Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Zootechnical indices and digestibility in juveniles of tambaqui Colossoma macropomum fed a diet containing particulate maize

Polese, M. F.; Polese, M. F.; Radael, M. C.; Mendonça, P. P.; Motta, J. H. S.; Azevedo, R. V.; Souza, A. B.; Shimoda, E.; Lavander, H. D.; Aride, P. H. R.; Oliveira, A. T.; Vidal Júnior, M. V..
Braz. j. biol; 822022.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-1468612

Resumo

Abstract Three experiments were done with different particle sizes of corn feed on its zootechnical performance, passing rate and apparent digestibility of juvenile tambaqui (Colossoma macropomum). In the first, 200 juveniles were used and distributed in 20 tanks (220 L), 10 fish per unit (four replicates). The experimental system used to record passage time was composed of five incubators with 200 L. In the second, 75 juveniles were used per 55 days (three replications). In the third, 75 juveniles were used and distributed in five incubators of 200 L. All experiments were performed randomly. Different linear behavior treatments were observed for apparent digestibility of crude protein; and the smaller particle size (150 m) had better results digestibility. smaller particle size of the corn had better results, affected the growth performance of tambaqui and the apparent digestibility of crude protein and ether extract. Thus, is recommended that a particle size of 150 m of corn be used for tambaqui.
Resumo Três experimentos foram realizados com diferentes tamanhos de partícula de ração para o desempenho zootécnico, taxa de aprovação e digestibilidade aparente de tambaqui juvenil (Colossoma macropomum). No primeiro, foram utilizados 200 juvenis e distribuídos em 20 tanques (220 L), 10 peixes por unidade (quatro repetições). O sistema experimental utilizado para registrar o tempo de passagem foi composto por cinco incubadoras com 200 L. No segundo, 75 juvenis foram utilizados por 55 dias (três repetições). No terceiro, 75 juvenis foram utilizados e distribuídos em cinco incubadoras de 200 L. Todos os experimentos foram realizados aleatoriamente. Diferentes tratamentos de comportamento linear foram observados para digestibilidade aparente da proteína bruta; e o menor tamanho de partícula (150 m) apresentou melhor digestibilidade dos resultados. menor tamanho de partícula do milho apresentou melhores resultados, afetou o desempenho de crescimento de tambaquis e a digestibilidade aparente da proteína bruta e extrato etéreo. Portanto, recomenda-se o uso de um tamanho de partícula de 150 m de milho para o tambaqui.
Biblioteca responsável: BR68.1