Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 97
Filtrar
1.
Braz. j. biol ; 83: e267369, 2023. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1417321

Resumo

Toxoplasma gondii is an intracellular zoonotic protozoan parasite usually infects human and animal worldwide. This study aimed to analyze the sero-prevalence of T. gondii in blood of lactating animals and human living in close proximity and also to detect Toxoplasma DNA in unpasteurized milk of the studied animals. A total of 233 blood and milk samples were collected from lactating animals, and 735 blood samples were taken from humans in District Upper Dir, Khyber Pakhtunkhwa, Pakistan. The blood samples were analyzed through ELISA while the milk samples were analyzed by PCR for the presence of T. gondii DNA. A standard questionnaire was introduced to collect the data from the participants. In animals, the reported sero-prevalence was 32.18% for IgM, 17.16% for IgG, and 6.4% for both IgM and IgG. The reported positivity for T. gondii DNA in milk was 14.44%, 34.8%, 20%, and 26% in sheep, goats, cows, and buffaloes, respectively. In the human blood samples, 9.8% were found positive for IgM and 11.2% for IgG while none of the samples was found positive for both IgM and IgG. Overall sero-prevalence reported in females was significantly higher than the male (p< 0.0001) were the significant risk factors associated with T. gondii infections in animals. In conclusion, T. gondii infection is prevalent in lactating animals and humans using their raw milk in the study area. It is suggested that raw milk should be considered as a vehicle for the transmission of T. gondii to humans. Proper pasteurization of milk is very useful in limiting the transmission of infection. Awareness and control programs should be implemented to prevent the infection.


Toxoplasma gondii é um protozoário parasita intracelular zoonótico que geralmente infecta humanos e animais em todo o mundo. Este estudo teve como objetivo analisar a soroprevalência de T. gondii no sangue de animais lactantes e humanos que vivem em proximidade, além de detectar o DNA de Toxoplasma no leite não pasteurizado dos indivíduos estudados. Um total de 233 amostras de sangue e leite foram coletadas de animais lactantes e 735 amostras de sangue foram coletadas de humanos no Distrito Upper Dir Khyber Pakhtunkhwa, no Paquistão. As amostras de sangue foram analisadas pelo método ELISA enquanto as amostras de leite foram analisadas por PCR para a presença de DNA de T. gondii. Um questionário padrão foi introduzido para coletar os dados dos participantes. Em animais, a soroprevalência relatada foi de 32,18% para IgM, 17,16% para IgG e 6,4% para IgM e IgG. A positividade relatada para DNA de T. gondii encontrada no leite foi de 14,44%, 34,8%, 20% e 26% em ovelhas, cabras, vacas e búfalas, respectivamente. Nas amostras de sangue humano, 9,8% foram consideradas positivas para IgM e 11,2% para IgG, enquanto nenhuma das amostras foi considerada positiva para IgM e IgG. A soroprevalência geral relatada em mulheres foi significativamente maior do que em homens (p < 0,05). Neste estudo, contato com gatos (p < 0,0001), hábitos alimentares (p < 0,0001), fonte de água para beber (p < 0,0001) e más condições de higiene (p < 0,0001) foram os fatores de risco significativos associados a infecções por T. gondii em animais. Em conclusão, a infecção por T. gondii é prevalecente em animais lactantes e humanos que utilizam leite cru, isto é, não-pasteurizado, na área de estudo. Sugere-se que o leite não-pasteurizado seja considerado um veículo de transmissão do T. gondii para humanos. A pasteurização adequada do leite é muito útil para limitar a transmissão de infecções. Programas de conscientização e controle devem ser implementados para prevenir a infecção.


Assuntos
Humanos , Animais , Feminino , Bovinos , Toxoplasma/isolamento & purificação , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Leite/microbiologia , Alimentos Crus/microbiologia , Paquistão/epidemiologia , Búfalos/microbiologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/veterinária , Cabras/microbiologia , Ovinos/microbiologia , Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
2.
Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online) ; 59: e189444, fev. 2022. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1363181

Resumo

Felines play a leading role in the epidemiology of Toxoplasma gondii infection, but there is scarce information about the epidemiology of Neospora caninum, particularly in feline immunodeficiency virus (FIV)-infected cats. Cats seropositive to T. gondii do not usually show symptoms unless they are immunosuppressed, such as FIV-infected cats. The same relationship remains poorly known for N. caninum, although it has been associated with neurological disorders in HIV-infected people. Since FIV-infected cats are prone to develop encephalitis of unknown etiology, this study aimed to evaluate the presence of specific antibodies to T. gondii and N. caninum in a shelter for stray cats naturally infected with FIV. A total of 104 serum samples from cats living in a shelter, located in São Paulo city (Brazil), was assessed for T. gondii and N. caninum specific antibody by indirect fluorescent-antibody test (IFAT). Of the 104 cats, 25 (24%) were infected with FIV and, aside from these, 8 (32%) had antibodies against T. gondii (titers from 16 to 128). Only 1 (4%) of the FIV-infected cats had antibodies against N. caninum, which was the first record of coinfection. Among the FIV-naïve cats, 11 (14%) were positive for T. gondii(titers from 16 to 256) and only 1 (1.2%) had antibodies against N. caninum. Serologically positive reactions to T. gondii and N. caninum were not correlated with age or sex (p>0.05), and there was no correlation between FIV and the occurrence of anti-T. gondii or anti-N. caninum antibodies (p>0.05). Further studies encompassing larger cat populations from different origins and locations are essential to clarify the prevalence of T. gondii and N. caninum antibodies in FIV-positive cats.(AU)


