Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Compartment syndrome suspected in domestic cat after radius and ulna fixation - case report / Suspeita de síndrome compartimental em gato doméstico após osteossíntese de rádio e ulna - relato de caso

Gomes, Lianna Ghisi; Spiller, Paulo Roberto; Gouveia, Marcelo Candido Portilho; Madruga, Gabriela Morais; Andrade Filho, Arisio Barbosa de; Souza, Roberto Lopes de.
Acta Vet. Brasilica; 10(4): 352-356, 2016. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1453055

Resumo

The compartmental syndrome is a condition, which leads to ischemia and necrosis of the tissues involved, causing, if not identified early severe injuries. We report here the case of a 3-year-old mongrel cat, with approximately 3.2 kg treated at a clinic in Cuiabá-MT, with complete fracture of the proximal radius and ulna in the right forelimb. The patient underwent surgery (osteosynthesis radio and ulna), 36 hours after the surgical procedure were observed signs of the syndrome as the decrease of the temperature 3 cm distal to the fracture, cyanosis, absence of pain and proprioception. Confronted with these symptoms fasciotomy was conducted in attempt to recover the blood perfusion. After 7 days of treatment, it was not possible to reverse the syndrome picture, resulting in amputation of the affected limb. So it is a serious condition, underdiagnosed that has no previous descriptions in the national literature, and when neglected leads in amputation.
A síndrome compartimental é uma afecção que leva à isquemia e necrose dos tecidos envolvidos, gerando graves lesões quando não identificada precocemente. Este trabalho relata o caso de uma gata de 3 anos de idade, sem raça definida, com aproximadamente 3,2 kg, atendida em uma clínica na cidade de Cuiabá-MT, com fratura proximal completa de rádio e ulna no membro torácico direito. O paciente foi submetido à cirurgia (osteossíntese de rádio e ulna), 36 horas após o procedimento cirúrgico foram observados sinais da síndrome como diminuição da temperatura do segmento distal 3 cm abaixo da fratura, cianose, ausência de dor e propriocepção. Diante desses sintomas foi realizado fasciotomias na tentativa de recuperar a perfusão sanguínea. Após 7 dias de tratamento, não foi possível reverter o quadro da síndrome, resultando em amputação do membro acometido. Logo, trata-se de uma afecção grave, subdiagnosticada que não apresenta descrições prévias na literatura nacional, e quando negligenciada enseja em amputação.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1