Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

mecA positive Staphylococcus spp in bovine mastitis, milkers, milking environment, and the circulation of different MRSA clones at dairy cows farms in the Northeast region of Brazil / Staphylococcus spp mecA positivo em mastite bovina, ordenhadores, ambiente de ordenha e circulação de diferentes clones de MRSA em fazendas de vacas leiteiras na região Nordeste do Brasil

Silva, José Givanildo da; Camargo, Anderson Carlos; Melo, Renata Pimentel Bandeira de; Aragão, Breno Bezerra; Oliveira, Junior Mário Baltazar de; Sena, Maria José de; Nero, Luís Augusto; Mota, Rinaldo Aparecido.
Ciênc. rural (Online); 52(3): e20210008, 2022. tab, ilus
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1339669

Resumo

This study detected the presence and distribution of mecA in Staphylococcus spp. in the dairy production environment at farm level in Brazil. We analyzed 335 samples of mastitis cow milk, 15 samples of nostrils and hand swabs from milkers, 14 teat cup swabs, and 9 milking buckets swabs. Initially, the samples were subjected to microbiological analysis to detect Staphylococcus spp. and then S. aureus and mecA positive isolates were identified by PCR. All S. aureus isolates carrying the mecA genes were subjected to DNA macro-restriction analysis by Pulsed-Field Gel Electrophoresis (PFGE). The mecA gene was detected in 6/335 (1.78%) of mastitis cow milk, 5/15 (33.3%), and 5/15 (33.3%) of nostrils and hand swab, and 4/14 (28.5%) of the teat cup isolates. MRSA genotyping was performed by PFGE, a total of seven pulsotypes were grouped in two clusters. This study identified the occurrence and spread of MRSA at dairy environment of farms, and also the existence of distinct genetic profiles between isolates.
Este estudo teve como objetivo detectar a presença e distribuição de mecA em Staphylococcus spp. no ambiente de produção leiteira em fazendas no Brasil. Foram analisadas 335 amostras de leite de vaca com mastite, 15 amostras de swabs de narinas e mãos de ordenhadores, 14 swabs de teteiras e nove swabs de baldes de ordenha. Inicialmente, as amostras foram submetidas a análises microbiológicas para detecção de Staphylococcus spp. e os isolados positivos foram identificados por PCR para S. aureus e mecA. Todos os isolados de S. aureus portadores do gene mecA foram submetidos à análise de macrorrestrição do DNA por Pulsed-Field Gel Electrophoresis (PFGE). O gene mecA foi detectado em 6/335 (1,78%) de leite de vaca com mastite, 5/15 (33,3%) e 5/15 (33,3%) de swab de narinas e de mãos, e 4/14 (28,5%) de teteiras. A genotipagem de MRSA realizada por PFGE identificou um total de sete pulsotipos, que foram agrupados em dois clusters. Este estudo identificou a ocorrência e disseminação de MRSA no ambiente das fazendas leiteiras, e também a existência de perfis genéticos distintos entre os isolados.
Biblioteca responsável: BR68.1