Os felinos têm um papel importante na epidemiologia da infecção por Toxoplasma gondii, mas pouco se sabe sobre a epidemiologia da infecção por Neospora caninum em gatos, particularmente em gatos infectados com o vírus da imunodeficiência felina (FIV). Gatos soropositivos para Toxoplasma gondii geralmente não apresentam sintomas a não ser que estejam imunossuprimidos, como gatos infectados com FIV. A mesma relação ainda é pouco conhecida para N. caninum, embora tenha sido associada a distúrbios neurológicos em pessoas infectadas pelo HIV. Considerando que gatos infectados com FIV são propensos a desenvolver encefalite de etiologia desconhecida, o presente estudo teve como objetivo avaliar a presença de anticorpos específicos para T. gondii e N. caninum em gatos infectados com FIV. Um total de 104 amostras de soro de gatos residentes em um abrigo na cidade de São Paulo, Brasil, foram avaliadas para a presença de anticorpos contra T. gondii e N. caninum pelo teste de imunofluorescência indireta (RIFI). Dos 104 gatos, 25 (24%) estavam infectados com FIV e destes 8, (32%) tinham anticorpos contra T. gondii (titulação entre 16 e 128). Apenas 1 (4%) dos gatos infectados com FIV apresentava anticorpos contra N. caninum, sendo este o primeiro registro dessa coinfecção. Entre os gatos não infectados com FIV, 11 (14%) foram positivos para T. gondii (titulação entre 16 e 256) e apenas 1 (1,2%) tinha anticorpos contra N. caninum. A reação sorologicamente positiva para T. gondii e N. caninum não foi correlacionada com a idade ou sexo (p> 0,05), nem houve correlação entre FIV e ocorrência de anticorpos para T. gondii ou N. caninum(p> 0,05). Estudos subsequentes abrangendo populações maiores de gatos de diferentes origens e locais são essenciais para esclarecer a prevalência de anticorpos contra T. gondii e N. caninum em animais acometidos por FIV.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Gatos , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida Felina/imunologia , Vírus da Imunodeficiência Felina/imunologia , Neospora/imunologia , Brasil/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Coinfecção
3.
Rev. bras. parasitol. vet ; 31(4): e011622, 2022. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1407723

Resumo

Toxoplasma gondii infections are usually asymptomatic in pigs, and an acute clinical disease is rare in this host. This study aimed to determine the pathological and molecular aspects of an outbreak of fatal systemic toxoplasmosis in finishing pigs in Brazil. The outbreak occurred on a commercial finishing pig farm in the state of Santa Catarina in southern Brazil. The farm had 1500 pigs and 3.8% of mortality rate during the outbreak. The pigs had fever, anorexia, apathy, and locomotor deficits. Seven pigs were necropsied. Gross findings included multifocal to coalescent pale areas in skeletal muscles, lymphadenomegaly, hepatosplenomegaly, and non-colapsed lungs. The histological findings included granulomatous lymphadenitis, hepatitis and splenitis, necrotizing myositis, and lymphoplasmacytic interstitial pneumonia. Lung and liver lesions were occasionally accompanied by T. gondii parasitic structures. Positive immunolabeling for T. gondii tachyzoites and encysted bradyzoites was detected in all examined pigs. PCR-RFLP (11 markers) and microsatellite analysis (15 markers) identified the non-archetypal genotype #278 in pigs. This is the first report of systemic toxoplasmosis in pigs with muscle lesions and additionally shows the diversity of disease-causing T. gondii genotypes circulating in animals in Brazil.(AU)


As infecções por Toxoplasma gondii são geralmente assintomáticas em suínos, e uma doença clínica aguda é rara nessa espécie. Este estudo teve como objetivo determinar os aspectos patológicos e moleculares de um surto de toxoplasmose sistêmica fatal em suínos em terminação no Brasil. O surto ocorreu em uma granja comercial de suínos em terminação no estado de Santa Catarina, no sul do Brasil. A granja tinha 1500 suínos e a taxa de mortalidade durante o surto foi de 3,8%. Os suínos apresentaram febre, anorexia, apatia e déficits locomotores. Sete suínos foram necropsiados. Os achados macroscópicos incluíram áreas pálidas multifocais a coalescentes nos músculos esqueléticos, linfadenomegalia, hepatoesplenomegalia e pulmões não colapsados. Os achados histológicos incluíram linfadenite, hepatite, esplenite granulomatosa e miosite necrosante, assim como pneumonia intersticial linfoplasmocítica. Lesões pulmonares e hepáticas foram ocasionalmente acompanhadas por estruturas parasitárias de T. gondii. A imunomarcação positiva para taquizoítos e bradizoítos encistados de T. gondii foi observada em todos os suínos examinados. PCR-RFLP (11 marcadores) e análise de microssatélites (15 marcadores) identificaram o genótipo não arquetípico #278 em suínos. Este é o primeiro relato de toxoplasmose sistêmica em suínos com lesões musculares e, adicionalmente, demonstra a diversidade de genótipos de T. gondii causadores de doenças circulantes em animais no Brasil.(AU)


Assuntos
Animais , Doenças dos Suínos/epidemiologia , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Processos Patológicos/diagnóstico , Suínos/microbiologia , Toxoplasma/genética , Brasil , Repetições de Microssatélites
4.
Rev. bras. parasitol. vet ; 31(3): e009322, 2022. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1394894

Resumo

Abstract The seroprevalence of Sarcocystis spp. and Toxoplasma gondii was researched in swine raised in Santa Maria, RS, Brazil. Serum samples from 84 pigs from 31 farms were tested using indirect immunofluorescence assay (IFA) for both agents. Additionally, 53 samples of pork sausages and tissues destined for human consumption, including: salami, sausage, black pudding, heart, tongue, brain, and rib muscle, were submitted to PCR to detect DNA for each agent. The frequency of anti-Sarcocystis spp. antibodies was 36.9% (31/84), with titers ranging from 32 to 1024, and 25% (21/84) for anti-T. gondii antibodies, with titers ranging from 64 to 2048. Sarcocystis spp. and T. gondii DNA were detected in 67.9% (36/53) and 13.2% (7/53) of samples, respectively. The presence of antibodies and the detection of DNA from Sarcocystis spp., and T. gondii suggests that the pigs were infected and may serve as an important reservoir for both parasites. The infection by these protozoa in the swine population is relevant to public health due to their zoonotic potential.


Resumo A soroprevalência de Sarcocystis spp. e Toxoplasma gondii foi pesquisada em suínos criados em Santa Maria, RS, Brasil. Amostras de soro de 84 suínos de 31 fazendas foram testadas pela reação deimunofluorescência indireta (IFA) para ambos os agentes. Adicionalmente, 53 amostras de embutidos suínos e tecidos cárneos destinados ao consumo humano, incluindo: salame, linguiça, morcela, coração, língua, cérebro e músculo da costela foram submetidas à PCR para detecção de DNA para cada agente. A frequência de anticorpos anti-Sarcocystis spp. foi de 36,9% (31/84), com títulos variando de 32 a 1.024; e 25% (21/84) para anticorpos anti-T. gondii, com títulos variando de 64 a 2048. A presença de DNA de Sarcocystis spp. e T. gondii foi detectada em 67,9% (36/53) e 13,2% (7/53) das amostras avaliadas, respectivamente. A detecção de anticorpos e DNA de Sarcocystis spp. e T. gondii sugere que os suínos foram infectados e podem servir como um importante reservatório de ambos os parasitas. A circulação desses agentes na população suína é relevante para a saúde pública devido ao seu potencial zoonótico.


