Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

In situ degradability of corn silages prepared with bacterial and/or enzymatic inoculants - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i1.658 / Degradabilidade in situ de silagens de milho confeccionadas com inoculantes bacteriano e/ou enzimático - DOI: 10.4025/actascianimsci.v28i1.658

Luiza de Godoy Gimenes, Agda; Yurita Mizubuti, Ivone; Barros Moreira, Fernanda; Sales Pereira, Elzânia; Luis de Azambuja Ribeiro, Edson; Masato Mori, Rinaldo.
Acta sci., Anim. sci; 28(1): 11-16, 2006.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1458967

Resumo

The objective of this work was to evaluate the effects of the bacterial and/or enzymatic inoculants on corn silage degradation. The in situ technique was used in four adult steers in a 4x4 latin square design. The evaluated treatments were: CS (control silage), SBI (silage with bacterial inoculant), SBEI (silage with bacterial and enzymatic inoculant) and SEI (silage with enzymatic inoculant). There was no difference among treatments in soluble fraction (a), potential degradable fraction (b), fraction b rate of degradation (c), potential degradability (PD) and effective degradability (ED) of DM and OM. The ED of CP was higher in SEI treatment (63.13%) and lower in SBEI treatment (53.69%). The b fraction of NDF was higher for SBEI (74.13%) and lower for SBI (64.07%). The NDF indigestible residue (I) did not show any difference among treatments. The ADF b and I fraction and the c rate values did not show any difference among treatments.
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de inoculantes bacterianos e/ou enzimáticos sobre a degradabilidade ruminal da silagem de milho. Foi utilizada a técnica in situ, em quatro bovinos adultos, distribuídos em quadrado latino 4x4. Os tratamentos avaliados foram: SC (silagem controle), SIB (silagem com inoculante bacteriano), SIBE (silagem com inoculante bacteriano e enzimático) e SIE (silagem com inoculante enzimático). Não houve diferença entre tratamentos nas frações solúvel (a), potencialmente degradável (b), taxa de degradação da fração b (c), degradabilidade potencial (DP) e degradabilidade efetiva (DE) da MS e MO. A DE da PB foi maior para o tratamento SIE (63,13%) e menor para o tratamento SIBE (53,69%). A fração b da FDN apresentou maior valor para SIBE (74,13%) e menor para SIB (64,07%). O resíduo indigerido (I) da FDN não diferiu entre os tratamentos. As frações b e I e a taxa c da FDA não diferiram entre os tratamentos. Palavras-chave: degradação, fibra, matéria orgânica, matéria seca, proteína bruta.
Biblioteca responsável: BR68.1