Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ação do estanozolol sobre a histologia renal e hepática em ratos treinados com natação / [Stanozolol action on renal and hepatic histology in swimming trained rats]

Lima, F. C. S; Teixeira, A. A. C; Silva, S. B; Silva, W. E; Melo, I. M. F; Soares, A. F.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 72(4): 1295-1304, July-Aug. 2020. tab, graf, ilus
Artigo em Português | | ID: biblio-1131466

Resumo

No presente estudo, foram analisados os efeitos do estanozolol, associado ou não à atividade física, sobre o hemograma, o peso ponderal, a ingestão líquida e sólida, a urinálise, a expressão do VEGF-A renal e o glicogênio hepático, além da histopatologia hepática e renal em ratos Wistar. Foram utilizados 32 ratos Wistar, machos, jovens, separados em quatro grupos: GC (grupo controle); GCE (grupo controle-exercício); GT (grupo tratamento-esteroide); GTE (grupo tratamento-esteroide-exercício). Os animais dos grupos GT e GTE (n=16) foram submetidos a injeções subcutâneas, cinco dias/semana, durante 30 dias, na concentração de 5mg/kg de estanozolol diluído em 1mL de óleo de gergelim, utilizado como veículo. A natação foi definida como exercício físico. Houve aumento no peso dos animais submetidos ao estanozolol e ao exercício a partir da terceira semana de uso e aumento da excreção urinária a partir da quinta semana; os demais parâmetros da urinálise foram semelhantes entre os grupos. O uso de estanozolol associado ou não à atividade física promoveu redução da expressão do VEGF-A nos rins e do glicogênio hepático, além de alterações histopatológicas nesses órgãos. Quanto à hematologia, houve uma diminuição dos leucócitos no GTE em relação aos grupos GT e GCE. Quanto aos linfócitos, houve um aumento no GT e uma diminuição no GTE, e, em relação ao número de plaquetas, houve diminuição no GTE quando comparado ao GT e ao GCE Assim, conclui-se que estanozolol na dose de 5,0mg/kg causa alterações renais e hepáticas em ratos Wistar, podendo levar à falência dos rins e do fígado.(AU)
The goal of this study was to determine the effect of stanozolol (ST) on kidney and liver of Wistar rats. Thirty-two male animals were divided into the following four groups: control group (CG); Control group-exercise (GCE); Group-steroid treatment (GT); Group treatment-steroid-exercise (GTE). Swimming was defined as exercise. The animals GT and GTE was submitted to subcutaneous injections, five days/week for 30 days, at a concentration of 5mg/kg ST diluted in 1mL/kg of sesame oil. The results showed an increase in weight gain in all animals submitted to ST and exercise from the 3rd week of use and increase in urinary excretion from the 5th week and the other urinalysis parameters were similar. The ST associated or not with physical activity reduced VEGF-A expression in the kidneys and hepatic glycogen, as well as histopathological changes in these organs. Regarding hematology, there was a decrease in leukocytes in the GTE. As for lymphocytes there was an increase in GT and a decrease in GTE, and in relation to the number of platelets, there was a decrease in GTE. In conclusion, the administration of stanozolol at 5.0mg/kg caused a structural change of kidney and liver in treated animals.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1