Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Exogenous application of bio-stimulant and growth retardant improved the productivity of cotton cultivars under different planting arrangement / A aplicação exógena de bioestimulante e regulador de crescimento na melhoria da produtividade de cultivares de algodão sob diferentes configurações de plantio

Arif, M; Hussain, N; Yasmeen, A; Naz, S; Anwar, A; Mushtaq, S; Iqbal, J; Shaheen, A; Aziz, M; Bukhari, S A H; Shah, S H.
Braz. j. biol; 82: e238812, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: biblio-1278475

Resumo

Abstract Optimum planting arrangement is an important attribute for efficient utilization of available resources and to obtain high yield of cotton. Application of plant growth promoter and retardant on cotton in improved planting density are the innovative techniques in the establishment of more productive cotton crop. Therefore, we planned a field study to assess the role of bio-stimulant and growth retardant in the resource utilization efficiency of cotton cultivars planted under variable row spacing at Agronomic Research Area Bahauddin Zakariya University and Usmania Agricultural Farm Shujabad during Kharif 2012. Experimental treatments consisted of cotton genotypes viz. CIM-573 and CIM-598, cultivated under conventional (75 cm), medium (50 cm) and ultra-narrow row spacing (25 cm) with foliar spray of bio-stimulant (moringa leaf extract) and growth retardant (mepiquate chloride), either sole or in combination, keeping distilled water as a control. Exogenously applied MLE alone and MLE + MC significantly enhanced the number of squares, flowers and green bolls per plant leading to higher cotton seed and lint yield of CIM 598 cultivar cultivated under conventional row spacing. While application of MC alone and MLE + MC produced maximum micronaire value, fiber strength and fiber uniformity ratio of CIM 573 cultivar cultivated under conventional row spacing. The results suggested that application of MLE is a possible approach to enhance the cotton productivity and the use of MC to enhance the fiber quality attributes under conventional row spacing.
Resumo A configuração ideal de plantio é um atributo importante para a utilização eficiente dos recursos disponíveis e para obter alto rendimento de algodão. A aplicação de promotores de crescimento de plantas e reguladores de crescimento no algodão em uma densidade de plantio adequada são técnicas inovadoras na obtenção de safras de algodão mais produtivas. Portanto, foi planejado um estudo de campo para avaliar o papel de um bioestimulante e um regulador de crescimento na eficiência da utilização de recursos de cultivares de algodão plantadas com espaçamento variável entre linhas na Área de Pesquisa Agronômica Universidade Bahauddin Zakariya e Usmania Agricultural Farm Shujabad durante Kharif 2012. Os tratamentos experimentais consistiram em genótipos de algodão viz. CIM-573 e CIM-598, cultivadas sob espaçamento convencional (75 cm), médio (50 cm) e ultraestreito (25 cm) e pulverização foliar de bioestimulante (extrato de folha de moringa) e regulador de crescimento (cloreto de mepiquato)), sozinho ou combinado, mantendo a água destilada como controle. O MLE aplicado exogenamente sozinho e o MLE + MC aumentaram significativamente o número de quadrados, flores e cápsulas verdes por planta, levando a um maior rendimento de sementes e fibra de algodão da cultivar CIM 598 cultivada sob espaçamento convencional entre fileiras. Enquanto a aplicação de MC sozinho e MLE + MC produziu valor máximo de micronaire, resistência da fibra e razão de uniformidade da fibra da cultivar CIM 573 cultivada sob espaçamento convencional entre linhas. Os resultados sugeriram que a aplicação do MLE é uma abordagem possível para aumentar a produtividade do algodão e o uso de MC para aprimorar os atributos de qualidade da fibra no espaçamento convencional entre linhas.
Biblioteca responsável: BR1.1