Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Seroprevalence and hematological abnormalities associated with Ehrlichia canis in dogs referred to a veterinary teaching hospital in central-western Brazil / Soroprevalência e alterações hematológicas associadas com Ehrlichia canis em cães encaminhados a um hospital veterinário-escola no centro-oeste do Brasil

Paula, Warley Vieira de Freitas; Taques, Ísis Indaiara Gonçalves Granjeiro; Miranda, Vanessa Carvalho; Barreto, Ana Laura Gonçalves; Paula, Luiza Gabriella Ferreira de; Martins, Danieli Brolo; Damasceno, Adilson Donizeti; Muñoz-Leal, Sebastián; Sevá, Anaiá da Paixão; Dantas-Torres, Filipe; Aguiar, Daniel Moura de; Krawczak, Felipe da Silva.
Ciênc. rural (Online); 52(2): e20201131, 2022. tab, mapas
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1286053

Resumo

Ticks are significant parasites of dogs in the tropics, where tick-borne pathogens are highly prevalent, especially in areas where tick control measures are frequently neglected. This study investigated the seroprevalence and hematological abnormalities associated with Ehrlichia canis in dogs referred to a veterinary teaching hospital in Central-western Brazil. Out of 264 dogs tested for anti-Ehrlichia canis antibodies by an indirect immunofluorescence assay (IFA), 59.1% (156/264) were positive. Seropositivity was significantly associated to anemia and thrombocytopenia, alone or in combination, and to leukopenia. Conversely, there were no differences in terms of seroprevalence according to sex, breed and age. This study demonstrated that dogs referred to a veterinary teaching hospital in Central-western Brazil are highly exposed to E. canis and that seropositive dogs are more likely to present hematological abnormalities, particularly anemia, thrombocytopenia and leukopenia. To our knowledge, this is the first study on detection of anti-E. canis antibodies by means of IFA among dogs in the state of Goiás. These findings highlighted the need for increasing awareness among dog owners regarding tick control measures in Central-western Brazil, ultimately to reduce the risk of exposure to E. canis and other tick-borne pathogens.
Carrapatos são importantes parasitos de cães nos trópicos, onde patógenos transmitidos por carrapatos são altamente prevalentes, especialmente em áreas onde as medidas de controle de carrapatos são frequentemente negligenciadas. O estudo investigou a soroprevalência e as anormalidades hematológicas associadas à Ehrlichia canis em cães encaminhados para um hospital veterinário-escola no Centro-oeste do Brasil. Dos 264 cães testados para anticorpos anti-Ehrlichia canis por meio da reação de imunofluorescência indireta (RIFI), 59.1% (156/264) foram positivos. A soropositividade foi associada significativamente à anemia e trombocitopenia, isoladamente ou em combinação, e à leucopenia. Por outro lado, não houve diferenças quanto à soroprevalência segundo sexo, raça e idade. Este estudo demonstrou que cães encaminhados a um hospital veterinário-escola na região Centro-oeste do Brasil são altamente expostos à E. canis, e que cães soropositivos têm maior probabilidade de apresentar alterações hematológicas, principalmente anemia, trombocitopenia e leucopenia. Para o nosso conhecimento, este é o primeiro estudo sobre a detecção de anticorpos anti-E. canis por meio da RIFI em cães do estado de Goiás. Essas descobertas destacam a necessidade de aumentar a conscientização entre os proprietários de cães em relação às medidas de controle do carrapato no Centro-oeste do Brasil, em última análise, para reduzir o risco de exposição ao E. canis e outros patógenos transmitidos por carrapatos.
Biblioteca responsável: BR68.1