Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Parâmetros fisiológicos e bioquímicos de equinos em treinamento de três tambores: pós-condicionamento, pós-percurso e pós-descanso / Physiological and biochaemical parameters of horses in three-barrel training: post-warm-up, post-exercise and post-rest

Gomes, C. L. N; Ribeiro Filho, J. D; Silva, L. P; Aranha, R. M. C; Moraes Júnior, F. J; Cardoso, J. K. M; Monteiro, L. C.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 71(2): 631-639, mar.-abr. 2019. tab
Artigo em Português | | ID: biblio-1011289

Resumo

Foram avaliados parâmetros fisiológicos e bioquímicos em equinos Quarto de Milha durante treinamento de três tambores, antes do condicionamento (T0), após o condicionamento (T1), após um percurso (T2), após descanso do percurso, por 20 minutos (T3) e após descanso do percurso, por 40 minutos (T4). Os parâmetros físicos avaliados foram: frequência cardíaca (FC), frequência respiratória (FR), temperatura retal (TR) e tempo de enchimento capilar (TEC); e os bioquímicos: sódio, potássio, cloreto, cálcio total, ureia, creatinina, osmolaridade, creatinaquinase, aspartato transaminase, proteínas totais (PT), glicose e lactato. A FC, a FR e a TR aumentaram após o percurso (T2), mas foram recompostas após 40 minutos de descanso. A concentração do lactato pouco aumentou após o condicionamento, mas altas concentrações ocorreram após o percurso (T2), e embora ele tenha diminuído após 20 (T3) e 40 minutos (T4) do percurso, ainda permaneceu acima dos limites normais. Nos demais parâmetros, não houve variações significativas. Concluiu-se que, ao final de um percurso de três tambores, o exercício sob máxima intensidade não ocasionou variações bioquímicas significativas nos equinos, exceto para o lactato, pois gerou uma hiperlactatemia que não foi restaurada até 40 minutos de descanso pós-percurso, mesmo com os parâmetros físicos já recompostos do esforço.(AU)
Physiological and biochemical parameters were evaluated in Quarter Horse during three-barrel training, in three times: T0 (before warm-up), T1 (after warm-up), T2 (after completing the exercise, performing only one course), T3 (after resting for 20 minutes of the course), and T4 (after resting for 40 minutes of the course). The parameters evaluated were: heart rate (HR), respiratory rate (RR), rectal temperature (RT) and capillary filling time (ECT); Serum concentrations of sodium, potassium, chloride, total calcium, BUN, creatinine, osmolarity, creatine kinase, aspartate transaminase; Plasma concentrations of total protein (PT), glucose, and lactate. HR, RR and RT increased shortly after the course (T2) but were restored after 40 minutes of rest. Lactate concentration increased after conditioning, but at low concentrations, but high levels occurred after the course (T2), and although decreased after 20 (T3) and 40 minutes (T4) of the course, it was still above normal limits. There were no significant changes in the other parameters. At the end of a single course of three-barrel, the exercise of maximum intensity did not cause significant biochemical variations in horses, except for lactate, which increased to levels of hyperlactatemia, and was not restored until 40 minutes of rest, even with the physical parameters already recovered.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1