Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeito do extrato de Bidens pilosa L, Mel e pomadas homeopática e alopática na cicatrização de feridas cutâneas de ratos Wistar / [Effect of Bidens pilosa L, Honey extract and homeopathic and allopathic ointments on the healing of skin wounds of Wistar rats]

Santos, C. E. C; Carvalho, M. G. S; Costa, B. E; Ferreira Júnior, W. G; Lima, C. C; Corsetti, P. P; Garcia, J. A. D.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 72(4): 1286-1294, July-Aug. 2020. tab, ilus
Artigo em Português | | ID: biblio-1131465

Resumo

Cicatrização de ferida é um processo dinâmico, que tem por objetivo restaurar a continuidade do tecido lesionado. No entanto, em alguns casos, é necessário favorecer condições adequadas para viabilizar o processo fisiológico. Neste estudo foram utilizados ratos Wistar, divididos aleatoriamente entre cinco grupos, com 12 animais cada, sendo eles: grupo P (Bidens pilosa L.), grupo mel, grupo Co1 (pomada comercial alopática), grupo Co2 (pomada comercial homeopática) e grupo CT (controle). As lesões foram geradas por incisão com punch de 8mm, sendo tratadas diariamente de forma tópica. Foram eutanasiados quatro animais por grupo, no terceiro, sétimo e 14º dias do experimento, e o material coletado foi armazenado em formalina 10% e encaminhado para processamento histológico. Posteriormente, realizou-se a contagem de leucócitos mononucleares, fibroblastos e neovasos e avaliou-se a arquitetura de fibras colágenas. Os resultados da contagem foram analisados pela ANOVA, seguida pelo teste de Tukey (P<0,05). O modelo experimental proposto neste estudo demonstrou que todos os tratamentos apresentaram potencial cicatrizante, com exceção do mel. A aplicação tópica do creme do extrato de Bidens pilosa L. a 10% apresentou melhor perfil anti-inflamatório; a pomada alopática apresentou boa aderência à superfície da lesão e a pomada homeopática, grande potencial angiogênico, com menor tempo de cicatrização.(AU)
Wound healing is a dynamic process that aims to restore the continuity of injured tissue. However, in some cases it is necessary to favor adequate conditions to enable the physiological process. Wistar rats were randomly divided into 5 groups with 12 animals each, namely: group P (Bidens pilosa L.), group honey, group Co1 (commercial allopathic ointment), group Co2 (commercial homeopathic ointment) and group CT (control). The lesions were generated by an 8mm punch incision and were treated topically daily. Four animals per group were euthanized on the 3rd, 7th and 14th day of the experiment and the collected material was stored in 10% formalin and sent for histological processing, after which mononuclear, fibroblasts and neovascular leukocytes were counted and collagen fiber architecture was evaluated. Counting results were analyzed by ANOVA, followed by Tukey test (p <0.05). The experimental model proposed in this study showed that all treatments had healing potential, except honey. The topical application of 10% Bidens pilosa L. extract cream showed the best anti-inflammatory profile; Allopathic ointment showed good adhesion to the surface of the lesion and homeopathic ointment showed great angiogenic potential with shorter healing time.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1