Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Genetic identification, clinical and epidemiological aspects of an equine infectious anemia outbreak in the Rio Grande do Sul State, Brazil / Identificação genética, aspectos clínicos e epidemiológicos de um foco de anemia infecciosa equina no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil

Jardim, José Conrado dos Santos; Finger, Paula Fonseca; Cristofari, Grazielle Vieira; Anjos, Bruno Leite; Traesel, Carolina Kist; Brum, Mário Celso Sperotto.
Ciênc. rural (Online); 53(11): e20220506, 2023. graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1430218

Resumo

ABSTRACT: The study describes the genetic identification, clinical, and epidemiological characteristics of an outbreak of equine infectious anemia occurring in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. Three animals kept in the periurban region of Uruguaiana city tested positive for the AGID test. The serology was performed as a requirement for transit. None of the animals showed clinical signs of infection, one animal was necropsied, and the others were stolen. In the post-mortem examination, no macroscopic changes were observed, and microscopically, discrete hemosiderosis was detected in fragments of the liver and spleen. Amplifying and sequencing a proviral DNA fragment in blood, spleen, and mesenteric lymph node samples confirmed EIAV infection. Phylogenetic analysis of the first sequenced EIAV sample from the Rio Grande do Sul State indicates a high similarity with other Brazilian samples. Results confirmed the viral presence in the state's herds and described epidemiological and virological characteristics of EIA that contribute to the maintenance and dissemination of the virus in herds.
RESUMO: O estudo descreve a identificação genética, as características clínicas e epidemiológicas de um foco de Anemia Infecciosa Equina que ocorreu no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Três equinos criados na região periurbana da cidade de Uruguaiana testaram positivos pela prova sorológica de IDGA. O exame foi realizado como requerimento para trânsito dos animais. Nenhum animal apresentava sinais clínicos da infecção, um cavalo foi necropsiado e os outros dois foram roubados. Na necropsia não obsevou-se nenhuma alteração e microscopicamente foi constatada hemosiderose discreta em fragmento do fígado e baço. A infecção foi confirmada pela amplificação e sequenciamento de um segmento do genoma pró-viral do EIAV de amostras do sangue, baço e linfonodo mesentérico. A análise filogenética do primeiro EIAV sequenciado no Estado do RS indica similaridade com outras amostras que circulam no Brasil. O resultado confirma a presença do vírus no rebanho equino da região e descreve características clínicas e epidemiológicas que contribuem para a manutenção e disseminação do vírus no rebanho.
Biblioteca responsável: BR1.1