Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Vet. zootec ; 29: 1-6, 2022. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1381149

Resumo

Caracterizado como uma neoplasia maligna, o linfoma avança inicialmente em tecidos linfoides, mas pode apresentar-se em tecidos distintos. Os cães em comparação as outras espécies, tendem a manifestar o linfoma de maneira mais agressiva, independente do seu local de expressão. O presente trabalho objetivou descrever um caso de um cão da raça Fox Americano que apresentou aumento de volume da região periorbital e terceira pálpebra, sendo diagnosticado com linfoma, após exames ultrassonográfico e histopatológico. Após o diagnóstico definitivo de linfoma, iniciou-se o tratamento quimioterápico que teve duração de 19 semanas. Ao término do protocolo, o paciente apresentou remissão completa das manifestações oftálmicas, porém, foi orientado o acompanhamento mensal, e durante 3 meses consecutivos nas avalições o paciente não apresentou nenhuma alteração clínica. Conclui-se que quadros de linfoma podem apresentar manifestações que acometam a região periorbital, sendo de suma importância a avaliação clínica e realização de exames complementares para exclusão de outras doenças oftálmicas, e adoção de medidas terapêuticas efetivas.(AU)


Characterized as a malignant neoplasm, lymphoma advances initially in lymphoid tissues, but can present itself in different tissues. Dogs, in comparison to other species, tend to manifest lymphoma in a more aggressive way, regardless of their place of expression. The present study aimed to describe a case of a dog of the Fox American breed that presented an increase in the volume of the periorbital region and third eyelid, being diagnosed with lymphoma, after ultrasound and histopathological exams. After the definitive diagnosis of lymphoma, chemotherapy treatment was started, which lasted 19 weeks. At the end of the protocol, the patient showed complete remission of the ophthalmic manifestations, however, monthly follow-up was advised, and for three consecutive months in the evaluations, the patient did not present any clinical changes. It is concluded that lymphoma pictures can present manifestations that affect the periorbital region, being extremely important the clinical evaluation and accomplishment of complementary exams for exclusion of other ophthalmic diseases, and adoption of effective therapeutic measures.(AU)


Caracterizado como una neoplasia maligna, el linfoma avanza inicialmente en los tejidos linfoides, pero puede presentarse en diferentes tejidos. Los perros, en comparación con otras especies, tienden a manifestar el linfoma de forma más agresiva, independientemente de su lugar de expresión. El presente estudio tuvo como objetivo describir un caso de un perro de la raza Fox American que presentó aumento de volumen de la región periorbitaria y tercer párpado, siendo diagnosticado de linfoma, luego de exámenes ecográficos e histopatológicos. Tras el diagnóstico definitivo de linfoma se inició tratamiento de quimioterapia, que duró 19 semanas. Al final del protocolo, el paciente presentó remisión completa de las manifestaciones oftálmicas, sin embargo, se recomendó un seguimiento mensual y durante 3 meses consecutivos en las evaluaciones, el paciente no presentó cambios clínicos. Se concluye que los cuadros de linfoma pueden presentar manifestaciones que afecten a la región periorbitaria, siendo de suma importancia la evaluación clínica y la realización de exámenes complementarios para la exclusión de otras enfermedades oftálmicas y la adopción de medidas terapéuticas efectivas.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Neoplasias Orbitárias/diagnóstico , Doenças Palpebrais/veterinária , Linfoma/fisiopatologia , Relatos de Casos , Membrana Nictitante/anatomia & histologia
2.
Vet. zootec ; 29: 1-7, 2022. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1380965

Resumo

Capillaria hepatica é um nematódeo hepatotrópico da família Capillariidae, que acomete principalmente roedores, os quais são considerados reservatórios, podendo infectar também, com menor frequência, cães, gatos e o homem, pois possui potencial zoonótico, sendo responsável pela capilariose hepática. A infecção verdadeira ocorre através da ingestão de ovos embrionados infectantes liberados do fígado, após morte e decomposição do hospedeiro, por canibalismo ou por predação. A infecção espúria acorre através da ingestão de ovos não embrionados, encontrados no solo ou pela ingestão de fígado de mamíferos infectados com C. Hepatica, causando um quadro de pseudoparasitismo. Os sinais clínicos nos animais acometidos pela infecção verdadeira, podem ser inespecíficos ou associados a doença hepática como, vômito, diarreia, dor abdominal, icterícia e encefalopatias. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso de infecção espúria por C. hepatica em canino doméstico, no município de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, diagnosticado a partir da observação de ovos do parasito em exame coproparasitológico.(AU)


