Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 80
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. biol ; 83: e243890, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1278548

Resumo

Abstract Doru luteipes (Scudder, 1876) is an omnivorous predator that finds different food resources in the corn plant: eggs of Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797), uredospores of Puccinia polysora (Underw, 1897), and pollen. Knowing the survival and food preferences of this predator is essential to define its relevance as a biological control agent. We hypothesize that the foraging behavior and predatory capacity of D. luteipes may be affected when several food resources, especially eggs of S. frugiperda, uredospores of P. polysora, and pollen are concurrently in the same plant. The survival of D. luteipes in the nymph stage and their preference among food resources, often available in corn plants, were determined. To verify the survival of D. luteipes, newly hatched nymphs were fed exclusively with 1- uredospores of P. polysora, 2- eggs of S. frugiperda, 3- corn pollen, 4- a combination of uredospores + eggs, and 5- artificial diet (control). In another experiment, nymphs and adults of D. luteipes with 24 and 48 hours of fasting were individually released in the center of a container with four diets: 1- uredospores of P. polysora, 2- eggs of S. frugiperda, 3- corn pollen, 4- artificial diet, and maintained for 10 minutes, to evaluate the food choice and feeding time. The exclusive feeding with S. frugiperda eggs caused low nymph survival (8%), but the combination of P. polysora uredospores + S. frugiperda eggs allowed 58.3% survival. D. luteipes preferred feeding during the nighttime and the most significant proportions of choices by nymphs and adults were for pollen and diet, with adults spending more time eating pollen. These findings indicate that the trophic choices of D. luteipes are relevant to understand its contribution as an agent to control pest insects and fungal diseases in corn.


Resumo Doru luteipes (Scudder, 1876) é um predador onívoro, que encontra na planta do milho diferentes recursos alimentares: ovos de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797), uredósporos de Puccinia polysora (Underw, 1897) e pólen. Para definição da relevância desse predador como agente de controle biológico, conhecer a sobrevivência e preferência alimentar é essencial. Nós hipotetizamos que o comportamento de forrageamento e a capacidade de predação de D. luteipes podem ser afetados quando uma mesma planta oferece ovos, uredósporos e pólen, concomitantemente. A sobrevivência de D. luteipes na fase de ninfa e sua preferência entre os recursos alimentares, frequentemente disponíveis nas plantas de milho, foram determinados. Para verificar a sobrevivência de D. luteipes, ninfas recém eclodidas foram alimentadas exclusivamente com 1- uredósporos de P. polysora, 2- ovos de S. frugiperda, 3- pólen de milho, 4- combinação de uredósporos + ovos e 5- dieta artificial (controle). Em outro experimento, ninfas e adultos de D. luteipes com 24 e 48 horas de jejum foram liberadas individualmente, em recipientes contendo quatro dietas: 1- uredósporos de P. polysora, 2- ovos de S. frugiperda, 3- pólen de milho, 4- dieta artificial e mantidas durante 10 min, sendo avaliados a escolha pelo alimento e o tempo de alimentação. A alimentação exclusiva com ovos de S. frugiperda ocasionou baixa sobrevivência das ninfas (8%), porém a combinação de uredósporos de P. polysora + ovos de S. frugiperda possibilitou sobrevivência de 58,3%. D. luteipes preferiu se alimentar durante o período noturno e as maiores proporções de escolhas das ninfas e dos adultos ocorreram no pólen e na dieta, sendo que os adultos gastaram mais tempo se alimentando de pólen. Estas descobertas indicam que as escolhas tróficas de D. luteipes são relevantes para compreender sua contribuição como agente de controle de insetos-praga e doença fúngicas em milho.


Assuntos
Animais , Comportamento Predatório , Insetos , Spodoptera , Zea mays , Larva , Ninfa
2.
Braz. j. biol ; 83: e245273, 2023. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1339412

Resumo

Abstract The possible interference of resistant pest's populations to insecticides in natural enemies in the action thas not been clarified yet. Thus, this study aimed to evaluate Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) performance on Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) eggs with resistance frequency to the Metaflumizone over six generations of product exposure. Egg cards (2.0 x 7.0 cm) containing eggs from two populations of S. frugiperda, (resistant to Metaflumizone and the other susceptible), were exposed to T. pretiosum females for 24 hours in free-choice and no-choice testing in three generations (G1, G4, and G6). A completely randomized experimental design was used with 25 replications, each consisting of an egg card (experimental unit) containing 20 eggs. The parameters evaluated were: parasitism (%), emergence (%), sex ratio, number of emerged parasitoids per egg and males/females longevity. ANOVA and Tukey test (P≤ 0.05) were applied on the results. Results showed a reduction in parasitism [41.0% (G1) and 28.4% (G4)], egg emergence (17.5%) and parasitoids/egg [16.2 (G4) and 17.2 (G6)] in eggs originating from the population with resistance frequency. Females emerging from G6 populations eggs without exposure to Metaflumizone had greater longevity (3.5 days more) than the resistant population. The sex ratio and male longevity were not affected. The results indicate a reduction in T. pretiosum activity if S. frugiperda populations have some frequency of resistance to Metaflumizone.


Resumo A possível interferência de populações de pragas resistentes na ação de inimigos naturais ainda não foi esclarecida. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho de Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) em ovos de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) com frequência de resistência à Metaflumizona ao longo de seis gerações de exposição ao produto. Cartelas (2,0 x 7,0 cm) com ovos de duas populações de S. frugiperda, (resistente à Metaflumizona e outra suscetível), foram expostas às fêmeas de T. pretiosum por 24 horas em condições de livre escolha e sem chance de escolha por três gerações (G1, G4 e G6). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 25 repetições, sendo cada repetição composta por uma cartela (unidade experimental) contendo 20 ovos. Os parâmetros avaliados foram: parasitismo (%), emergência (%), razão sexual, número de parasitoides emergidos por ovo e longevidade de machos e fêmeas. ANOVA e teste de Tukey (P≤ 0,05) foram aplicados aos dados coletados. Os resultados mostraram redução do parasitismo [41,0% (G1) e 28,4% (G4)], emergência de ovos (17,5%) e parasitoides/ovo [16,2 (G4) e 17,2 (G6)] em ovos oriundos da população com frequência de resistência. As fêmeas emergidas de ovos da população G6 sem exposição à Metaflumizona, tiveram maior longevidade (3,5 dias a mais) do que a população exposta ao inseticida. A razão sexual e a longevidade de machos não foram afetadas. Os resultados indicam uma redução na atividade de T. pretiosum se as populações de S. frugiperda apresentarem alguma frequência de resistência à Metaflumizona.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Vespas , Himenópteros , Mariposas , Semicarbazonas , Razão de Masculinidade , Spodoptera
3.
Braz. j. biol ; 83: e271354, 2023. tab, graf, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1429995