Assuntos
Humanos , Animais , Doenças dos Suínos/diagnóstico , Doenças dos Suínos/parasitologia , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Sarcocistose/diagnóstico , Sarcocistose/veterinária , Suínos/parasitologia , Doenças dos Suínos/epidemiologia , Toxoplasma/genética , Toxoplasma/imunologia , Anticorpos Antiprotozoários/análise , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Prevalência , DNA de Protozoário/imunologia , Sarcocystis/genética , Sarcocystis/imunologia , Sarcocistose/epidemiologia , Carne de Porco/parasitologia
5.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 73(2): 529-533, Mar.-Apr. 2021. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1248949

Resumo

O presente estudo foi realizado para determinar a prevalência geral de toxoplasmose em pavões de plumagem diferente e seu efeito nas enzimas de teste da função hepática dos hospedeiros. Um total de cem pavões de plumas diferenciais, como ombro preto (n = 52), azul (n = 28), branco (n = 10) e arlequim (n = 10) foram estudados no zoológico de Bahawalpur, no Paquistão, usando o Latex Agglutination Test (LAT) e ensaio imunossorvente ligado a enzima (ELISA). A prevalência geral por LAT e ELISA foi de 37% e 30%, respectivamente. Por LAT, observou-se uma prevalência não significativamente maior (P≥0,05) em gênero (37,77%) nos machos do que nas fêmeas (36,36%), enquanto os adultos apresentaram uma prevalência maior (37,97%) em relação aos jovens (33,33%). De acordo com o ELISA, uma prevalência significativamente (P <0,05) maior (35,55%) foi observada nos machos do que nas fêmeas (25,45%) e significativamente (P <0,05) maior prevalência (31,64%) foi registrada nos adultos do que nos jovens (23,80%). A análise do perfil bioquímico sérico mostrou que o nível de bilirrubina não teve elevação significativa nos hospedeiros infectados, em comparação aos não infectados, enquanto a concentração de albumina, alanina aminotransferase (ALT), aspartato aminotransferase (AST), fosfatase alcalina (ALP) foi significativamente (P <0,05) diferente nos hospedeiros infectados. Conclui-se que a toxoplasmose afeta as enzimas do teste da função hepática. Essa é uma pesquisa preliminar e requer mais pesquisas em todo o país, com populações e amostras maiores.(AU)


Assuntos
Animais , Toxoplasma/isolamento & purificação , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Galliformes/microbiologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/veterinária , Testes de Fixação do Látex/veterinária , Testes de Função Hepática/veterinária
6.
Vet. zootec ; 28: 1-7, 13 jan. 2021. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1503643

Resumo

Neosporose e toxoplasmose são doenças de importância na esfera reprodutiva e em saúde pública. Dados de soroprevalência destes protozoários em regiões de importante cadeia produtiva de bovinos no Brasil, como a região Sul, são necessários para compreender a extensão dos problemas causados por estas enfermidades, bem como melhorar o emprego de medidas profiláticas e de controle. Os resultados do levantamento sorológico realizado por este estudo, pela reação de Imunofluorescência Indireta (IFI) para detecção de anticorpos anti-T. gondii e anti-N. caninum, apontaram animais positivos para infecção por T. gondii (7,2%) e N. caninum (7,6%), abaixo das citadas na literatura no Estado do Rio Grande do Sul, que parece apresentar prevalências menores quando comparado com outras regiões do Brasil, caracterizando uma disseminação moderada destes Patógenos.


Neosporosis and toxoplasmosiss are diseases of importance in the reproductive sphere and public health. Seroprevalence data for these protozoa in regions with major bovine productive chains in Brazil, such as the South, are necessary to understand the extent of the problems caused by these diseases, as well as to improve the use of prophylactic and control measures. The results of the serological survey carried out by this study, using the Indirect Immunofluorescence (IFI) reaction to detect antibodies against T. gondii and anti-N. caninum, showed positive animals for infection by T. gondii (7.2%) and N. caninum (7,6%), below those mentioned in the literature in the State of Rio Grande do Sul, which seems to have lower prevalences when compared to other regions of Brazil, characterizing moderate dissemination of these pathogens.


La neosporosis y la toxoplasmosis son enfermedades de importancia en el ámbito reproductivo y en la salud pública. Los datos de seroprevalencia de estos protozoos en regiones con una importante cadena productiva bovina en Brasil, como el Sur, son necesarios para comprender la magnitud de los problemas causados por estas enfermedades, así como para mejorar el uso de medidas profilácticas y de control. Los resultados de la encuesta serológica realizada por este estudio, utilizando la reacción de inmunofluorescencia indirecta (IFI) para detectar anticuerpos contra T. gondii y anti-N. caninum, mostraron animales positivos para infección por T. gondii (7,2%) y N. caninum (7,6%), por debajo de los mencionados en la literatura en el estado de Rio Grande do Sul, que parece tener prevalencias menores en comparación con otras regiones de Brasil, caracterizando una diseminación moderada de estos agentes.


Assuntos
Animais , Bovinos , Coccidiose/epidemiologia , Imunoglobulinas/isolamento & purificação , Neospora/isolamento & purificação , Toxoplasma/isolamento & purificação , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Brasil , Estudos Soroepidemiológicos , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
7.
Rev. bras. parasitol. vet ; 30(2): e001921, 2021. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1288690

Resumo

Abstract Toxoplasma gondii is a zoonotic parasite of worldwide distribution that can infect several species of homeothermic animals. Few studies have evaluated the exposure of captive wild animals to T. gondii. This study involved a serological survey of anti-T. gondii antibodies in mammals kept in Cuba's National Zoo (PZN) and in the Rio de Janeiro Zoo (RIOZOO) in Brazil. The study consisted of a total of 231 serum samples from mammals, 108 from PZN and 123 from RIOZOO. All the samples were subjected to IgG anti-T. gondii testing by means of the inhibition ELISA method and the modified agglutination test, respectively. T. gondii antibodies were detected in 85.2% samples from PZN and 32.5% samples from RIOZOO. At the PZN, Perissodactyla (92.3%) was the order with the highest serological prevalence rate, whereas at the RIOZOO, the order Primates (46.7%) stood out (p<0.05). In addition to this association, the origin of the PZN animals was also associated with T. gondii infection. This finding demonstrates the need for constant veterinary monitoring of captive wild mammals in order to link the serological diagnosis with clinical alterations indicative of toxoplasmosis.


