis de Ca2+na água evitou este aumento. Peixes mantidos em alto NO2/alto Ca2+ mostraram níveis de lactato mais elevados no fígado do que aqueles expostos a baixo NO2/alto Ca2+. A exposição a níveis altos de NO2 ou Ca2+ reduziu os níveis de glicogênio, proteína e glicose hepáticos. Peixes mantidos em alto NO2/alto Ca2+ apresentaram uma diminuição nos níveis de hemoglobina em comparação com aqueles mantidos em baixo NO2/alto Ca2+. Portanto, a utilização de 14 mg L-1 de Ca2+ na água não minimizou a toxicidade de nitrito para R. quelen.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/sangue , Peixes-Gato/crescimento & desenvolvimento , Peixes-Gato/metabolismo , Cálcio/administração & dosagem , Nitritos/administração & dosagem , Compostos de Nitrogênio
9.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 43(3): 408-416, jul.-set. 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1465274

Resumo

The objective of this study was to determine the effect of different waterborne nitrite (NO2-) and calcium (Ca2+) levels on growth, biochemical and hematological parameters of silver catfish juvenile (Rhamdia quelen). Fish were submitted to low (0.05 mg L-1) or high (1.3 mg L-1) NO2 and low (7 mg L-1) or high (14 mg L-1) Ca2+ levels (four replicates) for 60 days. At the end of the experimental period, fish exposed to high NO2showed lower weight gain, biomass and specific growth rate than those maintained at low NO2, irrespective of Ca2+ levels. Fish exposed to high NO2/low Ca2+presented higher lactate levels in the muscle than control fish, but an increase of waterborne Ca2+ levels avoided this increase. Fish kept at high NO2-/high Ca2+ showed higher lactate levels in the liver than those exposed to low NO2/high Ca2+. Exposure to high NO2or high Ca2+ alone reduced hepatic glycogen, protein and glucose levels. Fish kept at high NO2/high Ca2+ presented a decrease in hemoglobin levels compared to those kept at low NO2/high Ca2+. Therefore, the use of 14 mg L-1Ca2+ in water did not minimize the toxicity of nitrite for Ramdia quelen.


O objetivo deste estudo foi determinar o efeito de diferentes níveis de nitrito (NO2-) e cálcio (Ca2+) no crescimento, parâmetros bioquímicos e hematológicos de juvenis de jundiá (Rhamdia quelen). Os peixes foram submetidos a níveis baixos (0,05 mg L-1) ou elevados (1,3 mg L-1) de NO2 e baixos (7 mg L-1) ou elevados (14 mg L-1) de Ca2+ (quatro repetições) por 60 dias. No final do período experimental, peixes expostos a alto NO2- apresentaram ganho de peso, biomassa e taxa de crescimento específico menores do que aqueles mantidos em baixos níveis deNO2 independentemente dos níveis de Ca2+. Peixes expostos a alto NO2/baixo Ca2+ apresentaram níveis de lactato mais elevados no músculo do que peixes do grupo controle, mas um aumento dos níveis de Ca2+na água evitou este aumento. Peixes mantidos em alto NO2/alto Ca2+ mostraram níveis de lactato mais elevados no fígado do que aqueles expostos a baixo NO2/alto Ca2+. A exposição a níveis altos de NO2 ou Ca2+ reduziu os níveis de glicogênio, proteína e glicose hepáticos. Peixes mantidos em alto NO2/alto Ca2+ apresentaram uma diminuição nos níveis de hemoglobina em comparação com aqueles mantidos em baixo NO2/alto Ca2+. Portanto, a utilização de 14 mg L-1 de Ca2+ na água não minimizou a toxicidade de nitrito para R. quelen.


