Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Uso de hidróxido de cálcio no controle de vibrionáceas em viveiros de cultivo do camarão Litopenaeus vannamei em Santa Catarina / Control of Vibrio sp. using calcium hidroxide in pond of Shrimp (Litopenaeus vannamei) culture in Santa Catarina

Mouriño, José Luiz Pedreira; Buglione Neto, Celso Carlos; Vieira, Felipe do Nascimento; Ramirez, Cristina; Seiffert, Walter Quadros; Martins, Maurício Laterça; Pedrotti, Fabiola Santiago; Schveitzer, Rodrigo.
Bol. Inst. Pesca (Impr.); 34(1): 159-162, 2008. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1464752

Resumo

As doenças de origem bacteriana, principalmente aquelas causadas por organismos do gênero Vibrio, são responsáveis por perdas econômicas significativas na indústria de camarões. Este trabalho objetivou determinar a concentração de hidróxido de cálcio [Ca(OH)2] capaz de inibir in vitro o crescimento de Vibrio harveyi, e testar in vivo sua utilização em viveiros de cultivo. Para o experimento in vitro utilizaram-se frascos com meio de cultura BHI (Brain Heart Infusion), o qual foi suplementado com Ca(OH)2 em quatro diferentes concentrações: 0; 0,018 g/L; 0,025 g/L; 0,036 g/L, inoculado com 1,2x1011 unidades formadoras de colônias (UFC)/mL e incubado por 24 h com agitação contínua. Nos quatro tratamentos, o crescimento bacteriano foi estimado por contagem total de colônias em placas, pelo método de diluições sucessivas (1/10). Para o experimento em viveiros utilizou-se Ca(OH)2 na concentração de 0,018 g/L, adicionado de forma fracionada durante três dias de cultivo. A concentração de bactérias totais em meio de cultura Agar Marine e de vibriões em meio de cultura TCBS (Thiosulfate-Citrate-Bile Salts-Sucrose) foi avaliada por contagem total de colônias em placas, antes e 48 h após a aplicação do hidróxido de cálcio. Após a aplicação do hidróxido de cálcio, a concentração de vibriões diminuiu (p < 0,05) de 4,36±0,1 (log UFC/mL±DP) para 3,07±0,36 (log UFC/mL±DP), não sendo, porém, observado decréscimo significativo da concentração de bactérias totais. Desta forma, evidenciou-se que Ca(OH)2 pode ser utilizado no controle de vibrioses em sistemas de cultivo.
Bacterial diseases, mainly those caused by bacteria of the Vibrio genus, are responsible for significant economic losses in the shrimp production. This study aimed to verify the concentration of calcium hydroxide [Ca(OH)2] able to inhibit growth of Vibrio harveyi in vitro, and also to test in vivo its use in culture ponds. For the in vitro experiment, bottles were used with BHI culture medium (Brain Heart Infusion) supplemented with Ca(OH)2 in four different concentrations (0; 0.018 g/L; 0.025 g/L and 0.036 g/L), inoculated with 1.2 x 1011 CFU/mL and incubated for 24 h under continuous agitation. The bacterial growth in the treatments was estimated by total counting of colonies in plates by successive dilutions (1/10). For the experiment in culture ponds, calcium hydroxide in the concentration of 0.018 g/L was applied for three consecutive days. Total counting of colonies in Marine agar and TCBS (Thiosulfate-Citrate-Bile Salts-Sucrose) plates was done before and 48 h after calcium hydroxide application. The Vibrio concentration decreased significantly after the application, from 4.36±0.1 (log UFC/mL±DP) to 3.07±0.36 (log UFC/mL±DP). However, significant decrease in the concentration of total bacteria was not observed. In this way, it was evidenced that Ca(OH)2 can be used in the control of Vibrio spp. in rearing systems.
Biblioteca responsável: BR68.1