Resumo

The fall armyworm [FAW; Spodoptera frugiperda (Smith) (Lepidoptera: Noctuidae)], is considered a serious invasive pest that poses a serious threat to world food security. It can completely devastate a whole country's cereal crops. Therefore, the present work is the 1st field trial in Egypt to elucidate some ecological aspects of S. frugiperda on maize plants (Single-Hybrid 168 Yellow Corn cultivar) at Esna district, Luxor Governorate, Egypt, throughout two sequential growing seasons of maize (2021-2022). Three insect parameters were used, i.e., egg masses, number of larvae, and percentage of damaged corn plants. Effects of certain climatic conditions and corn plant ages on S. frugiperda seasonal activity and damaged plants percentage were also estimated. S. frugiperda population initiated to attack maize plants from the 3rd week of June until the harvest in every season. S. frugiperda had two seasonal activity peaks in terms of egg masses numbers and three peaks regarding the larval population density/season. Its damage percentage increased with increasing plant age weekly. The mean of S. frugiperda egg masses were 2.83 ± 0.40 and 2.96 ± 0.45 mass /10 corn plants in 2021 and 2022, respectively. While, the overall mean larval populations were 13.41 ± 0.52 and 13.03 ± 0.46 larvae/10 plants, during the two growing seasons, respectively. Corn plant damage percentages reached 68.54 ± 2.71 and 60.42 ± 2.92% in 2021 and 2022, respectively. The combined effects of both the weather conditions and maize plant ages were highly significant on egg masses, larvae population density, and damage percentage, and varied from one season to another. The mean daily maximum temperature was the most effective variable on egg masses and the larval population. Maize plant age had a clear effect on the damage percentage caused by the larvae in the field during the two years of the study. The dramatic spread of FAW and the consequent damage (that appeared in different countries of America, Africa, and Asia) mean that different management approaches must be sought for the small and large-scale producers by using available technologies for smallholder farmers will eliminate pest damage without access to reach to an economic Injury level. This information may assist the decision maker when planning the S. frugiperda IPM program for maize plants and its surveillance.


A lagarta-do-cartucho [FAW; Spodoptera frugiperda (Smith) (Lepidoptera: Noctuidae)], é considerada uma séria praga invasora que representa uma séria ameaça à segurança alimentar mundial. Essa espécie pode devastar completamente as plantações de cereais de um país inteiro. Portanto, o presente trabalho é o primeiro ensaio de campo no Egito para elucidar alguns aspectos ecológicos de S. frugiperda em plantas de milho (Single-Hybrid 168 Yellow Corn cultivar) no distrito de Esna, Luxor Governorate, Egito, ao longo de duas estações de crescimento sequencial de milho (2021 a 2022). Três parâmetros de insetos foram utilizados, isto é, massas de ovos, número de larvas e porcentagem de plantas de milho danificadas. Também foram estimados os efeitos de certas condições climáticas e idades das plantas de milho na atividade sazonal de S. frugiperda e na porcentagem de plantas danificadas. A população de S. frugiperda começou a atacar as plantas de milho a partir da terceira semana de junho até a colheita em todas as estações. S. frugiperda apresentou dois picos sazonais de atividade como o número de massas de ovos e três picos em relação à densidade populacional larval/estação. Seu percentual de dano aumentou semanalmente a partir do aumento da idade da planta. A média das massas de ovos de S. frugiperda foi de 2,83 ± 0,40 e 2,96 ± 0,45 massa/10 plantas de milho em 2021 e 2022, respectivamente. Enquanto, as populações larvais médias gerais foram de 13,41 ± 0,52 e 13,03 ± 0,46 larvas/10 plantas, durante as duas estações de crescimento, respectivamente. As porcentagens de danos às plantas de milho atingiram 68,54 ± 2,71 e 60,42 ± 2,92% em 2021 e 2022, respectivamente. Os efeitos combinados das condições climáticas e da idade das plantas de milho foram altamente significativos nas massas de ovos, densidade populacional de larvas e porcentagem de danos, e variaram de uma estação para outra. A temperatura média diária máxima foi a variável mais efetiva sobre as massas de ovos e a população larval. A idade da planta de milho influenciou visivelmente o percentual de dano causado pelas larvas no campo durante os dois anos de estudo. A propagação dramática da LFM e os danos consequentes (que apareceram em diferentes países da América, África e Ásia) significam que devem ser utilizadas diferentes abordagens de gestão para os pequenos e grandes produtores, a partir de tecnologias disponíveis para os pequenos agricultores eliminarem os danos causados pelas pragas sem acesso para chegar a um nível de dano econômico. Essas informações podem auxiliar o tomador de decisão no planejamento do programa MIP de S. frugiperda para plantas de milho e o seu monitoramento.


Assuntos
Spodoptera , Pragas da Agricultura , Zea mays/parasitologia
4.
Braz. j. biol ; 83: 1-8, 2023. graf, tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1468808

Resumo

Doru luteipes (Scudder, 1876) is an omnivorous predator that finds different food resources in the corn plant: eggs of Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797), uredospores of Puccinia polysora (Underw, 1897), and pollen. Knowing the survival and food preferences of this predator is essential to define its relevance as a biological control agent. We hypothesize that the foraging behavior and predatory capacity of D. luteipes may be affected when several food resources, especially eggs of S. frugiperda, uredospores of P. polysora, and pollen are concurrently in the same plant. The survival of D. luteipes in the nymph stage and their preference among food resources, often available in corn plants, were determined. To verify the survival of D. luteipes, newly hatched nymphs were fed exclusively with 1- uredospores of P. polysora, 2- eggs of S. frugiperda, 3- corn pollen, 4- a combination of uredospores + eggs, and 5- artificial diet (control). In another experiment, nymphs and adults of D. luteipes with 24 and 48 hours of fasting were individually released in the center of a container with four diets: 1- uredospores of P. polysora, 2- eggs of S. frugiperda, 3- corn pollen, 4- artificial diet, and maintained for 10 minutes, to evaluate the food choice and feeding time. The exclusive feeding with S. frugiperda eggs caused low nymph survival (8%), but the combination of P. polysora uredospores + S. frugiperda eggs allowed 58.3% survival. D. luteipes preferred feeding during the nighttime and the most significant proportions of choices by nymphs and adults were for pollen and diet, with adults spending more time eating pollen. These findings indicate that the trophic choices of D. luteipes are relevant to understand its contribution as an agent to control pest insects and fungal diseases in corn.