Capillaria hepatica is a hepatotropic nematode of the Capillariidae family, which mainly affects rodents, which are considered reservoirs, and may also infect, less frequently, dogs, cats and humans, as it has zoonotic potential, being responsible for hepatic capillarosis. True infection occurs through ingestion of infective embryonated eggs released from the liver, after death and decomposition of the host, by cannibalism or predation. The spurious infection occurs through the ingestion of non-embryonic eggs, found in the soil or by the consumption of the liver of mammals infected with C. hepatica, causing pseudoparasitism. Clinical signs in animals affected by true infection may be nonspecific or associated with liver disease such as vomiting, diarrhea, abdominal pain, jaundice and encephalopathies. The objective of this study was to report a case of infection by C. hepatica in a domestic canine, in the city of Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil, diagnosed from the observation of parasite eggs in a coproparasitological examination.(AU)


Capillaria hepatica es un nematodo hepatotrópico de la familia Capillariidae, que afecta principalmente a los roedores, que se consideran reservorios, pudiendo también infectar, con menor frecuencia, a perros, gatos y humanos, ya que tiene potencial zoonótico, siendo responsable de la capilariosis hepática. La verdadera infección se produce por la ingestión de huevos embrionados infecciosos liberados del hígado, después de la muerte y descomposición del huésped, por canibalismo o depredación. La infección espuria se produce por la ingestión de huevos no embrionarios, que se encuentran en el suelo o por el consumo del hígado de mamíferos infectados con C. hepatica, provocando pseudoparasitismo. Los signos clínicos en animales afectados por una infección verdadera pueden ser inespecíficos o estar asociados con enfermedades hepáticas como vómitos, diarrea, dolor abdominal, ictericia y encefalopatías. El objetivo de este estudio fue reportar un caso de infección espuria por C. hepatica en un canino doméstico, en la ciudad de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, diagnosticado a partir de la observación de huevos de parásitos en un examen coproparasitológico.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Infecções por Enoplida/diagnóstico , Animais de Estimação/parasitologia , Relatos de Casos , Capillaria
3.
Vet. zootec ; 29: 1-8, 2022. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1381042

Resumo

O linfoma é a neoplasia linfo-hematopoiética mais frequente em cães. A forma alimentar é pouco comum em cães, representando cerca de 5 a 7% de todos os tipos de linfomas caninos. Apenas 20% dos cães acometidos apresentam idade inferior a quatro anos. Ela caracteriza-se pela localização no trato gastrointestinal e/ou linfonodos mesentéricos e aqueles não tratados vivem entre quatro a seis semanas após o início dos sinais clínicos ou diagnóstico. A quimioterapia é a modalidade terapêutica de escolha para cães com linfoma. Este trabalho tem como objetivo descrever um caso de linfoma alimentar em um cão de três anos de idade, atendido no Hospital Veterinário da Ulbra - Canoas, com quadro de vômito, hematoquezia, polidipsia, anorexia e perda de peso progressiva. Com presença de espessamento grave e difuso de segmentos intestinais e linfonodomegalia de linfonodo pancreático e jejunal ao exame ultrassonográfico. O diagnóstico foi confirmado posteriormente por necropsia e exame histopatológico, após o óbito do paciente.(AU)


Lymphoma is the most frequent lympho-hematopoietic neoplasm in dogs. The alimentary form is uncommon in dogs, representing 5 to 7% of all types of canine lymphomas. Only 20% of affected dogs are under the age of four. This disease is characterized by the location in the gastrointestinal tract and/or mesenteric lymph nodes and those untreated live four to six weeks after the onset of clinical signs or diagnosis. Chemotherapy is the therapeutic modality of choice for dogs with lymphoma. This report aims to describe a case of alimentary lymphoma in a three year old dog treated at the Hospital Veterinário da Ulbra - Canoas, presenting vomiting, hematochezia, polydipsia, anorexia and progressive weight loss. With the presence of severe and diffuse thickening of intestinal segments and lymph node enlargement of pancreatic and jejunal lymph nodes on abdominal ultrasound exam. The diagnosis was later confirmed by necropsy and histopathological examination after the patient's death.(AU)