Resumo Toxoplasma gondii é um parasito zoonótico de distribuição mundial que pode infectar várias espécies de animais homeotérmicos. Poucos estudos avaliaram a exposição de animais silvestres em cativeiro ao T. gondii. Este estudo envolveu uma pesquisa sorológica de anticorpos anti-T. gondii em mamíferos mantidos no Zoológico Nacional de Cuba (PZN) e no Zoológico do Rio de Janeiro (RIOZOO) no Brasil. O estudo consistiu em um total de 231 amostras de soro de mamíferos, sendo 108 do PZN e 123 do RIOZOO. Todas as amostras foram submetidas à pesquisa de IgG anti-T. gondii pelos métodos de ELISA de inibição (PZN) e teste de aglutinação modificado (RIOZOO). Anticorpos de T. gondii foram detectados em 85,2% das amostras do PZN e 32,5% das amostras do RIOZOO. No PZN, Perissodactyla (92,3%) foi a ordem com maior taxa de prevalência sorológica, enquanto no RIOZOO a ordem Primatas (46,7%) se destacou (p <0,05). Além dessa associação, a origem dos animais PZN também foi associada à infecção por T. gondii. Esse achado demonstra a necessidade de monitoramento veterinário constante de mamíferos silvestres em cativeiro, a fim de vincular o diagnóstico sorológico a alterações clínicas indicativas de toxoplasmose.


Assuntos
Animais , Toxoplasma , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Brasil/epidemiologia , Anticorpos Antiprotozoários , Estudos Soroepidemiológicos , Fatores de Risco , Cuba/epidemiologia , Animais de Zoológico , Mamíferos
8.
Rev. bras. parasitol. vet ; 30(4): e008721, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1351875

Resumo

Abstract A serological, molecular and histopathological study was carried out in order to investigate occurrences of Toxoplasma gondii in pigs slaughtered with and without inspection service. Serum samples were collected from 60 pigs to detect anti-T. gondii antibody by indirect fluorescent antibody (IFAT). Tongue, masseter and diaphragm fragments were also collected for parasite DNA detection by means of the polymerase chain reaction (PCR) and histopathological analysis. The serological results showed that 77% (44/60) of the pigs were positive. Regarding PCR, 66.67% (40/60) were positive for T. gondii. Among the tissues evaluated, the diaphragm was the one with the highest frequency of positivity (40%; 24/60), followed by the masseter (38.33%; 23/60) and tongue (33.3%; 20/60). Histopathological changes were only observed in the diaphragm, which presented inflammatory infiltrates of lymphohistiocytic and neutrophilic types. These results not only show the potential threat of T. gondii to human health, but also demonstrate the dynamic epidemiological situation of toxoplasmosis in pigs in the city of São Luís, providing support for food security regarding pigs and for T. gondii control programs in Brazil.


Resumo Realizou-se um estudo sorológico, molecular e histopatológico com o objetivo de verificar a ocorrência de Toxoplasma gondii em suínos abatidos com e sem serviço de inspeção. Foram coletados soros de 60 suínos para a pesquisa de anticorpos anti-T. gondii pela reação de imunofluorescência indireta (RIFI). Também foram coletados fragmentos de língua, masseter e diafragma para a detecção do DNA do parasito por meio da reação em cadeia da polimerase (PCR) e análise histopatológica. A análise sorológica demonstrou que 77% (44/60) dos suínos apresentaram anticorpos anti-T. gondii. Com relação ao PCR, 66,67% (40/60) foram positivos para T. gondii. Dentre os tecidos avaliados, o diafragma foi o que obteve maior frequência de positividade (40%; 24/60), seguidos de masseter (38,33%; 23/60) e língua (33,3%; 20/60). Alterações histopatológicas foram observadas apenas no diafragma, que apresentou infiltrado inflamatório do tipo linfohistiocitário e neutrofílico. Esses resultados não evidenciam apenas a ameaça potencial de T. gondii à saúde humana, mas também demonstram a dinâmica situação epidemiológica da toxoplasmose em suínos na região da cidade de São Luís, fornecendo suporte para a segurança alimentar de suínos e programas de controle de T. gondii no país.


Assuntos
Animais , Doenças dos Suínos/diagnóstico , Doenças dos Suínos/epidemiologia , Toxoplasma , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Suínos , Brasil/epidemiologia , Anticorpos Antiprotozoários , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
9.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 30(1): e018720, 2021. tab, mapas
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-17347

Resumo

Little is known about Toxoplasma gondii infection among cattle living in the Cerrado (Brazilian savanna) biome in Brazil. In particular, there is no epidemiological data relating to infection in quilombo lands, i.e. areas settled by Afro-descendants of escaped slaves. The aim of this study was to determine the prevalence, spatial distribution and risk factors associated with T. gondii infection among cattle in the Kalunga quilombo, in the Cerrado biome. Blood samples were collected from 1533 cattle for antibody detection using the indirect fluorescence antibody test (IFAT). The study area was subdivided into five macroregions to determine the spatial distribution of infection. An objective questionnaire was applied to the cattle owners to evaluate risk factors, which were analyzed using univariate analysis and logistic regression. The prevalence of T. gondii infection among cattle was 8.93% (137/1533), and antibodies were found in 49.6% of the herds (66/133), in all macroregions. The risk factors associated with T. gondii infection in cattle were the following: number of animals in the herd (OR: 30.56), purchase of cattle (OR: 2.57), age group (OR: 1.95) and average annual temperature (OR: 1.77). Thus, the occurrence rate, spatial distribution and risk factors associated with T. gondii infection among cattle in the Kalunga quilombola community are documented here, for the first time.(AU)


A ocorrência de anticorpos anti-T. gondii em bovinos, no bioma cerrado brasileiro, é pouco conhecida. Particularmente, não existem dados epidemiológicos relativos à infecção em terras quilombolas, áreas formadas por descendentes de escravos africanos refugiados. O estudo objetivou determinar a prevalência, a distribuição espacial e os fatores de risco associados à infecção por T. gondii em bovinos, na comunidade remanescente de quilombos Kalunga, no bioma cerrado. Amostras de sangue foram coletadas de 1.533 bovinos para detecção de anticorpos pela reação de imunofluorescência indireta (RIFI). A área em estudo foi dividida em cinco macrorregiões para determinação da distribuição espacial da infecção. Um questionário objetivo foi aplicado aos proprietários dos bovinos para a avaliação dos fatores de risco, os quais foram analisados por meio de análise univariada e regressão logística. Verificou-se ocorrência de anticorpos anti-T. gondii em 8,93% (137/1533) dos bovinos, com anticorpos detectados em 49,6% (66/133) dos rebanhos de todas as macrorregiões. Os fatores de risco associados à infecção foram: número de animais no rebanho (OR: 30,56), compra de bovinos (OR: 2,57), faixa etária dos animais (OR: 1,95) e temperatura anual média (OR: 1,77). Assim, documentam-se, de forma inédita, a ocorrência, a distribuição espacial e os fatores de risco associados à infecção por T. gondii em bovinos na comunidade quilombola Kalunga.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Bovinos/parasitologia , Estudos Soroepidemiológicos , Fatores de Risco , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Características de Residência
10.
Vet. Zoot. ; 28: 1-7, 11 mar. 2021. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-33178