Doru luteipes (Scudder, 1876) é um predador onívoro, que encontra na planta do milho diferentes recursos alimentares: ovos de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797), uredósporos de Puccinia polysora (Underw, 1897) e pólen. Para definição da relevância desse predador como agente de controle biológico, conhecer a sobrevivência e preferência alimentar é essencial. Nós hipotetizamos que o comportamento de forrageamento e a capacidade de predação de D. luteipes podem ser afetados quando uma mesma planta oferece ovos, uredósporos e pólen, concomitantemente. A sobrevivência de D. luteipes na fase de ninfa e sua preferência entre os recursos alimentares, frequentemente disponíveis nas plantas de milho, foram determinados. Para verificar a sobrevivência de D. luteipes, ninfas recém eclodidas foram alimentadas exclusivamente com 1- uredósporos de P. polysora, 2- ovos de S. frugiperda, 3- pólen de milho, 4- combinação de uredósporos + ovos e 5- dieta artificial (controle). Em outro experimento, ninfas e adultos de D. luteipes com 24 e 48 horas de jejum foram liberadas individualmente, em recipientes contendo quatro dietas: 1- uredósporos de P. polysora, 2- ovos de S. frugiperda, 3- pólen de milho, 4- dieta artificial e mantidas durante 10 min, sendo avaliados a escolha pelo alimento e o tempo de alimentação. A alimentação exclusiva com ovos de S. frugiperda ocasionou baixa sobrevivência das ninfas (8%), porém a combinação de uredósporos de P. polysora + ovos de S. frugiperda possibilitou sobrevivência de 58,3%. D. luteipes preferiu se alimentar durante o período noturno e as maiores proporções de escolhas das ninfas e dos adultos ocorreram no pólen e na dieta, sendo que os adultos gastaram mais tempo se alimentando de pólen. Estas descobertas indicam que as escolhas tróficas de D. luteipes são relevantes para compreender sua contribuição como agente de controle de insetos-praga e doença fúngicas em milho.


Assuntos
Animais , Controle Biológico de Vetores/métodos , Dieta , Insetos/crescimento & desenvolvimento , Spodoptera , Zea mays
5.
Braz. J. Biol. ; 83: 1-8, 2023. graf, tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765385

Resumo

Doru luteipes (Scudder, 1876) is an omnivorous predator that finds different food resources in the corn plant: eggs of Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797), uredospores of Puccinia polysora (Underw, 1897), and pollen. Knowing the survival and food preferences of this predator is essential to define its relevance as a biological control agent. We hypothesize that the foraging behavior and predatory capacity of D. luteipes may be affected when several food resources, especially eggs of S. frugiperda, uredospores of P. polysora, and pollen are concurrently in the same plant. The survival of D. luteipes in the nymph stage and their preference among food resources, often available in corn plants, were determined. To verify the survival of D. luteipes, newly hatched nymphs were fed exclusively with 1- uredospores of P. polysora, 2- eggs of S. frugiperda, 3- corn pollen, 4- a combination of uredospores + eggs, and 5- artificial diet (control). In another experiment, nymphs and adults of D. luteipes with 24 and 48 hours of fasting were individually released in the center of a container with four diets: 1- uredospores of P. polysora, 2- eggs of S. frugiperda, 3- corn pollen, 4- artificial diet, and maintained for 10 minutes, to evaluate the food choice and feeding time. The exclusive feeding with S. frugiperda eggs caused low nymph survival (8%), but the combination of P. polysora uredospores + S. frugiperda eggs allowed 58.3% survival. D. luteipes preferred feeding during the nighttime and the most significant proportions of choices by nymphs and adults were for pollen and diet, with adults spending more time eating pollen. These findings indicate that the trophic choices of D. luteipes are relevant to understand its contribution as an agent to control pest insects and fungal diseases in corn.(AU)


Doru luteipes (Scudder, 1876) é um predador onívoro, que encontra na planta do milho diferentes recursos alimentares: ovos de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797), uredósporos de Puccinia polysora (Underw, 1897) e pólen. Para definição da relevância desse predador como agente de controle biológico, conhecer a sobrevivência e preferência alimentar é essencial. Nós hipotetizamos que o comportamento de forrageamento e a capacidade de predação de D. luteipes podem ser afetados quando uma mesma planta oferece ovos, uredósporos e pólen, concomitantemente. A sobrevivência de D. luteipes na fase de ninfa e sua preferência entre os recursos alimentares, frequentemente disponíveis nas plantas de milho, foram determinados. Para verificar a sobrevivência de D. luteipes, ninfas recém eclodidas foram alimentadas exclusivamente com 1- uredósporos de P. polysora, 2- ovos de S. frugiperda, 3- pólen de milho, 4- combinação de uredósporos + ovos e 5- dieta artificial (controle). Em outro experimento, ninfas e adultos de D. luteipes com 24 e 48 horas de jejum foram liberadas individualmente, em recipientes contendo quatro dietas: 1- uredósporos de P. polysora, 2- ovos de S. frugiperda, 3- pólen de milho, 4- dieta artificial e mantidas durante 10 min, sendo avaliados a escolha pelo alimento e o tempo de alimentação. A alimentação exclusiva com ovos de S. frugiperda ocasionou baixa sobrevivência das ninfas (8%), porém a combinação de uredósporos de P. polysora + ovos de S. frugiperda possibilitou sobrevivência de 58,3%. D. luteipes preferiu se alimentar durante o período noturno e as maiores proporções de escolhas das ninfas e dos adultos ocorreram no pólen e na dieta, sendo que os adultos gastaram mais tempo se alimentando de pólen. Estas descobertas indicam que as escolhas tróficas de D. luteipes são relevantes para compreender sua contribuição como agente de controle de insetos-praga e doença fúngicas em milho.(AU)


Assuntos
Animais , Zea mays , Insetos/crescimento & desenvolvimento , Dieta , Spodoptera , Controle Biológico de Vetores/métodos
6.
Braz. j. biol ; 83: 1-6, 2023. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1468955

Resumo

The possible interference of resistant pest’s populations to insecticides in natural enemies in the action thas not been clarified yet. Thus, this study aimed to evaluate Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) performance on Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) eggs with resistance frequency to the Metaflumizone over six generations of product exposure. Egg cards (2.0 x 7.0 cm) containing eggs from two populations of S. frugiperda, (resistant to Metaflumizone and the other susceptible), were exposed to T. pretiosum females for 24 hours in free-choice and no-choice testing in three generations (G1, G4, and G6). A completely randomized experimental design was used with 25 replications, each consisting of an egg card (experimental unit) containing 20 eggs. The parameters evaluated were: parasitism (%), emergence (%), sex ratio, number of emerged parasitoids per egg and males/females longevity. ANOVA and Tukey test (P≤ 0.05) were applied on the results. Results showed a reduction in parasitism [41.0% (G1) and 28.4% (G4)], egg emergence (17.5%) and parasitoids/egg [16.2 (G4) and 17.2 (G6)] in eggs originating from the population with resistance frequency. Females emerging from G6 populations eggs without exposure to Metaflumizone had greater longevity (3.5 days more) than the resistant population. The sex ratio and male longevity were not affected. The results indicate a reduction in T. pretiosum activity if S. frugiperda populations have some frequency of resistance to Metaflumizone.