El linfoma es la neoplasia linfohematopoyética más frecuente en perros, La forma alimentaria es poco común en los perros y representa aproximadamente 5 al 7% de todos los tipos de linfomas caninos. Solo el 20% de los perros afectados tienen menos de cuatro años. Se caracteriza por su localización en el tracto gastrointestinal y/o en los ganglios linfáticos mesentéricos y los que no reciben tratamiento viven entre cuatro y seis semanas después del inicio de los signos clínicos o del diagnóstico. La quimioterapia es la modalidad terapéutica de elección para perros con linfoma. Este artículo tiene como objetivo describir un caso de linfoma alimentario en un perro de tres años atendido en el Hospital Veterinário da Ulbra - Canoas, con vómitos, hematoquecia, polidipsiaa, anorexia y pérdida progresiva de peso. Con la presencia de engrosamiento severo y difuso de los segmentos intestinales y agrandamiento de los ganglios linfáticos pancreáticos y yeyunales en el examen de ultrasonido. El diagnóstico se confirmó posteriormente mediante necropsia y examen histopatológico tras la muerte del paciente.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Neoplasias Hematológicas/diagnóstico , Linfoma/diagnóstico , Autopsia , Relatos de Casos , Gastroenteropatias/diagnóstico
4.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1378326

Resumo

A histerocele é uma condição rara na espécie felina, sendo caracterizada por protrusão do útero pelo anel inguinal. O diagnóstico diferencial inclui tumor mamário, linfadenopatia, hematoma, abscesso e granuloma. Assim, exames de imagem como a ultrassonografia abdominal apresentam importante papel no diagnóstico e prognóstico da doença. O tratamento dessa condição é cirúrgico e inclui a realização de herniorrafia e ovário-histerectomia, a fim de evitar recidivas e a transmissão hereditária. O presente trabalho relata um caso de uma gata adulta com aumento de volume inguinal. Ao exame ultrassonográfico foi identificada a presença de útero herniado, contendo três fetos viáveis. O tratamento consistiu em cesariana, ovário-histerectomia e herniorrafia pela via inguinal.(AU)


Hysterocele is a rare condition in the feline species, characterized by a protrusion of the uterus through the inguinal ring. Differential diagnoses include mammary tumors, lymphadenopathy, hematoma, abscess and granuloma. Thus, imaging tests such as abdominal ultrasound play an important role in the diagnosis and prognosis of the disease. The treatment of this condition is surgical and includes the performance of herniorrhaphy and ovariohysterectomy, in order to avoid recurrences and hereditary transmission. The present study reports a case of an adult cat with increased inguinal volume. The ultrasound examination identified the presence of a herniated uterus, containing three viable fetuses. Treatment consisted of cesarean section, ovariohysterectomy and inguinal herniorrhaphy.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Gravidez , Gatos/anormalidades , Cesárea/veterinária , Herniorrafia/veterinária , Histerectomia/veterinária , Canal Inguinal/cirurgia , Doenças dos Animais/diagnóstico por imagem , Útero/diagnóstico por imagem , Relatos de Casos
5.
Pesqui. vet. bras ; 38(3): 477-481, mar. 2018. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-965011

Resumo

Sporotrichosis is a chronic, granulomatous and usually lymphocutaneous infection of animals and humans, caused by a dimorphic fungus, Sporothrix schenckii complex. The disease in dogs is considered rare, however, in the last years a crescent registration of cases was observed in Brazil, especially in the city of Rio de Janeiro. Fifteen dogs with ulcerated cutaneous lesions were seen at the Dermatology Service in the Small Animal's Hospital at Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, between January 2014 and October 2015. Most lesions were located on the head, mainly the nose. Lesions were even seen on the chest, disseminated on the body and on the limbs. Three dogs (20%) exhibited the cutaneous-lymphatic form, with lesions initially on the distal aspect of one leg and ascending via lymphatics up the leg to the trunk and head. It was not ruled out the disseminated form in at least 3 dogs (20%). They had consistent signs of generalized or disseminated disease exhibiting respiratory symptoms (nasal discharge, sneezing, stertorous breathing), anorexia and weight loss. Draining tracts and cellulitis were very common. Some had large areas of skin necrosis with exposure of muscle and bone. Definitive diagnosis was obtained by cytological examination of exudates, histological examination, and/or isolation of S. schenckii complex by fungal culture. Because of the severity of the lesions that mimic other disorders like neoplasms or autoimmune skin diseases, and due to the difficulties of getting an accurate diagnosis, this study describes 15 advanced cases of canine sporotrichosis.(AU)


