Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Gross Osteology and digital radiography of the common Capybara (Hydrochoerus hydrochaeris), Carl Linnaeus, 1766 for scientific and clinical application / Osteologia bruta e radiografia digital da capivara comum (Hydrochoerus hydrochaeris), Carl Linnaeus, 1766 para aplicação científica e clínica

Rosenfield, Derek Andrew; Paretsis, Nicole Fidalgo; Yanai, Priscila Rocha; Pizzutto, Cristiane Schilbach.
Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online); 57(4): e172323, 2020. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1348174

Resumo

Being able to study anatomical structures of wildlife species for science and clinical practice is of great importance. We aimed to describe the normal gross osteology of the common adult capybara Hydrochoerus hydrochaeris (Linnaeus, 1766), using macerated bone specimens and high-resolution digital radiography. The complete axial and appendicular skeleton was further compared with previously reported anatomical findings. For this purpose, we used three adult capybara cadavers (two females and one male), with a mean bodyweight of ±50 kg. Some H. hydrochaeris-specific morphological characteristics, especially in the skull region, show evidence of adaptation to aquatic life, such as an elongated head shape, with eyes, ears, and nose, located dorsally, to stay above water. Additionally, the entire bone structure demonstrates the size and weight support of the largest rodent and its adaptation with respect to foraging and locomotion behaviors. As a semi-aquatic herbivore, classified as cursorial (having limbs adapted for running), the authors believe it should be reclassified as cursorial-swimming/diving. Moreover, we argue to consider a differentiation between H. hydrochaeris silvestris to H. hydrochaeris synanthrope, due to substantial weight variation, in some cases > 100%. This inevitably has an impact on the development of bone structure, thus influencing habitual adaptation, and consequently, its clinical implications and animal handling. Radiography exams helped in the identification of bone structures, which otherwise were not observed in anatomical specimens, such as ossa sesamoidea, including the ossiclelunulae. Likewise, the radiographs were particularly helpful in overall better comprehension of the intubation and catheterization procedures. We believe this work can contribute as a reference to anatomical studies for students and professionals acting in clinic, surgery, and research.(AU)
Ser capaz de estudar estruturas anatômicas dos animais da fauna para fins científicos e prática clínica é de grande importância. Objetivamos descrever a osteologia geral normal de capivaras adultas Hydrochoerus hydrochaeris (Linnaeus, 1766), usando amostras de ossos macerados e radiologia digital de alta resolução. O esqueleto axial e apendicular foi posteriormente comparado a achados anatômicos reportados anteriormente. Para esse fim, nós utilizamos de três cadáveres de capivaras adultas (duas fêmeas e um macho) com peso médio de cerca de 50 kg. cada. Algumas características morfológicas de cavidade específicas, especialmente na região do crânio, evidenciam a adaptação à vida aquática, como o formato alongado da cabeça, com olhos, orelhas e nariz localizados dorsalmente, para permanência sobre a água. O completo desenvolvimento morfológico ósseo é evidência de tamanho e suporte de peso do maior roedor, assim como de seus hábitos de alimentação e locomoção, sendo um herbívoro semiaquático, classificado como cursório (tendo membros adaptados à corrida), caso em que os autores acreditam deveria ser reclassificado como cursorial-natação/mergulho. Além disso, argumentamos que deve ser considerada uma diferenciação entre H. hydrochaeris silvestris e H. hydrochaeris sinantropo, devido ao fato da variação substancial de peso, em alguns casos> 100%, inevitavelmente terá um impacto no desenvolvimento da estrutura óssea, influenciando, assim, a adaptação habitual e, consequentemente, suas implicações clínicas e manejo animal. A radiografia auxiliou na correlação e identificação de estruturas ósseas que não observadas em espécimes anatômicos, como o osso sesamóide, incluindo o ossículo lunar. Ademais, as radiografias foram particularmente úteis para uma melhor compreensão geral de procedimentos de intubação e cateterização. Acreditamos que este trabalho possa contribuir como referência de estudos anatômicos para estudantes e profissionais atuantes em clínica, cirurgia e pesquisa.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1