Assuntos
Animais , Compostos de Nitrogênio , Cálcio/administração & dosagem , Nitritos/administração & dosagem , Peixes-Gato/crescimento & desenvolvimento , Peixes-Gato/metabolismo , Peixes-Gato/sangue
10.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 25(3): 299-305, July-Sept. 2016. mapas, ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-23203

Resumo

Abstract Among Kinetoplastida, the Trypanosoma is the genus with the highest occurrence infecting populations of marine fish and freshwater in the world, with high levels of prevalence, causing influences fish health and consequent economic losses, mainly for fish populations in situation stress. This study investigated infections of Hypostomus spp. by Trypanosoma spp. and leeches, as well as blood parameters of this host in the network of tributaries of the Tapajَs River in the state of Parل, in the eastern Amazon region in Brazil. Of the 47 hosts examined, 89.4% were parasitized by Trypanosoma spp. and 55.4% also had leeches attached around the mouth. The intensity of Trypanosoma spp. increased with the size of the host, but the body conditions were not influenced by the parasitism. The number of red blood cells, and hemoglobin, mean corpuscular volume (MCV), mean corpuscular hemoglobin concentration (MCHC), mean corpuscular hemoglobin (MCH), total number of leukocytes and thrombocytes showed variations and negative correlation with the intensity of Trypanosoma spp. in the blood of the hosts. The results suggest that the leeches were vectors of Trypanosoma spp. in Hypostomus spp.(AU)


Resumo Dentre os Kinetoplastida, Trypanosoma é o gênero com maior ocorrência, infectando populações de peixes marinhos e de água doce em todo o mundo. Apresenta elevados níveis de prevalência, ocasiona impactos na saúde dos peixes e consequente perdas econômicas, principalmente para populaçõs de peixes em situação de estresse. Este estudo investigou a infecção por Trypanosoma spp. e sanguessugas em Hypostomus spp. e parâmetros sanguíneos desse hospedeiro do sistema de tributários do Rio Tapajós, no Estado do Pará, Amazônia Oriental, Brasil. De 47 hospedeiros examinados, 89,4% estavam parasitados por Trypanosoma spp., e 55,4% tinham também sanguessugas na regiمo da boca. A intensidade de Trypanosoma spp. aumentou com o tamanho dos hospedeiros, mas as condições corporais não foram influenciadas pelo parasitismo. O número de eritrócitos, hematócrito, hemoglobina, VCM, HCM, CHCM, número de leucócitos e trombócitos totais apresentaram variações e correlação negativa com a intensidade de Trypanosoma spp. no sangue dos hospedeiros. Os resultados sugerem que sanguessugas foram os vetores de Trypanosoma spp. in Hypostomus spp.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes/parasitologia , Trypanosoma/patogenicidade , Peixes-Gato/parasitologia , Peixes-Gato/sangue , Sanguessugas/parasitologia
11.
Semina Ci. agr. ; 35(2): 867-874, Mar.-Apr.2014. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26040

Resumo

It was studied in this work the definition of time in phagocytic activity of macrophages in the celomaticcavity in surubim Pseudoplatystoma spp. and the hematological and biochemistry alterations after theinoculation of Saccharomyces cerevisae. 24 fishes weighting an average of 15,6 ± 4,3 g were used. Thedelineation used was entirely randomized, and the incubation times were one, two and three hours,and a control group, where six fishes were used per group. For inoculation, 1.5 mL of solution ofyeast Saccharomyces cerevisiae in concentration of 9,000 cells mm-3 were injected intraperitoneally.The hematological and biochemistry variables analyzed were: hematocrit, hemoglobin, total number of erythrocytes, mean corpuscular volume, mean corpuscular hemoglobin concentration, trombocyte countof total blood and total count of differential leukocyte and glucose. The phagocytic capacity and indexof macrophages were evaluated. Variance analysis was performed (P<0.05) and the means that showedsignificative diffence were compared through the Tukey test at 5%. The eosinophills concentration waslower in the times of two and three hours compared to the control group. There was not significativedifference to the plasmatic glucose among the times of incubation. The incubation period of two hoursproved to be enough to promote migration and optimal activation of serubim macrophages.(AU)


