Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Inclusion of propylene glycol in the diet of sheep and its effect on their lambs protein and mineral metabolites / Inclusão de propilenoglicol na dieta de ovelhas e efeito nos metabólitos proteicos e minerais de suas crias

Santos, Rogério Pereira dos; Macedo Junior, Gilberto de Lima; Silva, Simone Pedro da; Sousa, Luciano Fernandes de; Andrade, Marina Elizabeth Barbosa.
Acta sci., Anim. sci; 39(3): 297-302, July.-Sept.2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1459732

Resumo

The aim of this study was to assess the effect of propylene glycol (PG) added to the water sheep drank during lactation on protein and mineral metabolites of their suckling lambs. We assessed 24 lambs born to sheep fed levels of propylene glycol in the water (0; 1.5; 3.0 and 4.5%). The sheep were subdivided according to a completely randomized design, in a split-plot scheme. There was no interaction effect between lamb age and amount of PG provided to the sheep on the concentration of protein and mineral metabolites of the lambs. The concentration of total protein, globulin, and albumin: globulin ratio, uric acid and creatinine in the lambs was not affected by the inclusion of PG (p > 0.05). The concentration of urea and magnesium in the lambs presented a quadratic response as a function of the addition of PG; there was linear response for albumin concentration. The addition of PG to the sheeps diet and the lambs age affect the concentration of protein and mineral metabolites in the lambs. However, using PG to feed lactating sheep does not have negative effects on the lambs blood parameters, as evidenced by the absence of nutritional deficiency (protein and minerals) in the suckling lambs.
Objetivou-se avaliar o efeito da inclusão do propilenoglicol na água de ovelhas durante a lactação sobre os metabólitos proteicos e minerais de suas crias. Foram avaliados 24 cordeiros (as), filhos (as) de ovelhas que receberam níveis de propilenoglicol (0; 1,5; 3,0 e 4,5%) na água. As ovelhas foram distribuídas em delineamento inteiramente casualizado em esquema de parcela subdividida. Não houve efeito de interação entre a idade dos cordeiros (a)s e a quantidade(s) de propilenoglicol oferecido para as mães na concentração dos metabólitos proteicos e minerais dos cordeiros. A concentração de proteínas totais, globulinas, relação albumina:globulinas, ácido úrico e creatinina nos cordeiros não foi afetada pela inclusão de propilenoglicol na água das matrizes. A concentração de ureia e magnésio nos cordeiros apresentou resposta quadrática em função da inclusão de propilenoglicol na dieta das ovelhas, sendo que para a concentração de albumina houve resposta linear. A inclusão de propilenoglicol na dietadas ovelhas e a idade dos cordeiros alteram a concentração dos metabólitos proteicos e minerais nas crias. Contudo, a utilização do propilenoglicol na alimentação de ovelhas lactantes não proporciona efeitos negativos nos parâmetros sanguíneos dos cordeiros, o que é evidenciado pela ausência de déficit nutricional (proteína e minerais) nos cordeiros lactentes.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1