Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Seasonality of Procamallanus (Spirocamallanus) inopinatus (Nematoda: Camallanidae) infection in Bryconops melanurus (Characiformes: Iguanodectidae) / Sazonalidade da infecção por Procamallanus (Spirocamallanus) inopinatus (Nematoda: Camallanidae) em Bryconops melanurus (Characiformes: Iguanodectidae)

Fujimoto, Rodrigo Yudi; Couto, Márcia Valéria Silva do; Sousa, Natalino da Costa; Madi, Rubens Riscala; Eiras, Jorge Costa; Martins, Maurício Laterça.
Bol. Inst. Pesca (Impr.); 44(4): 334-334, Oct.-Dec. 2018. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1465371

Resumo

This study evaluates the host-parasite-environment relationship between the parasitic nematode Procamallanus (Spirocamallanus) inopinatus and the fish host Bryconops melanurus, as well as reports the seasonal occurrence of the parasite in the host. The study was performed in a total of 78 fish collected from a tributary of Caeté River, Bragança, PA, Northern Brazil. The nematode was present in several organs (stomach, pyloric caecum, anterior intestine, posterior intestine) from 76 out of 78 fish specimens. For each location the prevalence and mean intensity of the infection are provided. The level of parasitism was not influenced by the month of capture, but higher parasitic loads were observed in pyloric caecum and posterior intestine during the rainy season (March to June 2007). Seasonal fish host-nematode relationship can be influenced by fish feeding behaviour patterns associated with flood period variations.
Este estudo avalia a relação hospedeiro-parasita-ambiente entre o nematoide parasita Procamallanus (Spirocamallanus) inopinatus e o peixe hospedeiro Bryconops melanurus, bem como relata a ocorrência sazonal do parasita no hospedeiro. O estudo foi realizado em um total de 78 peixes coletados de um tributário do rio Caeté, Bragança, PA, no norte do Brasil. O nematóide estava presente em vários órgãos (estômago, ceco do pilórico, intestino anterior e intestino posterior) de 76 dos 78 espécimes de peixes. Para cada local, a prevalência e a intensidade média da infecção são fornecidas. O nível de parasitismo não foi influenciado pelo mês de captura, mas foram observadas cargas parasitárias mais elevadas no ceco pilórico e no intestino posterior durante a estação chuvosa (março a junho de 2007). A relação sazonal entre o hospedeiro e o nematoide pode ser influenciada por padrões de comportamento alimentar associado às variações do período de inundação.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1