Resumo

Neosporose e toxoplasmose são doenças de importância na esfera reprodutiva e em saúde pública. Dados de soroprevalência destes protozoários em regiões de importante cadeia produtiva de bovinos no Brasil, como a região Sul, são necessários para compreender a extensão dos problemas causados por estas enfermidades, bem como melhorar o emprego de medidas profiláticas e de controle. Os resultados do levantamento sorológico realizado por este estudo, pela reação de Imunofluorescência Indireta (IFI) para detecção de anticorpos anti-T. gondii e anti-N. caninum, apontaram animais positivos para infecção por T. gondii (7,2%) e N. caninum (7,6%), abaixo das citadas na literatura no Estado do Rio Grande do Sul, que parece apresentar prevalências menores quando comparado com outras regiões do Brasil, caracterizando uma disseminação moderada destes Patógenos.(AU)


Neosporosis and toxoplasmosiss are diseases of importance in the reproductive sphere and public health. Seroprevalence data for these protozoa in regions with major bovine productive chains in Brazil, such as the South, are necessary to understand the extent of the problems caused by these diseases, as well as to improve the use of prophylactic and control measures. The results of the serological survey carried out by this study, using the Indirect Immunofluorescence (IFI) reaction to detect antibodies against T. gondii and anti-N. caninum, showed positive animals for infection by T. gondii (7.2%) and N. caninum (7,6%), below those mentioned in the literature in the State of Rio Grande do Sul, which seems to have lower prevalences when compared to other regions of Brazil, characterizing moderate dissemination of these pathogens.(AU)


La neosporosis y la toxoplasmosis son enfermedades de importancia en el ámbito reproductivo y en la salud pública. Los datos de seroprevalencia de estos protozoos en regiones con una importante cadena productiva bovina en Brasil, como el Sur, son necesarios para comprender la magnitud de los problemas causados por estas enfermedades, así como para mejorar el uso de medidas profilácticas y de control. Los resultados de la encuesta serológica realizada por este estudio, utilizando la reacción de inmunofluorescencia indirecta (IFI) para detectar anticuerpos contra T. gondii y anti-N. caninum, mostraron animales positivos para infección por T. gondii (7,2%) y N. caninum (7,6%), por debajo de los mencionados en la literatura en el estado de Rio Grande do Sul, que parece tener prevalencias menores en comparación con otras regiones de Brasil, caracterizando una diseminación moderada de estos agentes.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Imunoglobulinas/isolamento & purificação , Toxoplasma/isolamento & purificação , Neospora/isolamento & purificação , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Coccidiose/epidemiologia , Brasil , Estudos Soroepidemiológicos , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo/veterinária
11.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(1): 277-280, Jan.-Feb. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1088939

Resumo

O objetivo do presente estudo foi investigar a soroprevalência de infecção com Toxoplasma gondii (T. gondii) em cabras em cinco províncias do noroeste da China. Soroprevalência foi determinado usando o kit de teste de ensaio de imunoabsorção enzimática (ELISA). A soroprevalência geral foi 21.23% (197/928). Análise estatística revlou que diferenças significativas foram observadas em fêmeas (P= 0.048, OR= 0.567, 95% CI= 0.309 a 1.041) e nos grupos ≥ 2 (P= 0.002, OR= 0.330, 95% CI= 0.224 a 0.488). Nenhuma diferença estatisticamente significativa foi observada entre diferentes províncias. Nossos resultados indicam que a infecção com T. gondii, que pode ter implicações importantes sobre a saúde pública, teve diferenças significativas em sexo e idade, mas nenhuma significância foi observada em diferentes regiões. Além disto, nossos resultados também indicam que infecção por T. gondii em cabras é generalizada nas cinco províncias do noroeste.(AU)


Assuntos
Animais , Toxoplasma/isolamento & purificação , Cabras/microbiologia , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/veterinária , China
12.
Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online) ; 57(2): e164867, mai. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1122178

Resumo

The objective of this study was to detect the presence of anti-Toxoplasma gondii antibodies in serum samples from 100 house sparrows (Passer domesticus Linnaeus, 1758) that were caught in the municipality of Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil. The modified agglutination test (MAT) was used to investigate anti-T. gondii antibodies and samples with a cut-off dilution > 5 were considered positive. Among the 100 serum samples analyzed, 80 (80%) were reactive. These results demonstrate that P. domesticus may play an important role in the epidemiological chain of T. gondii, since it is widely distributed throughout Brazil, and may act as a source of infection to domestic and wild felids.(AU)


O objetivo deste estudo foi detectar a presença de anticorpos anti-Toxoplasma gondii em amostras de soro de 100 pardais (Passer domesticus Linnaeus, 1758) capturados na área urbana do município de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Para a pesquisa de anticorpos anti-T. gondii foi utilizado o teste de aglutinação modificado (MAT) e foram consideradas positivas as amostras que apresentaram título > 5. Das 100 amostras de soro analisadas, 80 (80%) foram reagentes. Esses resultados demonstram que P. domesticus, por ser amplamente distribuído em todo país, pode desempenhar um papel importante na cadeia epidemiológica de T. gondii, podendo atuar como fonte de infecção para felinos domésticos e silvestres.(AU)


Assuntos
Animais , Toxoplasma/isolamento & purificação , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Pardais/virologia , Soros Imunes , Brasil , Área Urbana , Passeriformes/virologia , Saúde Pública Veterinária
13.
Pesqui. vet. bras ; 40(5): 374-380, May 2020. tab, map
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1135635