Neste trabalho foi estudada a definição do tempo de atividade fagocítica dos macrófagos na cavidade celomática de surubim Pseudoplatystoma spp. e as alterações hematológicas e bioquímica após a inoculação de Saccharomyces cerevisae. Foram utilizados 24 peixes, com peso de 15,6 ± 4,3 g. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, e os tempos de incubação foram de uma, duas e três horas, e um grupo controle, sendo utilizados seis peixes por grupo. Na inoculação foi injetado intracelomaticamente 1,5 mL de solução de levedura Saccharomyces cerevisiae na concentração de 9.000 células mm-3. As variáveis hematológicas e bioquímicas analisadas foram: hematócrito, hemoglobina, número total de eritrócitos, volume corpuscular médio, concentração de hemoglobina corpuscular média, contagens total de trombócitos e diferencial de leucócitos e glicose. Foram avaliados a capacidade e índice fagocítico de macrófagos. Foi realizada análise de variância (P 0,05) e as médias com diferenças significativas, foram comparadas pelo teste de Tukey a 5%. A concentração de eosinófilos foi menor nos tempos de duas e três horas quando comparados ao grupo controle. Não houve diferença significativa para a glicose plasmática entre os tempos de incubação. Conclui-se que o tempo de incubação de duas horas mostrou ser suficiente para promover a migração e ativação máxima dos macrófagos de surubim.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/sangue , Ensaios de Migração de Macrófagos/veterinária , Saccharomyces cerevisiae , Fagocitose
12.
R. cient. eletr. Med. Vet. ; 23: 1-13, jul. 2014. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-691175

Resumo

O mandi (Pimelodusmaculatus) é um peixe da ordem Siluriforme, família Pimelodidae, conhecido vulgarmente como bagre-amarelo, mandi-amarelo, mandi pintado ou pintado. Objetivou-se caracterizar a morfologia das células sangüíneas do sangue periférico de mandi. Utilizou-se 14 exemplares, provenientes do rio Poti, em Teresina PI. O sangue foi coletado com auxílio de seringa contendo EDTA, por punção intracardíaca, após anestesia. As lâminas foram coradas com panótico e analisadas em microscópio de luz. Observaram-se sete tipos celulares: eritrócitos, trombócitos, neutrófilos, eosinófilos, basófilos, monócitos e linfócitos, de tamanhos variados. As células sangüíneas de mandi seguem um padrão morfológico semelhante às outras espécies de peixes. (AU)


The mandi (Pimelodusmaculatus) is a fish of the Siluriforme order, Pimelodidae family known commonly as yellow bagre, yellow mandi, painted mandi or painted. We aimed to characterize peripheral blood cells morphology in mandi. We utilized 14 animals from Poti river in Teresina PI. The blood was collected with a squirt containing EDTA, by intracardiac puncture after anesthesiated. The blood stretches were coloured with Panótico. We observed seven different cellular kinds: erythrocyte, thrombocyte, neutrophils, eosinophils, basophils, monocytes e lymphocytes, of varying sizes. In peripheral blood of the mandi we found similar morphologically cells them observed in others fish. (AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/anatomia & histologia , Peixes-Gato/sangue , Células Sanguíneas , Testes Hematológicos/veterinária
13.
B. Inst. Pesca ; 40(2): 157-166, Abr-Jun. 2014. graf, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-745859

Resumo

The early phase of South American carnivorous catfish is commonly affected by ectoparasites. The use of the potassium permanganate KMnO4 as therapeutic agent for control of the natural infestation by ciliate protozoan Epistylis sp. in cachara juveniles, Pseudoplatystoma reticulatum and its effects on hematology, was evaluated in this study. The fish were submitted to three therapeutic baths, lasting 20 min in intervals of 48 h with potassium permanganate in the concentrations of 0.0 mg L-1 (control); 1.0 mg L-1; 2.5 mg L-1 and 4.0 mg L-1. The different levels of the potassium permanganate tested did not interfere (P>0.05) in survival. The smaller (P 0.05) prevalence was observed in the concentration of 2.5 mg L-1 (6.67 ± 6.70%). Effect on the erythrogram was not observed (P>0.05). The fish treated with the potassium permanganate in the concentration of 1.0 mg L-1 showed higher percentage (P 0.01) of special granulocytic cells (SGC) in relation to treated with the concentration of 2.5 mg L-1, 4.0 mg L-1 and control group. Independent of the concentration, the treated fish showed smaller absolute value of eosinophils (P 0.01) in relation to fish of control group. Potassium permanganate in the concentration of 2.5 mg L-1 was effective in the control of the ciliate protozoan Epistylis sp. in cachara juveniles naturally infected.(AU)