A possível interferência de populações de pragas resistentes na ação de inimigos naturais ainda não foi esclarecida. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho de Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) em ovos de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) com frequência de resistência à Metaflumizona ao longo de seis gerações de exposição ao produto. Cartelas (2,0 x 7,0 cm) com ovos de duas populações de S. frugiperda, (resistente à Metaflumizona e outra suscetível), foram expostas às fêmeas de T. pretiosum por 24 horas em condições de livre escolha e sem chance de escolha por três gerações (G1, G4 e G6). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 25 repetições, sendo cada repetição composta por uma cartela (unidade experimental) contendo 20 ovos. Os parâmetros avaliados foram: parasitismo (%), emergência (%), razão sexual, número de parasitoides emergidos por ovo e longevidade de machos e fêmeas. ANOVA e teste de Tukey (P≤ 0,05) foram aplicados aos dados coletados. Os resultados mostraram redução do parasitismo [41,0% (G1) e 28,4% (G4)], emergência de ovos (17,5%) e parasitoides/ovo [16,2 (G4) e 17,2 (G6)] em ovos oriundos da população com frequência de resistência. As fêmeas emergidas de ovos da população G6 sem exposição à Metaflumizona, tiveram maior longevidade (3,5 dias a mais) do que a população exposta ao inseticida. A razão sexual e a longevidade de machos não foram afetadas. Os resultados indicam uma redução na atividade de T. pretiosum se as populações de S. frugiperda apresentarem alguma frequência de resistência à Metaflumizona.


Assuntos
Animais , Himenópteros/efeitos dos fármacos , Inseticidas/administração & dosagem , Spodoptera/parasitologia
7.
Braz. J. Biol. ; 83: 1-6, 2023. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765532

Resumo

The possible interference of resistant pests populations to insecticides in natural enemies in the action thas not been clarified yet. Thus, this study aimed to evaluate Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) performance on Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) eggs with resistance frequency to the Metaflumizone over six generations of product exposure. Egg cards (2.0 x 7.0 cm) containing eggs from two populations of S. frugiperda, (resistant to Metaflumizone and the other susceptible), were exposed to T. pretiosum females for 24 hours in free-choice and no-choice testing in three generations (G1, G4, and G6). A completely randomized experimental design was used with 25 replications, each consisting of an egg card (experimental unit) containing 20 eggs. The parameters evaluated were: parasitism (%), emergence (%), sex ratio, number of emerged parasitoids per egg and males/females longevity. ANOVA and Tukey test (P≤ 0.05) were applied on the results. Results showed a reduction in parasitism [41.0% (G1) and 28.4% (G4)], egg emergence (17.5%) and parasitoids/egg [16.2 (G4) and 17.2 (G6)] in eggs originating from the population with resistance frequency. Females emerging from G6 populations eggs without exposure to Metaflumizone had greater longevity (3.5 days more) than the resistant population. The sex ratio and male longevity were not affected. The results indicate a reduction in T. pretiosum activity if S. frugiperda populations have some frequency of resistance to Metaflumizone.(AU)


A possível interferência de populações de pragas resistentes na ação de inimigos naturais ainda não foi esclarecida. Assim, este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho de Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera: Trichogrammatidae) em ovos de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) com frequência de resistência à Metaflumizona ao longo de seis gerações de exposição ao produto. Cartelas (2,0 x 7,0 cm) com ovos de duas populações de S. frugiperda, (resistente à Metaflumizona e outra suscetível), foram expostas às fêmeas de T. pretiosum por 24 horas em condições de livre escolha e sem chance de escolha por três gerações (G1, G4 e G6). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 25 repetições, sendo cada repetição composta por uma cartela (unidade experimental) contendo 20 ovos. Os parâmetros avaliados foram: parasitismo (%), emergência (%), razão sexual, número de parasitoides emergidos por ovo e longevidade de machos e fêmeas. ANOVA e teste de Tukey (P≤ 0,05) foram aplicados aos dados coletados. Os resultados mostraram redução do parasitismo [41,0% (G1) e 28,4% (G4)], emergência de ovos (17,5%) e parasitoides/ovo [16,2 (G4) e 17,2 (G6)] em ovos oriundos da população com frequência de resistência. As fêmeas emergidas de ovos da população G6 sem exposição à Metaflumizona, tiveram maior longevidade (3,5 dias a mais) do que a população exposta ao inseticida. A razão sexual e a longevidade de machos não foram afetadas. Os resultados indicam uma redução na atividade de T. pretiosum se as populações de S. frugiperda apresentarem alguma frequência de resistência à Metaflumizona.(AU)


Assuntos
Animais , Spodoptera/parasitologia , Himenópteros/efeitos dos fármacos , Inseticidas/administração & dosagem
8.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online) ; 21(3): 206-215, 2022. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1410527

Resumo

This study investigates the biopesticidal effects of Elephantopus scaber Linn. extract on mortality of Spodoptera litura, Plutella xylostella, and non-target organisms and investigate the impact on S. litura protein levels and soil microbial community structure. The experiment was performed using a completely randomized design. Methanol extracts from E. scaber leaves, at concentrations of 2%, 4%, 6%, 8%, 10%, and 12%, were tested for bioactivity against the 2nd-instar larva of S. litura, P. xylostella, and earthworms. Mortality rates of the larvae and worms were observed. The collected data were analyzed using analysis of variance (ANOVA), followed by probit and descriptive analysis. The results showed that methanol extracts of E. scaber (12%) influenced the highest mortality rates for both S. litura (93.35%) and P. xylostella (96.65%) with LC50 and LC80 of S. litura was 1.867 and 4.763; for P. xylostella were 4.488 and 7.92, respectively. However, the application of E. scaber biopesticide also influences earthworms' mortality rate. The 6% E. scaber extract resulted in 60% death of earthworms during a 20-daysperiod. In addition, higher concentrations of E. scaber extracts resulted in lower molecular weights and levels of S. litura proteins. The diversity and density of the soil microbial community also decreased by 6% concentration.


Este estudo tem como objetivo investigar os efeitos biopesticidas de Elephantopus scaber Linn. extrair na mortalidade de Spodoptera litura, Plutella xylostella e organismos não-alvo e investigar o impacto nos níveis de proteína de S. litura e na estrutura da comunidade microbiana do solo. Experimento realizado em delineamento inteiramente casualizado. Extratos de metanol de folhas de E. scaber, nas concentrações de 2%, 4%, 6%, 8%, 10% e 12%, foram testados para bioatividade contra a larva de 2º ínstar de S. litura, P. xylostella e minhocas. Taxas de mortalidade de larvas e vermes foram observadas. Os dados coletados foram analisados por meio de análise de variância (ANOVA), seguida de probit e análise descritiva. Os resultados mostraram que os extratos metanólicos de E. scabe r(12%) influenciaram as maiores taxas de mortalidade para S. litura (93,35%) e P. xylostella (96,65%) com CL50 e CL80 de S. litura foi de 1,867 e 4,763; para P. xylostella foram 4,488 e 7,92, respectivamente. No entanto, a aplicação de biopesticida de E. scaber também influencia a taxa de mortalidade de minhocas. O extrato de 6% de E. scaber resultou em 60% da morte de minhocas durante o período de 20 dias. Para além disso, maiores concentrações de extratos de E. scaber resultaram em menores pesos moleculares e níveis de proteínas de S. litura. A diversidade e a densidade da comunidade microbiana do solo também diminuíram na concentração de 6%.


Assuntos
Extratos Vegetais/análise , Spodoptera , Asteraceae/química , Agentes de Controle Biológico/análise , Microbiologia do Solo , Análise de Variância
9.
Sci. agric ; 79(4): e20210044, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1290213

Resumo

An important concern with the use of genetically modified (GM) plants expressing Bacillus thuringiensis (Bt) insecticidal toxins is the deleterious effect on non-target organisms. The predatory stink bug Podisus nigrispinus (Dallas) (Hemiptera: Pentatomidae) is used in biological control programs and may be exposed to Bt toxins. This study evaluated the indirect effects of different Cry proteins on P. nigrispinus with the prey Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae), fed on simple or pyramided Bt maize genotypes. The experiment was carried out in a completely randomized design with three treatments: i) Isohybrid (not Bt), ii) Herculex® (transgenic maize encoding Cry1F protein) and iii) PowerCore® (pyramidal transgenic maize encoding the Cry1F, Cry1A.105, and Cry2Ab2 proteins), which were used to feed S. frugiperda for 48 h. The caterpillars were used as prey by P. nigrispinus females. We evaluated the presence of Cry proteins, consumed prey biomass (predation), oviposition period, number of postures, number of eggs, number of eggs per posture, number of nymphs, egg viability, embryonic period, female longevity and development, and survival rates of immature. The results show that different Cry proteins move through the food chain of P. nigrispinus and provide evidence that the ingestion of three different proteins does not lead to unexpected synergistic effects. However, Cry toxins promoted histopathological changes in midgut cells of P. nigrispinus.


Assuntos
Animais , Comportamento Predatório/efeitos dos fármacos , Controle Biológico de Vetores , Plantas Geneticamente Modificadas/toxicidade , Spodoptera , Cimicidae , Toxinas de Bacillus thuringiensis/análise , Zea mays
10.
Pap. avulsos zool ; 62: e202262024, 2022. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1363810

Resumo

We provide a taxonomic note on Paedarium Aldrich, 1926, with new generic synonyms, Neopaedarium Blanchard, 1943 syn. nov. and Velardemyia Valencia, 1972 syn. nov., and new combinations resulting from these synonyms, Paedarium ica (Valencia, 1972) comb. nov. and Paedarium subauratum (Blanchard, 1943) comb. nov.Paedarium punctipennis Walker, 1857, is considered an unplaced species of Voriini. A redescription of P. subauratum and notes on its biology are given. A key for species of the genus Paedarium is provided.(AU)


Assuntos
Animais , Spodoptera , Dípteros
11.
Ciênc. rural (Online) ; 52(7): e20210168, 2022. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1350591

Resumo

The fall armyworm, Spodoptera frugiperda Smith, 1797 (Lepidoptera: Noctuidae), is a polyphagous pest that causes losses in several crops. The knowledge of host plants is essential for establishing management and control strategies. The present study reported the first occurrence of S. frugiperda in Brazilian grapevines. It is recommended that further studies should be carried out in the laboratory to understand the biological aspects of the damage to different structures (leaves and grapes). This information will be essential to assess the potential of S. frugiperda damage to vines.


A lagarta-do-cartucho Spodoptera frugiperda Smith, 1797 (Lepidoptera: Noctuidae) é uma praga polífaga que ocasiona danos em diversos cultivos, e o conhecimento do seu espectro de hospedeiros é essencial para o estabelecimento de estratégias de manejo e controle. Assim, o presente estudo registra pela primeira vez a ocorrência de S. frugiperda em videiras brasileiras. Desse modo, recomenda-se a realização de estudos adicionais em laboratório para compreender os aspectos biológicos e os danos as diferentes estruturas (vegetativas e uvas). Essa informação será essencial para avaliar o potencial de dano de S. frugiperda se alimentando de videiras.


Assuntos
Animais , Spodoptera , Pragas da Agricultura , Vitis/parasitologia
12.
Arq. Inst. Biol. (Online) ; 89: e00192021, 2022. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1416866

Resumo

Among several factors that impact the bean culture productivity there are pest insects, which affect the plant since seeding until postharvest, causing loss in the culture yield. The fall armyworm (Spodoptera frugiperda) stands out among the main pests of common bean (Phaseolus vulgaris). The aim of this work was to evaluate the effectiveness of insecticides of the neonicotinoid group in the control of the fall armyworm in the bean crop, comparing dinotefuran, acetamiprid, thiamethoxam and imidacloprid performance. Experimental design was composed of blocks entirely randomized, with 9 treatments and 10 replicates. Three caterpillars, at the stage of second instar, were used in each experiment, focusing on the ingestion of leaves containing the treatments. Evaluations were realized in the intervals of 1, 3, 6 and 8 days after every application, counting the number of caterpillars alive in the Petri's dish, attributing visual notes on bean leaves, according to the foliar area affected (consumed). The dinotefuran treatment with the highest dose presented superior efficiency at 80% in the first evaluation. The thiamethoxam treatment with the lowest dose, in the latest analyses, showed efficient superior at 90%. The major doses of all treatments presented efficiency higher than 80% in the last evaluations, being efficient in the S. frugiperda control.