Resumo

The objective was to determine, through indirect immunofluorescence reaction (RIFI, 1:64), the occurrence of IgG antibodies to Toxoplasma gondii and the risk factors associated with infection in goats in the state of Sergipe. To this study were used 675 samples of blood of animals from 41 farms of the three state mesoregions from 2013 to 2014. The occurrence of seropositive goats was 30.07%, with 90.24% of farms with seropositive animals. The distribution of titers obtained was 37.93%, 11.82%, 17.24%, 18.22%, and 17.77% for 64, 128, 512 and 1024 respectively. The risk factors observed were farms that did not have facilities (p=0.000, OR=2.30, CI 95%=1.41-3.74), with flooded soils (p=0.011, OR=2.94, CI 95%=1.27-6.79), which provided feed on the ground (p=0.032, OR=1.69, CI 95%=1.04-2.74), in uncovered cages (p=0.032, OR=1.69, CI 95%=1.04-2.74), pasture-based feed (p=0.003, OR=3.52, CI 95%=1.53-8.09), with access from cats to (p=0.031, OR=1.45, CI 95%=1.03-2.04) and introduced new breeders in the last five years (p=0.036, OR=1.58, CI 95%=1.02-2.74).(AU)


O objetivo desse estudo foi determinar, através da reação de imunofluorescência indireta (RIFI, 1:64), a ocorrência de anticorpos IgG para o Toxoplasma gondii e os fatores de risco associados à infecção em rebanhos caprinos do estado de Sergipe, a partir de 675 amostras de sangue de animais de 41 propriedades das três mesorregiões do estado entre os anos de 2013 e 2014. A ocorrência de caprinos soropositivos foi de 30,07% com 90,24% de propriedades com animais soropositivos. A distribuição dos títulos obtidos foi de 37,93%, 11,82%, 17,24%, 18,22% e 17,77% para 64, 128, 512 e 1024 respectivamente. Os fatores de riscos observados foram propriedades que não possuíam instalações (p=0,000, OR=2,30, IC 95%=1,41-3,74), com terrenos alagados (p=0,011, OR=2,94, IC 95%=1,27-6,79), que disponibilizam a ração no chão (p=0,032, OR=1,69, IC 95%=1,04-2,74), em cochos descobertos (p=0,000, OR=1,97, IC 95%=1,32-2,94), alimentação à base de pastagem (p=0,003, OR=3,52, IC 95%=1,53-8,09), com acesso de gatos à fonte de água (p=0,031, OR=1,45, IC 95%=1,03-2,04) e que introduziram novos reprodutores nos últimos cinco anos (p=0,036, OR=1,58, IC 95%=1,02-2,74).(AU)


Assuntos
Animais , Toxoplasma/isolamento & purificação , Cabras/imunologia , Toxoplasmose Animal/imunologia , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Testes Sorológicos , Fatores de Risco
14.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 57(2): e164867, maio 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-28213

Resumo

The objective of this study was to detect the presence of anti-Toxoplasma gondii antibodies in serum samples from 100 house sparrows (Passer domesticus Linnaeus, 1758) that were caught in the municipality of Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil. The modified agglutination test (MAT) was used to investigate anti-T. gondii antibodies and samples with a cut-off dilution > 5 were considered positive. Among the 100 serum samples analyzed, 80 (80%) were reactive. These results demonstrate that P. domesticus may play an important role in the epidemiological chain of T. gondii, since it is widely distributed throughout Brazil, and may act as a source of infection to domestic and wild felids.(AU)


O objetivo deste estudo foi detectar a presença de anticorpos anti-Toxoplasma gondii em amostras de soro de 100 pardais (Passer domesticus Linnaeus, 1758) capturados na área urbana do município de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Para a pesquisa de anticorpos anti-T. gondii foi utilizado o teste de aglutinação modificado (MAT) e foram consideradas positivas as amostras que apresentaram título > 5. Das 100 amostras de soro analisadas, 80 (80%) foram reagentes. Esses resultados demonstram que P. domesticus, por ser amplamente distribuído em todo país, pode desempenhar um papel importante na cadeia epidemiológica de T. gondii, podendo atuar como fonte de infecção para felinos domésticos e silvestres.(AU)


Assuntos
Animais , Toxoplasma/isolamento & purificação , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Pardais/virologia , Soros Imunes , Brasil , Área Urbana , Passeriformes/virologia , Saúde Pública Veterinária
15.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(1): 277-280, Jan.-Feb. 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26644

Resumo

O objetivo do presente estudo foi investigar a soroprevalência de infecção com Toxoplasma gondii (T. gondii) em cabras em cinco províncias do noroeste da China. Soroprevalência foi determinado usando o kit de teste de ensaio de imunoabsorção enzimática (ELISA). A soroprevalência geral foi 21.23% (197/928). Análise estatística revlou que diferenças significativas foram observadas em fêmeas (P= 0.048, OR= 0.567, 95% CI= 0.309 a 1.041) e nos grupos ≥ 2 (P= 0.002, OR= 0.330, 95% CI= 0.224 a 0.488). Nenhuma diferença estatisticamente significativa foi observada entre diferentes províncias. Nossos resultados indicam que a infecção com T. gondii, que pode ter implicações importantes sobre a saúde pública, teve diferenças significativas em sexo e idade, mas nenhuma significância foi observada em diferentes regiões. Além disto, nossos resultados também indicam que infecção por T. gondii em cabras é generalizada nas cinco províncias do noroeste.(AU)


Assuntos
Animais , Toxoplasma/isolamento & purificação , Cabras/microbiologia , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/veterinária , China
16.
Pesqui. vet. bras ; 40(5): 374-380, mai. 2020. tab, map
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-31968

Resumo

The objective was to determine, through indirect immunofluorescence reaction (RIFI, 1:64), the occurrence of IgG antibodies to Toxoplasma gondii and the risk factors associated with infection in goats in the state of Sergipe. To this study were used 675 samples of blood of animals from 41 farms of the three state mesoregions from 2013 to 2014. The occurrence of seropositive goats was 30.07%, with 90.24% of farms with seropositive animals. The distribution of titers obtained was 37.93%, 11.82%, 17.24%, 18.22%, and 17.77% for 64, 128, 512 and 1024 respectively. The risk factors observed were farms that did not have facilities (p=0.000, OR=2.30, CI 95%=1.41-3.74), with flooded soils (p=0.011, OR=2.94, CI 95%=1.27-6.79), which provided feed on the ground (p=0.032, OR=1.69, CI 95%=1.04-2.74), in uncovered cages (p=0.032, OR=1.69, CI 95%=1.04-2.74), pasture-based feed (p=0.003, OR=3.52, CI 95%=1.53-8.09), with access from cats to (p=0.031, OR=1.45, CI 95%=1.03-2.04) and introduced new breeders in the last five years (p=0.036, OR=1.58, CI 95%=1.02-2.74).(AU)


