Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Irrigation frequency and vermiculite proportion in substrate for Eucalyptus grandis seedling / Frequências de irrigação e proporção de vermiculita em mudas de Eucalyptus grandis

Cruz, Gustavo Henrique Miguel da; Cunha, Fernando França da; Souza, Epitácio José de; Silva, Andrisley Joaquim da; Filgueiras, Roberto; Silva, Francisco Charles dos Santos.
Semina ciênc. agrar; 41(5): 1495-1506, set.-out. 2020. mapas, graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1372258

Resumo

This study aimed to determine the best irrigation frequency and vermiculite proportion in substrate for Eucalyptus grandis seedling production in poorly technified nurseries. The experiment was carried out in Chapadão do Sul - MS (Brazil) from April 8 to July 23, 2013 (106 days). The experimental design was in randomized blocks arranged in a split-plots, with four irrigation frequencies (plots) and five vermiculite proportions (subplots) and six replications. Irrigation depth was estimated by the reference evapotranspiration (Penman-Monteith) multiplied by a crop coefficient (Kc) of 2. Average daily irrigation depth was 5.5 mm during the experimental period. The results showed that two daily irrigations (at 11:00 a.m. and 7:00 p.m.) and filling tubes with 80% vermiculite and 20% soil were most suitable for eucalyptus seedling production under these experimental conditions.(AU)
Objetivou-se determinar as melhores frequências de irrigação e proporção de vermiculita em substrato para produção de mudas de Eucalyptus grandis em viveiros menos tecnificados. O experimento foi realizado entre 08/04/2013 e 23/07/2013 (106 dias) e conduzido em Chapadão do Sul-MS, Brasil. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, em parcelas subdivididas, tendo nas parcelas quatro frequências de irrigação e nas subparcelas cinco proporções de vermiculita, com seis repetições. A lâmina de irrigação foi estimada pela evapotranspiração de referência (Penman-Monteith) multiplicada pelo coeficiente de cultivo (Kc) = 2. A lâmina média diária de irrigação no período experimental foi de 5,5 mm. Constatou-se que o manejo com duas irrigações diárias (11:00h e 19:00h) e preenchimento de tubetes com 80% de vermiculita e 20% de solo de barranco é mais indicado para a produção de mudas de eucalipto nessas condições.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1