Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Prevalence of antibodies against equine viral arteritis virus in Northwest, Western Central and North Central Regions of the State of Paraná, Brazil / Prevalência de anticorpos contra o vírus da arterite equina nas mesorregiões Noroeste, Centro Ocidental e Norte Central do Paraná

Sartori, Luciana; Lara, Maria do Carmo Custódio de Souza Hunold; Villalobos, Eliana Monteforte Cassaro; Lisbôa, Júlio Augusto Naylor.
Arq. Inst. Biol; 83: 01-04, 2016. map, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1462399

Resumo

The prevalence of antibodies against equine viral arteritis virus (EVAV) in healthy horses raised in Northwest, Western Central and North Central regions of the State of Paraná, Brazil was investigated. According to calculated sample size, serum samples of 653 horses were analyzed through standard virus neutralization test. No horse had antibodies to EVAV in Northwest (0/236) and in Western Central (0/99) regions. In North Central region frequency was 0.62% (2/318), with an overall prevalence of 0.30%. It can be concluded that EVA does not represent a problem of epidemiological importance in the studied regions of Paraná.
O objetivo deste estudo foi investigar a prevalência de anticorpos contra o vírus da arterite viral equina (EVAV) em equinos sadios criados nas mesorregiões Noroeste, Centro Ocidental e Norte Central do estado do Paraná. Após o cálculo do tamanho amostral, foram analisadas, utilizando a técnica de soroneutralização, amostras de soro sanguíneo de 653 equinos. Nenhum animal sororreagente foi encontrado nas mesorregiões Noroeste (0/236) e Centro Ocidental (0/99). Na mesorregião Norte Central a prevalência foi de 0,62% (2/318), totalizando 0,30%. Pode-se concluir que a arterite viral equina (AVE) ainda não representa um problema de importância epidemiológica nos equinos criados nas mesorregiões paranaenses estudadas.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1