O objetivo desse estudo foi determinar, através da reação de imunofluorescência indireta (RIFI, 1:64), a ocorrência de anticorpos IgG para o Toxoplasma gondii e os fatores de risco associados à infecção em rebanhos caprinos do estado de Sergipe, a partir de 675 amostras de sangue de animais de 41 propriedades das três mesorregiões do estado entre os anos de 2013 e 2014. A ocorrência de caprinos soropositivos foi de 30,07% com 90,24% de propriedades com animais soropositivos. A distribuição dos títulos obtidos foi de 37,93%, 11,82%, 17,24%, 18,22% e 17,77% para 64, 128, 512 e 1024 respectivamente. Os fatores de riscos observados foram propriedades que não possuíam instalações (p=0,000, OR=2,30, IC 95%=1,41-3,74), com terrenos alagados (p=0,011, OR=2,94, IC 95%=1,27-6,79), que disponibilizam a ração no chão (p=0,032, OR=1,69, IC 95%=1,04-2,74), em cochos descobertos (p=0,000, OR=1,97, IC 95%=1,32-2,94), alimentação à base de pastagem (p=0,003, OR=3,52, IC 95%=1,53-8,09), com acesso de gatos à fonte de água (p=0,031, OR=1,45, IC 95%=1,03-2,04) e que introduziram novos reprodutores nos últimos cinco anos (p=0,036, OR=1,58, IC 95%=1,02-2,74).(AU)


Assuntos
Animais , Toxoplasma/isolamento & purificação , Cabras/imunologia , Toxoplasmose Animal/imunologia , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Testes Sorológicos , Fatores de Risco
17.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 72(5): 1698-1704, Sept.-Oct. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1131578

Resumo

The present study was carried out to evaluate the prevalence and hematological effects of Toxoplasma gondii in sheep and goat in district Dera Ghazi Khan. Blood samples (n=204) were collected comprise goats (n=101) and sheep (n=103) alongwith age, gender and breeds of animals. Samples were collected randomly from 25 flocks of 7 different union council Viz. Vehova, Tibbi Qaisrani, Lakhani, Kohar, Tuman Qaisrani, Nutkani and Kot Qaisrani of Tehsil Taunsa Sharif at least 4 animals from each flock. All ruminants divide into three groups based on age, breed and gender. The prevalence was detected through two different kits Viz. LAT and ELISA kit. The overall prevalence suspected in goats through LAT and ELISA kit was (35.64%), (32.67%) and in sheep was (25.24%), (23.30%) respectively. The Toxoplasma gondii had a significant effect on goats in age groups and non-significant all other groups of goats and sheep. Toxoplasma gondii had a significant effect on all hematological parameters like Hemoglobin, total leukocyte cells, granulocytes, lymphocytes, platelets, and red blood cells, except monocytes. In conclusion of the current study, toxoplasmosis is prevalent among ruminants, reveals the possibility of transmission to humans on the use of host animals as protein source.(AU)


O objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência e efeitos hematológicos de Toxoplasma gondii em ovelhas e cabras no distrito Dera Ghazi Khan. Amostras de sangue (n=204) foram coletadas para incluir cabras (n=101) e ovelhas (n=103), além de idade, gênero e raça dos animais. Amostras foram coletadas aleatoriamente de 25 rebanhos de 7 conselhos sindicais: Vehova, Tibbi Qaisrani, Lakhani, Kohar, Tuman Qaisrani, Nutkani e Kot Qaisrani of Tehsil Taunsa Sharif com pelo menos 4 animais em cada rebanho. Todos os ruminantes foram divididos em três grupos baseados em idade, raça e gênero. A prevalência foi detectada usando dois kits, LAT e ELISA. A prevalência total suspeita em cabras através dos kits LAT e ELISA foi (35.64%), (32.67%) e em ovelhas foi (25.24%), (23.30%) respectivamente. O Toxoplasma gondii teve efeito significativo em cabras em grupos de idade e não significativo em todos os outros grupos de cabras e ovelhas. Toxoplasma gondii teve efeito significativo em todos os parâmetros hematológicos como hemoglobina, células totais de leucócitos, granulócitos, linfócitos, plaquetas e glóbulos vermelhos, exceto monócitos. O presente estudo conclui que toxoplasmose é prevalente entre ruminantes, e revela a possibilidade de transmissão para humanos com o uso de animais hospedeiros como fonte de proteína.(AU)


Assuntos
Animais , Toxoplasma/isolamento & purificação , Cabras/parasitologia , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Paquistão , Ruminantes/parasitologia , Ensaio de Imunoadsorção Enzimática/veterinária , Estudos Soroepidemiológicos , Prevalência
18.
Ciênc. Anim. (Impr.) ; 30(3): 48-55, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1472648

Resumo

The epidemiology of toxoplasmosis in goats in the Amazon and pre-Amazon regions has been scarcely investigated, indicating that further studies are necessary to avoid losses in the production of small ruminants (due to factors such as: weight loss, low carcass yield and reproductive losses in the face of abortion cases), especially in the family context, as goat farming is the major income of small producers. Serum from 412 goats in Pará and Maranhão states were subjected to the Toxoplasma immunofluorescence antibody test for antibodies against Toxoplasma gondii. Of the total sample tested, 97 (23.5%) sera were positive for T. gondii. No statistical difference was found between the seroprevalence in Pará and Maranhão. The age of the animals showed a direct relationship with the prevalence of Toxoplasma infection. In Pará, farms where cats are fed placental remains and have access to the stable are 2.5 times more likely to be seropositive to T. gondii. In Maranhão, farms with more than six cats and those with goats older than 24 months of age are 4.5 and 2.0 times, respectively, more likely to be seropositive for T. gondii. Our results demonstrate that the sanitary handling of animals must consider the amount and access of cats to goats, and how to properly prevent the access and feeding of cats with placenta of goats. Animals older than 24 months were also considered an important risk factor associated with infection by T. gondii in goats.