Assuntos
Controle de Pragas/métodos , Spodoptera , Phaseolus/parasitologia , Neonicotinoides/administração & dosagem , Neonicotinoides/análise
13.
Braz. J. Biol. ; 81(1): 154-163, Jan.-Feb. 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-30131

Resumo

Understanding the ecological and toxicological relationship between genetically modified cultivars (GM) and biological control agents is of great importance for discussions related to the compatability of GM cultivars and integrated management strategies for pest resistance. The present study evaluated the search behavior and predatory capacity of Orius insidiosus (Say) (Hemiptera: Anthocoridae) and Doru luteipes (Scudder) (Dermaptera: Forficulidae) on eggs and caterpillars of Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) resistant or not to the protein Cry1F expressed in Bt corn. To determine the search time, a stopwatch was run until the capture of the first prey, predation capacity was evaluated by counting the prey remaining after 24 hours of infestation. The injuries of S. frugiperda in genetically modified and conventional corn in the presence and absence of predators was also evaluated. The predators were not able to distinguish between resistant and susceptible prey (eggs or caterpillars), given the predatory behaviour observed. There was no difference in searching time or predatory capacity between the predators for eggs and caterpillars of either resistant or susceptible S. frugiperda. In the presence of predators, the injury scores for resistant S. frugiperda on the Bt corn plants were lower. It was concluded that O. insidiosus and D. luteipes did not notice the presence of the protein Cry1F in the prey S. frugiperda, which may facilitate the combined use of GM corn and biological control in integrated management programs and for management of pest resistance.(AU)


O entendimento de relações ecológicas e toxicológicas envolvendo culturas geneticamente modificadas (GM) e agentes de controle biológico é de grande importância para discussões relativas à compatibilidade de culturas GM com estratégias de manejo integrado e manejo de resistência de pragas. Este trabalho avaliou o comportamento de busca e a capacidade predatória de Orius insidiosus (Say) (Hemiptera: Anthocoridae) e Doru luteipes (Scudder) (Dermaptera: Forficulidae) sobre ovos e lagartas de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) resistente ou não à proteína Cry1F expressa em milho Bt. Para determinar o tempo de busca foi utilizado um cronômetro que foi disparado até a captura da primeira presa; a capacidade de predação foi avaliada através da contagem das presas remanescentes 24 h após infestação. Também foram avaliadas as injúrias de S. frugiperda em milho transgênico e milho convencional na presença ou ausência dos predadores. Os predadores não foram capazes de distinguir entre presas (ovos ou lagartas) resistentes e suscetíveis, considerando os comportamentos predatórios avaliados. Não houve diferença no tempo de busca e capacidade predatória sobre ovos e lagartas de S. frugiperda resistente ou suscetível entre os predadores. Na presença dos predadores, as notas de injúria de S. frugiperda resistente nas plantas de milho Bt foram menores. Conclui-se que O. insidiosus e D. luteipes não percebem a presença da proteína Cry1F na presa S. frugiperda, o que pode contribuir para o uso integrado de milho GM e controle biológico em programas de manejo integrado e manejo de resistência de pragas.(AU)


Assuntos
Controle Biológico de Vetores , Hemípteros , Spodoptera , Comportamento Predatório
14.
Arq. Inst. Biol ; 87: e0352019, 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1118058

Resumo

Spodoptera cosmioides Walker is a polyphagous insecticide-resistant species found in various regions of Brazil. Despite occurring at low densities, it is considered a potential pest of cotton, soybean, and bean crops in the Brazilian cerrado. This work investigated the comparative biology of S. cosmioides in the commercial transgenic cotton NuOPAL (Bollgard I, Evento 531) and the conventional isoline variety DeltaOPAL. The experiment was conducted under laboratory conditions (26 ± 1°C; relative humidity: 70 ± 10%; photoperiod: 12h), using newly-hatched and individualized larvae. We evaluated the duration and viability of immature stages, duration of the biological cycle, pupal weight, sex ratio, percentage of deformed adults and of adults trapped in the pupal case, adult longevity, fecundity, and egg viability. The biological parameters observed showed no significant differences between the two varieties studied, which enabled high consumption, high assimilation, high fecundity, and viability for S. cosmioides.(AU)


Spodoptera cosmioides Walker é uma espécie polífaga, resistente a inseticidas em várias regiões do país e, apesar de ocorrer em baixas densidades, é considerada uma praga potencial para as culturas de algodão, soja e feijão no cerrado. Neste trabalho, estudou-se a biologia comparada de S. cosmioides sobre o cultivar transgênico comercial de algodoeiro NuOPAL (Bollgard I, Evento 531) e sobre o cultivar isolinha convencional DeltaOPAL. O experimento foi desenvolvido em condições de laboratório (26 ± 1°C; UR: 70 ± 10%; fotofase: 12h) a partir de lagartas recém-eclodidas e individualizadas. Foram avaliados a duração e a viabilidade das fases imaturas, a duração do ciclo biológico, o peso de pupas, a razão sexual, a porcentagem de deformação de adultos e de adultos não liberados dos invólucros pupais, a longevidade de adultos, a fecundidade e viabilidade de ovos. Os parâmetros biológicos observados não diferiram significativamente em relação às duas cultivares, que proporcionaram alto consumo, alta assimilação, alta fecundidade e viabilidade à S. cosmioides.(AU)


Assuntos
Spodoptera/crescimento & desenvolvimento , Gossypium , Pupa , Pragas da Agricultura
15.
Arq. Inst. Biol. ; 87: e0352019, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-28534

Resumo

Spodoptera cosmioides Walker is a polyphagous insecticide-resistant species found in various regions of Brazil. Despite occurring at low densities, it is considered a potential pest of cotton, soybean, and bean crops in the Brazilian cerrado. This work investigated the comparative biology of S. cosmioides in the commercial transgenic cotton NuOPAL (Bollgard I, Evento 531) and the conventional isoline variety DeltaOPAL. The experiment was conducted under laboratory conditions (26 ± 1°C; relative humidity: 70 ± 10%; photoperiod: 12h), using newly-hatched and individualized larvae. We evaluated the duration and viability of immature stages, duration of the biological cycle, pupal weight, sex ratio, percentage of deformed adults and of adults trapped in the pupal case, adult longevity, fecundity, and egg viability. The biological parameters observed showed no significant differences between the two varieties studied, which enabled high consumption, high assimilation, high fecundity, and viability for S. cosmioides.(AU)


Spodoptera cosmioides Walker é uma espécie polífaga, resistente a inseticidas em várias regiões do país e, apesar de ocorrer em baixas densidades, é considerada uma praga potencial para as culturas de algodão, soja e feijão no cerrado. Neste trabalho, estudou-se a biologia comparada de S. cosmioides sobre o cultivar transgênico comercial de algodoeiro NuOPAL (Bollgard I, Evento 531) e sobre o cultivar isolinha convencional DeltaOPAL. O experimento foi desenvolvido em condições de laboratório (26 ± 1°C; UR: 70 ± 10%; fotofase: 12h) a partir de lagartas recém-eclodidas e individualizadas. Foram avaliados a duração e a viabilidade das fases imaturas, a duração do ciclo biológico, o peso de pupas, a razão sexual, a porcentagem de deformação de adultos e de adultos não liberados dos invólucros pupais, a longevidade de adultos, a fecundidade e viabilidade de ovos. Os parâmetros biológicos observados não diferiram significativamente em relação às duas cultivares, que proporcionaram alto consumo, alta assimilação, alta fecundidade e viabilidade à S. cosmioides.(AU)


