Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Quality assessment of amazonian fish from fish farming stored on ice / Avaliação da qualidade de pescados amazônicos provenientes de piscicultura armazenados em gelo

Silva, Shadai Mendes; Ramirez, Juan Rafael Buitrago; Silva, Shekinah Mendes; Dantas Filho, Jerônimo Vieira; Marmentini, Regiane Pandolfo; Schons, Sandro de Vargas; Cavali, Jucilene.
Acta Vet. Brasilica; 16(2): 134-140, maio 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1392539

Resumo

The cultivation of natives Amazonian fish such as tambaqui (Colossoma macropomum), pirapitinga (Piaractus brachypomus), tambatinga (female, Colossoma macropomum X Piaractus brachypomus, male) and Pintando da Amazônia (female, Pseudoplatystoma sp. X Leiarius marmoratus, male) temmoratus, increased in recent years, making studies related to the validity of these foods after processing necessary. Therefore, the aimed of the study was to evaluate the sensory, microbiological (Staphylococcus coagulase positive count and presence of Salmonella spp.) and chemical (pH and Total Volatile Bases (TVB) quality of fresh gutted fish stored on ice. Nine specimens of each species were used, all cultivated in an excavated tanks. The fasting time ranged from 16 to 48 hours, depending on the species, the fish was slaughtered by means of cold shock. The fish was gutted and stored in the fish fridge. Sensory analysis was performed by a trained team available. For other analyses, it was sent to a laboratory specializing in food analysis. The sensory analysis of fresh eviscerated tambaqui was characteristic of the species until the 15th day of storage. Fresh eviscerated pirapitinga presented until the 16th day. The fresh eviscerated tambatinga hybrid was kept until the 14th day of storage. And for the Pintado da Amazônia, the organoleptic characteristics were presentable until the 12th day of storage. The microbiological and physical-chemical analyzes were in accordance with Brazilian legislation in all specimens of the analyzed species. It was observed that the longer the fasting period, there was a numerical increase in the pH of the fish meat.(AU)
O cultivo de peixes nativos da Amazônia como tambaqui (Colossoma macropomum), pirapitinga (Piaractus brachypomus), tambatinga (fêmea, Colossoma macropomum X Piaractus brachypomus, macho) e o pintado da Amazônia (fêmea, Pseudoplatystoma sp. X Leiarius marmoratus, macho) tem aumentado nos últimos anos, fazendo com que estudos relacionados a validade desses alimentos após o processamento sejam necessários. Por isso, o objetivo do estudo foi avaliar os parâmetros de qualidade senso-rial, microbiológica (contagem de Staphylococcus coagulase positiva e presença de Salmonella spp.) e química (pH e Bases Voláteis Totais (BVT)) deses pescados eviscerados frescos armazenados em gelo. Foram utilizados 9 exemplares de cada espécie, todos de origem de cultivo em viveiro escavado. O tempo de jejum variou de 16 a 48 horas, dependendo da espécie, o abate do pescado foi por meio de choque térmico. O pescado foi eviscerado e armazenado no frigorifico de pescado. Analise sensorial foi realizada por uma equipe treinada disponível. Para as demais análises foi enviado para um laboratório especializado em análises de alimentos. A análise sensorial do tambaqui eviscerado fresco estava característica da espécie até o 15°dia de estocagem. A pirapitinga evisce-rado fresco apresentou até o 16°dia. O hibrido tambatinga eviscerado fresco foi até o 14°dia de estocagem. E para o pintado da Amazônia as características organolépticas estavam apresentáveis até o dia 12° dia de armazenamento. As analises microbiológicas e físico químicas estavam de acordo com a legislação brasileira em todos os exemplares das espécies analisadas. Foi observado que quanto maior o tempo de jejum, houve um aumento numérico no pH da carne dos pescados.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1