Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Trophic ecology of Acestrorhynchus falcirostris Cuvier, 1819 in island lakes on the lower stretch of the Solimões River, Amazon Basin / Ecologia trófica de Acestrorhynchus falcirostris Cuvier, 1819 em lagos de ilha no trecho inferior do Rio Solimões, Bacia Amazônica

Lubich, C; Aguiar-Santos, J; Corrêa, F; Freitas, C E C; Siqueira-Souza, F K.
Braz. j. biol; 84: e253852, 2024. tab, graf
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: biblio-1355905

Resumo

Abstract The aim objective of this study was to determine the trophic ecology of juvenile and adult Acestrorhynchus falcirostris during the rising and flood (high-water) period in six island lakes adjacent to the Solimões River. As such, we investigated: i) the trophic position, through the fractional trophic niche; ii) the niche breadth; iii) niche overlap and iv) the food strategy of the species. The specimens were collected during the years 2014 to 2017, using gillnets with mesh sizes ranging from 30 to 120mm between opposite knots. Through the analysis of stomach contents, the preference in the consumption of items of animal origin was observed. Juveniles consumed insects in greater proportions (IAi% = 50%), while adults consumed fish (IAi%=99,98%). Despite the large supply of food items available in the high-water period, juveniles were the only ones to consume items of allochthonous origin, such as insects. Juveniles presented a different dietary strategy and dietary composition to adults. Juveniles were omnivores with a generalist strategy, while adults were piscivores with a specialist strategy. Thus, the food composition, niche breadth, trophic position and feeding strategy of Acestrorhynchus falcirostris change due to the stage of development.
Resumo O objetivo deste estudo foi determinar a ecologia trófica de juvenis e adultos de Acestrorhynchus falcirostris durante o período de enchente e cheia em seis lagos de ilha adjacentes ao rio Solimões. Assim, investigamos: i) a posição trófica, através do nicho trófico fracional; ii) a largura de nicho; iii) sobreposição de nicho; iv) a estratégia alimentar. Os espécimes foram coletados durante os anos de 2014 a 2017, utilizando redes de emalhar com malha variando de 30 a 120mm entre nós opostos. Por meio da análise do conteúdo estomacal, observamos a preferência no consumo de itens de origem animal. Os juvenis consumiram insetos em maiores proporções (IAi% = 50%), enquanto os adultos consumiram preferencialmente peixes (IAi% = 99,98%). Apesar da grande oferta de alimentos disponíveis no período da cheia, os juvenis eram os únicos a consumir itens de origem alóctone, como por exemplo, os insetos. Os juvenis apresentaram uma estratégia alimentar e composição alimentar diferente para os adultos. Os juvenis foram considerados onívoros com uma estratégia generalista, enquanto os adultos foram considerados piscívoros com uma estratégia alimentar mais especialista. Assim, a composição alimentar, amplitude do nicho, posição trófica e a estratégia alimentar de Acestrorhynchus falcirostris muda em função do estágio de desenvolvimento.
Biblioteca responsável: BR1.1