Assuntos
Spodoptera/crescimento & desenvolvimento , Gossypium , Pupa , Pragas da Agricultura
16.
Arq. Inst. Biol ; 86: e1012017, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1025901

Resumo

This study was aimed at examining the composition of insects and fluctuations in their populations in Avena sativa in southern Mato Grosso do Sul. The study was carried out at the experimental farm of the Federal University of Grande Dourados (FAECA) in Dourados, Mato Grosso do Sul, in 2014 and 2015, in an area of three hectares divided into 80 plots of 169 m2 each. The assessments were carried out weekly by sampling the area within a 0.25-m2 metal frame, totaling ten evaluations. Within the frame, ten plants were examined for aphids and all plants were inspected for other insects. Based on the faunistic analysis (abundance, constancy, frequency, and dominance), eight species were observed during the two years of study. The most frequent, abundant, dominant, and recurring species were Rhopalosiphum padi, Spodoptera frugiperda and dipterans of the family Syrphidae (hoverfly). The population of R. padi increased until approximately the 40th day after emergence (DAE), when the highest abundance of hoverflies was also observed. After that, the population of R. padi decreased. The aphid R. padi was the main insect observed in A. sativa during the two years of study but were naturally controlled by hoverflies; therefore, chemical intervention was not needed.(AU)


O objetivo deste trabalho foi analisar a composição faunística de insetos e sua flutuação populacional em Avena sativa na região sul do Mato Grosso do Sul. O experimento foi conduzido na Fazenda Experimental da Universidade Federal de Grande Dourados (FAECA), em Dourados, Mato Grosso do Sul, em uma área de três hectares divididos em 80 lotes de 169 m2 cada, nos anos de 2014 e 2015. As avaliações foram realizadas semanalmente por amostragem da área em uma estrutura metálica de 0,25 m2, perfazendo um total de dez avaliações. Dentro da estrutura, dez plantas foram examinadas para pulgões e todas as plantas foram inspecionadas quanto a outros insetos. Baseado na análise faunística (abundância, constância, frequência e dominância), oito espécies foram observadas durante os dois anos de estudo. As espécies mais frequentes, abundantes, dominantes e constantes foram Rhopalosiphum padi, Spodoptera frugiperda e dípteros da família Syrphidae. A população de R. padi aumentou até aproximadamente o 40° dia após a emergência (DAE), momento esse em que também houve a maior presença de sirfídeos. A partir deste ponto, ocorreu a diminuição na população de R. padi. O pulgão R. padi foi o principal inseto observado em A. sativa durante os dois anos de estudo, mas paralelamente houve um bom controle natural por sirfídeos, sendo dispensável, portanto, a necessidade de intervenções químicas.(AU)


Assuntos
Afídeos , Avena , Spodoptera , Insetos
17.
Arq. Inst. Biol ; 86: e0992018, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1025909

Resumo

The resistance of plants to pests is a feature of great importance for agriculture, as it reduces costs with insecticides and promotes increased yield resulting in higher profits. This work aimed to evaluate the feeding preference of the Spodoptera frugiperda caterpillar by different sorghum genotypes. The experiment was carried out at the Entomology Laboratory of Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, at University Unit of Cassilândia, from March to June 2016. The experimental design was completely randomized with ten replicates. The treatments were composed by seven sorghum genotypes: Agromen 50A40, Agromen 50A50, DOW 1G100, DOW 1G220, DOW 1G233, XB 6022 and LG 6310. Evaluations were performed with 1st instar caterpillars. The number of caterpillars that settled in the genotypes at 5, 10, 15, 20, 25, 30, 60 minutes and 24 hours after the infestation was recorded. The feeding preference index and the fresh leaf mass consumed were estimated. The Agromen 50A40 genotype showed lower attractiveness rating for the S. frugiperda among all evaluated sorghum genotypes.(AU)


A resistência das plantas às pragas é uma característica de grande importância para a agricultura, pois reduz os custos com inseticidas e promove o aumento da produtividade, resultando em maiores lucros. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a preferência alimentar da lagarta Spodoptera frugiperda por diferentes genótipos de sorgo. O experimento foi conduzido no Laboratório de Entomologia da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, na Unidade Universitária de Cassilândia, no período de março a junho de 2016. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, com 10 repetições. Os tratamentos foram compostos por sete genótipos de sorgo: Agromen 50A40, Agromen 50A50, DOW 1G100, DOW 1G220, DOW 1G233, XB 6022 e LG 6310. As avaliações foram realizadas com lagartas de 1° instar. Anotou-se o número de lagartas que se estabeleceram nos genótipos aos 5, 10, 15, 20, 25, 30, 60 minutos e 24 horas após a infestação. Foi estimado o índice de preferência e a massa fresca de folha consumida. O genótipo Agromen 50A40 apresentou menor atratividade para a S. frugiperda dentre todos os genótipos de sorgo avaliados.(AU)


Assuntos
Spodoptera , Sorghum , Controle de Pragas , Genótipo
18.
Arq. Inst. Biol. ; 86: e0992018, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-29414

Resumo

The resistance of plants to pests is a feature of great importance for agriculture, as it reduces costs with insecticides and promotes increased yield resulting in higher profits. This work aimed to evaluate the feeding preference of the Spodoptera frugiperda caterpillar by different sorghum genotypes. The experiment was carried out at the Entomology Laboratory of Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, at University Unit of Cassilândia, from March to June 2016. The experimental design was completely randomized with ten replicates. The treatments were composed by seven sorghum genotypes: Agromen 50A40, Agromen 50A50, DOW 1G100, DOW 1G220, DOW 1G233, XB 6022 and LG 6310. Evaluations were performed with 1st instar caterpillars. The number of caterpillars that settled in the genotypes at 5, 10, 15, 20, 25, 30, 60 minutes and 24 hours after the infestation was recorded. The feeding preference index and the fresh leaf mass consumed were estimated. The Agromen 50A40 genotype showed lower attractiveness rating for the S. frugiperda among all evaluated sorghum genotypes.(AU)