A esporitricose é uma doença infecciosa crônica, granulomatosa e frequentemente linfocutânea, causada por um fungo dimórfico do Complexo Sporothrix schenckii. A doença em cães é considerada rara, no entanto, nos últimos anos, um número crescente de casos foi registrado no Brasil, especialmente no Rio de Janeiro. Quinze cães com lesões cutâneas ulceradas foram atendidos no Setor de Dermatologia do Hospital Veterinário de Pequenos Animais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, entre Janeiro de 2014 e Outubro de 2015. Todos os animais foram submetidos ao exame clínico e dermatológico. A maioria das lesões estava localizada na cabeça, principalmente no plano nasal. Havia também lesões no tórax, disseminada pelo corpo e nos membros. Três cães (20%) apresentaram a forma cutâneo-linfática, com lesões inicialmente nos membros e se propagavam via vasos linfáticos para o tronco e a cabeça. Não foi descartada a forma disseminada em pelo menos 3 cães (20%). Estes cães apresentaram sinais consistentes de doença generalizada ou disseminada, exibindo sinais respiratórios (descarga nasal, espirros, estertoração), anorexia e perda de peso. Fístulas e celulite eram muito comuns. Alguns tinham grandes áreas de necrose que desencadearam a exposição de músculo e osso. O diagnóstico definitivo da infecção foi obtido por exame citológico de exsudato e por exame histológico, e/ou apenas isolamento do complexo S. schenckii pela cultura de fungos. Por causa da severidade das lesões que imitam outras enfermidades, principalmente neoplasias e doenças autoimunes, e pela dificuldade de se obter o diagnóstico correto, este estudo descreve 15 casos avançados de esporotricose canina.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Esporotricose/diagnóstico , Cães/microbiologia , Micoses/veterinária , Esporotricose/microbiologia , Relatos de Casos
6.
Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR ; 18(1): 59-63, jan.-mar. 2015. ilus
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-160

Resumo

O Platynosomum spp. é um trematódeo que habita os ductos biliares e a vesícula biliar de gatos, encontrado mundialmente em áreas com climas tropicais e subtropicais. Os gatos que vivem nestas áreas são infectados ao ingerirem vertebrados inferiores, como lagartixas e sapos. Muitos casos de platinossomose são assintomáticos, todavia, gatos com infecções graves podem exibir icterícia generalizada, vômito, diarreia mucoide, anorexia, emagrecimento, depressão e morte. Os sinais clínicos não são específicos e podem passar despercebidos, dificultando assim seu controle e tratamento. O objetivo do presente trabalho é relatar o primeiro caso confirmado desta enfermidade em gato doméstico ocorrido no município de Fortaleza estado do Ceará. Portanto, pode-se concluir que, a platinossomose deve ser investigada nos felinos da região que apresentem a sintomatologia característica.(AU)


Platynosomum spp. is a trematode that inhabits bile ducts and gall bladder of cats, and can be found in tropical and subtropical areas of the world. The infection occurs when the cat living in these areas ingest lower vertebrates, such as lizards and frogs. Although many cats are asymptomatic, cats with severe infection may show generalized jaundice, vomiting, mucoid diarrhea, anorexia, weight loss, depression and death. The clinical signs are nonspecific and the disease may often continue unnoticed, thus hindering its control and treatment. Accordingly, this study aimed to report the first confirmed case of Platynosomum ssp. infection in a domestic cat occurred in the city of Fortaleza, in the state of Ceará, Brazil.(AU)


El Platynosomum spp. es un trematodo que habita en los ductos biliares y en la vesícula biliar de gatos, que se encuentran en todo el mundo en áreas con climas tropicales y subtropicales. Los gatos que viven en estas áreas se infectan al ingerir los vertebrados inferiores, como los lagartos y las ranas. Muchos casos de platinosomosis son asintomáticos, sin embargo, gatos con infecciones graves pueden presentar ictericia generalizada, vómitos, diarrea mucoide, anorexia, pérdida de peso, depresión y la muerte. Los signos clínicos no son específicos y pueden pasar desapercibidos, dificultando así su control y tratamiento. El objetivo de esta investigación ha sido reportar el primer caso confirmado de esta enfermedad en gato doméstico ocurrido en el municipio de Fortaleza, Ceará. Por lo tanto, se puede concluir que platinosomosis debe ser investigado en gatos de la región, que presenten señales característicos.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos/parasitologia , Infecções por Trematódeos/diagnóstico , Relatos de Casos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA