Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Células tronco mesenquimais autólogas no tratamento da osteoartrite induzida por colagenase na articulação coxofemoral de coelhos (Oryctolagus cuniculus) / Autologous mesenchymal stem cells in the treatment of collagenaseinduced osteoarthritis in the coxofemoral joint of rabbits (Oryctolagus cuniculus)

Minto, B. W; Coelho, L. P; Nobile, M; Malard, P. F; Franco, G. G; Castro, M. B; Lima, E. M. M; Dias, L. G. G. G.
Ars vet; 36(3): 201-210, 2020. ilus, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1463536

Resumo

Na atualidade, a pesquisa envolvendo células-tronco mesenquimais destaca-se na busca de avanços na reparação da cartilagem articular. Objetivou-se, no presente estudo, comparar a regeneração cartilaginosa da articulação coxofemoral de coelhos, com e sem o transplante de células-tronco mesenquimais autólogas, por meio de exames radiográficos e histopatológicos. Dois grupos, com 15 animais da espécie leporina cada, foram submetidos à indução química de osteoartrite com solução de colagenase 2% na articulação coxofemoral direita. No Grupo 1 (Células-tronco) realizou-se a aplicação  intra-articular de células-tronco mesenquimais autólogas. Já o Grupo 2 (Controle) foi constituído por animais submetidos à aplicação intra-articular de solução salina estéril. Foram realizadas avaliações radiográficas e histopatológicas aos 30, 60 e 90 dias após a aplicação. Os resultados histológicos indicam que células-tronco mesenquimais (Grupo 1) melhoraram discretamente a qualidade do tecido de reparo, de acordo com os critérios da escala semi-quantitativa ICRS 1 (International Cartilage Repair Society). O Grupo 1 (Células-Tronco) demonstrou superioridade em relação ao Grupo 2 nos parâmetros: Superfície articular, matriz extracelular e distribuição celular, demonstrando que as células-tronco foram benéficas no tratamento da osteoartrite.
The aim of this study was to compare cartilage regeneration of the hip in rabbits, with and without the transplantation of autologous mesenchymal stem cells. Thirty rabbits were submitted to chemical induction of osteoarthritis with a 2% colagenase in the right hip. They were divided into 2 groups of 15 animals each: Group 1 (intra-articular application of autologous mesenchymal stem cells) and Group 2 (control - intra-articular application of sterile saline solution). Radiographic and histopathological evaluations were performed at 30, 60 and 90 days after application. The mesenchymal stem cells group (Group 1) showed slight improvement of the quality of the repair tissue, according to the semi-quantitative scale criteria ICRS 1 (International Cartilage Repair Society). The Group 1 (Stem Cells) showed superiority in relation to Group 2, especially in the parameters joint surface, extracellular matrix and cellular distribution, demonstrating that stem cells were beneficial in the treatment of osteoarthritis.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1