A fase inicial da produção de bagres carnívoros sul americanos é comumente acometida por ectoparasitos. Neste trabalho avaliou-se o uso do permanganato de potássio KMnO4 como agente terapêutico no controle do protozoário ciliado Epistylis sp. em juvenis de cachara, Pseudoplatystoma reticulatum, naturalmente parasitados e seus efeitos na hematologia. Os peixes foram submetidos a três banhos terapêuticos, com intervalos de 48 h e duração de 20 min, com permanganato de potássio nas concentrações de 0,0 mg L-1 (controle); 1,0 mg L-1; 2,5 mg L-1 e 4,0 mg L-1. As diferentes concentrações do permanganato de potássio testadas não interferiram (P>0,05) na sobrevivência. A menor (P 0,05) prevalência parasitária foi observada para a concentração de 2,5 mg L-1 (6,67 ± 6,70%). Não foi observado efeito dos tratamentos (P>0,05) sobre os parâmetros hematológicos da série eritrocitária. Os peixes tratados com o permanganato de potássio na concentração 1,0 mg L-1 apresentaram maior percentual (P 0,01) de célula granulocítica especial (CGE) em relação aos tratados com a concentração de 2,5 mg L-1, 4,0 mg L-1 e grupo controle. Independente da concentração utilizada, os peixes apresentaram menor valor (P>0,01) absoluto de eosinófilos em relação aos peixes do grupo controle. O permanganato de potássio na concentração de 2,5 mg L-1 foieficaz no controle do protozoário ciliado Epistylis sp. em juvenis de cacharas naturalmente parasitados.(AU)


Assuntos
Animais , Permanganato de Potássio/uso terapêutico , Peixes-Gato/sangue , Peixes-Gato/parasitologia , Oligoimenóforos , Testes Hematológicos/veterinária
14.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 40(2): 157-166, Abr-Jun. 2014. graf, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1464985

Resumo

The early phase of South American carnivorous catfish is commonly affected by ectoparasites. The use of the potassium permanganate KMnO4 as therapeutic agent for control of the natural infestation by ciliate protozoan Epistylis sp. in cachara juveniles, Pseudoplatystoma reticulatum and its effects on hematology, was evaluated in this study. The fish were submitted to three therapeutic baths, lasting 20 min in intervals of 48 h with potassium permanganate in the concentrations of 0.0 mg L-1 (control); 1.0 mg L-1; 2.5 mg L-1 and 4.0 mg L-1. The different levels of the potassium permanganate tested did not interfere (P>0.05) in survival. The smaller (P 0.05) prevalence was observed in the concentration of 2.5 mg L-1 (6.67 ± 6.70%). Effect on the erythrogram was not observed (P>0.05). The fish treated with the potassium permanganate in the concentration of 1.0 mg L-1 showed higher percentage (P 0.01) of special granulocytic cells (SGC) in relation to treated with the concentration of 2.5 mg L-1, 4.0 mg L-1 and control group. Independent of the concentration, the treated fish showed smaller absolute value of eosinophils (P 0.01) in relation to fish of control group. Potassium permanganate in the concentration of 2.5 mg L-1 was effective in the control of the ciliate protozoan Epistylis sp. in cachara juveniles naturally infected.


A fase inicial da produção de bagres carnívoros sul americanos é comumente acometida por ectoparasitos. Neste trabalho avaliou-se o uso do permanganato de potássio KMnO4 como agente terapêutico no controle do protozoário ciliado Epistylis sp. em juvenis de cachara, Pseudoplatystoma reticulatum, naturalmente parasitados e seus efeitos na hematologia. Os peixes foram submetidos a três banhos terapêuticos, com intervalos de 48 h e duração de 20 min, com permanganato de potássio nas concentrações de 0,0 mg L-1 (controle); 1,0 mg L-1; 2,5 mg L-1 e 4,0 mg L-1. As diferentes concentrações do permanganato de potássio testadas não interferiram (P>0,05) na sobrevivência. A menor (P 0,05) prevalência parasitária foi observada para a concentração de 2,5 mg L-1 (6,67 ± 6,70%). Não foi observado efeito dos tratamentos (P>0,05) sobre os parâmetros hematológicos da série eritrocitária. Os peixes tratados com o permanganato de potássio na concentração 1,0 mg L-1 apresentaram maior percentual (P 0,01) de célula granulocítica especial (CGE) em relação aos tratados com a concentração de 2,5 mg L-1, 4,0 mg L-1 e grupo controle. Independente da concentração utilizada, os peixes apresentaram menor valor (P>0,01) absoluto de eosinófilos em relação aos peixes do grupo controle. O permanganato de potássio na concentração de 2,5 mg L-1 foieficaz no controle do protozoário ciliado Epistylis sp. em juvenis de cacharas naturalmente parasitados.


Assuntos
Animais , Oligoimenóforos , Peixes-Gato/parasitologia , Peixes-Gato/sangue , Permanganato de Potássio/uso terapêutico , Testes Hematológicos/veterinária
15.
Rev. cient. eletrônica med. vet ; 23: 1-13, jul. 2014. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1494145

Resumo

O mandi (Pimelodusmaculatus) é um peixe da ordem Siluriforme, família Pimelodidae, conhecido vulgarmente como bagre-amarelo, mandi-amarelo, mandi pintado ou pintado. Objetivou-se caracterizar a morfologia das células sangüíneas do sangue periférico de mandi. Utilizou-se 14 exemplares, provenientes do rio Poti, em Teresina – PI. O sangue foi coletado com auxílio de seringa contendo EDTA, por punção intracardíaca, após anestesia. As lâminas foram coradas com panótico e analisadas em microscópio de luz. Observaram-se sete tipos celulares: eritrócitos, trombócitos, neutrófilos, eosinófilos, basófilos, monócitos e linfócitos, de tamanhos variados. As células sangüíneas de mandi seguem um padrão morfológico semelhante às outras espécies de peixes.


The mandi (Pimelodusmaculatus) is a fish of the Siluriforme order, Pimelodidae family known commonly as yellow bagre, yellow mandi, painted mandi or painted. We aimed to characterize peripheral blood cells morphology in mandi. We utilized 14 animals from Poti river in Teresina – PI. The blood was collected with a squirt containing EDTA, by intracardiac puncture after anesthesiated. The blood stretches were coloured with Panótico. We observed seven different cellular kinds: erythrocyte, thrombocyte, neutrophils, eosinophils, basophils, monocytes e lymphocytes, of varying sizes. In peripheral blood of the mandi we found similar morphologically cells them observed in others fish.


Assuntos
Animais , Células Sanguíneas , Peixes-Gato/anatomia & histologia , Peixes-Gato/sangue , Testes Hematológicos/veterinária
16.
Braz. j. biol ; 72(1): 147-151, Feb. 2012. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: lil-618028

Resumo

This study compared the hematological characteristics of diploid and triploid of jundia, Rhamdia quelen juveniles, an important freshwater fish cultured in south Brazil. Hematological morphometry of erythrocytes were determined in blood smears under a light microscope. The blood was used to measure the number of red blood cells (RBC) with a hemocytometer Neubauer chamber, and the numbers of white blood cells (WBC) and thrombocytes that were obtained using an indirect method. The results showed that triploidy increased (p < 0.01) the size and volume of the erythrocytes. Nevertheless, as expected, triploidy decreased (p < 0.01) the number of circulating erythrocytes, leucocytes and trombocytes in the blood of jundia. Moreover differential cell counts were different in diploids and triploids, suggesting that triploidy affects the number of cells and their proportion in blood. Lymphocytes were the most predominant cells in the differential counting of diploid fish (62.5 percent) while monocytes were predominant in triploid fish (49.6 percent). These results suggest performance differences between ploidies of jundia, and require future studies to evaluate the potential of triploid jundia in the culture conditions and resistance to infection.