A resistência das plantas às pragas é uma característica de grande importância para a agricultura, pois reduz os custos com inseticidas e promove o aumento da produtividade, resultando em maiores lucros. Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a preferência alimentar da lagarta Spodoptera frugiperda por diferentes genótipos de sorgo. O experimento foi conduzido no Laboratório de Entomologia da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, na Unidade Universitária de Cassilândia, no período de março a junho de 2016. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, com 10 repetições. Os tratamentos foram compostos por sete genótipos de sorgo: Agromen 50A40, Agromen 50A50, DOW 1G100, DOW 1G220, DOW 1G233, XB 6022 e LG 6310. As avaliações foram realizadas com lagartas de 1° instar. Anotou-se o número de lagartas que se estabeleceram nos genótipos aos 5, 10, 15, 20, 25, 30, 60 minutos e 24 horas após a infestação. Foi estimado o índice de preferência e a massa fresca de folha consumida. O genótipo Agromen 50A40 apresentou menor atratividade para a S. frugiperda dentre todos os genótipos de sorgo avaliados.(AU)


Assuntos
Spodoptera , Sorghum , Controle de Pragas , Genótipo
19.
Arq. Inst. Biol. ; 86: e1012017, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-29408

Resumo

This study was aimed at examining the composition of insects and fluctuations in their populations in Avena sativa in southern Mato Grosso do Sul. The study was carried out at the experimental farm of the Federal University of Grande Dourados (FAECA) in Dourados, Mato Grosso do Sul, in 2014 and 2015, in an area of three hectares divided into 80 plots of 169 m2 each. The assessments were carried out weekly by sampling the area within a 0.25-m2 metal frame, totaling ten evaluations. Within the frame, ten plants were examined for aphids and all plants were inspected for other insects. Based on the faunistic analysis (abundance, constancy, frequency, and dominance), eight species were observed during the two years of study. The most frequent, abundant, dominant, and recurring species were Rhopalosiphum padi, Spodoptera frugiperda and dipterans of the family Syrphidae (hoverfly). The population of R. padi increased until approximately the 40th day after emergence (DAE), when the highest abundance of hoverflies was also observed. After that, the population of R. padi decreased. The aphid R. padi was the main insect observed in A. sativa during the two years of study but were naturally controlled by hoverflies; therefore, chemical intervention was not needed.(AU)


O objetivo deste trabalho foi analisar a composição faunística de insetos e sua flutuação populacional em Avena sativa na região sul do Mato Grosso do Sul. O experimento foi conduzido na Fazenda Experimental da Universidade Federal de Grande Dourados (FAECA), em Dourados, Mato Grosso do Sul, em uma área de três hectares divididos em 80 lotes de 169 m2 cada, nos anos de 2014 e 2015. As avaliações foram realizadas semanalmente por amostragem da área em uma estrutura metálica de 0,25 m2, perfazendo um total de dez avaliações. Dentro da estrutura, dez plantas foram examinadas para pulgões e todas as plantas foram inspecionadas quanto a outros insetos. Baseado na análise faunística (abundância, constância, frequência e dominância), oito espécies foram observadas durante os dois anos de estudo. As espécies mais frequentes, abundantes, dominantes e constantes foram Rhopalosiphum padi, Spodoptera frugiperda e dípteros da família Syrphidae. A população de R. padi aumentou até aproximadamente o 40° dia após a emergência (DAE), momento esse em que também houve a maior presença de sirfídeos. A partir deste ponto, ocorreu a diminuição na população de R. padi. O pulgão R. padi foi o principal inseto observado em A. sativa durante os dois anos de estudo, mas paralelamente houve um bom controle natural por sirfídeos, sendo dispensável, portanto, a necessidade de intervenções químicas.(AU)


Assuntos
Afídeos , Avena , Spodoptera , Insetos
20.
Arq. Inst. Biol. ; 86: e1112018, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-17126

Resumo

Fall armyworm, Spodoptera frugiperda (Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) is one of the main pests in maize crop with developing resistance to chemical products and Bt technology. Therefore, alternative control methods such as essential oils are important steps in the implementation management strategies for this pest. This study aimed to evaluate the efficiency of essential oils (EOs) of Corymbia citriodora, Myrciaria dubia (Myrtaceae), Lippia microphylla (Verbenaceae) and Piper umbelattum (Piperaceae) in controlling S. frugiperda. The OEs were extracted and mortality tests were conducted with topic and volatile applications, in 30 second-instar caterpillars originated from insect rearing and artificial diet. As a control, we conducted tests with distilled water and acetone. EOs that provided mortality rates above 80% were submitted to chemical analysis for constituent identification. The efficient EOs were only those of C. citriodora and L. microphylla. For EO of C. citriodora, the LD80 was 7.06 ± 0.73 mg.g(-1) in topical application and 5.85 ± 0.75 µL via volatile application. On the other hand, for EO of L. microphylla, DL80 was 9.95 ± 1.25 mg.g(-1) in topical application and 18.56 ± 3.55 µL via volatile application. Chemical analysis showed that the main constituents were citronella for the EO of C. citriodora and (E)-caryophyllene and (E)-nerolidol to the EO of L. microphylla. EOs of C. citriodora and L. microphylla are promising for controlling S. frugiperda, with emphasis on the volatile effect of C. citriodora oil.(AU)


A lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (Lepdoptera: Noctuidae), é uma das principais pragas na cultura do milho e nos últimos anos vem desenvolvendo resistência a produtos químicos e à tecnologia Bt. Métodos alternativos de controle, como o emprego de óleos essenciais, são um passo importante na implementação de estratégias de manejo para essa praga. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência dos óleos essenciais de Corymbia citriodora, Myrciaria dubia (Myrtaceae), Lippia microphylla (Verbenaceae) e Piper umbelattum (Piperaceae) no controle de S. frugiperda. Os óleos essenciais foram extraídos e testes de mortalidade com aplicação tópica e de voláteis foram conduzidos com 30 lagartas de segundo instar provenientes de criação massal e em dieta artificial. Como testemunha, foram conduzidos testes com água destilada e acetona. Os óleos essenciais que proporcionaram taxas de mortalidade acima de 80% foram submetidos à análise química para identificação de seus constituintes. Entre os óleos essenciais, mostraram-se eficientes apenas os de C. citriodora e L. microphylla. Para o óleo essencial de C. citriodora, a DL80 foi de 7,06 ± 0,73 mg.g(-1) em aplicação tópica e 5,85 ± 0,75 µL via aplicação do volátil. Já para o óleo essencial de L. microphylla, a DL80 foi de 9,95 ± 1,25 mg.g(-1) em aplicação tópica e 18,56 ± 3,55 µL via aplicação do volátil. A análise química demonstrou que os principais constituintes foram citronelal para o óleo essencial de C. citriodora, e (E)-cariofileno e (E)-nerolidol para o de L. microphylla. Os óleos essenciais de C. citriodora e L. microphylla são promissores para o controle de S. frugiperda, com destaque para o efeito volátil do óleo de C. citriodora.(AU)


Assuntos
Óleos Voláteis , Spodoptera/parasitologia , Zea mays , Resistência a Inseticidas , Controle de Pragas , Lippia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA