Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Metabolic dynamics of native lambs fed with Tifton 85 hay or Maniçoba hay associated with the spineless cactus / Dinâmica metabólica de cordeiros nativos alimentados com feno de capim-tifton 85 ou feno de maniçoba associados à palma forrageira

Soares, P. C; Gouveia, L. N. F; Silva, T. G. P; O. Filho, E. F; Carvalho, F. F. R; Batista, Â. M. V; Lima Júnior, D. M; Cardoso, D. B.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 72(1): 215-223, Jan.-Feb. 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1088940

Resumo

The objective of this study was to evaluate the metabolic response of native lambs fed Tifton 85 hay (Cynodon dactylon) or Maniçoba hay (Manihot pseudoglaziovii) associated with spineless cactus (Nopalea cochenillifera Salm Dyck). Sixteen Morada Nova lambs were used, with a mean initial weight of 19.36±1.48kg, distributed in a randomized block design, with two treatments and eight replications. Dry matter intake was higher for lambs fed Maniçoba hay compared to Tifton hay, while the body weight at slaughter was not influenced by diets. Regarding the blood metabolites, only the serum concentration of urea was influenced, with higher value observed in the lambs that fed the diet containing Tifton hay. When analyzing blood biomarkers, in the different biweekly collections, a linear increase in the blood concentration of urea, glucose, fructosamine, alkaline phosphatase and sodium was observed, as well as a quadratic effect for serum potassium. The other blood metabolites were not influenced in function of the collection days. The replacement of Tifton 85 hay for Maniçoba hay does not cause negative changes in the dynamics of different biomarkers and presents itself as a promising forage resource.(AU)
O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta metabólica de cordeiros nativos alimentados com feno de capim-tifton 85 (Cynodon dactylon) ou feno de maniçoba (Manihot pseudoglaziovii) associados à palma forrageira (Nopalea cochenillifera Salm Dyck). Foram utilizados 16 cordeiros Morada Nova, com peso inicial médio de 19,36±1,48kg, distribuídos em delineamento de blocos ao acaso, com dois tratamentos e oito repetições. O consumo de matéria seca foi maior nos cordeiros alimentados com feno de maniçoba em comparação ao feno de tifton, enquanto o peso corporal ao abate não foi influenciado pelas dietas. Em relação aos metabólitos sanguíneos, apenas a concentração sérica de ureia foi influenciada, com maior valor observado nos cordeiros que ingeriram a dieta contendo feno de capim-tifton. Quando foi realizada a análise dos biomarcadores sanguíneos nas diferentes coletas quinzenais, foi observado aumento linear nas concentrações sanguíneas de ureia, glicose, frutosamina, fosfatase alcalina e sódio, e efeito quadrático para o potássio sérico. Os demais metabólitos sanguíneos não foram influenciados em função dos dias de coleta. A substituição do feno de tifton 85 por feno de maniçoba influencia positivamente o metabolismo de cordeiros sem causar alterações na dinâmica dos diferentes biomarcadores e se apresenta como um promissor recurso forrageiro.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1