Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Farm microbiological milk culture: study case on cow performance, financial and economic aspects / Cultivo microbiológico de leite na fazenda: estudo de caso sobre desempenho de vacas, aspectos financeiros e econômicos

Reis, Nathan Felippe Fontoura; Ferreira, Fernanda Carolina; Diniz Neto, Hilton do Carmo; Sá, Hemilly Cristina Menezes de; Coelho, Sandra Gesteira.
Ciênc. rural (Online); 52(11): e20210505, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1375134

Resumo

ABSTRACT: This study evaluated the use of microbiological culture of milk from cows with clinical mastitis (CM), and the performance and economic results after implementing this procedure. The 18-month data were obtained from a farm in Minas Gerais State, Brazil, with an average daily production of 23.1 L of milk from cows milked twice daily under a semi-intensive regime. After a case of CM was identified, a milk sample from the affected quarter was collected and sent to the farm's laboratory. First, a bi-plate containing selective growth medium was used for isolation of Gram-positive and negative bacteria (Plate 1). Subsequently, a tri-plate with selective growth medium was used for isolation of Gram-positive and negative bacteria, and bacteria of the genus Streptococcus (Plate 2). Finally, a tri-plate containing three chromogenic culture media capable of identifying 18 bacterial species was used (Plate 3). Clinical cases of mastitis were treated once a day based on the results of the microbiological culture. Two economic scenarios were evaluated (scenarios 1 and 2). Scenario 1 compared the situation if all cases of CM were treated (not using on-farm culture) vs. the use of on-farm culture (real data) and the generated savings for one year. Data from 1,582 lactations of 1,227 cows were evaluated, with 1,917 cases of CM from 636 cows recorded. The average annual incidence of CM was 48.2%. Of all cases evaluated, 76.8% were classified as grade 1 mastitis; 20% as grade 2, and 3.2% as grade 3. The incidence of new clinical cases of mastitis was 4.17% per month. From the samples analyzed on the three plates, 27.8% of the cases received a recommendation to not be treated and 72.2% received a recommendation of treatment. However, only 18.6% were not treated, making a total of 81.4% treated cases. Of the clinical cases that did not receive intramammary antibiotic therapy, 84.3% had a clinical cure. Conversely, the clinical cure rate reached 84% for the cases that received intramammary antibiotic therapy. In scenario 1, the total operational cost of the clinical case decreased by 10.3% after the implementation of the on-farm culture, with an 18.4% reduction in the use of antibiotics. In scenario 2, there was a 5.5% reduction in the cost of the clinical case and an 11.8% reduction in the use of antibiotics. Thus, the implementation of on-farm culture and the applied methodology, enhanced treatment accuracy of CM cases, reducing the total operating cost of the case and the use of antibiotics on the farm.
RESUMO: O objetivo deste estudo foi avaliar a utilização da cultura microbiológica de leite de vacas com mastite clínica (MC), os resultados zootécnicos e econômicos após implementação desse procedimento. Dados de 18 meses foram obtidos em uma fazenda em Minas Gerais com produção média de 23,1 L de leite/vaca/dia, em duas ordenhas diárias em regime semi-intensivo. Após a identificação da MC, uma amostra de leite do quarto afetado foi coletada e encaminhada para laboratório da fazenda. Primeiramente foi utilizada placa bipartida em meio de cultura seletivo para crescimento de bactérias Gram-positivas e negativas (Placa 1), seguindo-se para a utilização da placa tri-partida com meios de cultura seletivos para crescimento de bactérias Gram-positivas e negativas e bactérias do gênero Streptococcus (Placa 2) e posteriormente para placa tripartida, contendo três meios de cultura cromogênicos, capazes de identificar 18 espécies bacterianas (Placa 3). Foram avaliados dados de 1.227 vacas em 1.582 lactações, sendo registrados 1.917 casos de MC. Os casos clínicos de mastite foram tratados uma vez ao dia com base nos resultados da cultura microbiológica. Foram realizadas duas avaliações financeiras (cenário 1 e 2). O cenário 1 comparou a situação se todos os casos de MC fossem tratados (ausência de cultura na fazenda), comparado com a utilização da cultura na fazenda (dados reais) e as economias de recursos geradas durante o período de um ano. O cenário 2 utilizou os resultados reais após a economia de recursos gerados pela cultura, seguindo a recomendação ideal de tratamento. Foram avaliados 1.917 casos de MC (636 animais), totalizando incidência média anual de 48,2%. Do total dos casos avaliados, 76,8% foram classificados como mastite grau 1; 20% grau 2 e 3,2% grau 3. A incidência de novos casos clínicos de mastite foi de 4,17% ao mês. Das amostras analisadas nas três placas, 27,8% dos casos receberam a recomendação de não serem tratados e 72,2% de tratamento. Entretanto, apenas 18,6% realmente não foram tratados, totalizando 81,4% de tratamentos. Dos casos clínicos que não receberam antibioticoterapia intramamária, 84,3% apresentaram cura clínica. Já os casos que passaram por antibioticoterapia intramamária, a taxa de cura clínica foi de 84,0%. No primeiro cenário, após a implementação da cultura na fazenda, o custo operacional total do caso clínico reduziu em 10,3%, com redução de 18,4% de utilização de antibióticos. Já no segundo cenário, houve redução de 5,5% no custo do caso clínico e redução de 11,8% na utilização de antibióticos. A implementação da cultura na fazenda e a metodologia aplicada, promoveu maior assertividade dos tratamentos dos casos de MC, com redução do custo operacional total do caso e da utilização de antibióticos na propriedade.
Biblioteca responsável: BR1.1