Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Histopathologic characterization of "IVP" calves that during the perinatal period - cases report / Caracterização histopatológica de bezerros gerados por "PIV" vindos a óbito em fase perinatal - relato de casos

Prestes, N. C; Piagentini, M; Moya-Araujo, C. F; Rocha, N. S.
Ars vet; 25(1): 38-41, 2009.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1451768

Resumo

The aim of the study was to report histopathological alterations in different organs and to describe the possible cause of death in IVP (in vitro production) calves that die during the perinatal period, with the intention to characterize the main lesions related to the death of these animals. Five hundred and twenty nine labors of IVP embryo recipient cows were monitored. Animals that did not deliver until the 290th gestational day and had labor induced as used by farms: Flucortan (10mL i.v.); if an animal did not respond to this injection, Flucortan (10mL i.v.) was administrated again at the 295th gestational day. Only if the above mentioned animals did not show any characteristics of parturition, there was administrated Azium® (10mL i.v.) at the 300th day. The assessment for the developmental pattern of the calves in the perinatal period was accomplished. Necropsy was performed in the fatal cases (n=42). Samples of several organs were collected and sent for histopathological examination, with the release of result reports. The main organs affected were kidneys, lungs and liver. The definitive post-mortem diagnosis of the death cause was only possible for 17 animals out of the 42 studied. The septicemia (n=5) and endotoxemia (n=5) were the major cause of the death answerable in the report of necropsy.
O objetivo do presente estudo foi descrever as alterações histopatológicas em diversos órgãos e a possível causa da morte de bezerros oriundos de produção in vitro que vieram a óbito durante o período perinatal. Foram monitorados 529 partos de receptoras de embriões produzidos in vitro. Os animais que não pariram até o 290º dia de gestação tiveram o parto induzido com protocolo empregado pelo veterinário responsável pelas propriedades: FlucortanⓇ (10mL i.v.), se o animal não respondesse a essa primeira indução, no dia 295 recebia uma segunda aplicação de FlucortanⓇ (10mL i.v.). Se após a segunda aplicação o animal não entrasse em trabalho de parto, era administrado Azium® (10mL i.v.) no 300° dia. A avaliação do desenvolvimento dos bezerros foi realizada no período pós-parto. Nos recém-nascidos que morreram (n=42) realizou-se necropsia com colheita de material de diversos órgãos e essas amostras encaminhadas ao serviço de patologia para o exame histopatológico com emissão de laudo. Os principais órgãos afetados foram rins, pulmões e fígado. O diagnóstico de post-mortem foi possível em 17 dos 42 animais estudados. A septicemia e a endotoxemia foram as principais causas de morte descritas nos laudos histopatológicos.
Biblioteca responsável: BR68.1