Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Avaliação in vitro da atividade citotóxica de drogas antivirais em fibroblastos caprinos / In vitro evaluation of the citotoxic activity of antiviral drugs in goat fibroblasts

Araújo, Suzana Aparecida Costa de; Teixeira, Maria Fátima da Silva; Dantas, Tânia Valeska Medeiros; Miranda, Aline Mesquita; Lima, Francisco Esmaile Sales; Melo, Valeska Shelda Pessoa de; Ricarte, Aracely Rafaele Fernandes; Costa, Edmara Chaves.
Ciênc. Anim. (Impr.); 18(1): 25-31, jun. 2008. graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1472095

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito citotóxico das drogas antivirais em cultivos de fibroblastos que foram isolados por explantation da membrana sinovial de caprinos soronegativos para a presença de anticorpos para lentivírus de pequenos ruminantes. As células eram mantidas em cultivo, para posterior utilização nos testes de citotoxicidade, contendo Meio Essencial Mínimo (MEM) acrescido de SFB 10%, antifúngico, antibióticos e glutamina. Para o teste de citotoxicidade das drogas, alíquotas de 0,1mL de fibroblastos, na concentração de 2 x105 células/mL, foram depositadas em microplacas de 96 poços, incubadas por 24 e 48h com posterior troca do meio por outro contendo diluições de 0,005 μM, 0,05 μM, 0,5 μM, 5μM, 50 μM e 500 μM de cada droga, que foram: zidovudina (AZT), estavudina, lamivudina, didanosina, efavirenz, atazanavir e lopinavir. Após 24 h de incubação o meio foi desprezado e acrescentou-se 100 μL de azul de tetrazólio (MTT) a uma concentração de 5 mg/mL. As microplacas foram incubadas por 4 h/37oC. Posteriormente, adicionou-se 100 μL de uma solução de 95% de isopropanol e 5% de ácido fórmico. A análise espectrofotométrica foi medida em um leitor de ELISA a uma absorbância de 600 nm. A partir dos valores das densidades ópticas determinou-se a concentração da droga capaz de reduzir em 50% as células viáveis. Dessa forma, a zidovudina e a didanosina na concentração de 0,05 μM e a estavudina e a lamivudina nas concentrações de 0,5 μM e 500 μM, respectivamente, não apresentaram efeitos tóxicos. Concluindo-se que essas drogas mostram potencial para o desenvolvimento de testes capazes de mensurar sua atividade antiviral frente aos lentivírus de pequenos ruminantes (SRLV – small ruminant lentivirus).
This work evaluates the cytotoxic effect of antiviral drugs on cultured fibroblasts that were isolated by explantation from the synovial membrane of goats that were soronegative to the presence of lentivirus antibodies from small ruminants. The cells were grown in MEM supplemented with 10% fetal bovine serum, an antifungal, antibiotics and glutamine. The drug cytotoxicity assay was performed in 0.1 mL of fibroblasts with 2x105 cells per mL, cultivated in 96 well microplates, incubated for 24h and submitted to dilutions of 0.005 μM, 0.05 μM, 0.5 μM, 5 μM, 50 μM and 500 μM of each of zidovudine, stavudine, lamivudine, didanosine, efavirenz, atazanavir and lopinavir. After incubation for 24 hours the medium was removed and replaced by 100 μL of MTT solution (5 mg/mL) for 4 h at 37ºC. Then, the MTT solution was removed and 100 μL of a solution of 95% isopropanol and 5% of acid formic was added in order to dissolve the crystals. The absorbance was read on a multiwell spectrophotometer at 600 nm. The optical density values were used to determine the concentration of the drug capable of reducing the viable cells by 50%. Zidovudine and the didanosine at a concentration of 0.05 μM and stavudine and lamivudine at concentrations of 0.5 μM and 500 μM had no toxic effect. Therefore, these drugs have potential to develop tests to measure their antiviral activity against small ruminant lentiviruses.
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1