Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Protein mineral salt supplementation for steers on star grass pasture at the end of the summer - DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i1.2145 / Suplementação com sal mineral proteinado para bovinos de corte mantidos em pastagem de estrela roxa no final do verão - DOI: 10.4025/actascianimsci.v25i1.2145

Barros Moreira, Fernanda; Nunes do Prado, Ivanor; Cecato, Ulysses; Evelázio de Souza, Nilson; Takae Iwayama, Patrícia.
Acta sci., Anim. sci; 25(1): 185-191, 2003.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1458768

Resumo

This work was carried out to study the effect of protein supplements (189 grams/animal/day) compared to mineral salt (76 grams/animal/day) on performance of steers on star grass pasture (Cynodon plectostachyus Pilger) at the end of the summer (February to May). Sixty steers of 299kg body weight and four pastures of star grass were used. Considering the first 28 days (adaptation period) in the statistical analysis (from February to May) there was no difference in ADG of the animals. However, discounting this period of adaptation (from March to May), the protein supplements resulted in superior ADG (0.43kg a day) when compared to mineral supplement (0.34kg a day). The quality and availability of the pasture were similar to the different treatments, with average levels of 5344kg DM/ha, 649kg of LEA/ha, 4.6% of CP, 2.8% of DCP, 79.4% of NDF, 48.3% of ADF, and 53.1% of IVDMD.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da suplementação protéica (189 gramas/animal/dia), em comparação ao sal mineral (76 gramas/animal/dia), sobre o desempenho de bovinos de corte, mantidos em pastagem de grama estrela roxa (Cynodon plectostachyrus Pilger), no final do verão (fevereiro a maio). Foram utilizados 60 novilhos, com peso inicial médio de 299kg e quatro piquetes de grama estrela roxa. Considerando os primeiros 28 dias (período de adaptação), na análise estatística (fevereiro a maio), não foi observada diferença no GMD dos animais. Por outro lado, desconsiderando-se esse período de adaptação (março a maio), a suplementação protéica resultou em maior GMD (0,43kg/dia), quando comparada à suplementação mineral (0,34kg/dia). A disponibilidade e qualidade da forragem foram semelhantes para os diferentes tratamentos, com valores médios de 5.344kg MS/ha, 649kg de FOL/ha, 4,6% de PB, 2,8% de PBD, 79,4% de FDN, 48,3% de FDA e 53,1% de DIVMS.
Biblioteca responsável: BR68.1