Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Occurrence of Hymenolepis diminuta: a potential helminth of zoonotic importance in murid rodents / Ocorrência de Hymenolepis diminuta: um helminto potencial de importância zoonótica em roedores murídeos

Khan, W; Nisa, N N; Pervez, S; Ahmed, S; Ahmed, M S; Alfarraj, S; Ali, A; Tahreem, S.
Braz. j. biol; 82: e242089, 2022. tab
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: biblio-1285597

Resumo

Abstract The study reveals the prevalence of a potential rodent-borne zoonotic helminth species, Hymenolepis diminuta in commensal rodents caught from irrigated and rain-fed areas of Swat, Pakistan. Three hundred and fifty rodents (269 rats and 81 mice) trapped during vegetative, flowering/fruiting and mature/harvesting stages of crops were studied from 2011-2013. Hymenolepisdiminuta eggs were identified on the basis of their shape, size, colour and markings on the surface of the egg shell and three pairs of embryonic hook-lets. Overall prevalence of H. diminuta was 3.14% (n=11/350). The highest prevalence 3.49% (n=5/143) of H. diminuta was noted at harvesting stages of the crops whereas the lowest 2.59% (n=2/77) during vegetative stage. Infection was higher in males 3.25% (n=7/215) than females 2.96% (n=4/135). Adult rodents were highly infected while no sub-adult was found infected. Infection was higher in mice 3.70% (3/81) than rats 2.69% (8/269) while no significance (p=1.0000:0.1250 to 32.00 CI). Rats and mice appears to show the most suitable reservoirs by hosting H. diminuta a zoonotic helminth. The presence of these rodents in all possible habitats can act as a main channel of transferring parasites through various habitats and can pose a hazard to humans in the area.
Resumo O estudo revela a prevalência de uma espécie potencial de helmintos zoonóticos transmitidos por roedores, Hymenolepis diminuta, em roedores comensais capturados em áreas irrigadas e alimentadas pela chuva de Swat, Paquistão. Trezentos e cinquenta roedores (269 ratos e 81 camundongos) presos durante os estágios vegetativo, floração/frutificação e maturidade/colheita das safras foram estudados de 2011-2013. Ovos de Hymenolepisdiminuta foram identificados com base em sua forma, tamanho, cor e marcações na superfície da casca do ovo e três pares de anzóis embrionários. A prevalência geral de H. diminuta foi de 3,14% (n = 11/350). A maior prevalência 3,49% (n = 5/143) de H. diminuta foi observada na fase de colheita das lavouras, enquanto a menor 2,59% (n = 2/77) durante a fase vegetativa. A infecção foi maior nos homens 3,25% (n = 7/215) do que nas mulheres 2,96% (n = 4/135). Roedores adultos foram altamente infectados, enquanto nenhum subadulto foi encontrado infectado. A infecção foi maior em camundongos 3,70% (3/81) do que em ratos 2,69% (8/269), embora sem significância (p = 1,0000: 0,1250 a 32,00 CI). Ratos e camundongos parecem mostrar os reservatórios mais adequados hospedando H. diminuta um helmintos zoonótico. A presença desses roedores em todos os habitats possíveis pode atuar como um canal principal de transferência de parasitas através de vários habitats e pode representar um perigo para os humanos na área.
Biblioteca responsável: BR1.1