A epidemiologia da toxoplasmose em caprinos na região amazônica e pré-amazônica tem sido pouco estudada, havendo necessidade de mais estudos para evitar perdas na produção de pequenos ruminantes (queda de peso, baixo rendimento de carcaças e perdas reprodutivas face aos casos de abortamento), principalmente no âmbito familiar, pois a caprinocultura é a principal renda dos pequenos produtores. Soro de 412 caprinos nos estados do Pará e Maranhão foram submetidos a reação de imunofluorescência indireta para anticorpos contra Toxoplasma gondii. Do total de amostras testadas, 97 (23,5%) dos soros foram positivos para T. gondii. Não foi observada diferença estatística entre a soroprevalência no Estado do Pará e Maranhão. A idade dos animais apresentou uma relação direta com a soroprevalência de Toxoplasma. No Pará, propriedades onde gatos se alimentavam de restos de placenta dos caprinos e acessavam ao aprisco tinham 2,5 vezes mais chances de serem soropositivos para T. gondii. No Maranhão, propriedades com mais de seis gatos e caprinos com idade superior a 24 meses tinham 4,5 e 2,0 vezes, respectivamente, mais chances de serem soropositivo para T. gondii. Nossos resultados demonstram que o manejo sanitário dos animais deve levar em conta a quantidade e acesso de gatos aos caprinos, e impedir o acesso e alimentação de gatos com placenta de cabras. Animais com idade superior a 24 meses também foram considerados um importante fator de risco associado à infecção pelo T. gondii em caprinos.


Assuntos
Animais , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasma/patogenicidade , Toxoplasmose Animal/epidemiologia
19.
Ciênc. Anim. (Impr.) ; 30(3): 48-55, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-29984

Resumo

The epidemiology of toxoplasmosis in goats in the Amazon and pre-Amazon regions has been scarcely investigated, indicating that further studies are necessary to avoid losses in the production of small ruminants (due to factors such as: weight loss, low carcass yield and reproductive losses in the face of abortion cases), especially in the family context, as goat farming is the major income of small producers. Serum from 412 goats in Pará and Maranhão states were subjected to the Toxoplasma immunofluorescence antibody test for antibodies against Toxoplasma gondii. Of the total sample tested, 97 (23.5%) sera were positive for T. gondii. No statistical difference was found between the seroprevalence in Pará and Maranhão. The age of the animals showed a direct relationship with the prevalence of Toxoplasma infection. In Pará, farms where cats are fed placental remains and have access to the stable are 2.5 times more likely to be seropositive to T. gondii. In Maranhão, farms with more than six cats and those with goats older than 24 months of age are 4.5 and 2.0 times, respectively, more likely to be seropositive for T. gondii. Our results demonstrate that the sanitary handling of animals must consider the amount and access of cats to goats, and how to properly prevent the access and feeding of cats with placenta of goats. Animals older than 24 months were also considered an important risk factor associated with infection by T. gondii in goats.(AU)


A epidemiologia da toxoplasmose em caprinos na região amazônica e pré-amazônica tem sido pouco estudada, havendo necessidade de mais estudos para evitar perdas na produção de pequenos ruminantes (queda de peso, baixo rendimento de carcaças e perdas reprodutivas face aos casos de abortamento), principalmente no âmbito familiar, pois a caprinocultura é a principal renda dos pequenos produtores. Soro de 412 caprinos nos estados do Pará e Maranhão foram submetidos a reação de imunofluorescência indireta para anticorpos contra Toxoplasma gondii. Do total de amostras testadas, 97 (23,5%) dos soros foram positivos para T. gondii. Não foi observada diferença estatística entre a soroprevalência no Estado do Pará e Maranhão. A idade dos animais apresentou uma relação direta com a soroprevalência de Toxoplasma. No Pará, propriedades onde gatos se alimentavam de restos de placenta dos caprinos e acessavam ao aprisco tinham 2,5 vezes mais chances de serem soropositivos para T. gondii. No Maranhão, propriedades com mais de seis gatos e caprinos com idade superior a 24 meses tinham 4,5 e 2,0 vezes, respectivamente, mais chances de serem soropositivo para T. gondii. Nossos resultados demonstram que o manejo sanitário dos animais deve levar em conta a quantidade e acesso de gatos aos caprinos, e impedir o acesso e alimentação de gatos com placenta de cabras. Animais com idade superior a 24 meses também foram considerados um importante fator de risco associado à infecção pelo T. gondii em caprinos.(AU)


Assuntos
Animais , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Toxoplasma/patogenicidade
20.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 29(4): e014120, out. 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-29889

Resumo

Toxoplasmosis is a parasitic disease, which is prevalent across the world and has a strong environmental component in its transmission chain. The present study determined the seroprevalence and factors related to Toxoplasma gondii infection among free-range chickens from an Atlantic Forest area in Northeastern Brazil. A total of 550 free-range chickens were tested for T. gondii antibodies usingthe indirect fluorescent antibody test (IFAT, cut-off point 1:16), and 269 (48.9%; 95% CI = 44.7-53.1%) were positive. Among the 61 properties 57 (93.4%) had at least one seropositive animal. The robust Poisson regression model showed that the variables/categories associated with the seroprevalence of T. gondii were: region of origin of the animals/urban area (prevalence ratio [PR] = 2.346; P 0.001), management system/use of cages (PR = 1.591; P = 0.019), presence of rodents/yes (PR = 1.295; P = 0.035), and the type of food/use of food scraps (PR = 1.603; P = 0.009). The high prevalence found suggest that this scenario demands careful management, mainly regarding the use of scraps of undercooked or raw food, adequate environmental hygiene and frequent rodentcontrol.(AU)


A toxoplasmose é uma doença parasitária mundial com um forte componente ambiental em sua cadeia de transmissão. Nesta pesquisa, foram determinados a soroprevalência e os fatores associados em galinhas caipiras de uma área de Mata Atlântica no Nordeste do Brasil. Um total de 550 galinhas caipiras foi testado para anticorpos anti-Toxoplasma gondii pela reação de imunfluorescência indireta (RIFI) com ponto de corte de 1:16, e 269 (48,9%; IC95% = 44,7- 53,1%) foram positivas. Das 61 propriedades visitadas, 57 (93,4%) apresentaram pelo menos um animal positivo. O modelo de regressão de Poisson robusta mostrou que as variáveis/categorias associadas à soroprevalência de T. gondii foram: origem dos animais/área urbana (razão de prevalência - RP = 2,346; P 0,001), sistema de manejo/uso de gaiolas (RP = 1,591; P = 0,019), presença de roedores/sim (RP = 1,295; P = 0,035), e tipo de alimento/uso de sobras de alimentos (RP = 1,603; P = 0,009). A alta prevalência sugereque este cenário demanda cuidados de manejo, principalmente no que se refere ao fornecimento de sobras de alimentos mal cozidos ou crus, higiene adequada do meio ambiente e controle frequente de roedores.(AU)


Assuntos
Animais , Galinhas/parasitologia , Toxoplasmose Animal/diagnóstico , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Sorologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA