Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 5 de 5
Filtrar
Mais filtros

Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(5): 1414-1422, set.-out. 2018. graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-946869

Resumo

Esta pesquisa avaliou a TIP e a dinâmica de anticorpos (ACs) específicos em bezerros naturalmente expostos aos agentes causadores da doença respiratória bovina (DRB). Foram selecionados 19 bezerros Holandeses alimentados com colostro proveniente de doadoras vacinadas para DRB. Amostras de soro foram obtidas antes e após a ingestão do colostro (48h) para a soroneutralização (SN). Os valores médios (log2) detectados após colostragem foram de 11,5±1,6 (BVDV), 8,8±1,3 (BoHV-1), 5,5±1,6 (BRSV) e 8,4±1,5 (BPIV-3). Cinco bezerros foram criados do nascimento aos 240 dias de vida, observando-se decréscimo nos títulos de ACs para BVDV, BoHV-1 e BPIV-3 ao longo do tempo (P≤0,001). As taxas de infecções detectadas entre o D14 e o D240 foram de 40% (2/5), 20% (1/5), 80% (4/5), e 60% (3/5), respectivamente, para BVDV, BoHV-1, BRSV e BPIV-3. A maioria dos bezerros manifestou broncopneumonia após as infecções virais. Os bezerros apresentaram ACs para todas as viroses às 48 horas de vida, porém os títulos adquiridos para o BRSV foram baixos. A susceptibilidade para as infecções variou de acordo com os níveis e a duração dos títulos de ACs maternos.(AU)


This research evaluated the PIT and the dynamics of specific antibody (Ab) for calves naturally exposed to the viral agents involved in Bovine Respiratory Disease (BRD). Nineteen Holstein calves fed colostrum from vaccinated donors for DRB. Serum samples were obtained before and after colostrum intake (48h) for serum neutralization (SN). Mean values (log2) detected after colostrum feeding were 11.5±1.6 (BVDV), 8.8 ±1.3 (BoHV-1) 5.5±1.6 (BRSV) and 8.4±1.5 (BPIV-3). Five calves were raised from birth to 240 days of life and presented a decrease in Ab titers for BVDV, BoHV-1 and BPIV-3 over time (P≤ 0.001). Infection rates from D14 to D240 were of 40% (2/5), 20% (1/5), 80% (4/5) and 60% (3/5), respectively for BVDV, BoHV-1, BRSV and BPIV-3. Most of the calves presented bronchopneumonia after seroconversion to the virus. Calves presented Ab for all viruses at 48 hours of life, however BRSV Ab titer were low. Levels and persistence of maternal antibody titers determined the susceptibility to viral infections.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Bovinos/imunologia , Imunização Passiva/veterinária , Viroses/imunologia , Herpesvirus Bovino 1
2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(5): 1414-1422, set.-out. 2018. graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-20668

Resumo

Esta pesquisa avaliou a TIP e a dinâmica de anticorpos (ACs) específicos em bezerros naturalmente expostos aos agentes causadores da doença respiratória bovina (DRB). Foram selecionados 19 bezerros Holandeses alimentados com colostro proveniente de doadoras vacinadas para DRB. Amostras de soro foram obtidas antes e após a ingestão do colostro (48h) para a soroneutralização (SN). Os valores médios (log2) detectados após colostragem foram de 11,5±1,6 (BVDV), 8,8±1,3 (BoHV-1), 5,5±1,6 (BRSV) e 8,4±1,5 (BPIV-3). Cinco bezerros foram criados do nascimento aos 240 dias de vida, observando-se decréscimo nos títulos de ACs para BVDV, BoHV-1 e BPIV-3 ao longo do tempo (P≤0,001). As taxas de infecções detectadas entre o D14 e o D240 foram de 40% (2/5), 20% (1/5), 80% (4/5), e 60% (3/5), respectivamente, para BVDV, BoHV-1, BRSV e BPIV-3. A maioria dos bezerros manifestou broncopneumonia após as infecções virais. Os bezerros apresentaram ACs para todas as viroses às 48 horas de vida, porém os títulos adquiridos para o BRSV foram baixos. A susceptibilidade para as infecções variou de acordo com os níveis e a duração dos títulos de ACs maternos.(AU)


This research evaluated the PIT and the dynamics of specific antibody (Ab) for calves naturally exposed to the viral agents involved in Bovine Respiratory Disease (BRD). Nineteen Holstein calves fed colostrum from vaccinated donors for DRB. Serum samples were obtained before and after colostrum intake (48h) for serum neutralization (SN). Mean values (log2) detected after colostrum feeding were 11.5±1.6 (BVDV), 8.8 ±1.3 (BoHV-1) 5.5±1.6 (BRSV) and 8.4±1.5 (BPIV-3). Five calves were raised from birth to 240 days of life and presented a decrease in Ab titers for BVDV, BoHV-1 and BPIV-3 over time (P≤ 0.001). Infection rates from D14 to D240 were of 40% (2/5), 20% (1/5), 80% (4/5) and 60% (3/5), respectively for BVDV, BoHV-1, BRSV and BPIV-3. Most of the calves presented bronchopneumonia after seroconversion to the virus. Calves presented Ab for all viruses at 48 hours of life, however BRSV Ab titer were low. Levels and persistence of maternal antibody titers determined the susceptibility to viral infections.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Bovinos/imunologia , Imunização Passiva/veterinária , Viroses/imunologia , Herpesvirus Bovino 1
3.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(2): 391-400, mar.-abr. 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-910385

Resumo

O objetivo deste estudo longitudinal foi avaliar a influência da vacinação materna na transferência de anticorpos (ACs) contra as viroses respiratórias em bezerros. Para tanto, vacas e bezerros foram distribuídos em dois grupos conforme a realização (VAC, n=6) ou não (NVAC, n=4) da vacinação no pré-parto. Amostras sanguíneas foram obtidas após a parição (D0); em seguida, apenas os bezerros foram acompanhados até D180. ACs séricos foram determinados pela vírus-neutralização (VN) contra BVDV, BoHV-1, BRSV e BPI3-V. Vacas VAC apresentaram diferenças para ACs contra BoHV-1 (P=0,01) em D0. As frequências (%) de bezerros soropositivos para BoHV-1 foram maiores em VAC do D2 ao D120; para BRSV em D4, D8, D10 e D150 (P≤0,08); medianas de ACs contra BoHV-1 em VAC do D2 ao D120 (P=0,08). A vacinação das vacas no pré-parto foi fundamental para a transferência e a duração de ACs contra BoHV-1 e BRSV, porém o protocolo adotado não foi eficiente para o aumento de ACs para BVDV e BPI3-V. A eficácia parcial da vacinação materna não inviabiliza a sua recomendação devido à importância do Herpesvírus e do BRSV na DRB, porém estratégias para a melhoria nas respostas imunes contra as demais viroses devem ser estabelecidas.(AU)


The aim of this longitudinal research was to evaluate the influence of maternal vaccination for the passive immune transfer of antibodies (Abs) against respiratory viruses in calves. Therefore, cows and calves sourced from two groups according to having received (VAC, n=6) or not (NVAC, n=4) of vaccination at pre-partum period. Blood samples of cows and calves harvested after parturition (D0), and then only calves followed until the age of 180 days. Abs performed by virus neutralization (VN) against BVDV, BoHV-1, BRSV and BPI3-V. VAC cows presented differences for Abs against BoHV-1 (P=0.01) in D0. Frequencies (%) of seropositive VAC calves for BoHV-1 were higher in D2 to D120; to BRSV D4, D8, D10 and D150 (P≤0.08); higher medians of Abs against BoHV-1 in VAC at D2 up to D120 (P=0.08). Partial efficacy of vaccination of cows does not impair its recommendation due to the importance of Herpesvirus and BRSV in BRD, but strategies for improvement in immune responses against other viruses should be established.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Bovinos , Bovinos/anormalidades , Bovinos/imunologia , Vacinação/veterinária , Viroses/imunologia
4.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(2): 391-400, mar.-abr. 2018. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-19219

Resumo

O objetivo deste estudo longitudinal foi avaliar a influência da vacinação materna na transferência de anticorpos (ACs) contra as viroses respiratórias em bezerros. Para tanto, vacas e bezerros foram distribuídos em dois grupos conforme a realização (VAC, n=6) ou não (NVAC, n=4) da vacinação no pré-parto. Amostras sanguíneas foram obtidas após a parição (D0); em seguida, apenas os bezerros foram acompanhados até D180. ACs séricos foram determinados pela vírus-neutralização (VN) contra BVDV, BoHV-1, BRSV e BPI3-V. Vacas VAC apresentaram diferenças para ACs contra BoHV-1 (P=0,01) em D0. As frequências (%) de bezerros soropositivos para BoHV-1 foram maiores em VAC do D2 ao D120; para BRSV em D4, D8, D10 e D150 (P≤0,08); medianas de ACs contra BoHV-1 em VAC do D2 ao D120 (P=0,08). A vacinação das vacas no pré-parto foi fundamental para a transferência e a duração de ACs contra BoHV-1 e BRSV, porém o protocolo adotado não foi eficiente para o aumento de ACs para BVDV e BPI3-V. A eficácia parcial da vacinação materna não inviabiliza a sua recomendação devido à importância do Herpesvírus e do BRSV na DRB, porém estratégias para a melhoria nas respostas imunes contra as demais viroses devem ser estabelecidas.(AU)


The aim of this longitudinal research was to evaluate the influence of maternal vaccination for the passive immune transfer of antibodies (Abs) against respiratory viruses in calves. Therefore, cows and calves sourced from two groups according to having received (VAC, n=6) or not (NVAC, n=4) of vaccination at pre-partum period. Blood samples of cows and calves harvested after parturition (D0), and then only calves followed until the age of 180 days. Abs performed by virus neutralization (VN) against BVDV, BoHV-1, BRSV and BPI3-V. VAC cows presented differences for Abs against BoHV-1 (P=0.01) in D0. Frequencies (%) of seropositive VAC calves for BoHV-1 were higher in D2 to D120; to BRSV D4, D8, D10 and D150 (P≤0.08); higher medians of Abs against BoHV-1 in VAC at D2 up to D120 (P=0.08). Partial efficacy of vaccination of cows does not impair its recommendation due to the importance of Herpesvirus and BRSV in BRD, but strategies for improvement in immune responses against other viruses should be established.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Bovinos , Vacinação/veterinária , Viroses/imunologia , Bovinos/imunologia , Bovinos/anormalidades
5.
Arq. Inst. Biol. (Online) ; 80(4): 393-399, 2013. graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1402776

Resumo

O objetivo do trabalho é descrever uma estratégia para a obtenção de animais negativos para o PCV2 oriundos de uma granja positiva para este vírus. Dezesseis leitões foram obtidos de fêmeas que tiveram os títulos de IgG anti-PCV2 e o DNA viral testados durante a gestação. Esses leitões, aos sete e dez dias de idade, foram transferidos para a unidade de pesquisa. Durante o período de 7 e 10 aos 49 e 52 dias de idade, amostras de soro, suabes nasal e fecal foram coletadas, a cada sete dias. Após esse período, três animais permaneceram na unidade de pesquisa e foram acompanhados dos 49 aos 114 dias de idade, com coletas realizadas a cada 28 dias. Não houve diferença significativa (p = 0,317) de viremia entre marrãs (n = 6) e porcas (n = 10). Com relação aos níveis de IgG, observou-se diferença significativa (p = 0,0213) entre porcas e marrãs. Os leitões (n = 16), obtidos de duas fêmeas, foram transferidos para a unidade de pesquisa. Os animais entre 7 e 10 dias e aos 49 e 52 dias de idade apresentaram queda de IgG e ausência de IgM anti-PCV2; e as amostras de soro, suabe nasal e fecal foram negativos para o DNA de PCV2. Após os 49 dias, nos três animais mantidos isolados, a detecção de IgG, IgM e DNA para PCV2 permaneceu negativa. Concluindo, a estratégia de manejo utilizada permitiu obter suínos negativos para PCV2 oriundo de granjas positivas para o agente


The present study describes a strategy to obtaining PCV2-negative animals from a PCV2-positive herd. Sixteen piglets were selected from females that had their IgG anti-PCV2 and viral circulation followed during pregnancy. These 7-days old piglets were transferred to the research unit. During the period from 7 to 49 days of age, serum, nasal and fecal swabs were collected every seven days. After this period, three animals remained in the research unit and were followed from 49 to 114 days of age, with samples taken each 28 days. No difference (p = 0.317) in viremia between gilts (n = 6) and sows (n = 10) were observed. Regarding the IgG levels, a significant difference (p = 0.0213) were found between gilts and sows. The piglets (n = 16), obtained from the two females, were transferred to the research unit. The animals between 7 and 10 and 49 and 52 days of age showed a decreased of the IgG title and absence of IgM; the serum and fecal and nasal swabs were negative for PCV2 DNA. After 49 days of age, the three remained animals negative for IgG, IgM and viral DNA for PCV2. In conclusion, the strategy of handling used herein allowed the obtention of PCV-2 negative pigs from PCV2-positive herds.


Assuntos
Animais , Suínos , Viroses/imunologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA