Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Spondias mombin L. decoction utilization as antiseptic in cats submitted to castration / Uso de decocto de Spondias mombin L. como antisséptico em felinos submetidos à castração

Dantas, Thalles D'avila Pires Dutra; Feijó, Francisco Marlon Carneiro; Alves, Nilza Dutra; Rodrigues, Gardênia Silvana de Oliveira; Santos, Caio Sérgio dos; Soares, Waleska Nayane Costa; Santos, Paula Vivian Feitosa dos; Medeiros, Letícia Cely Vieira de.
Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online); 57(2): e162109, mai. 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1122173

Resumo

This survey evaluated mombin leaves (Spondias mombin L.) decoction efficiency as an antiseptic during post-surgery period on cats submitted to orchiectomy and ovariosalpingohisterectomy. For this purpose, 45 castrated mongrels cats were divided into three groups, the first group as a positive control using 0.5% chlorhexidine-alcohol solution, the second a negative control group using sterile distilled water and, finally, the test group using mombin leaves decocted with a concentration of 100 mg/mL. All animals, independent of age and sex, had visibly healed in most cases in a similar time. Animals treated with mombin leaves decoction presented a significant reduction of bacterial growth. In addition, the animals treated in the test group had better surgical wound healing. All isolated bacterial strains presented inhibition halo for chlorhexidine and for Spondias mombin L. Thus, the decoction of Spondias mombin L. leaves proved antiseptic efficacy in the surgical wounds of cats submitted to orchiectomy and ovariosalpingohisterectomy.(AU)
Foi avaliada a eficiência do decocto das folhas de cajá (Spondias mombin L.) como antisséptico no pós-cirúrgico de gatos submetidos à orquiectomia e ovariosalpingohisterectomia. Para tal, foram submetidos à castração 45 gatos sem raça definida, divididos em três grupos. O primeiro grupo como controle positivo com Solução Alcoólica de Clorexidine a 0,5%; segundo grupo controle negativo com água destilada estéril; e o grupo teste com o decocto de cajá à concentração de 100 mg/mL. Todos os animais, independentemente da idade e sexo, tiveram cicatrização visível em tempo similar. Animais tratados com o decocto apresentaram uma redução significativa do crescimento bacteriano. Além disso, observou-se uma melhor cicatrização das feridas cirúrgicas dos animais tratados no grupo teste. Todas as estirpes bacterianas isoladas apresentaram halo de inibição para clorexidine e para Spondias mombin L. Portanto, o decocto das folhas da Spondias mombin L. apresentou eficácia antisséptica nas feridas cirúrgicas de gatos submetidos à orquiectomia e ovariosalpingohisterectomia.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1