Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Milheto-grão (Pennisetum glaucum (L.) R.Br.) como substituto do milho em rações para poedeiras comerciais

Café, M.B.; Stringhini, J.H.; Mogyca, N.S.; França, A.F.S.; Rocha, F.R.T..
Arq. bras. med. vet. zootec; 51(2)abr. 1999.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-1462534

Resumo

The production performance and egg quality of laying hens receiving increasing levels of pearl millet grain in rations were studied. Two hundred 30-week-old LSL Lohmann white hens, allotted in a completely randomized design with five treatments, five replicates with 10 hens, were fed with 0, 25, 50, 75 and 100% of pearl millet grain in rations as corn substitute. The performance was evaluated by egg production, feed intake, feed conversion in terms of dozen eggs and egg mass, and egg quality measured as egg weight, shell, albumen and yolk porcentages. No differences among treatments were observed for all characteristics, but the yolk color index measured by the Roche fan indicated decreasing in yolk colour as the level of pearl millet increased. Pearl millet did not affect the production performance, and a synthetic or natural pigment should be included in rations.
Avaliaram-se o desempenho produtivo e a qualidade dos ovos de poedeiras comerciais alimentadas com milheto como substituto do milho em rações de postura. Duzentas poedeiras comerciais, da linhagem LSL Lohmann branca, com 30 semanas de idade, receberam rações com níveis crescentes de substituição da energia metabolizável fornecida pelo milho por milheto. As aves foram distribuídas em um delineamento inteiramente ao acaso com cinco tratamentos, cinco repetições e 10 aves por repetição. Foram avaliados a porcentagem de postura, o consumo de ração, a conversão alimentar em termos de dúzias e de massa de ovos, o peso médio de ovos, a porcentagem de casca e de gema, e a porcentagem de clara. Não se observou diferença estatística significativa em todas as características. O índice de coloração de gema, pelo leque colorimétrico Roche, apresentou pior coloração à medida que os níveis de milheto foram crescentes nas rações. Os resultados indicam que o milheto não afetou o desempenho produtivo das aves, devendo-se recomendar o seu uso com pigmentantes sintéticos ou naturais.
Biblioteca responsável: BR68.1