Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effect of plasma separation techniques and sperm selection on sperm recovery and viability of cooled pony stallion semen for 48h at 5°C / [Efeito das técnicas de separação de plasma e de seleção de esperma na recuperação e viabilidade do sêmen de garanhão pônei resfriado por 48h a 5°C]

Pessoa, G. A; Martini, A. P; Trentin, J. M; Minela, T; Rubin, M. I. B.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 72(6): 2017-2026, Nov.-Dec. 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1142308

Resumo

Separation techniques of seminal plasma [centrifugation (SC) and Sperm Filter® (SF)] and sperm selection [Androcoll-E (SCA) and filtration glass wool (GW)] were used in 24 ejaculates from 6 stallions. In experiment 1, the ejaculates were allocated into control (no spin), centrifugation at 600 g x 10min, SF and GW. In experiment 2, semen was submitted to SC, SGA and filtered through GW. Following the treatments in both experiments, samples were kept chilled at 5°C to 50 x 106 sperm/ml for 48h. The variables measured on fresh and cooling semen were pH, motility, membrane viability function by 6-carboxyfluorescein diacetate and propidium iodide (CFDA / PI), viability or vitality (eosin / nigrosine) and mitochondrial activity. In experiment 1, centrifugation to remove seminal plasma resulted in greater damage to sperm than separation by sperm filter, and selection by glass wool was more efficient in separating viable cells and maintaining viability during cooling. In experiment 2 Androcoll-E and glass wool treatments resulted in higher (P <0.0001) motility, membrane function, mitochondrial activity, and viability than centrifuged semen. Both selection by Androcoll- E and glass wool improved the quality of semen pony stallions for preservation for up to 48h to 5ºC.(AU)
As técnicas de separação do plasma seminal (centrifugação, SpermFilter) e de seleção espermática (Androcoll-E e filtração por lã de vidro) foram aplicadas em 24 ejaculados de seis garanhões da raça Pônei Brasileiro. Após coleta e separação da fração gel, os ejaculados foram diluídos 1:1 com diluente à base de leite em pó. No experimento 1, os ejaculados foram distribuídos em controle (sem centrifugação), centrifugação a 600g x 10min, SpermFilter e filtração por lã de vidro. No experimento 2, o sêmen foi submetido aos procedimentos: centrifugado (SC), centrifugado com Androcoll-E e filtrado por lã de vidro. Após os procedimentos de ambos os experimentos, as amostras foram mantidas refrigeradas a 5ºC, com 50 x 106 espermatozoides/mL, por 48h. As variáveis mensuradas a fresco, 24h e 48h foram: pH, motilidade, funcionalidade de membrana, viabilidade por diacetato de carboxifluoresceína e iodeto de propídio (CFDA/PI, vitalidade (eosina/nigrosina) e atividade mitocondrial. Já osmolaridade e morfologia espermática foram avaliadas somente imediatamente após a coleta. No experimento 1, a centrifugação para retirada do plasma seminal resultou em maiores danos aos espermatozoides do que a separação por SpermFilter. A filtração por lã de vidro mostrou-se mais eficiente em separar células viáveis e manter a viabilidade durante o resfriamento. No experimento 2, os tratamentos com Androcoll-E e filtrado por lã de vidro foram superiores (P<0,0001) ao sêmen centrifugado quanto à motilidade, à funcionalidade de membrana, à atividade mitocondrial e à viabilidade, tanto nas amostras de sêmen fresco como de sêmen refrigerado. O Androcoll-E e a lã de vidro permitiram manter por 48h, a 5ºC, o sêmen de garanhões pôneis utilizando-se diluente à base de leite.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1