O presente estudo comparou características hematológicas de juvenis de jundiás Rhamdia quelen diploides e triploides, um importante peixe de água doce cultivado no sul do Brasil. A morfometria hematológica dos eritrócitos foi determinada em extensões sanguíneas sob microscopia óptica comum. O sangue dos animais foi também utilizado para mensurar o número total de eritrócitos em câmera de Neubauer, bem como os números totais de leucócitos e trombócitos pelo método indireto. Os resultados demonstraram que a triploidia aumentou (p < 0,01) o tamanho e volume dos eritrócitos. No entanto, como esperado, a triploidia reduziu (p < 0,01) o número de eritrócitos, leucócitos e trombócitos circulantes do jundiá. Além disto, a contagem diferencial de células sanguíneas foi diferente em diploides e triploides, sugerindo que a triploidia afeta o número das células, bem como sua proporção no sangue. Linfócitos foram as células predominantes na contagem de leucócitos de peixes diploides (62,5 por cento), enquanto os monócitos foram os predominantes nos peixes triploides (49,6 por cento). Estes resultados sugerem desempenhos diferentes entre as ploidias do jundiá e exige estudos futuros para avaliar o potencial dos jundiás triploides sob condições de cultivo e frente à infecção.


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/genética , Diploide , Eritrócitos/citologia , Triploidia , Peixes-Gato/sangue , Contagem de Células
17.
Semina ciênc. agrar ; 35(2): 867-874, 2014. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1499538

Resumo

It was studied in this work the definition of time in phagocytic activity of macrophages in the celomaticcavity in surubim Pseudoplatystoma spp. and the hematological and biochemistry alterations after theinoculation of Saccharomyces cerevisae. 24 fishes weighting an average of 15,6 ± 4,3 g were used. Thedelineation used was entirely randomized, and the incubation times were one, two and three hours,and a control group, where six fishes were used per group. For inoculation, 1.5 mL of solution ofyeast Saccharomyces cerevisiae in concentration of 9,000 cells mm-3 were injected intraperitoneally.The hematological and biochemistry variables analyzed were: hematocrit, hemoglobin, total number of erythrocytes, mean corpuscular volume, mean corpuscular hemoglobin concentration, trombocyte countof total blood and total count of differential leukocyte and glucose. The phagocytic capacity and indexof macrophages were evaluated. Variance analysis was performed (P<0.05) and the means that showedsignificative diffence were compared through the Tukey test at 5%. The eosinophills concentration waslower in the times of two and three hours compared to the control group. There was not significativedifference to the plasmatic glucose among the times of incubation. The incubation period of two hoursproved to be enough to promote migration and optimal activation of serubim macrophages.


Neste trabalho foi estudada a definição do tempo de atividade fagocítica dos macrófagos na cavidade celomática de surubim Pseudoplatystoma spp. e as alterações hematológicas e bioquímica após a inoculação de Saccharomyces cerevisae. Foram utilizados 24 peixes, com peso de 15,6 ± 4,3 g. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, e os tempos de incubação foram de uma, duas e três horas, e um grupo controle, sendo utilizados seis peixes por grupo. Na inoculação foi injetado intracelomaticamente 1,5 mL de solução de levedura Saccharomyces cerevisiae na concentração de 9.000 células mm-3. As variáveis hematológicas e bioquímicas analisadas foram: hematócrito, hemoglobina, número total de eritrócitos, volume corpuscular médio, concentração de hemoglobina corpuscular média, contagens total de trombócitos e diferencial de leucócitos e glicose. Foram avaliados a capacidade e índice fagocítico de macrófagos. Foi realizada análise de variância (P 0,05) e as médias com diferenças significativas, foram comparadas pelo teste de Tukey a 5%. A concentração de eosinófilos foi menor nos tempos de duas e três horas quando comparados ao grupo controle. Não houve diferença significativa para a glicose plasmática entre os tempos de incubação. Conclui-se que o tempo de incubação de duas horas mostrou ser suficiente para promover a migração e ativação máxima dos macrófagos de surubim.


Assuntos
Animais , Ensaios de Migração de Macrófagos/veterinária , Peixes-Gato/sangue , Saccharomyces cerevisiae , Fagocitose
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA